Frases de Camilo Castelo Branco

Camilo Castelo Branco photo
167   24

Camilo Castelo Branco

Data de nascimento: 16. Março 1825
Data de falecimento: 1. Junho 1890

Camilo Ferreira Botelho Castelo Branco foi um escritor português, romancista, cronista, crítico, dramaturgo, historiador, poeta e tradutor. Foi ainda o 1.º Visconde de Correia Botelho, título concedido pelo rei D. Luís. Foi um dos escritores mais prolíferos e marcantes da literatura portuguesa.

Há quem diga que, em 1846, foi iniciado na Maçonaria do Norte, o que é muito estranho ou algo contraditório, pois há indicações de que, pela mesma altura, na Revolta da Maria da Fonte, lutava a favor dos Miguelistas como "ajudante às ordens do general escocês Reinaldo MacDonell" , que criaram a Ordem de São Miguel da Ala precisamente para combater a Maçonaria. Do mesmo modo, muita da sua literatura demonstra defender os ideais legitimistas e conservadores ou tradicionais, desaprovando os que lhe são contrários.

Teve uma vida atribulada, que lhe serviu muitas vezes de inspiração para as suas novelas. Foi o primeiro escritor de língua portuguesa a viver exclusivamente dos seus escritos literários. Apesar de ter de escrever para o público, sujeitando-se assim aos ditames da moda, conseguiu manter uma escrita muito original.

Dentro da sua vasta obra, também se encontra colaboração da sua autoria em diversas publicações periódicas como O Panorama , a Revista Universal Lisbonense , A illustração luso-brasileira , Revista Contemporânea de Portugal e Brasil , Archivo pittoresco , A Esperança , Gazeta Literária do Porto , a revista literária República das Letras , Ribaltas e Gambiarras , A illustração portugueza , e a título póstumo nas revistas A semana de Lisboa , Serões e Feira da Ladra .

Photo: Unknown author / Public domain

„O amor é uma luz que não deixa escurecer a vida.“

—  Camilo Castelo Branco

"Lágrimas Abençoadas", Livro I, Capítulo XXIV (veja wikisource)

„Nos livros aprendi a fugir ao mal sem o experimentar.“

—  Camilo Castelo Branco

O bem e o mal: romance - Página 19, de Camilo Castelo Branco - Publicado por A.M. Pereira, 1926 - 245 páginas

„A candura nem sempre é bela.“

—  Camilo Castelo Branco

"Coração, cabeça e estômago: romance" - Página 49, de Camilo Castelo Branco, Adolfo Casais Monteiro - Publicado por Editôra Civilização Brasileira, 1961 - 172 páginas

„O amor quer o monopólio das faculdades da alma.“

—  Camilo Castelo Branco

Obras de Camilo Castelo Branco: A sereia. 6. ed, página 157, Volume 73 de Obras de Camilo Castelo Branco, Camilo Castelo Branco, Camilo Castelo Branco, Editora Parceria A. M. Pereira, 1965

Autores parecidos

Eça de Queiroz photo
Eça de Queiroz153
Escritor e diplomata português
Liev Tolstói photo
Liev Tolstói166
escritor russo
Ellen G. White photo
Ellen G. White21
Escritora norte-americana e líder da Igreja Adventista do S…
Machado de Assis photo
Machado de Assis401
escritor brasileiro
Emily Brontë photo
Emily Brontë30
Escritora e poetisa britânica
Honoré De Balzac photo
Honoré De Balzac224
Escritor francês
Aniversários de hoje
William Shakespeare photo
William Shakespeare552
dramaturgo e poeta inglês 1564 - 1616
Max Planck photo
Max Planck7
professor académico alemão 1858 - 1947
William Wordsworth photo
William Wordsworth7
1770 - 1850
Michael Moore photo
Michael Moore7
cineasta americano 1954
Outros 53 aniversários hoje
Autores parecidos
Eça de Queiroz photo
Eça de Queiroz153
Escritor e diplomata português
Liev Tolstói photo
Liev Tolstói166
escritor russo
Jules Verne photo
Jules Verne15
escritor francês
Fiódor Dostoiévski photo
Fiódor Dostoiévski112
escritor russo