Frases sobre a viagem

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da caminho.

Tópicos relacionados

Total 1110 citações caminho, filtro:


Niki de Saint Phalle photo
Lao Tsé photo
Cora Coralina photo
Leonel Brizola photo

„A educação é o único caminho para emancipar o homem. Desenvolvimento sem educação é criação de riquezas apenas para alguns privilegiados.“

—  Leonel Brizola Político brasileiro 1922 - 2004

Brizola em conferência da UNE, no RJ, em 16 de junho de 1961.
Fonte: Brizola. Página 32. Marcus Cunha e Jesus Pereira. Edição dos autores. Pelotas, 1989.

Mário Quintana photo

„DAS UTOPIAS

Se as coisas são inatingíveis… ora!
Não é motivo para não querê-las…
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!“

—  Mário Quintana Escritor brasileiro 1906 - 1994

Das Utopias
Variante: Se as coisas são inatingíveis... ora! Não é motivo para não querê-las... Que tristes os caminhos, se não fora A presença distante das estrelas!

William Shakespeare photo

„Ser ou não ser, eis a questão. O que é mais nobre para a alma? Sofrer as pedradas e as setas da fortuna ultrajosa ou tomar armas contra um mar de tribulações e, fazendo-lhes rosto, dar-lhes fim? Morrer… dormir… mais nada. Dizer que, por meio de um sono, acabamos com as angústias e com os mil embates naturais de que é herdeira a carne é um desfecho que se deve ardentemente desejar. Morrer… dormir… dormir! Sonhar talvez! Ah! Aqui é que está o embaraço. Pois que sonhos podem sobrevir naquele sono da morte depois de nos termos libertado deste bulício mortal? Eis o que nos obriga a fazer pausa; eis a reflexão de que procede a calamidade de uma vida tão longa. Com efeito, quem suportaria os açoites e os escárnios desta época, a injustiça do opressor, a contumélia do orgulhoso, os tormentos do amor desprezado, as dilações da lei, a insolência do poder e os maus tratos que o mérito paciente recebe de criaturas indignas, podendo com um simples punhal outorgar a si mesmo tranquilidade? Quem quereria sopesar o fardo, gemer e suar debaixo de uma vida pesadíssima, se o temor dalguma coisa depois da morte - o desconhecido país de cujas raias nenhum viajante ainda voltou - não enleasse a vontade e não fizesse antes padecer os males que temos, do que voar para outros que ignoramos? Assim, a consciência torna-nos a todos covardes; assim o fulgor natural da resolução é amortecido pelo pálido clarão do pensamento; e, assim, empresas enérgicas e de grande alcance torcem o caminho, e perdem o nome de ação.“

—  William Shakespeare dramaturgo e poeta inglês 1564 - 1616

Hamlet

Antoine de Saint-Exupéry photo

„O amor são caminhos invisíveis que libertam as pessoas.“

—  Antoine de Saint-Exupéry 1900 - 1944

Variante: São os caminhos invisíveis do amor que libertam o homem.

Pitágoras photo

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating
Lygia Fagundes Telles photo
Khalil Gibran photo
Jair Bolsonaro photo
Helena Blavatsky photo
Khalil Gibran photo
Pablo Neruda photo

„Amor, quantos caminhos até chegar a um beijo,
que solidão errante até tua companhia!“

—  Pablo Neruda Escritor 1904 - 1973

Amor, cuántos caminos hasta llegar a un beso, qué soledad errante hasta tu compañía!
sonete "Mañana", em "Cien sonetos de amor" - Página 12, de Pablo Neruda - Publicado por Editorial Losada, 1960 - 124 páginas

Aníbal photo

„Ou nós encontramos um caminho, ou abrimos um.“

—  Aníbal Comandante Militar de Cartago Durante a Segunda Guerra Púnica -247 - -183 a.C.

Aut viam inveniam aut faciam.
Provérbio latino, mais comumente atribuída a Hannibal, em resposta aos seus generais que tinham declarado ser impossível atravessar os Alpes com elefantes; como citado em "Salesmanship and Business Efficiency" (1922) escrito por James Samuel Knox, p. 27

William Butler Yeats photo

„Espalhei meus sonhos aos seus pés. Caminhe devagar, pois você estará pisando neles.“

—  William Butler Yeats 1865 - 1939

I have spread my dreams under your feet; Tread softly because you tread on my dreams.
Later poems - Página 41 http://books.google.com.br/books?id=zxdFeN43VhoC&pg=PA41, William Butler Yeats - Forgotten Books, 1924, ISBN 1605061484, 9781605061481 - 363 páginas