„A mente verdadeiramente criativa em qualquer campo não é mais que isto: uma criatura humana nascida anormalmente, inumanamente sensível. Para ele, um toque é uma pancada, um som é um ruído, um infortúnio é uma tragédia, uma alegria é um extase, um amigo é um amante, um amante é um deus e o fracasso é a morte. Adicione-se a este organismo cruelmente delicado a subjugante necessidade de criar, criar, criar - de tal forma que sem a criação de música ou poesia ou literatura ou edifícios ou algo com significado, a sua respiração lhe é cortada. Ele tem que criar, deve derramar criação. Por qualquer estranha e desconhecida urgência interior, não está realmente vivo a menos que esteja criando.“

Publicidade

Citações relacionadas

Jostein Gaarder photo
Hugo Von Hofmannsthal photo
Publicidade
Romain Rolland photo
Albert Camus photo
Katharine Hepburn photo
Deepak Chopra photo
 Stendhal photo
Carl Gustav Jung photo
Publicidade
Johannes Kepler photo
Federico García Lorca photo
Clarice Lispector photo
Publicidade
Simone Weil photo
Oscar Wilde photo
Próximo