„Morre lentamente quem não viaja, quem não lê, quem não ouve música e quem não acha graça de si mesmo.“

A Morte Devagar - Non-Stop, Crônicas do Cotidiano

Última atualização 22 de Maio de 2020. História
Martha Medeiros photo
Martha Medeiros331
escritora e jornalista brasileira 1961

Citações relacionadas

Nando Reis photo
Pablo Neruda photo
Clarice Lispector photo
Robert Browning photo

„Quem ouve música sente que a sua solidão, de repente, se povoa.“

—  Robert Browning 1812 - 1889

citado em "Dualibi essencial: Minidicionário com mais de 4.500 frases essenciais" - Página 399, 2006, Roberto Duailibi, Marina Pehlivanis - Elsevier Brazil, ISBN 8535219579, 9788535219579, 496 páginas
Who hears music feels his solitude peopled at once
The poetical works of Robert Browning, Volume 6‎ - Página 18, Robert Browning - Macmillan and co., 1894
Variante: Quem ouve música, sente a sua solidão
de repente povoada.

Oscar Wilde photo

„Quando se ouve má música, tem-se o direito de afogá-la em conversa.“

—  Oscar Wilde Escritor, poeta e dramaturgo britânico de origem irlandesa 1854 - 1900

Cruz e Sousa photo
Martha Medeiros photo

„Morre lentamente quem se transforma em escravo do hábito; repetindo todos os dias os mesmos trajetos.“

—  Martha Medeiros escritora e jornalista brasileira 1961

Muere lentamente quien se transforma en esclavo del hábito, repitiendo todos los días los mismos trayectos
texto de Martha Medeiros, com frequência atribuído a Pablo Neruda
Mal atribuídas
Fonte: O Estado de S. Paulo, Falso poema atribuído a Neruda é da brasileira Martha Medeiros http://www.estadao.com.br/noticias/arteelazer,falso-poema-atribuido-a-neruda-e-da-brasileira-martha-medeiros,306181,0.htm

Pablo Neruda photo
Cora Coralina photo
Marilyn Manson photo
Charles Bukowski photo
Martha Medeiros photo
Miguel de Unamuno photo

„Mais vale um homem lento à cólera do que um herói, e um homem senhor de si do que o conquistador de uma cidade.“

—  Bíblia

Variante: Mais vale o homem lento para a ira do que o herói. E um homem senhor de si do que o conquistador de uma cidade.

Thalía photo

„Hoje morreu a metade da minha alma… sinto que morro lentamente… Obrigada pelas orações para minha guerreira, para minha mãe.“

—  Thalía cantora, compositora e atriz mexicana 1971

disse no Twitter, pela morte de sua mãe, dona Yolanda Miranda Mange, em 27 de maio de 2011.

Simone de Beauvoir photo

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“