Frases sobre linguagem

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da linguagem.

Tópicos relacionados

Total 163 citações, filtro:


Martin Luther King Junior photo

„A greve, no fundo, é a linguagem dos que não são ouvidos.“

—  Martin Luther King Junior 1929 - 1968
A riot is at bottom the language of the unheard. Where do we go from here: chaos or community?, Volume 1968, Parte 2 - página 112, Edição 31 de Sidney Hillman reprint series, Autor Martin Luther King (Jr.), Editora Beacon Press, 1967, 209 páginas

George Orwell photo
Publicidade
Claude Lévi-Strauss photo
Vincent Van Gogh photo

„Cuidado com a cobiça!

Cuidado com a cobiça, pois a vida de alguém não consiste na abundância de coisas que ele possui. - Escritura de hoje : Lucas 12: 13-21

A cobiça é uma daquelas palavras superestofadas em nosso vocabulário religioso que perdeu sua aresta de ponta. Muitos não levam isso a sério. Alguns até suspeitam que quando Deus estava montando os Dez Mandamentos, Ele tinha nove bons e sólidos, mas depois, para completar a lista, lançou-se um sobre a cobiça (Êxodo 20:17).

Jesus deu uma advertência sobre a cobiça a um homem que O interrompeu no meio de seu sermão. O homem queria que Jesus resolvesse uma disputa entre ele e seu irmão. Evidentemente, o pai deles havia morrido, e esse filho sentiu que não estava recebendo seu quinhão do que o pai havia deixado para trás. A herança se tornou uma obsessão para esse homem. Isso o consumiu. Quando ele estava na presença de Jesus Cristo e ouvia Sua inigualável pregação, ele não ouviu as palavras libertadoras que o Salvador havia falado.

Há perigo em querer mais e mais coisas, ou em querer o que pertence a outro. O apóstolo Paulo chamou esse desejo intenso de “idolatria” (Cl 3: 5). Essa é uma linguagem forte. Vamos ouvir a lei. Vamos ouvir nosso Senhor. Ele quer que sejamos ricos para com Deus. É por isso que Ele advertiu: “Cuidado com a cobiça, pois a vida de alguém não consiste na abundância das coisas que ele possui” (Lucas 12:15).

Refletir e Orar
Quando desejaríamos mais e mais
Das riquezas deste mundo - do patrimônio terrestre,
Ajude-nos, ó Senhor, a olhar para cima
E se apoiar em Seu infinito amor. —DJD

Você não pode desejar e ser feliz ao mesmo tempo. Haddon W. Robinson“

—  ministério_pão_diário

„Cuidado com a cobiça!

Cuidado com a cobiça, pois a vida de alguém não consiste na abundância de coisas que ele possui. - Escritura de hoje : Lucas 12: 13-21

A cobiça é uma daquelas palavras superestofadas em nosso vocabulário religioso que perdeu sua aresta de ponta. Muitos não levam isso a sério. Alguns até suspeitam que quando Deus estava montando os Dez Mandamentos, Ele tinha nove bons e sólidos, mas depois, para completar a lista, lançou-se um sobre a cobiça (Êxodo 20:17).

Jesus deu uma advertência sobre a cobiça a um homem que O interrompeu no meio de seu sermão. O homem queria que Jesus resolvesse uma disputa entre ele e seu irmão. Evidentemente, o pai deles havia morrido, e esse filho sentiu que não estava recebendo seu quinhão do que o pai havia deixado para trás. A herança se tornou uma obsessão para esse homem. Isso o consumiu. Quando ele estava na presença de Jesus Cristo e ouvia Sua inigualável pregação, ele não ouviu as palavras libertadoras que o Salvador havia falado.

Há perigo em querer mais e mais coisas, ou em querer o que pertence a outro. O apóstolo Paulo chamou esse desejo intenso de “idolatria” (Cl 3: 5). Essa é uma linguagem forte. Vamos ouvir a lei. Vamos ouvir nosso Senhor. Ele quer que sejamos ricos para com Deus. É por isso que Ele advertiu: “Cuidado com a cobiça, pois a vida de alguém não consiste na abundância das coisas que ele possui” (Lucas 12:15).

Refletir e Orar
Quando desejaríamos mais e mais
Das riquezas deste mundo - do patrimônio terrestre,
Ajude-nos, ó Senhor, a olhar para cima
E se apoiar em Seu infinito amor. —DJD

Você não pode desejar e ser feliz ao mesmo tempo. Haddon W. Robinson“

—  ministério_pão_diário

„Familiaridade com Deus


Ainda a palavra me não chegou à língua, e tu, Senhor, já a conheces toda. v.4


Às vezes, minha esposa e eu terminamos a frase um do outro. Em mais de trinta anos de casamento nos tornamos cada vez mais familiarizados com a forma como o outro pensa e fala. Não precisamos nem mesmo completar a sentença, apenas uma palavra ou um olhar são o suficiente para expressar um pensamento.

Há algum conforto nisso, como o que sentimos ao calçar um velho par de sapatos que é muito confortável. Às vezes, carinhosamente nos tratamos como “meu sapato confortável”, um elogio que pode ser difícil de entender para quem não nos conhece bem! Através dos anos, o nosso relacionamento desenvolveu uma linguagem própria, com expressões que são o resultado de décadas de amor e confiança.

É reconfortante saber que Deus nos ama com profunda familiaridade. Davi escreveu: “Ainda a palavra me não chegou à língua, e tu, Senhor, já a conheces toda” (v.4). Imagine-se conversando tranquilamente com Jesus e contando-lhe os assuntos mais profundos do seu coração. E ao lutar para encontrar as palavras, Ele lhe dá um sorriso e lhe diz exatamente o que você não conseguia expressar. Como é bom saber que não precisamos ter as palavras exatas para falar com Deus! Ele nos ama e nos conhece bem o suficiente para nos entender.

Deus olha além de nossas palavras. 
Ele vê o nosso coração. James Banks“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Karl Kraus photo

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating
William Shakespeare photo
Charlie Chaplin photo
Charles Bukowski photo
Antoine de Saint-Exupéry photo
Gustave Flaubert photo

„Rodolphe ouvira tantas vezes dizer tais coisas que elas nada mais tinham de original para ele. Emma assemelhava-se a todas as suas amantes; e o encanto da novidade, caindo pouco a pouco como uma veste, deixava ver a nu a eterna monotonia da paixão que tem sempre as mesmas formas e a mesma linguagem. Aquele homem tão experiente não distinguia mais a diferença dos sentimentos sob a igualdade das expressões. Porque lábios libertinos ou venais lhe haviam murmurado frases semelhantes, ele mal acreditava em sua candura; era preciso, pensava, descontar suas palavras exageradas, escondendo as afeições medíocres: como se a plenitude da alma não transbordasse algumas vezes nas metáforas mais vazias, já que ninguém pode algum dia exprimir exatamente suas necessidades ou seus conceitos, nem suas dores e já que a palavra humana é como um caldeirão rachado, no qual batemos melodias próprias para fazer danças os ursos quando desejaríamos enternecer as estrelas.
Porém, com a superioridade crítica de quem, em qualquer compromisso, se mantém na retaguarda, Rodolphe percebeu naquele amor a possibilidade de explorar outros gozos. Julgou todo pudor como algo incômodo. Tratou-a sem cerimonia. Fez dela algo de maleável e de corrompido. Era uma espécie de afeto idiota cheio de admiração para ele, de volúpia para ela, uma beatitude que a entorpecia; e sua alma afundava naquela embriaguez e nela se afogava, encarquilhada (…)“

—  Gustave Flaubert 1821 - 1880
Madame Bovary

Federico Fellini photo

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“