„Amor pelas crianças


…Deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a mim, porque dos tais é o reino dos céus. v.14


Thomas Barnado entrou para a escola de medicina em Londres em 1865, sonhando ser missionário na China. Porém, logo descobriu a necessidade extrema no próprio quintal — as muitas crianças sem-teto vivendo e morrendo nas ruas de Londres. Decidiu fazer algo sobre essa horrenda situação. Abriu lares para as crianças destituídas, e resgatou cerca de 60 mil meninos e meninas da pobreza e possível morte precoce. O teólogo e pastor John Stott disse: “Hoje podemos chamá-lo de ‘o santo padroeiro das crianças de rua’”.

Jesus disse: “Deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a mim, porque dos tais é o reino dos céus” (v.14). Imagine a surpresa que as multidões, e os próprios discípulos de Jesus, devem ter sentido nessa declaração. Na antiguidade, as crianças tinham pouco valor e eram muito relegadas às margens da vida. Contudo, Jesus as acolheu, abençoou e as valorizou.

Tiago, autor de uma das cartas do Novo Testamento, desafiou os seguidores de Cristo dizendo: “A religião pura e sem mácula, para com o nosso Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos […] nas suas tribulações” (1:27). Hoje, como aqueles órfãos do primeiro século, crianças de todas as camadas sociais, etnia e ambiente familiar estão sob riscos devido à negligência, tráfico de seres humanos, abuso e drogas dentre outras coisas. Como podemos honrar o Pai que nos ama mostrando o Seu cuidado por esses pequeninos que Jesus acolhe?

Demonstre o amor de Jesus com as suas ações. Bill Crowder“

Última atualização 20 de Novembro de 2020. História

Citações relacionadas

Marco Aurelio photo

„Firmando-se em Jesus


Ora, ali estava conchegado a Jesus um dos seus discípulos, aquele a quem ele amava. v.23


Às vezes, ao colocar a cabeça no travesseiro à noite, oro e imagino que estou me apoiando em Jesus. Sempre que faço isso, lembro-me do que a Palavra de Deus nos diz sobre o apóstolo João. O próprio João descreve como ele estava sentado ao lado de Jesus na Última Ceia: “…estava conchegado a Jesus um dos seus discípulos, aquele a quem ele amava” (v.23).

João usou o termo “a quem ele amava” como uma maneira de referir-se a si mesmo, sem mencionar seu próprio nome. Ele também está representando o cenário de um típico banquete em Israel do primeiro século, quando se usava uma mesa mais baixa do que as de hoje, à altura do joelho. Sentar-se reclinado, sem cadeiras numa esteira ou almofadas era a posição natural ao redor da mesa. João estava sentado tão perto do Senhor que, ao virar-se para lhe fazer uma pergunta, abaixou a cabeça “reclinando-se sobre o peito de Jesus” (v.25).

A proximidade de João em relação a Jesus, naquele momento, traz uma ilustração útil para o nosso relacionamento com o Senhor hoje. Podemos não ser capazes de tocar Jesus fisicamente, mas podemos confiar-lhe as mais pesadas circunstâncias de nossa vida. Ele disse: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mateus 11:28). Como somos abençoados por ter um Salvador em cuja fidelidade podemos confiar em todas as circunstâncias de nossa vida! Você está “achegando- se” a Jesus hoje?

Somente Jesus nos concede 
o descanso que precisamos. James Banks“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„Até hoje me param na rua para que eu entregue recados, cartas e beijos para o meu pai. Agora até entendo, mas quando criança me irritava.“

—  Sílvia Buarque 1969

Fonte: Revista ISTOÉ Gente, edição 280 http://www.terra.com.br/istoegente/280/frases/index.htm, 20/12/2004

Leo Buscaglia photo
Fidel Castro photo

„Hoje milhões de crianças dormirão na rua, nenhuma delas é cubana.“

—  Fidel Castro político e revolucionário cubano, Ex-presidente de Cuba 1926 - 2016

William Wordsworth photo
Jane Austen photo

„Ah! minha pobre criança, a verdade é que em Londres há sempre uma estação doentia. Ninguém é saudável em Londres, ninguém pode ser.“

—  Jane Austen, livro Emma

Ah! my poor dear child, the truth is, that in London it is always a sickly season. Nobody is healthy in London, nobody can be. It is a dreadful thing to have you forced to live there! so far off!-- and the air so bad!
Emma, Volume 1, Chapter 12
Emma

„O Consolador


…quando vier, porém, o Espírito da verdade, ele vos guiará a toda a verdade… v.13


Ao embarcar no avião para estudar numa cidade muito distante de casa, senti-me nervosa e sozinha. Mas durante o voo, lembrei-me de como Jesus prometeu aos Seus discípulos a presença reconfortante do Espírito Santo.

Os amigos de Jesus devem ter se sentido perplexos quando Ele lhes disse: “…convém-vos que eu vá…” (v.7). Como poderiam aqueles que testemunharam os Seus milagres e aprenderam com o Seu ensino estarem melhor sem Ele? Mas Jesus lhes disse que se Ele partisse, então o Consolador, o Espírito Santo, viria.

Jesus, aproximando-se de Suas últimas horas na Terra, compartilhou com os Seus discípulos (João 14-17, hoje conhecido como o “Discurso de Adoração”) para ajudá-los a entender a Sua morte e ascensão. O ponto central nesta conversa foi a vinda do Espírito Santo, um Consolador (14:16,17), que estaria com eles, ensinando, testemunhando (v.26) e guiando-os (16:13).

Nós, que aceitamos a oferta de Deus de uma nova vida, recebemos a dádiva do Seu Espírito habitando em nós. O Espírito Santo nos convence de nossos pecados e nos ajuda a nos arrependermos. Traz consolo quando sentimos dor, força para suportar dificuldades, sabedoria para entender o ensino de Deus, esperança e fé para crer, amor para compartilhar.

Podemos nos alegrar porque Jesus nos enviou o Consolador.

O Espírito Santo preenche o coração 
dos seguidores de Jesus. Amy Boucher Pye“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Gilbert Keith Chesterton photo
M.C. Escher photo

„Eu não cresço. Dentro de mim está a criança da minha infância.“

—  M.C. Escher Artista gráfico holandês 1898 - 1972

I don't grow up. In me is the small child of my early days.
citado no website: mcescher.com

„Disponível para todos


Pois o próprio Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos. v.45


Hoje ser celebridade é uma obsessão e há empresários que comercializam as “celebridades como produtos, vendendo o seu tempo e privacidade”. Um reconhecido jornal publicou que por 15 mil dólares, você pode encontrar-se com a cantora Shakira, e por 12 mil você e onze de seus convidados poderão almoçar com um famoso chef na propriedade dele.

Muitas pessoas tratavam Jesus como celebridade. Eles o seguiam por todo lugar, ouviam os Seus ensinamentos, observavam os Seus milagres e buscavam a cura por meio do Seu toque. E Jesus nunca foi orgulhoso ou distante, mas disponível para todos. Quando Seus discípulos, Tiago e João, discutiam a posição de cada um no Seu reino vindouro, Jesus lembrou os Seus discípulos: “…quem quiser tornar-se grande entre vós, será esse o que vos sirva; e quem quiser ser o primeiro entre vós será servo de todos” (vv.43,44).

Após dizer isso, Ele parou uma procissão de pessoas que o seguiam para perguntar a um mendigo cego: “…Que queres que eu te faça?” (v.51), “que eu torne a ver”, respondeu o homem. “Então, Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E imediatamente tornou a ver e seguia a Jesus estrada fora” (v.52).

Jesus “…não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos” (v.45). Que possamos, como Ele, ser compassivos e disponíveis para os outros hoje.

Siga o exemplo de Jesus: 
Alcance os necessitados. David C. McCasland“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Camilo Torres photo
Paulo Alexandrovich Romanov photo
Rob Bell photo

Tópicos relacionados