Frases sobre extremo

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da extremo, ser, vez, outro.

Total 225 citações, filtro:

George Orwell photo
Luís XIV de França photo
Wolfgang Amadeus Mozart photo
Manuel Maria Barbosa du Bocage photo
Clive Staples Lewis photo
Carl Gustav Jung photo
Milan Kundera photo
Platão photo
Ezra Pound photo

„Adolf Hitler era uma Joana d'Arc, um santo. Ele foi um mártir. Como muitos mártires, ele tinha visões extremas.“

—  Ezra Pound 1885 - 1972

Adolf Hitler was a Jeanne d'Arc, a saint. He was a martyr. Like. many martyrs, he held extreme views
em entrevista a Edd Johnson, publicada no The Chicago Sun (9 de maio de 1945)

Richard Dawkins photo
Conrado Adolpho photo
Fernando Collor de Mello photo

„VOCÊ É MÚSICA

Nos dias em que você acorda rock você é contestadora e demolidora de muralhas altas, que até então julgavam-se intransponíveis.
Você é caveira, que iguala, no final da vida, a todos os seres humanos do planeta.

Nos dias em que você acorda Jazz você é puro improviso, a elegância de fraseados únicos, e que jamais serão tocados da mesma maneira - já que você própria é única e inimitável.
Você cozinha Miles Davis com Chet Baker, e tempera tudo com as vozes da Sarah, da Ella e da Billie, e assim finalizando fabuloso prato.

Nos dias em que você acorda Blues você sente a melancolia em estado bruto, entremeada pelos seus cabelos, quase que etílica e desafiadora; você vira ácido rascante e dissolvente dos sentidos de qualquer incauto.

Nos dias em que você acorda Clássica você exala a erudição dos que ousaram inventar a música tal como a conhecemos hoje, não me permitindo com certeza discernir se você é complexa ao extremo ou contraditoriamente simples.
Você vira a mais harmônica sonata.

Nos dias em que você acorda Hip hop você traz dos guetos e dos morros de favelas suburbanos a voz revoltada daquele que não chegou jamais a ter alguma voz até agora; você grita em desespero pela igualdade e pela equidade absolutas.

Nos dias em que você acorda Eletrônica você eleva a sua agitação a um determinado nível de insanidade - e até de êxtase - peculiar aos que desejam segurar cada segundo a mais do tempo; e, de vez em quando, eu sinceramente não lhe aguento. Energia quântica em demasia.

Nos dias em que você acorda Barroca você vive a dualidade entre o divino e o mundano. Espírito e carne.
Você vive a mais pudica e a mais (deliciosa) depravada ao mesmo tempo. Você está na missa e no Beco do Mota simultaneamente, lá “pras” bandas de Diamantina.

Nos dias em que você acorda Caipira você se esbalda nos acordeons e nas violas aquecidas na fogueira e no arrasta-pé levantando poeira, que estende as madrugadas da fazenda, tomando cachaça de alambique.
Canta a alegria e a singeleza do homem do campo, tanto quanto a nostalgia e a saudade sertanejas dos que migram às cidades grandes.

Nos dias em que você acorda Disco você brinda à vida mergulhada em um mar de espumante, com a dança mais frenética e passos ensaiados ao longo de toda a sua existência.
Você sempre é a última, descalça e transpirante, a ir embora dos bailes de casamento e de formatura.

Nos dias em que você acorda Samba você se transforma em cerveja bem gelada, feijoada e bate-papo alegre nas manhãs de sábado naquele mercado antigo, quando a mesa de seu bar é templo: um oráculo indestrutível no qual as principais questões da humanidade são minuciosamente dissecadas e solucionadas com inconfundível (e não menos incontestável) sabedoria dos que vivem de verdade a vida.




Você faz com que os meus cinco sentidos sejam todos condensados em ondas sonoras, que me trazem o frescor de suas melodias, a limpidez de suas harmonias e a pujança de seus ritmos intensos e intermináveis.

Eu diria que você é música.“

—  AndreRodriguesCostaOliveira

Giordano Bruno photo
Gustave Le Bon photo
Salman Rushdie photo
Andre Rodrigues Costa Oliveira photo
Andre Rodrigues Costa Oliveira photo
Manuel Maria Barbosa du Bocage photo
Alexandre Dumas, pai photo

„Amor pelas crianças


…Deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a mim, porque dos tais é o reino dos céus. v.14


Thomas Barnado entrou para a escola de medicina em Londres em 1865, sonhando ser missionário na China. Porém, logo descobriu a necessidade extrema no próprio quintal — as muitas crianças sem-teto vivendo e morrendo nas ruas de Londres. Decidiu fazer algo sobre essa horrenda situação. Abriu lares para as crianças destituídas, e resgatou cerca de 60 mil meninos e meninas da pobreza e possível morte precoce. O teólogo e pastor John Stott disse: “Hoje podemos chamá-lo de ‘o santo padroeiro das crianças de rua’”.

Jesus disse: “Deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a mim, porque dos tais é o reino dos céus” (v.14). Imagine a surpresa que as multidões, e os próprios discípulos de Jesus, devem ter sentido nessa declaração. Na antiguidade, as crianças tinham pouco valor e eram muito relegadas às margens da vida. Contudo, Jesus as acolheu, abençoou e as valorizou.

Tiago, autor de uma das cartas do Novo Testamento, desafiou os seguidores de Cristo dizendo: “A religião pura e sem mácula, para com o nosso Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos […] nas suas tribulações” (1:27). Hoje, como aqueles órfãos do primeiro século, crianças de todas as camadas sociais, etnia e ambiente familiar estão sob riscos devido à negligência, tráfico de seres humanos, abuso e drogas dentre outras coisas. Como podemos honrar o Pai que nos ama mostrando o Seu cuidado por esses pequeninos que Jesus acolhe?

Demonstre o amor de Jesus com as suas ações. Bill Crowder“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„O coração de Cristo


Agora, pois, 
perdoa-lhe o pecado; ou, se não, risca-me, peço-te, do livro que escreveste. v.32

Um jornalista que passou 400 dias numa cadeia egípcia expressou emoções confusas ao ser libertado. Embora admitisse o alívio, disse que aceitava a liberdade com preocupação pelos amigos que deixava para trás. Ele disse que achou extremamente difícil dizer adeus aos outros repórteres que haviam sido presos e encarcerados com ele, sem saber quanto tempo eles ainda permaneceriam presos.

Moisés também sentiu grande ansiedade ao pensar em deixar seus amigos para trás. Diante do pensamento de perder o irmão, a irmã e a nação que tinham adorado um bezerro de ouro, enquanto ele se encontrava com Deus no monte Sinai (Êxodo 32:11-14), Moisés intercedeu por eles. Demonstrando o quanto ele se importava, disse: “Agora, pois, perdoa-lhe o pecado; ou, se não, risca-me, peço-te, do livro que escreveste” (v.32).

Mais tarde, o apóstolo Paulo demonstrou preocupação semelhante com a família, os amigos e a nação. Lamentando a incredulidade deles em Jesus, Paulo disse que estaria disposto a desistir de seu próprio relacionamento com Cristo se, por esse amor, ele pudesse salvar seus irmãos e irmãs (Romanos 9:3).

Olhando para trás, vemos que Moisés e Paulo demonstraram o amor de Cristo. No entanto, o amor que podiam apenas sentir, e o sacrifício que só podiam oferecer, Jesus o cumpriu — estar conosco para sempre.

Cuidar dos outros — honra o amor de Jesus por nós. Mart De Haan“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Fernando Henrique Cardoso photo

„De extrema-direita. Com visão bastante reacionária, em alguns setores.“

—  Fernando Henrique Cardoso Sociólogo e político brasileiro, ex-presidente do Brasil 1931

Sobre Jair Bolsonaro, em entrevista a Folha de S. Paulo — Janeiro de 2019
Fonte: Folha de S. Paulo https://www1.folha.uol.com.br/poder/2019/01/em-paris-fhc-diz-que-e-oposicao-ao-governo-bolsonaro.shtml

Jair Bolsonaro photo
Clarice Lispector photo
Juvenal photo

„Nenhum homem se tornou extremamente perverso de uma vez.“

—  Juvenal, livro Sátiras

Nemo repente fuit turpissimus.
Satires, II, linha 83.

Lygia Clark photo
Marguerite Yourcenar photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Jürgen Habermas photo
Valete photo
Mary Shelley photo
Albert Einstein photo
Leandro Karnal photo
Margaret Thatcher photo

„Eu sou extremamente paciente, desde que eu siga meu próprio caminho.“

—  Margaret Thatcher política britânica 1925 - 2013

Variante: Eu sou extraordinariamente paciente, desde que finalmente consiga o que quero.

Hipócrates photo
João Cabral de Melo Neto photo
Isabel Allende photo
Friedrich Nietzsche photo
Donald Trump photo

„Durante a Guerra Fria, tínhamos um teste ideológico. É tempo de desenvolver um novo teste para as ameaças que enfrentamos atualmente. Eu chamo-lhe seleção extrema“

—  Donald Trump político e empresário estadunidense, 45º presidente dos Estados Unidos da América 1946

de imigrantes

Ludwig von Mises photo
Clarice Lispector photo
Kurt Cobain photo
Agostinho da Silva photo
Charles Dickens photo

„O grande comandante, que parecia pela expressão de seu rosto estar sempre à procura de algo na extrema distância, e não ter qualquer conhecimento oculares de qualquer coisa dentro de dez quilômetros“

—  Charles Dickens, livro Dombey and Son

The great commander, who seemed by expression of his visage to be always on the look-out for something in the extremest distance, and to have no ocular knowledge of anything within ten miles.
Dombey and Son‎ - Chapter XXIV Página 351 http://books.google.com.br/books?id=qZIRAAAAYAAJ&pg=PA351, de Charles Dickens - 1859

Fiódor Dostoiévski photo

„A beleza é terrível! Terrível, porque indefinível. Deus só nos deixou enigmas. Os extremos se tocam e todas as contradições se misturam.“

—  Fiódor Dostoiévski escritor russo 1821 - 1881

Notas do Subterrâneo ou Memórias do subsolo, Os Irmãos Karamazóv

Lucano photo
Charles Dickens photo
Miguel de Cervantes photo
Miguel Sousa Tavares photo
Martha Medeiros photo

„Se a verdade pode parecer perturbadora para quem fala, é extremamente libertadora para quem ouve.“

—  Martha Medeiros escritora e jornalista brasileira 1961

Doidas e Santas - Crônica: Falar

Aldous Huxley photo

„A nossa sociedade ocidental contemporânea, apesar do seu progresso material, intelectual e político, promove cada vez menos a saúde mental e contribui para minar a segurança interior, a felicidade, a razão e a capacidade de amar do indivíduo; tende a transformá-lo num autómato que paga o seu fracasso humano com o aumento das doenças mentais e com o desespero oculto sob um frenesim de trabalho e de pretenso prazer.

Este aumento das doenças mentais pode ter expressão em sintomas neuróticos, claramente visíveis e extremamente penosos. Mas abstenhamo-nos, como diz Fromm, de definir a higiene mental como a prevenção de sintomas. Estes não são nossos inimigos, mas, sim, nossos amigos; quando há sintomas, há conflito, e o conflito indica sempre que as forças da vida que pugnam pela integração e pela felicidade continuam a lutar. Os casos de doença mental realmente desesperados encontram-se entre os indivíduos que parecem mais normais. Muito deles são normais por se encontrarem tão bem adaptados ao nosso modo de vida, porque a sua voz humana foi silenciada tão precocemente nas suas vidas que nem sequer lutam ou sofrem ou desenvolvem sintomas como o neurótico.
Não são normais no sentido absoluto que poderíamos dar à palavra; são normais apenas em relação a uma sociedade profundamente anormal. A sua adaptação perfeita a essa sociedade anormal é uma medida da sua doença mental. Estes milhões de indivíduos anormalmente normais, que vivem sem espalhafato numa sociedade à qual, se fossem seres humanos por inteiro, não deviam estar adaptados, acalentam ainda a ilusão da individualidade, mas, na realidade, estão em grande medida desindividualizados. A sua conformidade evolui para uma coisa parecida com a uniformidade. mas uniformidade e liberdade são incompatíveis. A uniformidade e a saúde mental são também incompatíveis. […] O homem não é feito para ser um autómato, e, se nisso se tornar, a base do seu equilíbrio mental está destruída.“

—  Aldous Huxley, livro Brave New World Revisited

Brave New World Revisited

Christopher Hitchens photo
Olavo Bilac photo
Aécio Neves photo
Nitiren Daishonin photo
Carl Sagan photo
Henri Lefebvre photo

„A arte tanto pode morrer do excesso de rigor quanto da extrema liberdade.“

—  Henri Lefebvre 1901 - 1991

citado em "Arte é o que eu e você chamamos arte: 801 definições sobre arte e o sistema da arte‎" - Página 43, de Frederico Morais - Editora Record, 2002, ISBN 8501050024, 9788501050021 - 320 páginas

Ambrose Bierce photo
Carlos Paredes photo
Aldous Huxley photo
Alexis De Tocqueville photo

„Existem hoje na terra dois grandes povos que, a partir de pontos diferentes, parecem avançar para o mesmo objetivo: são os russos e os anglo-americanos. Ambos cresceram no escuro, e quando a atenção da humanidade foi dirigido em outros lugares, eles são subitamente colocado na linha da frente das nações eo mundo aprendeu sobre o tempo, a sua existência e sua grandeza. Todas as outras nações parecem ter atingido quase os limites chamou a natureza, e só tinha de manter, mas eles estão crescendo: todos os outros são presos ou avançar com extrema dificuldade; caminham sozinhos com facilidade e rapidez ao longo de um caminho cujo limite ainda não é conhecido.“

—  Alexis De Tocqueville político francês 1805 - 1859

Il y a aujourd'hui sur la terre deux grands peuples qui, partis de points différents, semblent s'avancer vers le même but: ce sont les Russes et les Anglo-Américains. Tous deux ont grandi dans l'obscurité; et tandis que les regards des hommes étaient occupés ailleurs, ils se sont placés tout à coup au premier rang des nations, et le monde a appris presque en même temps leur naissance et leur grandeur. Tous les autres peuples paraissent avoir atteint à peu près les limites qu'a tracées la nature, et n'avoir plus qu'à conserver; mais eux sont en croissance : tous les autres sont arrêtés ou n'avancent qu'avec mille efforts; eux seuls marchent d'un pas aisé et rapide dans une carrière dont l’oeil ne saurait encore apercevoir la borne.
Œuvres complètes d'Alexis de Tocqueville - Volume 2, Página 430 http://books.google.com.br/books?id=NWpmbs5XfwoC&pg=RA4-PA430, Alexis de Tocqueville, Marie Motley Clérel de de Tocqueville - M. Lévy frères, 1864

Jean Paul Sartre photo

„Quanto ao desespero, trata-se de um conceito extremamente simples. Ele significa que só podemos contar com o que depende da nossa vontade ou com o conjunto de probabilidades que tornam a nossa ação possível.“

—  Jean Paul Sartre Filósofo existencialista, escritor, dramaturgo, roteirista, ativista político e crítico literário francês 1905 - 1980

O existencialismo é humanismo

John Kenneth Galbraith photo

„A economia é extremamente útil para empregar economistas.“

—  John Kenneth Galbraith 1908 - 2006

Fonte: Revista Caras http://www.caras.com.br/, 16 de agosto de 2006

Johnny Rotten photo

„Eles (Coldplay) são extremamente mal-humorados. São só pessoas escondidas sob capuzes" e 'tem algumas boas canções'.“

—  Johnny Rotten 1956

Rolling Stone Online http://www.rollingstone.com.br/secoes/novas/noticias/2794/

Jostein Gaarder photo
José Saramago photo
Marcel Proust photo
Marcelo Tas photo

„A (TV) Cultura perdeu a mão em uma área que era líder, tentou reinventar a roda três vezes. O 'Rá-Tim-Bum', um projeto extremamente ousado e bem sucedido, foi abandonado para virar o 'Castelo (Rá-Tim-Bum)', que também foi muito bem. Não precisava parar. Em vez de dar continuidade, preferiram criar 'Ilha Rá-Tim-Bum', que fracassou“

—  Marcelo Tas 1959

Tas, em entrevista à revista Quem criticando a TV Cultura (27 de dezembro de 2009)
Atribuídas
Fonte: Marcelo Tas critica a TV Cultura, Quem Online, 27 de dezembro de 2009 http://revistaquem.globo.com/Revista/Quem/0,,EMI113055-8224,00-MARCELO+TAS+CRITICA+A+TV+CULTURA.html,

Osama bin Laden photo
Terencio photo

„Justiça extema é extrema injustiça.“

—  Terencio dramaturgo e poeta romano -185 - -159 a.C.

Atribuídas

António Damásio photo
Axl Rose photo

„Esta música é muito simples e extremamente generica e generalizada, minhas desculpas se ofender alguem“

—  Axl Rose cantor, compositor e músico estadunidense 1962

Axl fala sobre a música One in a Million
Atribuidas

Baltasar Gracián photo
Baltasar Gracián photo
Blaise Pascal photo
Demóstenes photo

„É extremamente fácil enganar a si mesmo; pois o homem geralmente acredita no que deseja.“

—  Demóstenes -384 - -322 a.C.

citado em "Frases Geniais‎" - Página 23, PAULO BUCHSBAUM, JAGUAR - Ediouro Publicações, 2004, ISBN 8500015330, 9788500015335440 páginas
Atribuídas

Fernando Pessoa photo

„Jaz aqui, na pequena praia extrema, / o Capitão do Fim.“

—  Fernando Pessoa, livro Mensagem

Poema "Bartolomeu Dias", v. 1 e 2
Mensagem

Frank Zappa photo
François-René de Chateaubriand photo

„É preciso administrar o desprezo com extrema parcimônia, devido ao grande número de necessitados.“

—  François-René de Chateaubriand, livro Memórias de alémtúmulo

Il ya des temps où l'on ne doit dépenser le mépris qu'avec économie , à cause du grand nombre de nécessiteux
Mémoires d'outre-tombe‎ - Tome Second, Página 405 http://books.google.com/books?id=Cv0gCDmvwOYC&pg=RA1-PA405, de François René Chateaubriand - Publicado por Meline, 1849

Gabriel García Márquez photo
Gabriel García Márquez photo
Hillary Clinton photo

„Meu marido é vítima de uma ampla conspiração de extrema-direita que o persegue desde que se lançou candidato a presidente.“

—  Hillary Clinton política norte-americana, 44° Primeira-dama dos Estados Unidos 1947

Hillary Clinton, defendendo o marido; citado por Eurípedes Alcântara em Revista Veja 04/02/1998 http://veja.abril.com.br/040298/p_026.html

Isaac Asimov photo

„O preço da liberdade é a indiferença - e não deixe ninguém lhe dizer o contrário, o universo é um lugar extremamente indiferente.“

—  Isaac Asimov Autor e professor russo-americano 1920 - 1992

The price of freedom is indifference — and don't let anybody tell you otherwise, the universe is an extremely indifferent place.
Isaac Asimov's science fiction magazine: Volume 16,Edições 4-7 - página 48, Isaac Asimov - Davis Publications, 1992

Fiódor Dostoiévski photo
Roberto Tibiriçá photo

„Da ditadura da extrema-direita à ditadura da extrema-esquerda vai o salto de uma cobra“

—  Victor Cunha Rego jornalista português 1933 - 2000

em relação às ambições do PCP, fonte: a compilação de suas crônicas publicadas no Diário de Notícias ,"Os Dias de Amanhã", Contexto Editora, Lisboa, 1999.

Rachel de Queiroz photo

„…da inocência da infância até à velhice extrema, continuará exatamente assim, só atribuindo interesse e grandeza àquilo que está a serviço da sua pessoa e da sua importância.“

—  Rachel de Queiroz escritora e jornalista brasileira 1910 - 2003

"Um alpendre, uma rede, um açude: 100 crônicas escolhidas" - Página 91, de Rachel de Queiroz - Publicado por Editora Siciliano, 1994 ISBN 852670611X, 9788526706118 - 261 páginas