Frases sobre humano

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da humano.

Tópicos relacionados

Total 1935 citações, filtro:


Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Jesús Huerta de Soto photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Jürgen Habermas photo

„A fraternidade é a face humana do amor de Deus.“

—  Carlos Mesters 1931

Fonte: Paulo apóstolo: um trabalhador que anuncia o evangelho. Carlos Mesters. São Paulo: Paulus, 1991, p. 123. ISBN: 978-85-349-1107-8

Leonardo Boff photo
Galileu Galilei photo
Comênio photo
Buda photo
Olavo de Carvalho photo
Léon Bourgeois photo

„As paixões humanas, como as formas da natureza, são eternas.“

—  Léon Bourgeois político francês 1851 - 1925

Les passions humaines, comme les forces de la nature, sont éternelles.
L'oeuvre de la Société des nations (1920-1923)‎ - Página 442, de Léon Bourgeois, Léon Victor Auguste Bourgeois - Publicado por Payot, 1923 - 456 páginas

H. P. Lovecraft photo

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating
Bobby Fischer photo
Machado de Assis photo

„Aí vinham a cobiça que devora, a cólera que inflama, a inveja que baba, e a enxada e a pena, úmidas de suor, e a ambição, a fome, a vaidade, a melancolia, a riqueza, o amor, e todos agitavam o homem, como um chocalho, até destruí-lo, como um farrapo. Eram as formas várias de um mal, que ora mordia a víscera, ora mordia o pensamento, e passeava eternamente as suas vestes de arlequim, em derredor da espécie humana. A dor cedia alguma vez, mas cedia à indiferença, que era um sono sem sonhos, ou ao prazer, que era uma dor bastarda. Então o homem, flagelada e rebelde, corria diante da fatalidade das coisas, atrás de uma figura nebulosa e esquiva, feita de retalhos, um retalho de impalpável, outro de improvável, outro de invisível, cosidos todos a ponto precário, com a agulha da imaginação; e essa figura, - nada menos que a quimera da felicidade, - ou lhe fugia perpetuamente, ou deixava-se apanhar pela fralda, e o homem a cingia ao peito, e então ela ria, como um escárnio, e sumia-se, como uma ilusão.“

—  Machado de Assis, livro Memórias Póstumas de Brás Cubas

Memórias póstumas de Brás Cubas, Capítulo VII, Machado de Assis (1881)
Romances, Memórias Póstumas de Brás Cubas
Variante: Os séculos desfilavam num turbilhão, e, não obstante, porque os olhos do delírio são outros, eu via tudo o que passava diante de mim,— flagelos e delícias, — desde essa coisa que se chama glória até essa outra que se chama miséria, e via o amor multiplicando a miséria, e via a miséria agravando a debilidade. Aí vinham a cobiça que devora, a cólera que inflama, a inveja que baba, e a enxada e a pena, úmidas de suor, e a ambição, a fome, a vaidade, a melancolia, a riqueza, o amor, e todos agitavam o homem, como um chocalho, até destruí-lo, como um farrapo. Eram as formas várias de um mal, que ora mordia a víscera, ora mordia o pensamento, e passeava eternamente as suas vestes de arlequim, em derredor da espécie humana. A dor cedia alguma vez, mas cedia à indiferença, que era um sono sem sonhos, ou ao prazer, que era uma dor bastarda. Então o homem, flagelado e rebelde, corria diante da fatalidade das coisas, atrás de uma figura nebulosa e esquiva, feita de retalhos, um retalho de impalpável, outro de improvável, outro de invisível, cosidos todos a ponto precário, com a agulha da imaginação; e essa figura, — nada menos que a quimera da felicidade, — ou lhe fugia perpetuamente, ou deixava-se apanhar pela fralda, e o homem a cingia ao peito, e então ela ria, como um escárnio, e sumia-se, como uma ilusão.

Demócrito photo
Gerson De Rodrigues photo

„Um dos meus passatempos na vida, é sentar em um banco de uma praça qualquer aonde passam bastante pessoas, gosto de sentar e observar os seres humanos. É Sempre possível observar o ‘’ Homem bem sucedido’’ de terno e gravata transitando com seu sorriso no rosto, a senhora com a bíblia na mão com esperança e amor nos olhos, a criança inocente que de nada sabe sobre a vida cuja sua preocupação é alimentar os pombos.

Cada humano que observo percebo algo incomum, nenhum deles se preocupa com o que eu me preocupo, não consigo passar nem mesmo algumas horas sem refletir em o quão inútil nós somos perante o universo, ou como irei me portar no enterro da minha mãe – ou como meu filho irá se sentir diante da minha morte.

A Habilidade que os seres humanos possuem em trabalhar como formigas, e sorrir como palhaços me parece um tanto quanto vantajosa a ignorância permite ao homem existir – pensem bem o que seria da humanidade se todos fossemos Niilistas?

Sentado naquele banco observando os humanos que transitam sem parar, sinto-me como alguém que saiu da caverna de platão, e não consegue explicar aos outros a realidade fora dela.

O Quão cruel eu seria? Como posso eu querer tirar do homem feliz a ignorância? Como posso eu tirar do homem a caverna que o protege da realidade.

Então vivo sozinho fora da caverna observando aqueles que ainda vivem nela, lamento-me por aqueles prisioneiros que morrerão sem saber que em suas pernas haviam correntes….“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

Julian Barnes photo
Gerson De Rodrigues photo

„A Solidão nunca me assustou, muito pelo contrário ela sempre foi a minha melhor amiga, a companhia humana para mim é como uma ferida que me corrói e a única maneira de viver em paz seria removendo esta ferida. E foi isso que o fiz, eu removi a ferida; Eu removi qualquer laço humano que poderia existir na minha vida e me tornei um homem sozinho.
Não digo que não exista nenhum humano próximo a mim, ou em meus relacionamentos ‘’ pseudo sociais’’ possuo amigos, e família. No entanto a companhia deles se dá tão necessária quanto a necessidade que um pássaro tem de uma bicicleta.
Isso não significa de maneira alguma que não me importo ou ‘’ amo’’ aqueles ‘’ próximos’’ a mim, apenas significa que meu estado de solidão pessoal impede que a presença humana se torne necessária.“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

Variante: “A Solidão nunca me assustou, muito pelo contrário ela sempre foi a minha melhor amiga, a companhia humana para mim é como uma ferida que me corrói e a única maneira de viver em paz seria removendo esta ferida. E foi isso que o fiz, eu removi a ferida; Eu removi qualquer laço humano que poderia existir na minha vida e me tornei um homem sozinho.

Não digo que não exista nenhum humano próximo a mim, ou em meus relacionamentos ‘’ pseudo sociais’’ possuo amigos, e família. No entanto a companhia deles se dá tão necessária quanto a necessidade que um pássaro tem de uma bicicleta.

Isso não significa de maneira alguma que não me importo ou ‘’ amo’’ aqueles ‘’ próximos’’ a mim, apenas significa que meu estado de solidão pessoal impede que a presença humana se torne necessária.”
Fonte: Aforismos De Um Niilista

Jack Kerouac photo

„Absolutamente De Confiança

Aquele que prometeu é fiel. - Escritura de hoje : Hebreus 6: 13-20

Um jovem pára-quedista admitiu ter ficado assustado na primeira vez que pulou. Não havia nada além de um grande pedaço de tecido entre ele e a morte. E se esse tecido fosse quebrado acidentalmente? E se o seu ripcord não funcionasse e o pára-quedas não conseguisse abrir?

Mas quando ele pulou, tudo funcionou perfeitamente. Apoiado por aquele guarda-chuva que preservava a vida sobre sua cabeça, o homem flutuou em direção à terra. Ele disse: "Eu tive uma libertação do medo e uma sensação maravilhosa de alegria".

E as promessas que Deus faz na Bíblia? Eles nos manterão em tempos de crise? Tudo depende se acreditamos que sejam promessas de Deus - não apenas palavras impressas, marcas pretas em papel branco, nem simplesmente as suposições de seres humanos falíveis como nós. Por serem as promessas de Deus, podemos nos apegar a elas com segurança. Isso trará alívio do medo e dará uma profunda paz interior.

Através dos tempos, nosso Deus tem sido confiado milhões e milhões de vezes. E ele nunca foi provado indigno de confiança. Portanto, vamos confiar nele hoje e acrescentar nosso testemunho pessoal ao de uma infinidade de irmãos que descobriram que nosso Deus prometedor é infalivelmente fiel.

Refletir e Orar
Permanecendo sobre as promessas que não podem falhar,
Quando as tempestades uivantes da dúvida e do medo atacarem,
pela Palavra viva de Deus eu prevalecerei,
Permanecendo nas promessas de Deus. —Carter

Confiar na fidelidade de Deus dissipa nosso medo. Vernon Grounds“

—  ministério_pão_diário

Salman Rushdie photo