Frases sobre a luz

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da leve, vida, vida, coisa.

Melhores frases sobre a luz

Homero photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Paracelso photo
Kurt Cobain photo

„Até que o sol se vá, eu ainda tenho uma luz.“

—  Kurt Cobain Vocalista, guitarrista, compositor e músico 1967 - 1994

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Elbert Hubbard photo
Martha Medeiros photo

„Deus é leve e ri.“

—  Rubem Alves psicanalista, educador, teólogo e escritor brasileiro 1933 - 2014

Bob Marley photo

„Iluminem a Escuridão!“

—  Bob Marley foi um cantor, guitarrista (raggae) e compositor jamaicano famoso por popularizar o gênero 1945 - 1981

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Cristina de Pisano photo
John Fitzgerald Kennedy photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?

Todas frases sobre a luz

Total 261 citações leve, filtro:

Cora Coralina photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Vincent Van Gogh photo
John Lennon photo

„Vivemos num mundo onde temos que nos esconder para fazer amor, enquanto a violência é praticada em plena luz do dia.“

—  John Lennon foi um músico, cantor, compositor, escritor e ativista britânico 1940 - 1980

Atribuídas

Gerson De Rodrigues photo

„Poema - Os Pássaros na minha janela

Em meu peito vive uma angustia
que transborda pelos meus olhos

Respiro ofegante
sentindo um aperto em meu coração

O desespero toma conta do meu corpo
com as mãos tremendo
entro no banheiro aos prantos

Sem pensar nas consequências
eu me enforco no chuveiro

O meu corpo se debate em agonia
as minhas mãos tremulas tentam
se agarrar nos azulejos

O chuveiro estoura
sou arremessado ao chão de joelhos
e as minhas lágrimas fundem-se com a água

Chorando sem saber o que fazer
eu deito na cama abraçado a solidão

Passaram-se três dias
e eu ainda não me levantei

Vejo o meu corpo
definhar-se com a fome
os meus ossos secarem com a tristeza

As baratas no meu quarto
são as únicas testemunhas
do meu fim decadente

Lá fora há um pássaro
que canta em harmonia
eu poderia morrer agora
e seus sussurros me fariam sorrir

Com o corpo fraco
sentindo todo o peso do mundo
nas minhas costas

Em passos leves
eu tento caminhar até a janela

Ao abri-la
me deparo com um mundo
sombrio e repleto de dor

Sou arremessado de joelhos
nas chamas escaldantes
do meu próprio inferno

Caminhando descalço
em meio as chamas

Eu me vejo enforcado
gritando o meu próprio nome

Cristo se arrasta
ao meu lado de joelhos
enquanto a minha alma chicoteia
as suas costas
só para vê-lo sangrar

Ao fundo
eu vejo a morte
dilacerando almas confusas
com um sorriso em seu rosto

Um diabo terrível
se esgueira sobre os meus pés

E em seus olhos
eu vejo a figura de um homem triste

Deitado na cama
definhando-se com a fome
enquanto as suas angustias
corroem os seus sonhos
e o mata aos poucos

Aquela criatura decadente
definhando-se em seu próprio abismo
era tudo que eu fui
e tudo que eu sou

Aqueles eram os meus sentimentos
minhas dores
e minhas angustias

Os ratos se alimentavam
dos meus restos podres
e as baratas faziam ninhos nas minhas entranhas

Tal como cristo que sorriu
pela ultima vez
quando foi abandonado pelo seu próprio pai

Ou como as estrelas órfãs
a vagar na escuridão

Somente morto eu poderia sorrir
para os pássaros na minha janela…

- Gerson De Rodrigues“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

Morte Niilismo Nietzsche Suicídio Vida

Herman Melville photo
Gerson De Rodrigues photo

„Diálogo entre o Padre e o Filósofo - Uma Dialética Niilista

Sentado nas beiradas sujas do décimo terceiro andar de um prédio abandonado, estava um filósofo decidido em acabar com a sua vida

Abel um de seus amigos mais religiosos, considerou a hipótese de que seria uma grande ideia enviar um padre para conversar com ele, afim de convence-lo de que a vida segundo Abel

‘’ Era um presente de deus’’ e deveria ser vivida, e que o suicídio era uma péssima escolha.

O Bravo e corajoso padre então foi chamado, e com sua bíblia nas mãos subiu até o décimo terceiro andar deste prédio. Sentou-se então ao lado do filósofo, enquanto ambos eram observados por uma multidão de pessoas preocupadas.

O Filósofo parecia tranquilo, a vida já não existia em seu olhar e ele observava atentamente o horizonte ignorando completamente aquele estranho porem caricato padre sentado ao seu lado.

O Padre tranquilo segurava a sua bíblia como se estivesse segurando as próprias mãos de cristo, a coragem e a determinação de salvar aquele jovem filosofo do suicídio era a sua missão, e sem hesitar perguntou

- Oh meu filho por que renunciais a vida? tão belas que és, tão lindas que és, dada a nós por deus, e paga com o sangue de cristo que morreu por nós para que você não precise morrer hoje.

O Filósofo escutando as palavras do padre, observava atentamente o horizonte, e sem responder permanecia em silencio, o padre por sua vez continuava o discurso.

- Meu filho, observe a beleza do mundo essas montanhas ao fundo, esses prédios cheios de vida, se não fosse a vida o que seriamos de nós? A vida é tudo que temos, nosso único tesouro, nosso maior presente.

O Padre ainda determinado abre a sua bíblia em uma parte que já estava marcada e começa a ler

- Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. 1 João 4:7

E no momento em que o filósofo escuta as palavras bíblicas, ele sorri e pela primeira vez olha para o padre, ainda com os olhos sem vida já morto por dentro, mas com um sorriso sincero perguntou ao padre

- Por que vives padre?

O Padre sem pestanejar, de supetão logo respondeu

- Eu vivo por cristo, e cristo vive em mim, eu vivo pela igreja e pelo amor que eu tenho a aqueles que seguem a jesus. Eu vivo, porque a vida é bela, porque amo aqueles próximos a mim, amo a minha família e a minha igreja.

O Filósofo sorrindo, pergunta novamente ao padre mas desta vez com um tom um pouco mais sério

- Por que vives padre?

O Padre sem entender, pois já havia respondido a pergunta gagueja levemente e responde

- E.. eu, eu.. vi.. vivo por cristo, vivo por aqueles que amo, e pela igreja! O Suicídio é um pecado sem retorno e a vida é o presente mais belo que deus poderia nos dar. Ele enviou seu próprio filho para se sacrificar por nós, em pró de nossas vidas pecaminosas.

O Filósofo vira o seu rosto para frente, observando o horizonte respira tranquilamente e pergunta outra vez com uma tonalidade calma em sua voz

- Por que vives padre?

O Padre já sem resposta, demora a alguns segundos para pensar em uma, segura sua bíblia com toda sua força suando frio com a outra mão agarra com ainda mais forças a beirada do prédio, descontrolado o padre grita

- O CRISTÃO VIVE PELA Fé!! E Eu tenho fé em cristo, fé na vida, fé de que ambos sairemos deste prédio de mãos dadas!

Com os braços cruzados, o Filósofo olha para baixo, e sorri para o abismo, e o abismo sorri de volta. Sorrindo então ele olha para o padre e novamente pergunta de maneira serena e calma

- Por que você vive padre?

O Padre sem reação olha para baixo, e o abismo sorri para ele e ele pula para o abismo.“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

„Deixe o mundo inteiro ouvir!

Vá a todo o mundo e pregue o evangelho a toda criatura. - Escritura de hoje : Atos 1: 1-8

Fritz Kreisler (1875-1962), o violinista mundialmente famoso, ganhou uma fortuna com seus shows e composições, mas generosamente deu a maior parte dele. Então, quando ele descobriu um violino requintado em uma de suas viagens, ele não foi capaz de comprá-lo.

Mais tarde, tendo levantado dinheiro suficiente para atender ao preço pedido, ele retornou ao vendedor, na esperança de comprar aquele belo instrumento. Mas, para sua grande consternação, fora vendido a um colecionador. Kreisler foi até a casa do novo dono e se ofereceu para comprar o violino. O colecionador disse que se tornou seu bem mais valioso e ele não o venderia. Muito decepcionado, Kreisler estava prestes a sair quando teve uma ideia. “Eu poderia tocar o instrumento mais uma vez antes que ele seja consignado ao silêncio?” Ele perguntou. A permissão foi concedida, e o grande virtuoso encheu a sala com uma música tão comovente que as emoções do colecionador foram profundamente agitadas. "Eu não tenho o direito de manter isso para mim", ele exclamou. “É seu, Sr. Kreisler. Leve isso para o mundo e deixe as pessoas ouvirem isso ”.

Para os pecadores salvos pela graça, o evangelho é como as harmonias arrebatadoras do céu. Não temos o direito de guardar para nós mesmos. Jesus nos diz para levá-lo ao mundo e deixá-lo ser ouvido.

Refletir e Orar
Alguém te contou sobre Cristo. Você contou a alguém ultimamente? Vernon Grounds“

—  ministério_pão_diário

„Feito à mão por Deus

Nossa aflição leve. . . está trabalhando para nós um peso muito maior e eterno de glória. -
Escritura de hoje :
2 Coríntios 4: 8-18

O piano Steinway foi preferido por teclados como Rachmaninoff, Horowitz, Cliburn e Liszt - e por um bom motivo. É um instrumento habilmente trabalhado que produz som fenomenal.

Os pianos Steinway são construídos hoje da mesma forma que há 140 anos, quando Henry Steinway começou seu negócio. Duzentos artesãos e 12.000 peças são necessários para produzir um desses magníficos instrumentos. O mais crucial é o processo de dobrar o aro, onde 18 camadas de bordo são dobradas em torno de uma prensa de ferro para criar a forma de um Steinway grand. Cinco camadas de verniz são aplicadas e esfregadas à mão para dar ao piano seu brilho externo. O instrumento então vai para a sala de Pounder, onde cada chave é testada 10.000 vezes para garantir a qualidade e durabilidade.

Seguidores de Jesus Cristo também estão sendo "feitos à mão". Somos pressionados, formados e moldados para nos tornar mais semelhantes a Ele. Somos polidos, às vezes no aflição, até que “brilhemos”. Somos testados no laboratório da experiência humana cotidiana. O processo nem sempre é agradável, mas podemos perseverar com esperança, sabendo que nossas vidas refletirão cada vez mais a beleza da santidade para o eterno louvor de Deus.

Refletir e Orar
Pense nisso
É Deus se curvando, moldando ou me polindo agora mesmo? Qual é a minha atitude: estou agradecendo e louvando a Deus, ou estou reclamando do processo?

Os julgamentos não pretendem nos provocar, mas nos provar. David C. Egner“

—  ministério_pão_diário

Ellen G. White photo

„Sejam quais forem seus deveres e perplexidades, leve o pai para o seu lar a mesma fisionomia sorridente e o mesmo tom de voz com que durante todo o dia saudou a visitas e estranhos.“

—  Ellen G. White Escritora norte-americana e líder da Igreja Adventista do Sétimo Dia 1827 - 1915

Whatever may be his calling and its perplexities, let the father take into his home the same smiling countenance and pleasant tones with which he has all day greeted visitors and strangers.
Fundamentals of Christian Education - Página 159 http://books.google.com.br/books?id=IZpUrlUIOEkC&pg=PA159, Ellen Gould Harmon White - Review and Herald Pub Assoc, 1977, ISBN 0828011877, 9780828011877

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Russell Kirk photo
Julia Quinn photo
Gerson De Rodrigues photo

„Homem e o Conhecimento – Uma Alegoria dialética.

Certa vez, um filósofo em busca de conhecimento e sabedoria foi ao encontro de um velho Monge, conhecido por seus grandes feitos na literatura e no conhecimento mundial.

Esse monge, conhecido como ‘’ Thoth o Sábio’’ Vivia no alto de um monte em uma biblioteca pessoal de livros escritos por ele mesmo.

Ao subir o grande monte com muito esforço e dedicação e adentrar os portões de ouro da sagrada biblioteca, o Filósofo se surpreende com aquele velho monge. Que se encontrava sentado em meio aos livros em posição de Lótus expressando tamanha sabedoria.

Com cautela, o Filósofo calmamente indaga uma forte questão ao sábio monge. Questão da qual, nunca a ele foi dirigida antes

― Como podes um homem tão sábio, possuir tamanha certeza de sua vasta sabedoria? Poderias tu, me guiar a sabedoria do mundo?

O Monge, abre calmamente seus olhos que antes estavam fechados e meditando calmamente. Ainda sentado na posição de Lótus, respondeu friamente

― Quem eres essa tola alma que ousas dirigir-me a palavra?

O Filósofo, ao ser chamado de tolo sorriu de maneira irônica com o canto de sua boca.

― Sou apenas um jovem poeta, um velho filósofo, muitas histórias eu escutei sobre ti. Homens que o seguem como um deus, mulheres que o idolatram como um símbolo, crianças que leem seus livros e tornam-se jovens revolucionários. Pensei, se tamanha mente existe, o que seria de mim então? Um tolo. Tu és de fato, o mais sábio dos homens por isso escalei o mais alto dos montes, com o único objetivo de conhecer o mais sábio dos homens.

O Sábio monge, orgulhoso de sua vasta sabedoria sendo elogiada por um jovem Filósofo. Se levanta, e caminha a um de seus muitos livros naquela vasta biblioteca. Pega um deles, intitulado ‘’ A Sabedoria do mundo’’ e então, abre em uma página com uma precisa marcação começando então a leitura de sua citação

― E era a sabedoria de Salomão maior do que a sabedoria de todos os do oriente e do que toda a sabedoria dos egípcios. Tudo isto provei-o pela sabedoria; eu disse: Sabedoria adquirirei; mas ela ainda estava longe de mim. E vinham de todos os povos a ouvir a sabedoria de Salomão, e de todos os reis da terra que tinham ouvido da sua sabedoria. Andai com sabedoria para com os que estão de fora, remindo o tempo. Com ele está a sabedoria e a força; conselho e entendimento

Após escutar tal citação, o Filósofo reconhece que tal pensamento, não poderia ter advindo de tal homem, ele então indagou

― Essa citação do seu livro, não eres da Bíblia sagrada? Tenho certeza que eu poderia encontra-la em Jó 12:13.

O Monge, cai em gargalhadas. Colocando seu livro sobre uma velha mesa, perguntou ao Filósofo.

― E não são os homens diabos copiadores? Todo conhecimento adquirido pelo homem, adveio de outro homem mais sábio.

O Filósofo furioso, começa a caminhar por toda a biblioteca pegando todos os livros e abrindo-os de um a um.

― Friedrich Nietzsche, Zaratustra, William Godwin, Schopenhauer, mas isso é um absurdo! Como pode se dizer o grande sábio? Se nenhum destes livros foi escrito por você, são apenas ideias de outros homens! Você é uma grande fraude!!

Gritava o filósofo enquanto verificava e arremessava cada livro nas estantes.

O Monge, ainda mantendo sua plena calma, indaga ao Filósofo uma simples questão.

― Poderia me dizer, o que achas sobre Deus?

O Filósofo, escutando tal pergunta simples e tola responde rapidamente sem pestanejar

― Uma fantasia criada por homens, um mero mito, uma ideia, deus a muito tempo morreu e somos hoje homens da ciência!

O Monge caindo em gargalhadas responde

― Ainda não percebeu não é? Tudo o que disse, veio de outras mentes eu poderia categorizar sua resposta com o nome e o livro de cada pensador.

O Filósofo, escutando tal resposta começa a refletir, refletindo ele responde calmamente

― Não… essa resposta veio da minha mente, eu apenas a aprendi ao longo dos anos. No entanto, não me intitulo o grande sábio.

― Então poderia me dar uma resposta a respeito da existência de Deus, sem mencionar ou pensar sobre alguma literatura que leu ou aprendeu durante seus longos anos de vida? Perguntou o Monge.

O Filósofo caminha de um lado para o outro, seus neurônios queimando como um vulcão

― Mas é impossível! Desde os pré-socráticos a mente do homem… vem aprendendo e evoluindo como um coletivo, esse desafio que me propôs é humanamente impossível.

Respondeu o Filósofo com uma tonalidade séria em sua voz.

O Monge calmamente pega um caderno velho, com anotações por todas suas folhas e entrega nas mãos do Filósofo.

― Esta vendo cada anotação? Cada ideia? Todas as ideias que eu tive, toda a reflexão, em algum momento ela nasceu de algum outro homem. Até mesmo Nietzsche se inspirou em Stirner, todos os homens compartilham de uma filosofia coletiva, de uma ciência mental. Não se pode ser sábio, se negar o conhecimento preestabelecido pela humanidade.

O Filósofo confuso, vendo tais anotações enquanto sua mente conectava cada referência literária, coloca o caderno sobre a mesa e pergunta

― Como um monge, intitulado o sábio, nada mais é do que qualquer outro Filósofo, escritor ou homem que pisou nesse planeta? Me diga, o que diferencia você dos outros homens?

O Monge, caminha até o Filósofo enquanto desvia das pilhas de livros, coloca a mão em seu ombro e pede que o siga. Ambos sobem uma escada, que leva ao segundo andar daquela biblioteca. Aonde um grande telescópio apontando para o céu os aguardava

― Por favor, veja com seus próprios olhos

O Filósofo, se aproxima do telescópio e ao observar a imensidão do cosmos é chocado por uma realidade assustadora. Diante de seus olhos, foram apresentadas incontáveis galáxias, planetas e mundos distantes.

O Filósofo é claro, já havia lido em livros de astronomia sobre a imensidão do cosmos, mas nunca de fato o viu com seus próprios olhos.

O Filósofo então, ao tornar-se o sábio monge realizou em sua primitiva mente de macaco, que mesmo lendo todos os livros já escritos. O conhecimento realizado pelo homem, de nada importa para o universo.

Pois tudo que conhecemos, ou iremos conhecer não passa de um leve suspiro de uma criança que acabou de nascer mas morreu logo depois do parto.

A vida, a existência tudo o que conquistamos, ou iremos conquistar. É apenas um grito ecoante de desespero para nos convencer que somos importantes, mas no fundo todos nós sabemos que somos inúteis.

O Velho filósofo, tornou-se o sábio monge.

Sábio, por reconhecer o seu lugar no nada, como um nada. Pois mesmo com todo o conhecimento do mundo, o nosso mundo é apenas um pontinho luminoso no céu…“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

Benjamin Franklin photo
Arthur Schopenhauer photo

„Em verdade, a manhã é a juventude do dia. Nela, tudo é jovial, fresco e leve, sentimo-nos fortes e temos todas as nossas capacidades à inteira disposição. (…) Por outro lado, a noite é a velhice do dia: à noite ficamos abatidos, faladores e levianos. Todo dia é uma pequena vida: o acordar é o nascimento, concluído pelo sono como morte.“

—  Arthur Schopenhauer filósofo alemão 1788 - 1860

Tradução de Jair Barbosa; Página 185 (Cap. 5, § 13)
Tradução de André Díspore Cancian; Página 66 (Cap. 5, § 13)
Aforismos para a sabedoria de vida
Variante: "A manhã é a juventude do dia; tudo é luminoso, fresco e fácil; sentimo-nos vigorosos e dispomos de todas as nossas faculdades. (...) Em contrapartida, a tarde é a velhice do dia; estamos abatidos, falantes e atordoados. Cada dia é uma vida em miniatura, onde todo despertar é um pequeno nascimento, cada manhã fresca é uma pequena juventude e cada adormecer na noite é uma pequena morte."

Jonathan Swift photo

„Quando um verdadeiro gênio aparece no mundo é logo reconhecido por este sinal: os tolos ligam-se todos contra ele.“

—  Jonathan Swift Escritor anglo-irlandês conhecido pela sua obra "As Viagens de Gulliver" 1667 - 1745

When a true genius appears in the world, you may know him by this sign, that the dunces are all in confederacy against him.
Miscellanies [by J. Swift and others]. Vol.1-[3, called the last vol.]. - Página 296 http://books.google.com.br/books?id=sAwUAAAAQAAJ&pg=PA296, Jonathan Swift - 1731
Variante: Quando um gênio verdadeiro aparece neste mundo você pode conhecê-lo pelo seguinte sinal, os ignorantes estão todos unidos contra ele.

Augusto Cury photo
Mia Couto photo
Søren Kierkegaard photo
Martha Medeiros photo
Mário Quintana photo
Terry Pratchett photo

„A luz acha que viaja mais rápido que tudo, mas está errada. Não importa quão rápido a luz viaje descobre que a escuridão sempre chega antes e está a sua espera.“

—  Terry Pratchett 1948 - 2015

Variante: A luz pensa que viaja mais rápido que qualquer coisa, mas está errada. Não importa quão rápido a luz viaje, ela descobre que a escuridão chegou lá primeiro, e estava esperando por ela.

George Bernard Shaw photo

„A minha forma de brincar é dizer a verdade. É a brincadeira mais engraçada do mundo.“

—  George Bernard Shaw 1856 - 1950

Variante: A minha maneira de brincar é dizer a verdade. É a brincadeira mais divertida do mundo.

John Stuart Mill photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Sia photo
Luiz Inácio Lula da Silva photo

„Depende, eu gostaria de saber o que é ser machista. Vou colocar minha situação para que entenda se isso é machismo, ou não. Muitas pessoas me criticam pelo fato de minha mulher não ter uma participação política como eu tenho. E eu acho que ela não tem que ter, porque eu tenho três filhos e alguém precisa cuidar deles. Eu não posso pagar uma empregada, assim quem tem que cuidar deles é a mulher. Quer queira, quer não, o cara que tem uma vida política como a minha não pode falar, bem eu vou chegar em casa pra lavar a louça, trocar a cama, dar banho na molecada. Seria fantasia e mentira dizer isso. Então se isso é ser machista, eu sou machista. (Silêncio) Eu gosto de tomar banho e que minha mulher leve a roupa pra mim no banheiro. A Marisa ainda corta as unhas do meu pé, me espreme os cravos, trata de mim, e eu acho que ela se sente bem fazendo isso. Eu não admito, por exemplo, as madames que falam em independência e liberdade e colocam uma empregada doméstica ganhando cinco mil cruzeiros por mês e ainda ficam comentando: minha empregada até vê televisão, até almoça na mesa comigo. Então você quer sua liberdade subordinando uma outra pessoa num regime escravocrata?“

—  Luiz Inácio Lula da Silva político brasileiro, 35º presidente do Brasil 1945

Sobre machismo. À revista Homem, 1981.
Gerais, 1981
Fonte: Linhares.Info http://linhares.info/veja-o-que-pensava-lula-sobre-mulheres-e-homossexuais-no-comeco-da-carreira/

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Martin Luther King Junior photo
Abraham Lincoln photo

„Não somos inimigos, mas sim amigos. Não devemos ser inimigos. Embora o ódio nos leve até o limite, não deve romper nossos laços de afeto.“

—  Abraham Lincoln 16° Presidente dos Estados Unidos 1809 - 1865

We are not enemies, but friends. We must not be enemies. Though passion may have strained, it must not break our bonds of affection.
citado em "History of the United States of America: 1861-1865. The civil war"‎ - Volume 6, Página 5 http://books.google.com.br/books?id=AW6v304FUxMC&pg=RA1-PA5, James Schouler - Dodd, Mead & company, 1899

Luis Fernando Verissimo photo
Martin Luther King Junior photo

„A escuridão não pode expulsar a escuridão, apenas a luz pode fazer isso. O ódio não pode expulsar o ódio, só o amor pode fazer isso.“

—  Martin Luther King Junior líder do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos 1929 - 1968

Variante: As trevas não podem expulsar trevas, só a luz pode fazer isso. O ódio não pode expulsar o ódio, só o amor pode fazer isso.

Nicolau Maquiavel photo
Lygia Fagundes Telles photo
Natália Correia photo
Francis Bacon photo

„Não há maior deserto ou região selvagem, então, sem amigos verdadeiros. Pois sem amizade, a sociedade é apenas uma reunião. E, como é certo, que nos corpos inanimados, a união fortalece qualquer movimento natural e enfraquece qualquer movimento violento; Portanto, entre os homens, a amizade multiplica alegrias e divide as queixas. Portanto, quem quer que seja a fortaleza, deixe-o adorar a Amizade. Pois o jugo da amizade torna o jugo da fortuna mais leve.“

—  Francis Bacon página de desambiguação da Wikimedia 1561 - 1626

There is no greater desert or wilderness then to be without true friends. For without friendship, society is but meeting. And as it is certain, that in bodies inanimate, union strengtheneth any natural motion, and weakeneth any violent motion; So amongst men, friendship multiplieth joys, and divideth griefs. Therefore, whosoever wanteth fortitude, let him worship Friendship. For the yoke of Friendship maketh the yoke of fortune more light.
The Works of Francis Bacon, Volume 6 - página 558 https://books.google.com.br/books?id=99cVnf7FnCUC&pg=PA558, Francis Bacon, William Rawley, James Spedding, Robert Leslie Ellis, Douglas Denon Heath, Editora Longmans, 1858

Valter Bitencourt Júnior photo

„Tempo

Carro, pra que tantas
Velocidades
Se os dias voam?
Se as sensações
Forem gostosas!
Me leve contigo.“

—  Valter Bitencourt Júnior, livro Toque de Acalanto: Poesias

Fonte: Toque de Acalanto: Poesias, Valter Bitencourt Júnior, Clube de Autores/Amazon, 2017, pág. 49, ISBN: 9781549710971.

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Bruce Lee photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Tales de Mileto photo
Ovidio photo

„É leve a carga que levamos com prazer.“

—  Ovidio -43 - 17 a.C.

Atribuídas

Vladimir Nabokov photo
Bertrand Russell photo

„Disseram-me que os chineses me enterrariam próximo ao Lago Ocidental e construiriam um templo em memória a mim. Tenho um leve arrependimento de que isto não tenha acontecido, pois eu poderia ter me tornado um deus, o que teria sido muito chique para um ateu.“

—  Bertrand Russell 1872 - 1970

The Autobiography of Bertrand Russell, vol. 2: 1914-1944. Allen & Unwin, 1968. Página 188.
Original: I was told that the Chinese said that they would bury me by the Western Lake and build a shrine to my memory. I have some slight regret that this did not happen, as I might have become a god, which would have been very chic for an atheist.

Demócrito photo
Horacio photo

„Na realidade, ninguém nasce sem vícios: o melhor é quem / cai nos mais leves.“

—  Horacio -65 - -8 a.C.

Sátiras (35 a.C. e 30 a.C.)

Italo Calvino photo
Elis Regina photo

„Quero que ela seja leve.“

—  Elis Regina Cantora, e multi-instrumentista brasileira 1945 - 1982

Hugo Von Hofmannsthal photo
Mário Quintana photo
John Joseph Murphy photo
Alice Ruiz photo
Martha Rocha photo
Lucio Anneo Seneca photo
Terencio photo

„A pobreza é carga leve e pesada.“

—  Terencio dramaturgo e poeta romano -185 - -159 a.C.

Robert Darnton photo
Douglas Adams photo

„Um imenso animal leiteiro aproximou-se da mesa de Zaphod Beeblebrox. Era um enorme e gordo quadrúpede do tipo bovino, com olhos grandes e protuberantes, chifres pequenos e um sorriso nos lábios que era quase simpático.
– Boa noite – abaixou-se e sentou-se pesadamente sobre suas ancas –, sou o Prato do Dia. Posso sugerir-lhes algumas partes do meu corpo? – Grunhiu um pouco, remexeu seus quartos traseiros buscando uma posição mais confortável e olhou pacificamente para eles.
Seu olhar se deparou com olhares de total perplexidade de Arthur e Trillian, uma certa indiferença de Ford Prefect e a fome desesperada de Zaphod Beeblebrox.
– Alguma parte do meu ombro, talvez? – sugeriu o animal. – Um guisado com molho de vinho branco?
– Ahn, do seu ombro? – disse Arthur, sussurrando horrorizado.
– Naturalmente que é do meu ombro, senhor – mugiu o animal, satisfeito –, só tenho o meu para oferecer.
Zaphod levantou-se de um salto e pôs-se a apalpar e sentir os ombros do animal, apreciando.
– Ou a alcatra, que também é muito boa – murmurou o animal. – Tenho feito exercícios e comido cereais, de forma que há bastante carne boa ali. – Deu um grunhido brando e começou a ruminar. Engoliu mais uma vez o bolo alimentar. – Ou um ensopado de mim, quem sabe? – acrescentou.
– Você quer dizer que este animal realmente quer que a gente o coma? – cochichou Trillian para Ford.
– Eu? – disse Ford com um olhar vidrado. – Eu não quero dizer nada.
– Isso é absolutamente horrível – exclamou Arthur -, a coisa mais repugnante que já ouvi.
– Qual é o problema, terráqueo? – disse Zaphod, que agora observava atentamente o enorme traseiro do animal.
– Eu simplesmente não quero comer um animal que está na minha frente se oferecendo para ser morto – disse Arthur. – É cruel!
– Melhor do que comer um animal que não deseja ser comido – disse Zaphod.
– Não é essa a questão – protestou Arthur. Depois pensou um pouco mais a respeito. – Está bem – disse –, talvez essa seja a questão. Não me importa, não vou pensar nisso agora. Eu só… ahn…
O Universo enfurecia-se em espasmos mortais.
– Acho que vou pedir uma salada – murmurou.
– Posso sugerir que o senhor pense na hipótese de comer meu fígado? Deve estar saboroso e macio agora, eu mesmo tenho me mantido em alimentação forçada há meses.
– Uma salada verde – disse Arthur, decididamente.
– Uma salada? – disse o animal, lançando um olhar de recriminação para ele.
– Você vai me dizer – disse Arthur – que eu não deveria comer uma salada?
– Bem – disse o animal –, conheço muitos legumes que têm um ponto de vista muito forte a esse respeito. E é por isso, aliás, que por fim decidiram resolver de uma vez por todas essa questão complexa e criaram um animal que realmente quisesse ser comido e que fosse capaz de dizê-lo em alto e bom tom. Aqui estou eu!
Conseguiu inclinar-se ligeiramente, fazendo uma leve saudação.
– Um copo d’água, por favor – disse Arthur.
– Olha – disse Zaphod –, nós queremos comer, não queremos uma discussão. Quatro filés malpassados, e depressa. Faz 576 bilhões de anos que não comemos.
O animal levantou-se. Deu um grunhido brando.
– Uma escolha muito acertada, senhor, se me permite. Muito bem – disse –, agora é só eu sair e me matar.
Voltou-se para Arthur e deu uma piscadela amigável.
– Não se preocupe, senhor, farei isso com bastante humanidade.“

—  Douglas Adams, livro The Restaurant at the End of the Universe

The Restaurant at the End of the Universe

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Eleanor Roosevelt photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Jürgen Habermas photo
Jean-pierre Claris De Florian photo
Jorge Amado photo
Linus Torvalds photo

„"Eu pessoalmente simplesmente encorajo as pessoas a mudarem para o KDE. Essa mentalidade "usuários são idiotas e são confundidos pelas opções" do Gnome é uma doença. Se você acha que seus usuários são idiotas, então apenas idiotas vão usá-lo (o programa). Eu não uso o Gnome, pois na busca pela simplicidade ele há muito tempo chegou ao ponto em que simplesmente não faz o que preciso que faça. (…) Por favor, simplesmente diga para as pessoas usarem o KDE. O motivo de não usar o Gnome é que toda outra interface que conheço é poderosa e extensível, onde você pode atribuir funções a diferentes botões do mouse. Tente adivinhar qual não é, por que iria confundir os pobres usuários? Aqui vai uma pista: não é uma interface leve nem rápida. E quando digo isso a alguém, eles geralmente concordam e contam alguma história pessoal de algum recurso que utilizavam mas foi removido por que acharam (os desenvolvedores) que poderia ser fonte de confusão. O mesmo com o diálogo de seleção de arquivo (que foi o tema que originou a discussão). Aparentemente é muito "confuso" permitir que os usuários simplesmente digitem o nome do arquivo (como opção). Então o Gnome te força a usar o diálogo de seleção, sem se importar que seja um milhão de vezes mais demorado.“

—  Linus Torvalds programador finlandês 1969

Numa entrevista concedida em dezembro de 2005.
Fonte: Site da Gnome http://mail.gnome.org/archives/usability/2005-December/msg00021.html

Marcel Proust photo
Marcel Proust photo
Milan Kundera photo
Clarice Lispector photo

„Mamãe, vi um filhote de furacão, mas tão filhotinho ainda, tão pequeno ainda, que só fazia era rodar bem de leve umas três folhinhas na esquina…“

—  Clarice Lispector Escritora ucraniano-brasileira 1920 - 1977

"
CL , In: Para não esquecer, RJ, Editora Rocco, 1978.

Gabriel García Márquez photo
Gabriele d'Annunzio photo

„Alguém caminha a meu lado sem rumor, como se tivesse os pés nus… A névoa entra pela boca, ocupa os pulmões. Perto de Canalazzo flutua e se acumula. O desconhecido torna-se cinza, mais leve; se faz sombra… Sob a casa onde fica o antiquário, desaparece de improviso.“

—  Gabriele d'Annunzio 1863 - 1938

Qualcuno che cammina al mio fianco senza rumore, come se avesse i piedi nudi... La nebbia entra in bocca, occupa i polmoni. Verso il Canalazzo fluttua e s'accumula. Lo sconosciuto diventa più grigio, più lieve; si fa ombra... Sotto la casa dov'è l'antiquario, egli scompare all'improvviso
Liriche, con una scelta di prose‎, Gabriele D'Annunzio - A. Mondadori, 1965 - 424 páginas

Ian Curtis photo

„Tenho esperando que um guia venha e me leve pela mão.“

—  Ian Curtis Cantor britânico, vocalista da banda Joy Division 1956 - 1980

excerto da letra de Disorder

Eduardo I de Inglaterra photo

„Leve meus ossos na frente de sua marcha. Para os rebeldes não poderem suportar a visão de mim, vivo ou morto.“

—  Eduardo I de Inglaterra 1239 - 1307

Carry my bones before on your march. For the rebels will not be able to endure the sight of me, alive or dead.
Últimas palavras antes da sua última batalha, 7 de julho de 1307

Emil Mihai Cioran photo

„É incrivel que a perspectiva de ter uma biografia nunca leve ninguém a renunciar a ter uma vida.“

—  Emil Mihai Cioran 1911 - 1995

Tirado de « Silogismos da amargura »

Marquês de Maricá photo

„Uns homens sobem por leves como os vapores e gazes, outros como os projetis pela força do engenho e dos talentos.“

—  Marquês de Maricá 1773 - 1848

Máximas e Pensamento, Departamento Nacional do Livro, Fundação Biblioteca Nacional

Jon Stewart photo
José Franco photo
John Tyler photo

„Se a maré de difamação deve virar, e minha administração chegou a ser elogiada, Vice-presidentes futuros que podem prosperar à Presidência podem sentir algum estímulo leve para perseguir um curso independente.“

—  John Tyler político estadunidense, 10° presidente dos Estados Unidos da América 1790 - 1862

If the tide of defamation and abuse shall turn, and my administration come to be praised, future Vice-Presidents who may succeed to the Presidency may feel some slight encouragement to pursue an independent course.
dito ao seu filho Robert, em 1848; A Whig embattled: the Presidency under John Tyler - Página 185, Robert J. Morgan - University of Nebraska Press, 1954

Fernanda Lima photo

„Decidimos que as fotos seriam assim: eu, minha tatuagem e ele. Foi assim simples e trivial, solta, leve e natural. Não havia dinheiro envolvido e tampouco sabíamos onde publicar as fotos“

—  Fernanda Lima 1977

Fernanda Lima sobre o ensaio nu para a revista V, fotografado por Mario Testino
Fonte: Revista ISTOÉ Gente, edição 250 http://www.terra.com.br/istoegente/250/frases/index.htm (24/05/2004)

Humberto Gessinger photo

„Devolva me tudo que você levou. Leve me contigo perca se comigo“

—  Humberto Gessinger 1963

na música Faz Parte http://letras.terra.com.br/engenheiros-do-hawaii/92207/

Sam Levenson photo

„Não nos leve à tentação. Mostre-nos só onde está, que saberemos encontrá-la.“

—  Sam Levenson 1911 - 1980

Lead us not into temptation. Just tell us where it is; we'll find it
"You don't have to be in Who's who to know what's what‎" - Página 79, de Sam Levenson - Simon & Schuster, 1979, ISBN 067124700X, 9780671247003 - 248 páginas

Príncipe Harry de Gales photo

„Zangado seria uma palavra errada a usar, mas eu estou levemente decepcionado. Eu pensei que poderia cumprir meu turno até o fim e voltar com nossos rapazes“

—  Príncipe Harry de Gales Príncipe do Reino Unido e Duque de Sussex 1984

Sobre ter a volta do Afeganistão antecipada após aimprensa divulgar fotos dele servindo no país.
Verificadas
Fonte: Diário do Nordeste. Data: 2 de março de 2008.
Fonte: Príncipe Harry diz que quer voltar a zonas de combate, Diário do Nordeste, 2 de março de 2008 http://diariodonordeste.globo.com/noticia.asp?codigo=211214&modulo=965,

Alicia Silverstone photo

„Acho que é muito profundo. Profundo no sentido de que é muito leve. Acho que leveza, para ser verdadeira, tem de vir de um lugar muito profundo.“

—  Alicia Silverstone Atriz americana 1976

Alicia Silverstone, atriz, sobre seu filme Clueless, numa frase que lhe rendeu na Inglaterra o prêmio Pés pelas Mãos, como a declaração mais absurda do ano
Fonte: Revista Veja http://veja.abril.com.br/131200/vejaessa.html, Edição 1 679 - 13 de dezembro de 2000

Papa João Paulo II photo

„Nossa Senhora do Calvário, dai-me forças físicas e espirituais para que eu leve até o fim a missão a mim confiada por Cristo ressuscitado.“

—  Papa João Paulo II Santo da Igreja Católica 1920 - 2005

João Paulo II, o papa, em missa no santuário de Kalwaria Zebrzydowska, na Polônia; citado em Revista Veja http://veja.abril.com.br/280802/vejaessa.html, Edição 1 766 - 28 de agosto de 2002.
Outras Citações

Dercy Gonçalves photo

„Sou, mas sou uma mulher de estudo! Pra, quando morrer, estudarem! Porque eu não tenho uma dor. Em lugar nenhum! Eu sou leve, olha! Leve…“

—  Dercy Gonçalves 1907 - 2008

Em Entrevista no Programa Roda Viva da TV Cultura http://www.rodaviva.fapesp.br/materia/430/entrevistados/dercy_goncalves_1995.htm

Vaslav Nijinski photo

„Desde que eu desisti de carne eu me sinto melhor. Meus pensamentos são mais claros e eu corro em vez de andar. Eu só ando para um descanso. Eu corro muito, porque eu sinto uma força em mim, meus músculos, meus cabelos são mais obedientes. Eu danço mais leve, e eu tenho um grande apetite.“

—  Vaslav Nijinski Bailarino e coreógrafo russo 1889 - 1950

Since I gave up meat I feel better. My thoughts are clearer and I run instead of walking. I only walk for a rest. I run a lot because I feeel a force in me; my muscles, my hair, are more obedient. I dance more lightly, and I have a big appetite.
The diary of Vaslav Nijinsky - página 77, Waslaw Nijinsky, Romola de Pulszky Nijinsky - Simon and Schuster, 1936 - 187 páginas

Lygia Fagundes Telles photo
Vidiadhar Surajprasad Naipaul photo
Friedrich Nietzsche photo
William Shakespeare photo

„Um coração leve vive muito.“

—  William Shakespeare dramaturgo e poeta inglês 1564 - 1616

Guilherme de Almeida photo
Cazuza photo

„Vida louca, vida breve
Já que eu não posso te levar
Quero que você me leve“

—  Cazuza cantor e compositor brasileiro 1958 - 1990

Música: Vida louca vida

Florbela Espanca photo
Mark Twain photo
Chico Buarque photo
Cazuza photo

„Eu tô pedindo a tua mão, me leve para qualquer lado.“

—  Cazuza cantor e compositor brasileiro 1958 - 1990

Variante: Eu tô pedindo a tua mão, e um pouquinho do braço.

Antero de Quental photo
Ralph Waldo Emerson photo