Citações de música

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da dança, música, música, vida.

Melhores citações de música

  • Uma coisa boa sobre a música, quando bate, você não sente dor. – Bob Marley
  • Tenho sempre uma citação para tudo - economizo os pensamentos originais. – Dorothy L. Sayers
  • Citação: ato de repetir de modo errado as palavras alheias. – Ambrose Bierce
  • Sem música a vida seria um erro. – Friedrich Nietzsche
  • Se não fosse a música, o diabo que vive em mim já teria enlouquecido – Gerson De Rodrigues
  • Se você não gosta disso, eu vou parar de escrever música. – Antonio Vivaldi
  • O que meu rosto tem a ver com minha musica ou meu jeito de dançar? – Michael Jackson
  • Toda alma é uma música que se toca. – Rubem Alves
  • Alivia toda tua mágoa com o vinho e a música. – Horacio
  • Ame ao próximo como ama a ti mesmo. – Rabi Aquiva

Todas citações de música

Total 858 citações de música, filtro:

Khalil Gibran photo

„Cantem e dancem juntos, e sejam felizes.
Mas sejam como as cordas de um alaúde,
que, embora vibrem com a mesma música,
são independentes.“

Cantem e dancem juntos, e sejam felizes. Mas sejam como as cordas de um alaúde, que, embora vibrem com a mesma música, são independentes.

—  Khalil Gibran 1883 - 1931

Jean Le Rond d'Alembert photo

„Toda a música que não pinta nada é apenas um ruído.“
Toda a música que não pinta nada é apenas um ruído.

—  Jean Le Rond d'Alembert matemático e filósofo francês 1717 - 1783

Fonte: "Discours préliminaire de l'Encyclopédie"

Carmen Miranda photo

„Vou empregar todos os meus esforços para que a música popular do Brasil conquiste a América do Norte, o que seria um caminho para a sua consagração em todo o mundo.“
Vou empregar todos os meus esforços para que a música popular do Brasil conquiste a América do Norte, o que seria um caminho para a sua consagração em todo o mundo.

—  Carmen Miranda atriz e cantora brasileira 1909 - 1955

Entrevista dada ao Diário de Notícias cinco dias antes de embarcar para os EUA -1939

Iggy Pop photo

„A literatura é como a cocaína, a música é como a heroína: a primeira aguça o espírito, a segunda idiotiza.“
A literatura é como a cocaína, a música é como a heroína: a primeira aguça o espírito, a segunda idiotiza.

—  Iggy Pop 1947

Gerson De Rodrigues photo

„Muitos pseudo intelectuais ao redor do mundo vem ‘’ Propagando o Niilismo’’ e o tratando como depressão – e isso é de uma estupidez sem tamanho.

Existe uma linha tênue que separa a depressão do niilismo; e comparar os dois é um risco a saúde pública e ao intelectualismo.

Niilismo basicamente é a rejeição de todos os princípios religiosos e morais, tendo como base uma linha de pensamento filosófica de que a vida não tem sentido

Um Niilista nada mais é do que um intelectual, que através da leitura, da música ou da arte chegou a conclusão filosófica ou pessoal de que a vida e seus valores não tem sentido.

O Niilismo é uma escolha do homem – muito diferente da depressão.

A Depressão não envolve a rejeição de princípios morais ou religiosos. Você pode ser profundamente devoto e deprimido ao mesmo tempo – A Depressão é uma doença comum e grave que afeta negativamente como você se sente, a forma como você pensa e como você age. E ela pode levar a uma variedade de problemas físicos e emocionais e pode diminuir a capacidade de uma pessoa para funcionar no trabalho e em casa – podendo também levar ao suicídio.

A Depressão não é um traço de intelectualidade, e nem algo a ser almejado. É uma doença e precisa ser tratada – não a confunda com Niilismo.

É Claro que existem depressivos que são Niilistas e Niilistas que são depressivos – Mas as duas linhas vivem em caminhos diferentes, e o fato de ocasionalmente elas se cruzarem não quer dizer que são a mesma coisa.“

Muitos pseudo intelectuais ao redor do mundo vem ‘’ Propagando o Niilismo’’ e o tratando como depressão – e isso é de uma estupidez sem tamanho. Existe uma linha tênue que separa a depressão do niilismo; e comparar os dois é um risco a saúde pública e ao intelectualismo. Niilismo basicamente é a rejeição de todos os princípios religiosos e morais, tendo como base uma linha de pensamento filosófica de que a vida não tem sentido Um Niilista nada mais é do que um intelectual, que através da leitura, da música ou da arte chegou a conclusão filosófica ou pessoal de que a vida e seus valores não tem sentido. O Niilismo é uma escolha do homem – muito diferente da depressão. A Depressão não envolve a rejeição de princípios morais ou religiosos. Você pode ser profundamente devoto e deprimido ao mesmo tempo – A Depressão é uma doença comum e grave que afeta negativamente como você se sente, a forma como você pensa e como você age. E ela pode levar a uma variedade de problemas físicos e emocionais e pode diminuir a capacidade de uma pessoa para funcionar no trabalho e em casa – podendo também levar ao suicídio. A Depressão não é um traço de intelectualidade, e nem algo a ser almejado. É uma doença e precisa ser tratada – não a confunda com Niilismo. É Claro que existem depressivos que são Niilistas e Niilistas que são depressivos – Mas as duas linhas vivem em caminhos diferentes, e o fato de ocasionalmente elas se cruzarem não quer dizer que são a mesma coisa.

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

Oscar Wilde photo

„Porque influenciar uma pessoa é dar a ela a própria alma. Ela passa a não pensar com os pensamentos naturais. As virtudes que possui deixam de ser; para elas, reais. Os pecados que comete, se é que existem pecados, são todos tomados por empréstimo. Ela se torna eco da música de outrem, ator um de papel nao escrito para ela.“
Porque influenciar uma pessoa é dar a ela a própria alma. Ela passa a não pensar com os pensamentos naturais. As virtudes que possui deixam de ser; para elas, reais. Os pecados que comete, se é que existem pecados, são todos tomados por empréstimo. Ela se torna eco da música de outrem, ator um de papel nao escrito para ela.

—  Oscar Wilde, livro O Retrato de Dorian Gray

O Retrato de Dorian Gray

„Deixe o mundo inteiro ouvir!

Vá a todo o mundo e pregue o evangelho a toda criatura. - Escritura de hoje : Atos 1: 1-8

Fritz Kreisler (1875-1962), o violinista mundialmente famoso, ganhou uma fortuna com seus shows e composições, mas generosamente deu a maior parte dele. Então, quando ele descobriu um violino requintado em uma de suas viagens, ele não foi capaz de comprá-lo.

Mais tarde, tendo levantado dinheiro suficiente para atender ao preço pedido, ele retornou ao vendedor, na esperança de comprar aquele belo instrumento. Mas, para sua grande consternação, fora vendido a um colecionador. Kreisler foi até a casa do novo dono e se ofereceu para comprar o violino. O colecionador disse que se tornou seu bem mais valioso e ele não o venderia. Muito decepcionado, Kreisler estava prestes a sair quando teve uma ideia. “Eu poderia tocar o instrumento mais uma vez antes que ele seja consignado ao silêncio?” Ele perguntou. A permissão foi concedida, e o grande virtuoso encheu a sala com uma música tão comovente que as emoções do colecionador foram profundamente agitadas. "Eu não tenho o direito de manter isso para mim", ele exclamou. “É seu, Sr. Kreisler. Leve isso para o mundo e deixe as pessoas ouvirem isso ”.

Para os pecadores salvos pela graça, o evangelho é como as harmonias arrebatadoras do céu. Não temos o direito de guardar para nós mesmos. Jesus nos diz para levá-lo ao mundo e deixá-lo ser ouvido.

Refletir e Orar
Alguém te contou sobre Cristo. Você contou a alguém ultimamente? Vernon Grounds“

Deixe o mundo inteiro ouvir! Vá a todo o mundo e pregue o evangelho a toda criatura. - Escritura de hoje : Atos 1: 1-8 Fritz Kreisler (1875-1962), o violinista mundialmente famoso, ganhou uma fortuna com seus shows e composições, mas generosamente deu a maior parte dele. Então, quando ele descobriu um violino requintado em uma de suas viagens, ele não foi capaz de comprá-lo. Mais tarde, tendo levantado dinheiro suficiente para atender ao preço pedido, ele retornou ao vendedor, na esperança de comprar aquele belo instrumento. Mas, para sua grande consternação, fora vendido a um colecionador. Kreisler foi até a casa do novo dono e se ofereceu para comprar o violino. O colecionador disse que se tornou seu bem mais valioso e ele não o venderia. Muito decepcionado, Kreisler estava prestes a sair quando teve uma ideia. “Eu poderia tocar o instrumento mais uma vez antes que ele seja consignado ao silêncio?” Ele perguntou. A permissão foi concedida, e o grande virtuoso encheu a sala com uma música tão comovente que as emoções do colecionador foram profundamente agitadas. "Eu não tenho o direito de manter isso para mim", ele exclamou. “É seu, Sr. Kreisler. Leve isso para o mundo e deixe as pessoas ouvirem isso ”. Para os pecadores salvos pela graça, o evangelho é como as harmonias arrebatadoras do céu. Não temos o direito de guardar para nós mesmos. Jesus nos diz para levá-lo ao mundo e deixá-lo ser ouvido. Refletir e Orar Alguém te contou sobre Cristo. Você contou a alguém ultimamente? Vernon Grounds

—  ministério_pão_diário

Albert Einstein photo

„A pior das instituições gregárias se intitula exército. Eu o odeio. Se um homem puder sentir qualquer prazer em desfilar aos sons de música, eu desprezo este homem… Não merece um cérebro humano, já que a medula espinhal o satisfaz. Deveríamos fazer desaparecer o mais depressa possível este câncer da civilização. Detesto com todas as forças o heroísmo obrigatório, a violência gratuita e o nacionalismo débil. A guerra é a coisa mais desprezível que existe. Preferiria deixar-me assassinar a participar desta ignomínia.“
A pior das instituições gregárias se intitula exército. Eu o odeio. Se um homem puder sentir qualquer prazer em desfilar aos sons de música, eu desprezo este homem… Não merece um cérebro humano, já que a medula espinhal o satisfaz. Deveríamos fazer desaparecer o mais depressa possível este câncer da civilização. Detesto com todas as forças o heroísmo obrigatório, a violência gratuita e o nacionalismo débil. A guerra é a coisa mais desprezível que existe. Preferiria deixar-me assassinar a participar desta ignomínia.

—  Albert Einstein, livro Como Vejo o Mundo

Como Vejo o Mundo
Política e sociedade

Dorothy L. Sayers photo

„Tenho sempre uma citação para tudo - economizo os pensamentos originais.“
Tenho sempre uma citação para tudo - economizo os pensamentos originais.

—  Dorothy L. Sayers 1893 - 1957

Jean Jacques Rousseau photo

„Enquanto os homens se contentaram com as suas cabanas rústicas, enquanto se limitaram a coser suas roupas de peles com espinhos ou arestas de pau, a se enfeitarem com plumas e conchas, a pintar o corpo de diversas cores, a aperfeiçoar ou embelezar os seus arcos e flechas, a talhar com pedras cortantes algumas canoas de pesca ou grosseiros instrumentos de música; em uma palavra, enquanto se aplicaram exclusivamente a obras que um só podia fazer, e a artes que não necessitavam o concurso de muitas mãos, viveram livres, sãos, bons e felizes, tanto quanto podiam ser pela sua natureza, e continuaram a gozar entre si das doçuras de uma convivência independente. Mas, desde o instante que um homem teve necessidade do socorro de outro; desde que perceberam que era útil a um só ter provisões para dois, a igualdade desapareceu, a propriedade se introduziu, o trabalho tornou-se necessário e as vastas florestas se transformaram em campos risonhos que foi preciso regar com o suor dos homens, e nos quais, em breve, se viram germinar a escravidão e a miséria, a crescer com as colheitas.“
Enquanto os homens se contentaram com as suas cabanas rústicas, enquanto se limitaram a coser suas roupas de peles com espinhos ou arestas de pau, a se enfeitarem com plumas e conchas, a pintar o corpo de diversas cores, a aperfeiçoar ou embelezar os seus arcos e flechas, a talhar com pedras cortantes algumas canoas de pesca ou grosseiros instrumentos de música; em uma palavra, enquanto se aplicaram exclusivamente a obras que um só podia fazer, e a artes que não necessitavam o concurso de muitas mãos, viveram livres, sãos, bons e felizes, tanto quanto podiam ser pela sua natureza, e continuaram a gozar entre si das doçuras de uma convivência independente. Mas, desde o instante que um homem teve necessidade do socorro de outro; desde que perceberam que era útil a um só ter provisões para dois, a igualdade desapareceu, a propriedade se introduziu, o trabalho tornou-se necessário e as vastas florestas se transformaram em campos risonhos que foi preciso regar com o suor dos homens, e nos quais, em breve, se viram germinar a escravidão e a miséria, a crescer com as colheitas.

—  Jean Jacques Rousseau 1712 - 1778

"Origem da Desigualdade entre os Homens"

Kurt Cobain photo

„A música vem em primeiro. As letras são secundárias… A maioria das minhas letras são contraditórias. Eu escrevo algumas linhas sinceras e depois eu tento fazer outras divertidas. Eu não gosto de as fazer tão obvias porque se forem demasiado obvias fica noutra escala… Não digo que tenha de ser realmente enigmático ou misterioso mas eu apenas penso que as letras que são diferentes e estranhas fazem um retrato agradável. É apenas a maneira como eu gosto da arte.“
A música vem em primeiro. As letras são secundárias… A maioria das minhas letras são contraditórias. Eu escrevo algumas linhas sinceras e depois eu tento fazer outras divertidas. Eu não gosto de as fazer tão obvias porque se forem demasiado obvias fica noutra escala… Não digo que tenha de ser realmente enigmático ou misterioso mas eu apenas penso que as letras que são diferentes e estranhas fazem um retrato agradável. É apenas a maneira como eu gosto da arte.

—  Kurt Cobain Vocalista, guitarrista, compositor e músico 1967 - 1994

Atribuídas

Ludwig Van Beethoven photo

„Milhares de pessoas cultivam a música; poucas porém têm a revelação dessa grande arte.“
Milhares de pessoas cultivam a música; poucas porém têm a revelação dessa grande arte.

—  Ludwig Van Beethoven compositor alemão 1770 - 1827

Ian MacKaye photo

„Se a internet de fato destruir a indústria fonográfica um dia e devolver a música ao ar, será como ver a União Soviética ruir. E ficarei mais do que satisfeito em ver minha pequena gravadora ruir junto.“
Se a internet de fato destruir a indústria fonográfica um dia e devolver a música ao ar, será como ver a União Soviética ruir. E ficarei mais do que satisfeito em ver minha pequena gravadora ruir junto.

—  Ian MacKaye 1962

Entrevista por Sávio Vilela em 30/03/2007 para a Folha de São Paulo.

Arthur Schopenhauer photo

„Quando ouço música, a minha imaginação compraz-se muitas vezes com o pensamento de que a vida de todos os homens e a minha própria vida não são mais do que sonhos de um espírito eterno, bons e maus sonhos, de que cada morte é o despertar.“
Quando ouço música, a minha imaginação compraz-se muitas vezes com o pensamento de que a vida de todos os homens e a minha própria vida não são mais do que sonhos de um espírito eterno, bons e maus sonhos, de que cada morte é o despertar.

—  Arthur Schopenhauer filósofo alemão 1788 - 1860

Página 41
Dores do Mundo

Arthur Schopenhauer photo

„A música não exprime nunca o fenômeno, mas unicamente a essência íntima de todo o fenômeno, numa palavra a própria vontade. Portanto não exprime uma alegria especial ou definida, certas tristezas, certa dor, o medo, os transportes, o prazer, a serenidade do espírito; exprime-lhes a essência abstrata e a geral, fora de qualquer motivo ou circunstância. E todavia nessa quinta essência abstrata, sabemos compreendê-la perfeitamente.“
A música não exprime nunca o fenômeno, mas unicamente a essência íntima de todo o fenômeno, numa palavra a própria vontade. Portanto não exprime uma alegria especial ou definida, certas tristezas, certa dor, o medo, os transportes, o prazer, a serenidade do espírito; exprime-lhes a essência abstrata e a geral, fora de qualquer motivo ou circunstância. E todavia nessa quinta essência abstrata, sabemos compreendê-la perfeitamente.

—  Arthur Schopenhauer filósofo alemão 1788 - 1860

Página 40
Dores do Mundo

João Bosco (santo) photo

„Um Oratório sem música, é um corpo sem alma!“
Um Oratório sem música, é um corpo sem alma!

—  João Bosco (santo) 1815 - 1888

Un oratorio senza musica è come un corpo senz'anima
citado in: Il borgo e la borgata: i ragazzi di don Bosco e l'altra Roma del dopoguerra - página 100 https://books.google.com.br/books?id=KxajSvMDCwQC&pg=PA100, Alessandro Portelli - Donzelli Editore, 2002, ISBN 8879897292, 9788879897297, 148 páginas

Honoré De Balzac photo

„É tão absurdo dizer que um homem não pode amar a mesma mulher toda a vida, quanto dizer que um violinista precisa de diversos violinos para tocar a mesma música.“
É tão absurdo dizer que um homem não pode amar a mesma mulher toda a vida, quanto dizer que um violinista precisa de diversos violinos para tocar a mesma música.

—  Honoré De Balzac Escritor francês 1799 - 1850

Il est aussi absurde de prétendre qu'il est impossible de toujours aimer la même femme qu'il peut l'être de dire qu'un artiste célèbre a besoin de plusieurs violons pour exécuter un morceau de musique et pour créer une mélodie enchanteresse.
Physiologie du mariage ou Méditations de philosophie éclectique sur le bonheur et le malheur conjugal: Nouv. éd.‎ - Página 61 http://books.google.com.br/books?id=PpcGAAAAQAAJ&pg=PA61, de Honoré de Balzac - Publicado por Charpentier, 1838 - 408 páginas

Billie Joe Armstrong photo

„Tudo que escrevemos é autobiográfico, a menos que estejamos escrevendo sobre um amigo ou algo assim. No meio da música, uma coisa que aprendi é não desistir da vida, não tentar ficar olhando sempre para frente, mas curtir o presente, porque muitas pessoas realmente não apreciam o presente até ele se tornar passado.“
Tudo que escrevemos é autobiográfico, a menos que estejamos escrevendo sobre um amigo ou algo assim. No meio da música, uma coisa que aprendi é não desistir da vida, não tentar ficar olhando sempre para frente, mas curtir o presente, porque muitas pessoas realmente não apreciam o presente até ele se tornar passado.

—  Billie Joe Armstrong músico americano 1972

Atribuídos

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Franz Schubert photo

„Não existe algo como música feliz.“
Não existe algo como música feliz.

—  Franz Schubert 1797 - 1828

Dulce María photo

„O momento chegará, prefiro agora estar apaixonada pelo RBD, pela música, pelos fãs.“
O momento chegará, prefiro agora estar apaixonada pelo RBD, pela música, pelos fãs.

—  Dulce María pata 1985

Falando sobre por que está solteira no Canal 13

Ludwig Van Beethoven photo

„A música é capaz de reproduzir, em sua forma real, a dor que dilacera a alma e o sorriso que inebria.“
A música é capaz de reproduzir, em sua forma real, a dor que dilacera a alma e o sorriso que inebria.

—  Ludwig Van Beethoven compositor alemão 1770 - 1827

Ludwig Van Beethoven photo

„Os músicos utilizam de todas as liberdades que podem.“
Os músicos utilizam de todas as liberdades que podem.

—  Ludwig Van Beethoven compositor alemão 1770 - 1827

Ludwig Van Beethoven photo

„A Música é uma revelação mais profunda que qualquer Filosofia.“
A Música é uma revelação mais profunda que qualquer Filosofia.

—  Ludwig Van Beethoven compositor alemão 1770 - 1827

Ludwig Van Beethoven photo

„A música é o vínculo que une a vida do espírito à vida dos sentidos. A melodia é a vida sensível da poesia.“
A música é o vínculo que une a vida do espírito à vida dos sentidos. A melodia é a vida sensível da poesia.

—  Ludwig Van Beethoven compositor alemão 1770 - 1827

Ludwig Van Beethoven photo

„Quem entende a minha música nunca mais será infeliz.“
Quem entende a minha música nunca mais será infeliz.

—  Ludwig Van Beethoven compositor alemão 1770 - 1827

„Achar a verdadeira paixão, aquela que salpica o peito, é como escutar a uma estação de rádio, nós temos que ouvir as músicas que não fazem nosso gosto até chegar a música certa.“
Achar a verdadeira paixão, aquela que salpica o peito, é como escutar a uma estação de rádio, nós temos que ouvir as músicas que não fazem nosso gosto até chegar a música certa.

—  Rafael Silveira

Friedrich Nietzsche photo

„Sem música a vida não faria sentido“
Sem música a vida não faria sentido

—  Friedrich Nietzsche filósofo alemão do século XIX 1844 - 1900

Carlos Drummond de Andrade photo

„Para você, Desejo o sonho realizado. O amor esperado. A esperança renovada. Para você, Desejo todas as cores desta vida. Todas as alegrias que puder sorrir. Todas as músicas que puder emocionar. Para você neste novo ano, Desejo que os amigos sejam mais cúmplices, Que sua família esteja mais unida, Que sua vida seja mais bem vivida. Gostaria de lhe desejar tantas coisas… Mas nada seria suficiente… Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes…e que eles possam te mover a cada minuto, ao rumo da sua FELICIDADE!“
Para você, Desejo o sonho realizado. O amor esperado. A esperança renovada. Para você, Desejo todas as cores desta vida. Todas as alegrias que puder sorrir. Todas as músicas que puder emocionar. Para você neste novo ano, Desejo que os amigos sejam mais cúmplices, Que sua família esteja mais unida, Que sua vida seja mais bem vivida. Gostaria de lhe desejar tantas coisas… Mas nada seria suficiente… Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes…e que eles possam te mover a cada minuto, ao rumo da sua FELICIDADE!

—  Carlos Drummond de Andrade Poeta brasileiro 1902 - 1987

sem referencial para CDA
Sem referencial bibliográfico

Carlos Drummond de Andrade photo

„Tempo… Tempo… Tempo: "Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança fazendo-a funcionar no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez com outro número e outra vontade que daqui pra diante vai ser diferente… Para você, Desejo o sonho realizado. O amor esperado. A esperança renovada. Para você, Desejo todas as cores desta vida. Todas as alegrias que puder sorrir. Todas as músicas que puder emocionar. Para você neste novo ano, Desejo que os amigos sejam mais cúmplices, Que sua família esteja mais unida, Que sua vida seja mais bem vivida. Gostaria de lhe desejar tantas coisas… Mas nada seria suficiente… Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes… e que eles possam te mover a cada minuto, ao rumo da sua FELICIDADE!“
Tempo… Tempo… Tempo: "Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança fazendo-a funcionar no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez com outro número e outra vontade que daqui pra diante vai ser diferente… Para você, Desejo o sonho realizado. O amor esperado. A esperança renovada. Para você, Desejo todas as cores desta vida. Todas as alegrias que puder sorrir. Todas as músicas que puder emocionar. Para você neste novo ano, Desejo que os amigos sejam mais cúmplices, Que sua família esteja mais unida, Que sua vida seja mais bem vivida. Gostaria de lhe desejar tantas coisas… Mas nada seria suficiente… Então, desejo apenas que você tenha muitos desejos. Desejos grandes… e que eles possam te mover a cada minuto, ao rumo da sua FELICIDADE!

—  Carlos Drummond de Andrade Poeta brasileiro 1902 - 1987

sem referencial para CDA)

Robert Green Ingersoll photo

„Podemos ser honestos quanto à nossa ignorância. Se formos, quando questionados sobre o que há além do horizonte do conhecimento, devemos dizer que não sabemos; podemos dizer a verdade, e desfrutar da abençoada liberdade conquistada pelos bravos; podemos destruir os monstros da superstição, as serpentes ciciantes da ignorância e do medo; podemos expulsar de nossas mentes as aterrorizantes presas que rasgam e ferem; podemos civilizar nossos semelhantes; podemos preencher nossas vidas com ações generosas, com palavras amorosas, com arte, com música e com todo o arroubo do amor; podemos inundar nossa existência com o brilho do Sol, com o divino clima da bondade; e podemos beber até a última gota do cálice dourado da felicidade.“
Podemos ser honestos quanto à nossa ignorância. Se formos, quando questionados sobre o que há além do horizonte do conhecimento, devemos dizer que não sabemos; podemos dizer a verdade, e desfrutar da abençoada liberdade conquistada pelos bravos; podemos destruir os monstros da superstição, as serpentes ciciantes da ignorância e do medo; podemos expulsar de nossas mentes as aterrorizantes presas que rasgam e ferem; podemos civilizar nossos semelhantes; podemos preencher nossas vidas com ações generosas, com palavras amorosas, com arte, com música e com todo o arroubo do amor; podemos inundar nossa existência com o brilho do Sol, com o divino clima da bondade; e podemos beber até a última gota do cálice dourado da felicidade.

—  Robert Green Ingersoll 1833 - 1899

Porque sou agnóstico