Frases de Mário Quintana

Mário Quintana photo
396   219

Mário Quintana

Data de nascimento: 30. Julho 1906
Data de falecimento: 5. Maio 1994

Mário de Miranda Quintana foi um poeta, tradutor e jornalista brasileiro.

Mário Quintana fez as primeiras letras em sua cidade natal, mudando-se em 1919 para Porto Alegre, onde estudou no Colégio Militar, publicando ali suas primeiras produções literárias. Trabalhou para a Editora Globo e depois na farmácia paterna. Considerado o "poeta das coisas simples", com um estilo marcado pela ironia, pela profundidade e pela perfeição técnica, ele trabalhou como jornalista quase toda a sua vida. Traduziu mais de cento e trinta obras da literatura universal, entre elas Em Busca do Tempo Perdido de Marcel Proust, Mrs Dalloway de Virginia Woolf, e Palavras e Sangue, de Giovanni Papini.

Em 1953, Quintana trabalhou no jornal Correio do Povo, como colunista da página de cultura, que saía aos sábados, e em 1977 saiu do jornal. Em 1940, ele lançou o seu primeiro livro de poesias, A Rua dos Cataventos, iniciando a sua carreira de poeta, escritor e autor infantil. Em 1966, foi publicada a sua Antologia Poética, com sessenta poemas, organizada por Rubem Braga e Paulo Mendes Campos, e lançada para comemorar seus sessenta anos de idade, sendo por esta razão o poeta saudado na Academia Brasileira de Letras por Augusto Meyer e Manuel Bandeira, que recita o poema Quintanares, de sua autoria, em homenagem ao colega gaúcho. No mesmo ano ganhou o Prêmio Fernando Chinaglia da União Brasileira de Escritores de melhor livro do ano. Em 1976, ao completar 70 anos, recebeu a medalha Negrinho do Pastoreio do governo do estado do Rio Grande do Sul. Em 1980 recebeu o prêmio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras, pelo conjunto da obra. Wikipedia

„A Laranja
A laranja cortada ao meio,
Úmida de amor, anseia pela outra…
É assim, é bem assim que eu te desejo“

—  Mário Quintana

(In: Preparativos de Viagem) p.773 [2]
Frases e Poemas

„DAS UTOPIAS

Se as coisas são inatingíveis… ora!
Não é motivo para não querê-las…
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!“

—  Mário Quintana

Das Utopias
Variante: Se as coisas são inatingíveis... ora! Não é motivo para não querê-las... Que tristes os caminhos, se não fora A presença distante das estrelas!

Autores parecidos

Paulo Coelho photo
Paulo Coelho390
escritor e letrista brasileiro
Augusto Cury photo
Augusto Cury243
Psiquiatra e Escritor brasileiro
Caio Fernando Abreu photo
Caio Fernando Abreu439
escritor brasileiro
Clarice Lispector photo
Clarice Lispector1132
Escritora ucraniano-brasileira
Adélia Prado photo
Adélia Prado62
Poetisa e escritora brasileira
Jorge Amado photo
Jorge Amado144
escritor brasileiro
Rubem Alves photo
Rubem Alves70
psicanalista, educador, teólogo e escritor brasileiro
Monteiro Lobato photo
Monteiro Lobato34
escritor brasileiro
Cora Coralina photo
Cora Coralina34
poetisa e contista brasileira
Luiz Gasparetto photo
Luiz Gasparetto42
apresentador, médium, locutor e escritor brasileiro
Aniversários de hoje
Elisabeth Elliot photo
Elisabeth Elliot3
1926 - 2015
Tatiana Belinky photo
Tatiana Belinky2
1919 - 2013
Arthur Lewis photo
Arthur Lewis1
1915 - 1991
Thomas Campbell photo
Thomas Campbell1
1777 - 1844
Outros 41 aniversários hoje
Autores parecidos
Paulo Coelho photo
Paulo Coelho390
escritor e letrista brasileiro
Augusto Cury photo
Augusto Cury243
Psiquiatra e Escritor brasileiro
Caio Fernando Abreu photo
Caio Fernando Abreu439
escritor brasileiro
Clarice Lispector photo
Clarice Lispector1132
Escritora ucraniano-brasileira
Adélia Prado photo
Adélia Prado62
Poetisa e escritora brasileira