Frases sobre dúvidas

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da questão, ser, vida, vida.

Melhores frases sobre dúvidas

James Joyce photo

„Questões que se resolvem com violência nunca ficam resolvidas.“

—  James Joyce escritor irlandês do século XX, mais conhecido por escrever Ulisses 1882 - 1941

Eleanor H. Porter photo
William Shakespeare photo
Mark Twain photo

„Quando em dúvida, diga a verdade!“

—  Mark Twain escritor, humorista e inventor norte-americano 1835 - 1910

When in doubt, tell the truth.
Mark Twain's speeches - Página 397 http://books.google.com.br/books?id=f57exEFBp1YC&pg=PA397, Mark Twain - Forgotten Books, 1923, ISBN 1451018487, 9781451018486 - 396 páginas
Variante: Na dúvida, digam a verdade.

Fernando Henrique Cardoso photo
Eleanor Roosevelt photo
Henry David Thoreau photo

„Não é o que você olha para o que importa, é o que você vê.“

—  Henry David Thoreau 1817 - 1862

Variante: Não é o que olhamos que importa, é o que vemos.

Francis Scott Fitzgerald photo
Francis Bacon photo

„Uma pergunta prudente é metade da sabedoria.“

—  Francis Bacon página de desambiguação da Wikimedia 1561 - 1626

Variante: Uma pergunta prudente é metade sabedoria.

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Woody Allen photo

„Não sei a pergunta, mas sexo é definitivamente a resposta.“

—  Woody Allen cineasta, roteirista, escritor, ator e músico norte-americano 1935

Todas frases sobre dúvidas

Total 538 citações questão, filtro:

Citát „O problema com o mundo é que as pessoas inteligentes estão cheias de dúvidas, enquanto os estúpidos estão cheios de confiança.“
Charles Bukowski photo
William Shakespeare photo

„Ser ou não ser, eis a questão. O que é mais nobre para a alma? Sofrer as pedradas e as setas da fortuna ultrajosa ou tomar armas contra um mar de tribulações e, fazendo-lhes rosto, dar-lhes fim? Morrer… dormir… mais nada. Dizer que, por meio de um sono, acabamos com as angústias e com os mil embates naturais de que é herdeira a carne é um desfecho que se deve ardentemente desejar. Morrer… dormir… dormir! Sonhar talvez! Ah! Aqui é que está o embaraço. Pois que sonhos podem sobrevir naquele sono da morte depois de nos termos libertado deste bulício mortal? Eis o que nos obriga a fazer pausa; eis a reflexão de que procede a calamidade de uma vida tão longa. Com efeito, quem suportaria os açoites e os escárnios desta época, a injustiça do opressor, a contumélia do orgulhoso, os tormentos do amor desprezado, as dilações da lei, a insolência do poder e os maus tratos que o mérito paciente recebe de criaturas indignas, podendo com um simples punhal outorgar a si mesmo tranquilidade? Quem quereria sopesar o fardo, gemer e suar debaixo de uma vida pesadíssima, se o temor dalguma coisa depois da morte - o desconhecido país de cujas raias nenhum viajante ainda voltou - não enleasse a vontade e não fizesse antes padecer os males que temos, do que voar para outros que ignoramos? Assim, a consciência torna-nos a todos covardes; assim o fulgor natural da resolução é amortecido pelo pálido clarão do pensamento; e, assim, empresas enérgicas e de grande alcance torcem o caminho, e perdem o nome de ação.“

—  William Shakespeare dramaturgo e poeta inglês 1564 - 1616

Hamlet

Nicolau Maquiavel photo

„Oriente e Ocidente


Quem és tu que julgas o servo alheio?… v.4


Quando os alunos do sudeste da Ásia tiveram aulas com um professor visitante, este aprendeu uma lição. Depois de dar aos alunos um teste de múltipla escolha, surpreendeu-se ao descobrir muitas perguntas sem resposta. Enquanto devolvia os testes corrigidos, ele sugeriu que, da próxima vez, em vez de deixar respostas em branco eles deveriam dar um palpite. Surpreso, um dos estudantes levantou a mão e perguntou: “E se eu acidentalmente acertar a resposta? Estaria dando a entender que sabia a resposta.” O aluno e professor tinham perspectivas e práticas diferentes.

Nos dias do Novo Testamento, os convertidos judeus e gentios vinham para Cristo com perspectivas tão diferentes quanto o Oriente dista do Ocidente. Em pouco tempo, eles estavam em desacordo sobre assuntos tão diversos como dias de culto e o que um seguidor de Cristo seria livre para comer ou beber. O apóstolo Paulo exortou-os a lembrar um fato importante: Nenhum de nós está em posição de saber ou julgar o coração do outro.

Por uma questão de harmonia com outros cristãos, Deus nos exorta a percebermos que todos nós somos responsáveis diante de nosso Senhor, por agir de acordo com a Sua Palavra e nossa consciência. No entanto, somente Ele está em posição de julgar as atitudes do nosso coração (Romanos 14:4-7).

Seja lento para julgar os outros, 
mas rápido para julgar-se a si mesmo. Mart De Haan“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„Depois de você


Acaso, não está diante de ti toda a terra? Peço-te que te apartes de mim… v.9


Em algumas culturas espera-se que o mais jovem permita que o mais idoso entre primeiro num recinto. Em outras, a pessoa mais importante ou de hierarquia maior. Não importam quais sejam as tradições, há momentos em que temos dificuldade para permitir que alguém escolha primeiro em questões importantes, especialmente, quando o privilégio, legitimamente, nos pertence.

Abrão (mais tarde Abraão) e seu sobrinho Ló tinham tanto rebanho e tendas que a terra não podia sustentar ambos num mesmo local. Para evitar conflitos, Abrão sugeriu que eles se separassem e deu a Ló, a chance de escolher o terreno primeiro. Ló escolheu o vale fértil do Jordão, deixando a terra menos desejável para o tio.

Abrão, já idoso, não insistiu em seus direitos, mas confiou o seu futuro a Deus e disse ao sobrinho: “…Não haja contenda entre mim e ti […] porque somos parentes chegados. […] Peço-te que te apartes de mim; se fores para a esquerda, irei para a direita; se fores para a direita, irei para a esquerda.” (vv.8,9). A escolha de Ló acabou levando a consequências desastrosas para toda a sua família (Gênesis 19).

Hoje, à medida que enfrentamos escolhas, podemos confiar em nosso Pai para nos guiar em Seu caminho. Ele prometeu cuidar de nós e sempre nos dará o que precisamos.

Deus sempre dá o Seu melhor para aqueles 
que deixam a escolha com Ele. Jim Elliot David C. McCasland“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„Nada falta


Deus pode fazer-vos abundar […] a fim de que […] superabundeis em toda boa obra. 2 Coríntios 9:8


Imagine fazer uma viagem sem bagagem. Sem necessidades básicas. Sem trocas de roupa. Sem dinheiro ou cartões de crédito. Soa insensato e aterrorizante, não?

Mas foi exatamente isso o que Jesus disse aos Seus doze discípulos para fazerem quando os enviou em sua primeira missão de pregar e curar. “Ordenou-lhes que nada levassem para o caminho, exceto um bordão; nem pão, nem alforje, nem dinheiro; que fossem calçados de sandálias e não usassem duas túnicas” (Marcos 6:8,9).

Contudo, mais adiante, quando os estava preparando para o seu trabalho após Ele partir, Jesus disse aos Seus discípulos: “…Quem tem bolsa, tome-a, como também o alforje; e o que não tem espada, venda a sua capa e compre uma” (Lucas 22:36). Então, qual é a questão aqui? Trata-se de confiar em que Deus proverá.

Referindo-se à primeira viagem, Jesus perguntou aos discípulos: “…Quando vos mandei sem bolsa, sem alforje e sem sandálias, faltou-vos, porventura, alguma coisa?…”. E eles responderam: “…Nada…” (v.35). Os discípulos tiveram tudo o que precisaram para realizar o que Deus os havia chamado a fazer. Ele foi capaz de supri-los com o poder de fazer a Sua obra (Marcos 6:7).

Será que nós confiamos que Deus suprirá as nossas necessidades? Estamos também assumindo responsabilidade pessoal e planejamento? Tenhamos fé de que Ele nos dará o que precisarmos para realizar a Sua obra.

A vontade de Deus feita ao Seu modo nunca deixará de receber a 
Sua provisão. Hudson Taylor, fundador da Missão do interior da China Poh Fang Chia“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„Aprecie a vista


Louvai-o, sol e lua; louvai-o, todas as estrelas luzentes. v.3


Pores do sol. As pessoas tendem a parar o que estão fazendo para observá-los, tirar fotos e apreciar a bela vista.

Minha esposa e eu assistimos ao pôr do sol no Golfo do México recentemente. Uma multidão de pessoas nos cercava, em sua maioria estranhos que tinham se reunido na praia para assistir a este fenômeno noturno. No momento em que o sol se pôs totalmente abaixo do horizonte a multidão irrompeu em aplausos.

Por que as pessoas reagem assim? O livro de Salmos oferece uma pista. O salmista escreveu sobre Deus ordenar o Sol para louvar o seu Criador (v.3). E por onde quer que os raios do sol brilhem em toda a Terra, as pessoas são tocadas para louvar junto com os astros.

A beleza da natureza nos fala à alma como poucas coisas o fazem. Ela não só tem a capacidade de nos interromper no que estivermos fazendo e cativar a nossa atenção, mas também tem o poder de nos fazer prestar mais atenção no Criador dessa beleza em questão.

A maravilha da imensa criação de Deus pode nos levar a fazer uma pausa e lembrarmo-nos do que é verdadeiramente importante. Em última análise, nos lembra de que existe um Criador no início e fim de cada dia; Alguém que amou tanto o mundo que criou a ponto de vir habitar nele, para redimir e restaurá-lo.

Junte-se a Deus em desfrutar 
de tudo o que Ele tem feito. Jeff Olson“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„Semelhantes


…somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito. v.18


Dizem que todos nós temos um sósia, alguém que se parece muito conosco.

O meu sósia, por acaso, é um astro no cenário musical. Quando eu assisti a um de seus concertos, muitos fãs de James Taylor me confundiram com ele no intervalo da apresentação. Mas infelizmente, não me pareço com ele quando se trata de cantar e dedilhar uma guitarra. Apenas nos parecemos fisicamente.

Com quem você se parece? Ao refletir sobre essa questão, reflita sobre 2 Coríntios 3:18, onde Paulo nos diz que “somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem”. Ao procurarmos honrar a Jesus com nossa vida, um de nossos objetivos é refletir a Sua imagem. Claro, isso não significa que temos que deixar crescer a barba e usar sandálias. Significa que o Espírito Santo nos ajuda a demonstrar características semelhantes a Cristo na maneira como vivemos. Por exemplo, em atitude (humildade), em caráter (amor), e na compaixão (caminhando ao lado do destituído e excluído), devemos ser semelhantes a Jesus e imitá-lo.

À medida que contemplarmos a glória do Senhor, fixando os nossos olhos em Jesus, poderemos crescer mais e mais à Sua semelhança. Que maravilhoso seria se as pessoas pudessem nos observar e dizer: “Vejo Jesus em você”!

O amor é a semelhança familiar 
que o mundo deve ver nos seguidores de Cristo. Dave Branon“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„Cantando com Violeta


…tendo o desejo de partir e estar com Cristo, […] Mas, […] é mais necessário permanecer na carne. vv.23,24


Uma idosa chamada Violeta sentou-se em sua cama numa enfermaria jamaicana e sorriu quando alguns adolescentes pararam para visitá-la. O ar quente, pegajoso, do meio-dia entrou em seu aposento, mas ela não reclamou. Em vez disso, ela começou a buscar em sua mente uma canção para entoar. E um enorme sorriso surgiu ao cantar: “Estou correndo, pulando, saltando, louvando ao Senhor!” Enquanto cantava, balançava os braços para frente e para trás como se estivesse correndo. Lágrimas vieram aos que estavam ao seu redor, pois Violeta não tinha pernas. Ela estava cantando porque, ela mesmo disse, “Jesus me ama e no céu vou ter pernas para correr.”

A alegria de Violeta e a esperançosa antecipação do céu deram nova vitalidade às palavras de Paulo em Filipenses 1, quando ele se referiu às questões de vida e morte: “…se o viver na carne traz fruto para o meu trabalho, já não sei o que hei de escolher”, disse ele: “estou constrangido, tendo o desejo de partir e estar com Cristo, o que é incomparavelmente melhor” (vv.22,23).

Cada um de nós enfrenta tempos difíceis que podem nos fazer desejar a promessa de alívio celestial. Mas, como Violeta nos mostrou alegria apesar das circunstâncias atuais, nós também podemos continuar “correndo, saltando, louvando ao Senhor”, pela vida abundante que Ele nos dá aqui e pela suprema alegria que nos espera.

Quando Deus nos dá uma nova vida, 
encontramos a alegria infinita. Dave Branon“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„Muito bom para não compartilhar


Este veio como testemunha para que testificasse a respeito da luz, a fim de todos virem a crer por intermédio dele. v.7


Durante o processo judicial, as testemunhas são mais do que observadores ou espectadores. Elas são participantes ativas que ajudam a determinar o resultado de um caso. O mesmo acontece com o nosso testemunho por Cristo. Devemos ser participantes ativos numa questão de importância absoluta — a verdade sobre a morte e ressurreição de Jesus.

Quando João Batista veio falar às pessoas sobre Jesus, a Luz do mundo, ele o fez declarando o seu conhecimento sobre Jesus. E João, o discípulo, registrou os acontecimentos e testificou sobre a sua experiência com Jesus: “…vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai” (João 1:14). O apóstolo Paulo esclareceria essa ideia quando disse ao jovem Timóteo: “E o que de minha parte ouviste através de muitas testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e também idôneos para instruir a outros” (2 Timóteo 2:2).

Todos os cristãos foram convocados para o tribunal do mundo. A Bíblia diz que não somos meros espectadores, mas participantes ativos. Testificamos a verdade sobre a morte e a ressurreição de Jesus. João Batista era a voz de alguém clamando no deserto. Nossas vozes podem ser ouvidas em nosso local de trabalho, bairro, igreja e entre nossa família e amigos. Podemos ser testemunhas ativas, dizendo-lhes sobre a realidade de Jesus em nossa vida.

O evangelho é bom demais 
para não o compartilharmos. Lawrence Darmani“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Sócrates photo
Mahátma Gándhí photo
Epiteto photo

„A felicidade e a liberdade começam com a clara compreensão de um princípio: algumas coisas estão sob nosso controle, outras não. Só depois de lidar com essa questão fundamental e aprender a distinguir entre o que você pode e o que não pode controlar, é que a tranqüilidade interna e a eficácia externa se tornam possíveis.“

—  Epiteto 50 - 138

Happiness and freedom begin with a clear understanding of one principle: some things are within our control and some things are not. It is only after you have faced up to this fundamental rule and learned to distinguish between what you can and can't control that inner tranquillity and outer effectivenes becomes possible.
Epiteto como citado in: Models Of Psychopathology - Core concepts in therapy, página 83 https://books.google.com.br/books?id=cXEw4MwY6joC&pg=PA83, Davies, Dilys, Bhugra, Dinesh, McGraw-Hill Education (UK), 2004, ISBN 0335208223, 9780335208227, 170 páginas
Atribuídas

Michel Foucault photo
William Shakespeare photo
José Saramago photo
Immanuel Kant photo

„A razão humana é atormentada por questões que não pode rejeitar, mas também não pode resolver.“

—  Immanuel Kant 1724 - 1804

'O Livro da Filosofia, Editora Globo, ISBN 9788525049865

„Uma questão do coração

Como é que você, sendo judeu, pede uma bebida de mim, uma mulher samaritana? -
Escritura de hoje : João 4: 7-27

Eu tenho uma confissão a fazer. De vez em quando velhos sentimentos de preconceito e intolerância crescem dentro de mim. Embora eu raramente os expresse e nunca queira, esses pensamentos pecaminosos ainda surgem em meu coração.

Eu cresci como um americano branco, de classe média baixa, do meio-oeste e de colarinho azul. Meus preconceitos vieram de ouvir afirmações tão absurdas como:

"Pessoas ricas são esnobes arrogantes."
"Minorias só querem um folheto."
"As mulheres são fracas e não conseguem pensar racionalmente."
"A administração está disposta a arrancar o homem que trabalha."
"Não se pode confiar nos judeus em negócios".

Eu sei que estes são estereótipos falsos. Eu senti isso antes mesmo de me tornar um cristão. Como seguidor de Jesus, também sei que devo tratar todas as pessoas com respeito, porque elas foram criadas à imagem de Deus. O Salvador modelou essa atitude de aceitação com a mulher samaritana. Ela ficou surpresa quando ele falou com ela e pediu-lhe uma bebida. Até mesmo os discípulos ficaram maravilhados quando o encontraram falando com ela (João 4:27).

Tenho vergonha de admitir meus pensamentos preconceituosos. Mas eu oro para que o Senhor continue trabalhando em meu coração até que eu esteja livre de preconceito e intolerância como Ele é.

Refletir e Orar
Senhor, purifica-me de todo preconceito,
remove sua mentira sutil;
Então me ajude a compartilhar seu amor com aqueles
por quem você veio para morrer. —Fasick

O preconceito é uma grande economia de tempo: permite formar opiniões sem obter os fatos. David C. Egner“

—  ministério_pão_diário

„Só no domingo?

Ande como filhos da luz. -
Escritura de hoje : Efésios 5: 8-21

Uma controvérsia nos esportes profissionais hoje é a questão da oração no campo. Às vezes, após uma grande jogada ou uma vitória, um jogador cai de joelhos e agradece a Deus. Algumas pessoas se opõem a essa prática.

Um jornalista sugeriu que os campos de jogo deveriam estar fora dos limites de tais práticas religiosas. Ele disse que qualquer coisa que tenha a ver com Deus deveria ser confinada à igreja. Para ele, é "absolutamente ridículo" as pessoas falarem com Deus em qualquer outro lugar.

Como cristãos, discordaríamos desse tipo de pensamento. Mas às vezes damos a impressão, pelo nosso comportamento, de que acreditamos. Colocamos os domingos de lado para adorar e servir a Deus, mas agimos como se o resto da semana fosse nosso para fazer o que quisermos.

Para o crente, no entanto, viver para Deus é uma proposta de 24 horas por dia, 7 dias por semana. Note o ensinamento de Paulo em Efésios 5. Quando ele falou sobre andar “como filhos da luz” (v.8), ele não estava se referindo apenas à maneira como nos comportamos na igreja aos domingos. Quando estamos cheios do Espírito, exemplificaremos compaixão, bondade, humildade, perdão, gratidão e amor o tempo todo.

A vida cristã não é apenas para o domingo. É um dia-a-dia, o tempo todo da vida - mesmo no campo de jogo.

Refletir e Orar
Os outros sabem de como agimos
Em casa, no trabalho, no jogo,
Que temos Jesus em nossos corações
E vivemos para Ele todos os dias? —DJD

Estar aberto a Cristo significa viver para Ele em todos os momentos e em todos os lugares. Dave Branon“

—  ministério_pão_diário

„Vidas modificadas são possíveis

Não te maravilhes de que eu te dissesse: “Você deve nascer de novo.” - João 3: 7

Lord Kenneth Clark, internacionalmente conhecido por sua série de televisão Civilization, viveu e morreu sem fé em Jesus Cristo. Ele admitiu em sua autobiografia que, enquanto visitava uma bela igreja, ele tinha o que acreditava ser uma experiência religiosa avassaladora.

“Todo o meu ser”, escreveu Clark, “foi irradiado por uma espécie de alegria celestial muito mais intensa do que qualquer coisa que eu já tivesse conhecido antes”. Mas o “dilúvio de graça”, como ele descreveu, criou um problema. Se ele se permitisse ser influenciado por ele, ele sabia que teria que mudar, sua família poderia pensar que ele tinha perdido a cabeça, e talvez aquela alegria intensa provasse ser uma ilusão. Então ele concluiu: "Eu estava profundamente enraizado no mundo para mudar de rumo".

Que tragédia! Se ao menos ele tivesse respondido àquele vislumbre concedido por graça de outro mundo! Se ao menos ele tivesse permitido que desviasse sua atenção decisivamente deste mundo até que ele se tornasse um crente convicto em Jesus Cristo, e naquele mundo invisível que não é uma ilusão, mas uma realidade gloriosa!

Deus pode permitir que qualquer um e todos nós mudemos, não importa quão profundamente enraizados possamos estar neste mundo. O milagre do novo nascimento pode ocorrer quando respondemos positivamente ao menor estímulo da graça em nossas almas.

O Salvador está esperando para salvá-lo
E purificar toda a mancha do pecado;
Pela fé você pode conhecer o perdão total
E ser uma nova criatura hoje! HGB

A salvação não é uma questão de reforma, mas de transformação. Vernon Grounds“

—  ministério_pão_diário

„Funeral ou Aniversário?

Melhor ir à casa do luto do que ir à casa do banquete. - Escritura de hoje :
Eclesiastes 7: 1-4

Se você visitar algumas das antigas igrejas da Nova Inglaterra, notará que muitas delas têm um cemitério no adro da igreja. As janelas do santuário estão cheias de vitrais claros em vez de vitrais, para que o pastor veja o cemitério enquanto ele prega. Ao comunicar sua mensagem à congregação, uma mensagem muito séria estava sendo comunicada a ele.

Há duzentos e cinquenta anos, os cristãos acreditavam que a missão central da igreja era levar homens e mulheres a um relacionamento correto com Deus. É por isso que eles construíram suas igrejas com janelas transparentes. Eles queriam que seus pastores fossem continuamente lembrados da seriedade de seu chamado. Todos os que se sentavam nos bancos diante deles todos os domingos acabavam por preencher um lugar no cemitério e, finalmente, ficar diante de Deus para serem julgados.

O pregador de Eclesiastes também vivia com a realidade da morte. Ele argumentou que é melhor ir a um funeral do que a uma festa de aniversário, porque quando pensamos na morte lidamos com as questões fundamentais de nossas vidas.

Somente aqueles que confiaram em Cristo para a vida eterna podem viver bem - porque estão preparados para morrer.

Refletir e Orar
Considerando a mortalidade
Dá vida a visão correta;
Preparar-se para a eternidade
É a coisa mais sábia a fazer. —Sesper

Você não está pronto para viver até que esteja pronto para morrer. Haddon W. Robinson“

—  ministério_pão_diário

„Comunicando-se com cuidado

Guardarei os meus caminhos, para não pecar com a minha língua. - Escritura de hoje :
Colossenses 4: 1-6

Os seres humanos são mais que meros animais; nós fomos feitos à imagem de Deus. Como pessoas, podemos nos comunicar uns com os outros com palavras - algo que os animais não podem fazer. Usamos palavras como amor e patriotismo para compartilhar nossas idéias e emoções. Pense nas horas que passamos conversando, seja em conversas casuais sobre trivialidades ou discussões profundas sobre questões importantes.

Temos todos os tipos de dispositivos para nos ajudar a nos comunicar. Temos telefones, aparelhos de fax, quadros de avisos de computador, correio de voz, rádios, aparelhos de TV e, é claro, materiais impressos de todos os tipos.

A Bíblia reconhece que a comunicação, um componente central de nossas vidas, precisa ser monitorada com grande cuidado. Por exemplo, Paulo exortou: “Que a vossa fala seja sempre com graça, temperada com sal, para que saibais como deves responder a cada um” (Cl 4: 6). E James advertiu: “Nenhum homem pode domar a língua. É um mal indisciplinado, cheio de veneno mortal ”(3: 8).

Precisamos guardar nossos lábios, fazendo a oração de Davi no Salmo 19:14 da nossa oração diária: “Que as palavras da minha boca e a meditação do meu coração sejam aceitáveis ​​à sua vista, ó Senhor, minha força e meu Redentor.”

Refletir e Orar
Tome meus lábios, e deixe que eles sejam
Cheios de mensagens para Ti;
Tome minha voz e deixe-me cantar
Sempre, somente, para o meu rei. —Havergal

Cuidado com o que você diz, ou você pode dizer o que vier à mente. Vernon Grounds“

—  ministério_pão_diário

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Charles Bukowski photo

„Comunicando-se com cuidado

Guardarei os meus caminhos, para não pecar com a minha língua. - Escritura de hoje :
Colossenses 4: 1-6

Os seres humanos são mais que meros animais; nós fomos feitos à imagem de Deus. Como pessoas, podemos nos comunicar uns com os outros com palavras - algo que os animais não podem fazer. Usamos palavras como amor e patriotismo para compartilhar nossas idéias e emoções. Pense nas horas que passamos conversando, seja em conversas casuais sobre trivialidades ou discussões profundas sobre questões importantes.

Temos todos os tipos de dispositivos para nos ajudar a nos comunicar. Temos telefones, aparelhos de fax, quadros de avisos de computador, correio de voz, rádios, aparelhos de TV e, é claro, materiais impressos de todos os tipos.

A Bíblia reconhece que a comunicação, um componente central de nossas vidas, precisa ser monitorada com grande cuidado. Por exemplo, Paulo exortou: “Que a vossa fala seja sempre com graça, temperada com sal, para que saibais como deves responder a cada um” (Cl 4: 6). E James advertiu: “Nenhum homem pode domar a língua. É um mal indisciplinado, cheio de veneno mortal ”(3: 8).

Precisamos guardar nossos lábios, fazendo a oração de Davi no Salmo 19:14 da nossa oração diária: “Que as palavras da minha boca e a meditação do meu coração sejam aceitáveis ​​à sua vista, ó Senhor, minha força e meu Redentor.”

Refletir e Orar
Tome meus lábios, e deixe que eles sejam
Cheios de mensagens para Ti;
Tome minha voz e deixe-me cantar
Sempre, somente, para o meu rei. —Havergal

Cuidado com o que você diz, ou você pode dizer o que vier à mente. Vernon Grounds“

—  ministério_pão_diário

„Pressão Majoritária

Pilatos, querendo agradar a multidão, soltou Barrabás para eles; e ele entregou Jesus. . . ser crucificado. - Escritura de hoje :
Marcos 15: 1-15

Os políticos às vezes decidem questões com base na pressão majoritária e não no princípio do certo e do errado. Algum tempo atrás, um governador do estado declarou que ele pessoalmente acredita que o aborto está errado. Mas ele disse que, como funcionário público, ele apoiaria a vontade da maioria.

Pilatos agia da mesma maneira em relação a Jesus. Embora soubesse que não havia verdade nas acusações contra Cristo, ele cedeu à pressão da multidão. Consequentemente, seu nome é registrado na infâmia.

Poucos de nós estão na posição de funcionários nomeados e eleitos que devem agradar a maioria para manter seus empregos. Ainda estamos sujeitos ao mesmo tipo de pressão. Um estudante universitário cristão me disse que um dia ele estava levando três acompanhantes para casa depois de um jogo de futebol. Eles queriam parar em um bar conhecido por atividades indecentes, mas ele não queria. Os três estudantes vieram de boas casas e eram populares na faculdade. Ele queria agradá-los e sentiu uma tremenda pressão para ir contra sua consciência. Por um momento ele hesitou, mas com a ajuda do Senhor resistiu à tentação e dirigiu-se para um restaurante familiar.

Senhor, ajude-nos a resistir à pressão majoritária quando isso nos conduzir pelo caminho do pecado.

Refletir e Orar
Se fizermos o que é bom e certo,
devemos ser verdadeiros dentro de nós;
Se cedermos ao que está errado
Nós entorpecemos nosso senso de pecado. —DJD

A menos que dependamos do poder de Deus dentro de nós, nos renderemos às pressões ao nosso redor. Herbert Vander Lugt“

—  ministério_pão_diário

Michail Bakunin photo

„Se não encontrarmos respostas adequadas a todas as questões sobre educação, continuaremos a forjar almas de escravos em nossos filhos.“

—  Célestin Freinet 1896 - 1966

Fonte: Revista Nova Escola http://revistaescola.abril.com.br/especiais/pensadores/pdfs/celestin_freinet.pdf

Mr. Thug photo

„A beleza da mulher tá por dentro, tá no conceito, tá no caráter, por fora é questão de gosto de cada um.“

—  Mr. Thug 1990

Fonte: Mr. Thug http://pensador.uol.com.br/autor/diego_raphael_mr_thug/ Pensador

Joseph Goebbels photo
Carl Gustav Jung photo
Erich Fromm photo

„O amor é a única resposta sã e satisfatória para o problema da existência humana.“

—  Erich Fromm professor académico alemão 1900 - 1980

Variante: O amor é a mais sã e satisfatória resposta para o problema da existência humana.

Oprah Winfrey photo
Gerson De Rodrigues photo

„Imaginem que um Filósofo ao visitar uma velha Biblioteca se depara com um velho Sábio

- Estais perdido? Perguntou o Sábio

- Se estou perdido, como poderias tu orientar-me a razão? Disse o filósofo em tom questionador

O Sábio abaixa sua cabeça, caminha de um lado para o outro e indaga – Estais perdido!?

Filósofo: E não estamos todos?

O Completo e absoluto silencio gritava mais alto do que suas bocas caladas, embora suas mentes gritassem mais alto do que o mais feroz diabo.

Sábio: Não posso estar perdido, se eu sei exatamente aonde o verdadeiro eu estas, e deverias estar.

Filósofo: E Como poderias tu saber aonde deverias estar e aonde estas?

Sábio: Mas isso é muito simples, se estou em algum lugar, sigo a minha vontade. Está de acordo?

Filósofo: E Como saberias que segues a tua própria vontade? Se não foi influenciado pelo homem que vive em ti, o homem que crê em ti e nos deuses! Como poderias tu, saber aonde deverias ir?

O Sábio caminha a uma das muitas prateleiras e pega um livro, senta-se na frente do filósofo e diz de maneira serena

Sábio: Se leres este livro, e após a leitura tornar-se outro homem, como diferenciarias quem tu és, para quem tornou-se?

Filósofo: O Homem que leu este livro, para ti és um homem diferente antes deste mesmo livro? Digo, se hoje acredito no poder dos deuses, e amanhã perco completamente a fé por ler um livro ou dois, teria eu tornado me um homem sem fé, ou um homem diferente do que sempre fui?

Sábio: Tornarias outro homem

Filósofo: Mas isso é uma loucura, se torna-se outro homem a cada nova experiência, então tu, quem és afinal?

Sábio: Isso é muito simples…

O Sábio se levanta novamente e pega uma bíblia sagrada na escrivaninha a direita

Sábio: Se ao ler estas fábulas, e acreditares com toda as forças que és cristo, isso torna-te cristo?

Filósofo: Esse ato tornaria me um estudioso, um homem em busca de respostas

Sábio: Mas se as respostas levarem este homem a mais perguntas como poderias responde-las?

Filósofo: Não há respostas afinal.

Sábio: Quando tinhas dez anos de idade, pensavas o que?

Filósofo: Eu era uma criança comum, católico, vivia na cidade pequena, mas o que a minha infância tem a ver com tudo isso?

Sábio: Aquela criança ainda vive?

Filósofo: Eu a matei, ela tornou-se o homem que sou

Sábio: E ao matar o passado, tornou-se quem tu és!

Filósofo: Mas esse argumento não sustenta a sua teoria, que ao lermos novos livros tornamo-nos outro homem

Sábio: Ao ler as palavras de cristo, tens dois homens prontos a nascer. Se ao leres a bíblia, e acreditar com toda a sua fé que és cristo, e que cristo vives em ti, o que tornarias?

Filósofo: Um tolo

Sábio: E o que este tolo faria após tornar-se um tolo?

Filósofo: Viverias como um tolo

Sábio: Ao leres as palavras de cristo e duvidares de sua existência, o que tornarias?

Filósofo: Um sábio…

Sábio: Então tornarias tu, outro homem

O Filósofo pensativo caminha até uma seção na velha biblioteca, e pega uma série de livros matemáticos, senta-se em uma velha mesa acompanhada de uma pequena cadeira. Abre um dos velhos livros, aponta seu dedo sobre uma teoria matemática cientifica

Filósofo: O Que compreendes ao ler esta teoria?

Sábio: A Gravidade em sua mais bela e poética sinfonia matemática

Filósofo: E Quem a escreveu? Poderias me dizer?

Sábio: Isaac Newton

Filósofo: Consideravas Newton um sábio?

Sábio: Mas é claro, um homem de muitas virtudes

Filósofo: Mas este acreditava nos deuses

Sábio: E o que queres dizer com estas alegações?

O Filósofo se levanta novamente e vai a uma pilha de livros ao lado, pegando então Assim falou Zaratustra de Friedrich Nietzsche

Filósofo: Conheces Nietzsche?

Sábio: Mas é claro, estais a insultar-me?

Filósofo: Se ao leres Newton e Nietzsche, o que tornarias?

Sábio: Um novo homem…

Filósofo: Este novo homem, serias quem? Nietzsche? Ou Newton? Como este homem diferenciaria os deuses da matemática? Friedrich de Newton?

O Que eu quero dizer, como poderias tu, tornar-se outro homem ao leres dois autores distintos, se não o mesmo homem que agregou a si mesmo novas categorias do conhecimento.

Sábio: Então alegas descaradamente, que sou o mesmo homem todos os dias da minha vida?

Filósofo: E Como não poderias ser? Se ao leres mil livros, mudas-te de opinião mil vezes, és um metamorfo. Se ao escreveres mil livros, es um deus sobre os homens. Mas, se ao leres mil livros e aprenderes com estes próprios és o mesmo homem, com um intelecto refinado ao homem que eras anteriormente.

Sábio: Queres dizer que o conhecimento é como um diabo possessor?

Filósofo: Um diabo possessor?

Sábio: Um diabo que tomas o corpo de um homem, mas não toma sua verdadeira essência.

Filósofo: Estou de acordo, então voltamos a mesma questão ao nos conhecermos, como sabes que estais a seguir a sua própria vontade e não a de outros homens ou deuses

Sábio: Deixe-me responder essa questão, com uma alegoria que irá também sustentar meu outro ponto de vista

Imagines que és um crente, que acreditas no poder do divino. Vives então em templos sagrados, seu mundo é o louvor, então descobres por um telescópio apontado aos céus que lá não há deuses, e sim homenzinhos verdes em outros mundos, descobririas então que neste novo mundo há também novos deuses como saberias tu que o deus que pregas e rezas és o verdadeiro?

Filósofo: Não saberias, questionaria também os outros deuses

Sábio: E Se ao descobrires que além destes homenzinhos verdes, também existem tantos outros, e que o cosmos é repleto de deuses e vida. O Que tornarias a sua crença em um deus de carne?

Filósofo: Se tornaria insensata, ausente de razão, mas ainda questionadora pela vontade de questionar e aprender sobre esses novos deuses.

Sábio: Então responda-me, ao descobrir novos mundos tornou-se um homem diferente daquele pobre religioso de pés sujos em templos falsos?

Filósofo: Deixaria de ser um crente, e tornaria me um questionador. Mas ainda seria o mesmo homem

Sábio: Se és o mesmo homem, por que não crê nos mesmos deuses? Tornou-se um novo homem ao conhecer outros mundos, pois o homem que fois um dia, suicidou-se diante das cordas sinceras da realidade

Filósofo: Se o que diz é verdade, e somos de fato, diabos possessores, possuídos pelo conhecimento que mata o homem mas não mata sua essência, como sabes que não estás perdido? Como diferencias a decisão do homem com a decisão do diabo?

Se a cada nova experiência somos possuídos por um diabo diferente, se a cada livro torno-me um novo homem, se a cada mundo matamos um novo deus, quem eres tu afinal?

Sábio: Mas isso é muito simples, imagine comigo a seguinte alegoria

Somos todos homens vagueando em um vale sem fim, pense que cada livro desta biblioteca és um diabo, ao seres possuído pelo diabo, torna-se o diabo, embora sua essência humana ainda prevaleça

Filósofo: Então acreditas que podes matar a si mesmo, e tornar-se o homem que eras, mas renovado em sabedoria?

Sábio: Novamente estamos de acordo, poderias por favor dizer-me o que fazes em uma velha biblioteca como essa?

Filósofo: Vim em busca de conhecimento, e autoconhecimento, mas acabei perdendo-me em tamanha sabedoria e tormento

Sábio: E ao encontrar-me continua com este tormento?

Filósofo: Não

Sábio: E Por que não?

Filósofo: Porque sei quem tu és, e vós não o conheceis, mas eu o conheço, e se disser que não o conheço, serei mentiroso como vós. Mas eu o conheço, e guardo a sua palavra.

Sábio: E quem sou eu?

Filósofo: Tu és o meu Deus, e eu te darei graças; tu és o meu Deus, e eu te exaltarei.

Sábio: Se eu sou o seu Deus, o único e verdadeiro Deus, sou tu enquanto falas sozinho para as paredes, divagando sobre quem tu és e o que tornou-se!

Tornas-te Deus, ao questionar a si, mas continuaste o homem que és, e que fois ao lembrar-se de si, e o que és.“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

Bruce Lee photo

„Todo mundo é capaz de obter felicidade, a questão é continuar em frente, ou agir para obtê-la.“

—  Bruce Lee Ator chinês-americano, artista marcial 1940 - 1973

Atribuídas, Aforismos

Fernando Henrique Cardoso photo

„A droga tem de ser discutida de uma maneira mais ampla. Enquanto não se entender que boa parte da questão da droga tem a ver com a proibição, por exemplo, da maconha, e tem a ver com a falta de tratamento; enquanto não se induzirem as pessoas a entender que a droga é também uma questão de saúde, e não apenas de repressão; enquanto não se diminuir o consumo, você vai ter gente se arriscando e fazendo tráfico.“

—  Fernando Henrique Cardoso Sociólogo e político brasileiro, ex-presidente do Brasil 1931

Fernando Henrique Cardoso (ex-presidente do Brasil); Fonte: iG. Ações precisam ir além da repressão ao tráfico, diz FHC http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/rj/acoes+precisam+ir+alem+da+repressao+ao+trafico+diz+fhc/n1237839104674.html. 25 de novembro de 2010.
Atribuídas

„A gente tem problemas, mas não sabe que a Bíblia tem a solução. A questão é que não basta ler, mas seguir.“

—  Russell Shedd 1929 - 2016

Entrevista Enfoque Gospel http://www.revistaenfoque.com.br/index.php?edicao=64&materia=576Revista

Talleyrand photo

„A questão é saber se há pessoas honestas quando o interesse ou a paixão estão em jogo.“

—  Talleyrand político francês 1754 - 1838

La question est de savoir s’il y a des honnêtes gens, quand l’intérêt ou la passion est en jeu.
Fontes: La Cofession de Talleyrand (1891) http://www.gutenberg.org/etext/20564; Chalita, Mansour. Os mais belos pensamentos de todos os tempos. 4 Edição. Rio de Janeiro: Assoc. Cultural Internac. Gibran. pág. 85.

Albert Camus photo
Oscar Wilde photo

„O homem que vê os dois lados de uma questão é um homem que não vê absolutamente nada.“

—  Oscar Wilde Escritor, poeta e dramaturgo britânico de origem irlandesa 1854 - 1900

Sócrates photo
Lao Tsé photo
Gerson De Rodrigues photo

„Homem e o Conhecimento – Uma Alegoria dialética.

Certa vez, um filósofo em busca de conhecimento e sabedoria foi ao encontro de um velho Monge, conhecido por seus grandes feitos na literatura e no conhecimento mundial.

Esse monge, conhecido como ‘’ Thoth o Sábio’’ Vivia no alto de um monte em uma biblioteca pessoal de livros escritos por ele mesmo.

Ao subir o grande monte com muito esforço e dedicação e adentrar os portões de ouro da sagrada biblioteca, o Filósofo se surpreende com aquele velho monge. Que se encontrava sentado em meio aos livros em posição de Lótus expressando tamanha sabedoria.

Com cautela, o Filósofo calmamente indaga uma forte questão ao sábio monge. Questão da qual, nunca a ele foi dirigida antes

― Como podes um homem tão sábio, possuir tamanha certeza de sua vasta sabedoria? Poderias tu, me guiar a sabedoria do mundo?

O Monge, abre calmamente seus olhos que antes estavam fechados e meditando calmamente. Ainda sentado na posição de Lótus, respondeu friamente

― Quem eres essa tola alma que ousas dirigir-me a palavra?

O Filósofo, ao ser chamado de tolo sorriu de maneira irônica com o canto de sua boca.

― Sou apenas um jovem poeta, um velho filósofo, muitas histórias eu escutei sobre ti. Homens que o seguem como um deus, mulheres que o idolatram como um símbolo, crianças que leem seus livros e tornam-se jovens revolucionários. Pensei, se tamanha mente existe, o que seria de mim então? Um tolo. Tu és de fato, o mais sábio dos homens por isso escalei o mais alto dos montes, com o único objetivo de conhecer o mais sábio dos homens.

O Sábio monge, orgulhoso de sua vasta sabedoria sendo elogiada por um jovem Filósofo. Se levanta, e caminha a um de seus muitos livros naquela vasta biblioteca. Pega um deles, intitulado ‘’ A Sabedoria do mundo’’ e então, abre em uma página com uma precisa marcação começando então a leitura de sua citação

― E era a sabedoria de Salomão maior do que a sabedoria de todos os do oriente e do que toda a sabedoria dos egípcios. Tudo isto provei-o pela sabedoria; eu disse: Sabedoria adquirirei; mas ela ainda estava longe de mim. E vinham de todos os povos a ouvir a sabedoria de Salomão, e de todos os reis da terra que tinham ouvido da sua sabedoria. Andai com sabedoria para com os que estão de fora, remindo o tempo. Com ele está a sabedoria e a força; conselho e entendimento

Após escutar tal citação, o Filósofo reconhece que tal pensamento, não poderia ter advindo de tal homem, ele então indagou

― Essa citação do seu livro, não eres da Bíblia sagrada? Tenho certeza que eu poderia encontra-la em Jó 12:13.

O Monge, cai em gargalhadas. Colocando seu livro sobre uma velha mesa, perguntou ao Filósofo.

― E não são os homens diabos copiadores? Todo conhecimento adquirido pelo homem, adveio de outro homem mais sábio.

O Filósofo furioso, começa a caminhar por toda a biblioteca pegando todos os livros e abrindo-os de um a um.

― Friedrich Nietzsche, Zaratustra, William Godwin, Schopenhauer, mas isso é um absurdo! Como pode se dizer o grande sábio? Se nenhum destes livros foi escrito por você, são apenas ideias de outros homens! Você é uma grande fraude!!

Gritava o filósofo enquanto verificava e arremessava cada livro nas estantes.

O Monge, ainda mantendo sua plena calma, indaga ao Filósofo uma simples questão.

― Poderia me dizer, o que achas sobre Deus?

O Filósofo, escutando tal pergunta simples e tola responde rapidamente sem pestanejar

― Uma fantasia criada por homens, um mero mito, uma ideia, deus a muito tempo morreu e somos hoje homens da ciência!

O Monge caindo em gargalhadas responde

― Ainda não percebeu não é? Tudo o que disse, veio de outras mentes eu poderia categorizar sua resposta com o nome e o livro de cada pensador.

O Filósofo, escutando tal resposta começa a refletir, refletindo ele responde calmamente

― Não… essa resposta veio da minha mente, eu apenas a aprendi ao longo dos anos. No entanto, não me intitulo o grande sábio.

― Então poderia me dar uma resposta a respeito da existência de Deus, sem mencionar ou pensar sobre alguma literatura que leu ou aprendeu durante seus longos anos de vida? Perguntou o Monge.

O Filósofo caminha de um lado para o outro, seus neurônios queimando como um vulcão

― Mas é impossível! Desde os pré-socráticos a mente do homem… vem aprendendo e evoluindo como um coletivo, esse desafio que me propôs é humanamente impossível.

Respondeu o Filósofo com uma tonalidade séria em sua voz.

O Monge calmamente pega um caderno velho, com anotações por todas suas folhas e entrega nas mãos do Filósofo.

― Esta vendo cada anotação? Cada ideia? Todas as ideias que eu tive, toda a reflexão, em algum momento ela nasceu de algum outro homem. Até mesmo Nietzsche se inspirou em Stirner, todos os homens compartilham de uma filosofia coletiva, de uma ciência mental. Não se pode ser sábio, se negar o conhecimento preestabelecido pela humanidade.

O Filósofo confuso, vendo tais anotações enquanto sua mente conectava cada referência literária, coloca o caderno sobre a mesa e pergunta

― Como um monge, intitulado o sábio, nada mais é do que qualquer outro Filósofo, escritor ou homem que pisou nesse planeta? Me diga, o que diferencia você dos outros homens?

O Monge, caminha até o Filósofo enquanto desvia das pilhas de livros, coloca a mão em seu ombro e pede que o siga. Ambos sobem uma escada, que leva ao segundo andar daquela biblioteca. Aonde um grande telescópio apontando para o céu os aguardava

― Por favor, veja com seus próprios olhos

O Filósofo, se aproxima do telescópio e ao observar a imensidão do cosmos é chocado por uma realidade assustadora. Diante de seus olhos, foram apresentadas incontáveis galáxias, planetas e mundos distantes.

O Filósofo é claro, já havia lido em livros de astronomia sobre a imensidão do cosmos, mas nunca de fato o viu com seus próprios olhos.

O Filósofo então, ao tornar-se o sábio monge realizou em sua primitiva mente de macaco, que mesmo lendo todos os livros já escritos. O conhecimento realizado pelo homem, de nada importa para o universo.

Pois tudo que conhecemos, ou iremos conhecer não passa de um leve suspiro de uma criança que acabou de nascer mas morreu logo depois do parto.

A vida, a existência tudo o que conquistamos, ou iremos conquistar. É apenas um grito ecoante de desespero para nos convencer que somos importantes, mas no fundo todos nós sabemos que somos inúteis.

O Velho filósofo, tornou-se o sábio monge.

Sábio, por reconhecer o seu lugar no nada, como um nada. Pois mesmo com todo o conhecimento do mundo, o nosso mundo é apenas um pontinho luminoso no céu…“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

George Orwell photo

„Não é uma questão de se a guerra é real ou não é. A vitória não é possível. A guerra não é destinada para ser ganha. É destinada para ser contínua. Uma grande sociedade arcaica só é possível às custas da pobreza e da ignorância.“

—  George Orwell escritor e jornalista britânico 1903 - 1950

That's not a matter if wether the war it's not real of if it is. Victory it's not possible. The war it's not meant to be won. It's meant to be continuous. A high archical society is only possible on the basis of poverty and ignorance.

Moacyr Scliar photo
Carl Gustav Jung photo
Luiz Inácio Lula da Silva photo
Jô Soares photo
Björk photo
Cícero photo
Mahátma Gándhí photo
Augusto Cury photo

„O destino é uma pequena questão de escolha.“

—  Augusto Cury Psiquiatra e Escritor brasileiro 1958

Variante: O destino é uma questão de escolha

Machado de Assis photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Patrick Rothfuss photo
Kurt Cobain photo
Sun Tzu photo

„Comandar muitos é o mesmo que comandar poucos. Tudo é uma questão de organização.“

—  Sun Tzu antigo general militar, estratega e filósofo chinês da Dinastia Zhou -543 - -495 a.C.

Pródico photo

„O sol, a lua e os rios e as fontes e, em geral, tudo o que é benéfico para a nossa vida, os antigos lhes chamou para a sua utilidade, tal como os egípcios fizeram com o Nilo, e pela questão do pão foi chamado Deméter, e o vinho por Dioniso, e da água por Poseidon, e o fogo por Hephaestus e assim por cada coisa que fazemos é útil.“

—  Pródico um dos principais sofistas daquela época -460 - -380 a.C.

Il sole e la luna e i fiumi e le fonti e in genere tutto ciò che giova alla nostra vita, gli antichi li chiamavano dei per la loro utilità, come gli Egiziani fanno per il Nilo, e per questo il pane fu chiamato Demetra, e il vino Dioniso, e l'acqua Poseidone, e il fuoco Efesto e cosí ciascuna cosa che ci è utile. (da Le Ore, frammento 5)
da Le Ore, frammento 5); As Horas, fragmento 5

Millôr Fernandes photo
Liev Tolstói photo
Chi­ma­man­da Ngo­zi Adi­chie photo
Jean-Luc Godard photo
Noam Chomsky photo

„Há uma categoria chamada ‘intelectuais’ que fazem coisas simples parecerem difíceis. Há áreas em que especialistas são necessários, como na física quântica, mas em questões mundiais qualquer um aqui pode saber tanto quanto os especialistas.“

—  Noam Chomsky 1928

Fonte: [Em coletiva de imprensa durante o Fórum Social Mundial 2003, brincando com um repórter que havia pedido a opinião dele como especialista]

Clarice Lispector photo
Dietrich Bonhoeffer photo
Voltaire photo

„Aprender várias línguas é questão de um ou dois anos; ser eloquente na sua própria exige a metade de uma vida.“

—  Voltaire volter também conhecido como bozo foia dona da petrobras e um grande filosofo xines 1694 - 1778

Martha Medeiros photo
Charles Baudelaire photo
Christopher Paolini photo
Arthur Schopenhauer photo
Fernando Henrique Cardoso photo

„Eu nasci numa família muito ligada à política. Agora, eu depois me rebelei contra isso, inclusive eu fui para a Universidade e praticamente só fazia estudar, essa coisa toda. Eu diria que… mais tarde eu voltei a me preocupar com a questão política, quando já era, enfim, depois da adolescência, quando tava na Universidade ainda, mas daí eu fui para a Esquerda, né, então eu tinha ligação com o pessoal do Partido Comunista. Na época eu ajudei, eu escrevia pra revista brasiliense que era do Caio Prado e do Elias Chaves Neto, e essa não era do Partido Comunista, mas era ligada, tendência. E eventualmente para o jornal Fundamentos, esse sim, era do Partido Comunista. Até que veio a questão da Hungria, a invasão da Hungria, o relatório Khrushchov, então pá, acabou tudo isso. E eu passei um longo período, enfim, outra vez, voltando só para os estudos. E depois eu, de alguma maneira, fui engolfado pela política por causa do regime militar; porque fui, enfim, obrigado a sair do Brasil. Eu não estava ligado a nenhum partido naquela ocasião. Meu pai tinha sido deputado federal pelo PTB, pelo partido trabalhista. Eu conhecia as pessoas e tal, mas eu não estava em nada disso. Eu estava na Universidade, querendo modernizar a Universidade e veio o golpe. No começo eu nem imaginei que fosse acontecer alguma coisa de mais grave, mas como eu tinha muita presença nas lutas da Universidade, eu era membro do conselho universitário, tinha sido eleito contra a direita universitária e tal, eles achavam que isso significaria alguma ligação de outra natureza e eu fui obrigado a sair do Brasil. Aí, exílio, ditadura. Então, isso é o que me levou, de novo, a ter uma participação mais ativa na política.“

—  Fernando Henrique Cardoso Sociólogo e político brasileiro, ex-presidente do Brasil 1931

Brado Retumbante: Memória das Diretas — 21 de outubro de 2014
Vídeo no YouTube: youtube.com/watch?v=2RE5l0NVK_0

Enéas Carneiro photo
Luiz Inácio Lula da Silva photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Charles Spurgeon photo

„Alguns de nós dificilmente poderiam fazer mais do que estamos fazendo em nossa própria ordem regular de trabalho, mas ainda pode haver momentos de folga para pequenos esforços extras de outro tipo que, em conjunto, no decorrer de um ano, possam produzir um grande total de resultados práticos reais. Devemos, como ourives, varrer cuidadosamente nossas lojas e reunir as limalhas de ouro que Deus nos deu na forma do tempo. Selecione uma caixa grande e coloque nela quantas balas de canhão ela aguentar, já está cheia de moda, mas ela aguenta mais se forem encontrados assuntos menores. Traga uma quantidade de bolas de gude, muitas delas podem ser empacotadas nos espaços entre os globos maiores; a caixa está cheia agora, mas apenas cheia em certo sentido, conterá mais ainda. Existem interstícios em abundância nos quais você pode sacudir uma quantidade considerável de tiros pequenos, e agora o baú está cheio além de qualquer dúvida, mas ainda há espaço. Você não pode colocar outro tiro ou mármore, muito menos outra bola de canhão, mas descobrirá que vários quilos de areia deslizarão entre os materiais maiores, e mesmo assim entre os grânulos de areia, se você esvaziar a reflexão, haverá espaço para toda a água e para a mesma quantidade repetidas vezes. Quando não há espaço para os grandes, pode haver espaço para os pequenos; onde o pouco não pode entrar, menos pode fazer o seu caminho; e onde menos é excluído, o menor de todos pode encontrar amplo espaço e beira o suficiente.“

—  Charles Spurgeon 1834 - 1892

Albert Camus photo
Ludwig Wittgenstein photo

„Sentimos que, mesmo depois de serem respondidas todas as questões científicas possíveis, os problemas da vida permanecem completamente intactos“

—  Ludwig Wittgenstein 1889 - 1951

Wir fühlen dass selbst, wenn alle möglichen wissenschaftlichen Fragen beantwortet sind, unsere Lebensprobleme noch gar nicht
citado em "Ludwig Wittgenstein: eine existenzielle Deutung"‎ - Página 58, Leo Adler - Karger Publishers, 1976, ISBN 3805523904, 9783805523905 - 110 páginas

Ray Bradbury photo

„Se você não quiser um homem politicamente infeliz, não lhe dar dois lados de uma questão a preocupá-lo, dar-lhe uma. Melhor ainda, dar-lhe nenhuma.“

—  Ray Bradbury, livro Fahrenheit 451

If you don't want a man unhappy politically, don't give him two sides to a question to worry him; give him one. Better yet, give him none.
"Fahrenheit 451‎" - Página 61, Ray Bradbury - Ballantine Books, 1991, ISBN 0345342968, 9780345342966 - 179 páginas

William Jennings Bryan photo

„O destino não é uma questão de oportunidade. É uma questão de escolha. Não é algo para se ficar esperando, é algo a ser conquistado.“

—  William Jennings Bryan 1860 - 1925

Destiny is not a matter of Chance, it is a matter of choice; it is not a thing to be waited for, it is a thing to be achieved
"Republic Or Empire? The Philippine Question" - Página 35; de William Jennings Bryan - Publicado por The Independence Co., 1899

Coco Chanel photo

„Moda é como a arquitetura, pura questão de proporções.“

—  Coco Chanel 1883 - 1971

"Chanel", de Marcel Haedrich, Editions Belfond, 1987, pág. 174

Frida Kahlo photo
Washington Luís photo

„A questão social é um caso de polícia.“

—  Washington Luís político brasileiro, 13° presidente do Brasil 1869 - 1957

citado em "Os poseiros‎" - Página 188, de Maria Alice Barroso - Organizaçoẽs Simões, 1955 - 366 páginas

Marcelo Nova photo

„Um artista que, em vida, fazia questão de polemizar e desprezar o insosso novo rock brasileiro e por ele era ignorado. Agora, quase três anos após sua morte, alguns dos artistas que o homenageiam mal conhecem o trabalho dele, mas parecem topar tudo por dinheiro. Não se deixe enganar e vá ao original.“

—  Marcelo Nova 1951

sobre Raul Seixas
Variante: Um artista que, em vida, fazia questão de polemizar e desprezar o insosso novo rock brasileiro e por ele era ignorado. Agora, quase três anos após sua morte, alguns dos artistas que o homenageiam mal conhecem o trabalho dele, mas parecem topar tudo por dinheiro. Não se deixe enganar e vá ao original.

Daniel Galera photo

„Todos os sonhos dela estavam marcados pra dali a três, cinco, dez anos. Nenhum deles valia pra agora, pro dia em questão. Me dava agonia ver alguém se preparando constantemente pra começar a viver.“

—  Daniel Galera 1979

Até O Dia Em Que O Cão Morreu
Fonte: Companhia das Letras, primeira edição, primeira reimpressão, página 24

„É questão de livre arbítrio, deve ser dado o direito de escolha.“

—  Rubens Caribé 1965

sobre a descriminalização do aborto
Entrevista ao GPG

João Guimarães Rosa photo

„Infelicidade é questão de prefixo.“

—  João Guimarães Rosa, livro Tutameia – Terceiras Estórias

Tutaméia: terceiras estórias - Página 76, de João Guimarães Rosa - Publicado por Livraria J. Olympio, 1969 - 201 páginas

Jigoro Kano photo
Aécio Neves photo

„O governo erra muito e quem perde é a população brasileira. Infelizmente, estamos vendo passar o tempo e as questões centrais, da mobilidade urbana, da saúde de qualidade, da diminuição desse número escandaloso de ministérios e de cargos em comissão, melhoria da qualidade da segurança pública, nada disso acontece no Brasil.“

—  Aécio Neves político brasileiro 1960

Aécio Neves entrevista coletiva 5 de julho de 2013.
Fonte UOL http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2013/07/04/plebiscito-nasceu-morto-diz-senador-tucano-aecio-neves.htm

Susan Sontag photo

„As únicas respostas interessantes são aquelas que destroem a questão.“

—  Susan Sontag 1933 - 2004

Variante: As únicas respostas interessantes são aquelas que destroem as perguntas.

William James photo

„Há várias medidas para medir a vontade humana. A mais exacta e a mais segura é a que se exprime por esta questão: de que esforço sois capazes?“

—  William James 1842 - 1910

Variante: Há várias medidas para medir a vontade humana. A mais exata e a mais segura é a que se exprime por esta questão: de que esforço és capaz?

Bertrand Russell photo
David Hume photo
João Guimarães Rosa photo

„Viver é uma questão de rasgar-se e remendar-se“

—  João Guimarães Rosa 1908 - 1967

Variante: Viver é um rasgar-se e remendar-se.

Silvio Santos photo

„Eu faço questão que você continue a me imitar.“

—  Silvio Santos apresentador de televisão e empresário brasileiro 1930

Gary Zukav photo
Thomas Henry Huxley photo
Ferreira Gullar photo