Frases de Roland Barthes

Roland Barthes photo
27   5

Roland Barthes

Data de nascimento: 12. Novembro 1915
Data de falecimento: 26. Março 1980

Roland Barthes foi um escritor, sociólogo, crítico literário, semiólogo e filósofo francês.

Formado em Letras Clássicas em 1939 e Gramática e Filosofia em 1943 na Universidade de Paris, fez parte da escola estruturalista, influenciado pelo lingüista Ferdinand de Saussure. Crítico dos conceitos teóricos complexos que circularam dentro dos centros educativos franceses nos anos 50. Entre 1952 e 1959 trabalhou no Centre national de la recherche scientifique - CNRS.

Barthes usou a análise semiótica em revistas e propagandas, destacando seu conteúdo político. Dividia o processo de significação em dois momentos: denotativo e conotativo. Resumida e essencialmente, o primeiro tratava da percepção simples, superficial; e o segundo continha as mitologias, como chamava os sistemas de códigos que nos são transmitidos e são adotados como padrões. Segundo ele, esses conjuntos ideológicos eram às vezes absorvidos despercebidamente, o que possibilitava e tornava viável o uso de veículos de comunicação para a persuasão. Wikipedia

„O que a fotografia reproduz ao infinito só ocorreu uma vez: ela repete mecanicamente o que nunca mais poderá repetir-se existencialmente.‎“

—  Roland Barthes

Ce que la Photographie reproduit à l'infini n'a eu lieu qu'une fois : elle répète mécaniquement ce qui ne pourra jamais plus se répéter existentiellement.
La chambre claire‎ - Página 15, Roland Barthes - Éditions de l'Étoile, 1980 - 192 páginas

„A ciência é grosseira, a vida é sutil, e é para corrigir essa distância que a literatura nos importa.“

—  Roland Barthes

La science est grossière, la vie est subtile, et c'est pour corriger cette distance que la littérature nous importe
Leçon‎ - Página 18, Roland Barthes - Seuil, 1978, ISBN 202005003X, 9782020050036 - 45 páginas

„A foto-retrato é um campo cerrado de forças. Quatro imaginários aí se cruzam… diante da objetiva, sou ao mesmo tempo, aquele que a fotografia me julga e aquele de que se serve para exibir sua arte.“

—  Roland Barthes

La photo-portrait est un champ clos de forces. Quatre imaginaires s’y croisent, s’y affrontent, s’y déforment. Devant l’objectif, je suis à la fois celui que je me crois, celui que je voudrais qu’on me croie, celui que le photographe me croit et celui dont il se sert pour exhiber son ar
La chambre claire‎ - Página 29, Roland Barthes - Éditions de l'Étoile, 1980 - 192 páginas

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating

„A linguagem é como uma pele: com ela eu contacto com os outros.“

—  Roland Barthes

Variante: A linguagem é como uma pele: com ela eu entre em contato com os outros.

Aniversários de hoje
Rachel de Queiroz photo
Rachel de Queiroz43
escritora e jornalista brasileira 1910 - 2003
Auguste Rodin photo
Auguste Rodin13
Artista 1840 - 1917
Christopher Paolini photo
Christopher Paolini11
autor americano 1983
Heitor Villa-Lobos photo
Heitor Villa-Lobos15
compositor brasileiro 1887 - 1959
Outros 49 aniversários hoje