Frases sobre comunicação

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da comunicação, ser, meio, outro.

Melhores frases sobre comunicação

Pablo Neruda photo

„A poesia tem comunicação secreta com os sofrimentos do homem.“

—  Pablo Neruda Escritor 1904 - 1973

Variante: A poesia tem comunicação secreta com o sofrimento do homem.

Peter Drucker photo
Mortimer Adler photo

„[…] a arte de ler é a técnica de apanhar qualquer tipo de comunicação.“

—  Mortimer Adler, livro Como Ler um Livro

How to Read a Book: The Classic Guide to Intelligent Reading

Peter Ustinov photo
Pierre Bourdieu photo

„A comunicação é instantânea porque, em certo sentido, ela não existe.“

—  Pierre Bourdieu Filósofo e Sociólogo 1930 - 2002

On Television

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Jim Carrey photo
Guglielmo Marconi photo

„Esta nova forma de comunicação podia ter alguma utilidade.“

—  Guglielmo Marconi 1874 - 1937

1899

Milton Santos photo

„Comunicação é troca de emoção.“

—  Milton Santos Geógrafo brasileiro 1926 - 2001

Kátya Chamma photo

„A internet é a grande via da comunicação moderna, livre e independente.“

—  Kátya Chamma 1961

Fonte: Entrevista cedida a Luiz Alberto Machado, Recanto das Letras, em 2007 http://recantodasletras.com.br/entrevistas/625556

„O sino foi o primeiro veículo de comunicação de massa da humanidade.“

—  Alex Periscinoto 1925

Em "Palestra para a alta cúpula da CNBB-Conferência Nacional dos Bispos do Brasil" e livro "Mais vale o que se aprende do que o que te ensinam", Editora Best Seller, 1995

Todas frases sobre comunicação

Total 94 citações comunicação, filtro:

Carl Gustav Jung photo
Jair Bolsonaro photo

„Durante as últimas décadas, nos deixamos seduzir, sem perceber, por sistemas ideológicos de pensamento que não buscavam a verdade, mas o poder absoluto. A ideologia se instalou no terreno da cultura, da educação e da mídia, dominando meios de comunicação, universidades e escolas. A ideologia invadiu nossos lares para investir contra a célula mater de qualquer sociedade saudável, a família. Tentam ainda destruir a inocência de nossas crianças, pervertendo até mesmo sua identidade mais básica e elementar, a biológica. O politicamente correto passou a dominar o debate público para expulsar a racionalidade e substituí-la pela manipulação, pela repetição de clichês e pelas palavras de ordem. A ideologia invadiu a própria alma humana para dela expulsar Deus e a dignidade com que Ele nos revestiu. E, com esses métodos, essa ideologia sempre deixou um rastro de morte, ignorância e miséria por onde passou. Sou prova viva disso. Fui covardemente esfaqueado por um militante de esquerda e só sobrevivi por um milagre de Deus. Mais uma vez agradeço a Deus pela minha vida. A ONU pode ajudar a derrotar o ambiente materialista e ideológico que compromete alguns princípios básicos da dignidade humana. Essa organização foi criada para promover a paz entre nações soberanas e o progresso social com liberdade, conforme o preâmbulo de sua Carta.“

—  Jair Bolsonaro 38º Presidente do Brasil 1955

Década de 2010, 2019, Setembro

Aldous Huxley photo
Philip Roth photo
Paul Auster photo
Jürgen Habermas photo
Georges Bataille photo
Diana, Princesa de Gales photo
Elias Canetti photo
Michel De Montaigne photo
Anne Morrow Lindbergh photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Ireneu de Lyon photo
Enéas Carneiro photo

„As mídias sociais fizeram com que as relações passassem a outro patamar. Houve uma mudança total de paradigma no aspecto da comunicação.“

—  Reginaldo Rodrigues Consultor, Professor, Palestrante, Articulista, Comunicador 1971

Livro Marketing Pessoal - Onde Você Está? O Mercado Quer te Encontrar

„Alguns erros simples na comunicação podem atrapalhar a sua ascensão na empresa ou impedir que o mercado o encontre.“

—  Reginaldo Rodrigues Consultor, Professor, Palestrante, Articulista, Comunicador 1971

Livro Marketing Pessoal - Onde Você Está? O Mercado Quer te Encontrar

Jair Bolsonaro photo

„Quero deixar patente minha revolta com a grande mídia, um tanto quanto servil, que criticou duramente o Colégio Militar de Porto Alegre apenas porque nove entre 84 alunos resolveram eleger entre Conde Drácula, Hércules, Nostradamus, Rainha Catarina, Átila - só faltou FHC -, Hitler como personalidade histórica mais admirada. Se eles tivessem eleito FHC, logicamente estariam elegendo o pai do Governo mais corrupto da História do Brasil, porque ele não admite que nenhuma denúncia de corrupção seja apurada por esta Casa. Ele não é exemplo para a juventude. Um colégio sério, com o Colégio Militar de Porto Alegre, para que tenha qualidade, tem de ter liberdade de expressão. Reitere-se que os alunos - a maioria é formada por menores - pagam por esta revista, portanto têm liberdade de escrever o que bem entenderem. Devemos respeitar esta juventude que começa, a partir destes debates e desta matéria na imprensa, a se preparar para ser, no futuro. Ao mesmo tempo, gostaria de criticar o Centro de Comunicação Social do Exército, que anunciou que vai acompanhar a revista. Esses garotos, entre tantos outros, são filhos de militares e estão realmente carentes de ordem e de disciplina neste país. Enquanto o nosso presidente da República não dá exemplo disso, eles têm que eleger aqueles que souberam, de uma forma ou de outra, impor ordem e disciplina, se bem que, como o jovem aluno do Colégio Militar que não foi para a Escola preparatória de Cadetes do Exército, de nome Roberto Dias Torres Júnior, nós também não concordemos com as atrocidades cometidas por Adolf Hitler.“

—  Jair Bolsonaro 38º Presidente do Brasil 1955

Década de 1990, 1998

Fernando Henrique Cardoso photo

„Em setores como energia e comunicação, estamos próximos do estrangulamento, e o colapso só não ocorreu devido ao menor ritmo de crescimento econômico da última década.“

—  Fernando Henrique Cardoso Sociólogo e político brasileiro, ex-presidente do Brasil 1931

plano de Governo, lançado em 94; citado por Folha de São Paulo, coluna "Painel", de 16/05/2001; Sinopse Agência Brasil http://www.radiobras.gov.br/anteriores/2001/sinopses_1605.htm

Lygia Clark photo
Sandra Bullock photo
Pierre Bourdieu photo
Luis Fernando Verissimo photo

„Comunicando-se com cuidado

Guardarei os meus caminhos, para não pecar com a minha língua. - Escritura de hoje :
Colossenses 4: 1-6

Os seres humanos são mais que meros animais; nós fomos feitos à imagem de Deus. Como pessoas, podemos nos comunicar uns com os outros com palavras - algo que os animais não podem fazer. Usamos palavras como amor e patriotismo para compartilhar nossas idéias e emoções. Pense nas horas que passamos conversando, seja em conversas casuais sobre trivialidades ou discussões profundas sobre questões importantes.

Temos todos os tipos de dispositivos para nos ajudar a nos comunicar. Temos telefones, aparelhos de fax, quadros de avisos de computador, correio de voz, rádios, aparelhos de TV e, é claro, materiais impressos de todos os tipos.

A Bíblia reconhece que a comunicação, um componente central de nossas vidas, precisa ser monitorada com grande cuidado. Por exemplo, Paulo exortou: “Que a vossa fala seja sempre com graça, temperada com sal, para que saibais como deves responder a cada um” (Cl 4: 6). E James advertiu: “Nenhum homem pode domar a língua. É um mal indisciplinado, cheio de veneno mortal ”(3: 8).

Precisamos guardar nossos lábios, fazendo a oração de Davi no Salmo 19:14 da nossa oração diária: “Que as palavras da minha boca e a meditação do meu coração sejam aceitáveis ​​à sua vista, ó Senhor, minha força e meu Redentor.”

Refletir e Orar
Tome meus lábios, e deixe que eles sejam
Cheios de mensagens para Ti;
Tome minha voz e deixe-me cantar
Sempre, somente, para o meu rei. —Havergal

Cuidado com o que você diz, ou você pode dizer o que vier à mente. Vernon Grounds“

—  ministério_pão_diário

„Um relacionamento maduro

Porque tu tens sido a minha ajuda, por isso, à sombra das tuas asas me regozijarei. -
Escritura de hoje : Salmo 63

Momentos de silêncio são muitas vezes difíceis em um novo relacionamento, mas não quando esse relacionamento amadureceu ao longo dos anos. Quando namorei Gina, com quem estou casada há mais de 50 anos, ambos nos sentimos pouco à vontade durante raros períodos de silêncio. Mas não hoje. Estamos confortáveis ​​em estar juntos sem falar, seja andando de carro ou relaxando em nossas poltronas reclináveis ​​em casa. É como se uma comunicação inaudível estivesse acontecendo. Cada um se sente bem sobre o outro estar por perto. Cada um se sente livre para falar ou não falar.

Acredito que David tenha chegado a este lugar em seu relacionamento com Deus. Enquanto no deserto fugindo do exército de seu filho rebelde, ele disse ao Senhor: “Meus lábios te louvarão” (Sl 63: 3). Mas ele também falou de lembrar-se de Deus, meditando sobre Ele e regozijando-se na sombra de Suas asas (vv.6-8). Ele estava contente apenas em pensar sobre Ele e desfrutar de Sua presença.

À medida que crescemos em nosso relacionamento com Deus, experimentamos o mesmo tipo de proximidade - às vezes falando, às vezes meditando, às vezes sentindo ondas de gratidão. E mesmo quando absorvidos em buscas terrenas, sentimos uma liberdade interna silenciosa para falar ou não falar com Ele, sabendo que Ele está sempre presente.

Refletir e Orar
Que alegria e conforto podemos conhecer
Quando Jesus vem para jantar!
Ele traz a plenitude de seu amor
e comunhão divina. JDB

Um relacionamento maduro com Deus traz liberdade e alegria. Herbert Vander Lugt“

—  ministério_pão_diário

„Comunicando-se com cuidado

Guardarei os meus caminhos, para não pecar com a minha língua. - Escritura de hoje :
Colossenses 4: 1-6

Os seres humanos são mais que meros animais; nós fomos feitos à imagem de Deus. Como pessoas, podemos nos comunicar uns com os outros com palavras - algo que os animais não podem fazer. Usamos palavras como amor e patriotismo para compartilhar nossas idéias e emoções. Pense nas horas que passamos conversando, seja em conversas casuais sobre trivialidades ou discussões profundas sobre questões importantes.

Temos todos os tipos de dispositivos para nos ajudar a nos comunicar. Temos telefones, aparelhos de fax, quadros de avisos de computador, correio de voz, rádios, aparelhos de TV e, é claro, materiais impressos de todos os tipos.

A Bíblia reconhece que a comunicação, um componente central de nossas vidas, precisa ser monitorada com grande cuidado. Por exemplo, Paulo exortou: “Que a vossa fala seja sempre com graça, temperada com sal, para que saibais como deves responder a cada um” (Cl 4: 6). E James advertiu: “Nenhum homem pode domar a língua. É um mal indisciplinado, cheio de veneno mortal ”(3: 8).

Precisamos guardar nossos lábios, fazendo a oração de Davi no Salmo 19:14 da nossa oração diária: “Que as palavras da minha boca e a meditação do meu coração sejam aceitáveis ​​à sua vista, ó Senhor, minha força e meu Redentor.”

Refletir e Orar
Tome meus lábios, e deixe que eles sejam
Cheios de mensagens para Ti;
Tome minha voz e deixe-me cantar
Sempre, somente, para o meu rei. —Havergal

Cuidado com o que você diz, ou você pode dizer o que vier à mente. Vernon Grounds“

—  ministério_pão_diário

„Aprender a língua


…encontrei também um altar no qual está inscrito: AO DEUS DESCONHECIDO. v.23


Eu estava numa pequena igreja da Jamaica e disse em meu melhor dialeto local, “Wah Gwan, Jamaica?” A reação foi melhor do que eu esperava, com os sorrisos e aplausos que recebi em troca.

Eu tinha dito apenas a saudação padrão: “O que está acontecendo?” Em Patois [pa-twa], mas para eles estava dizendo: “Preocupo-me o suficiente para falar a sua língua.” Claro que eu não sabia continuar, mas abri uma porta para comunicação.

Quando Paulo, esteve diante do povo de Atenas, ele os fez saber que conhecia a cultura deles, ao mencionar que tinha observado o seu altar ao “AO DEUS DESCONHECIDO”, e ao citar um de seus poetas. Nem todos acreditavam na mensagem de Paulo sobre a ressurreição de Jesus, mas alguns disseram: “A respeito disso te ouviremos noutra ocasião” (Atos 17:32).

À medida que compartilhamos com os outros sobre Jesus e a salvação que Ele oferece, as lições das Escrituras nos mostram que devemos investir o nosso tempo com outras pessoas, aprender um pouco de sua língua, demonstrando interesse e como uma maneira de abrir a porta para anunciar-lhes as boas-novas (1 Coríntios 9:20-23).

Quando descobrimos, “Wah Gwan?” com os outros, será fácil compartilhar o que Deus tem feito em nossa vida.

Antes de anunciar sobre Cristo aos outros, 
deixe-os ver o quanto você se importa com eles. Dave Branon“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Michael Faraday photo
Aldous Huxley photo
Paulo Freire photo
Simone Weil photo
Fábio Konder Comparato photo
Kátya Chamma photo

„A internet é o meio de comunicação mais democrático dos últimos tempos. E por ser anárquica, está ao alcance de todas as manifestações, artísticas inclusive.“

—  Kátya Chamma 1961

Fonte: Entrevista cedida a Luiz Alberto Machado, Recanto das Letras, em 2007 http://recantodasletras.com.br/entrevistas/625556

Robinson Jeffers photo

„Creio que o Universo é um ser, todas as suas peças são diferentes expressões da mesma energia, e todos eles estão em comunicação uns com os outros, portanto, partes de um todo orgânico.“

—  Robinson Jeffers 1887 - 1962

I believe that the Universe is one being, all its parts are different expressions of the same energy, and they are all in communication with each other, therefore parts of one organic whole.
Carta à Irmã Mary James Power (1 de Outubro de 1934), publicada em "The Wild God of the World : An Anthology of Robinson Jeffers" (2003), editado por Albert Gelpi, p. 189

„O e-mail é um dos mais importantes serviços de tecnologia da informação que prestamos à Santa Sé, permitindo a nossa comunicação interna, facilitando a correspondência entre os nossos consulados, e apoiando nossos esforços mundiais de evangelização.“

—  Judith Zoebelein

sobre aquisição de sistemas Sun para a nova infraestrutura de colaboração virtual católica
Fonte: The Holy See Chooses Sun Microsystems to Create New Collaborative Infrastructure for Catholic Community, Press Room, Sun Microsystems http://www.sun.com/smi/Press/sunflash/2005-06/sunflash.20050608.1.xml

„Nós agora temos uma base eficiente, solução de comunicações empresariais de fácil gerenciamento que pode confiávelmente apoiar nosso grande volume de tráfego diário de e-mails.“

—  Judith Zoebelein

sobre aquisição de sistemas Sun para a nova infraestrutura de colaboração virtual católica
Fonte: The Holy See Chooses Sun Microsystems to Create New Collaborative Infrastructure for Catholic Community, Press Room, Sun Microsystems http://www.sun.com/smi/Press/sunflash/2005-06/sunflash.20050608.1.xml

Andrea Dworkin photo
Duane Allman photo

„Há muitas formas diferentes de comunicação, mas a música é, sem dúvida, a mais pura de todas. Não se pode ferir ninguém com ela. Você pode até ofender alguém com determinadas canções, mas para isto é necessário que algo seja dito - impossível um instrumental magoar alguém de alguma forma. Por isso eu digo: música é uma graça divina.“

—  Duane Allman 1946 - 1971

There's a lot of different forms of communication, but music is absolutely the purest one, man. You can't hurt anybody with music. You can maybe offend somebody with songs and words, but you can't offend anybody with music - it's all just good. There's nothing at all that could ever be bad about music, about playing it. It's a wonderful thing, a grace.
entrevista a Ed Shane, conforme citado http://duaneallman.info/duaneallmanremembered.htm em "JAS OBRECHT: Duane Allman Remembered", publicado em 'Guitar Player', outubro de 1981

Germaine Greer photo
Germaine Greer photo
Tim Maia photo
Rockwell Kent photo

„É incontestável que a arte deve conter valor social; como poderoso meio de comunicação que é, deve ser dirigida e em termos compreensíveis à percepção da humanidade.“

—  Rockwell Kent 1882 - 1971

Art must unquestionably have a social value; that is, as a potential means of communication it must be addressed, and in compreensible terms, to the understanding of mankind.
citado em The great quotations‎ - Página 387, de George Seldes - Publicado por L. Stuart, 1960 - 893 páginas

Orival Pessini photo
Orival Pessini photo
Mário Quintana photo

„Poesia é comunicação… a sós.“

—  Mário Quintana Escritor brasileiro 1906 - 1994

Roberto Shinyashiki photo
Millôr Fernandes photo
Elias Canetti photo
Umberto Eco photo
José Saramago photo
Mário Quintana photo
Paul Ricoeur photo
Theodor W. Adorno photo
Ken Loach photo
Tom Clancy photo
Georges Simenon photo
Philip Roth photo
Lawrence Lessig photo
Lawrence Lessig photo
Henri Bergson photo

„Se a realidade viesse atingir diretamente nossos sentidos e nossa consciência, se pudéssemos entrar em comunicação imediata com as coisas e com nós mesmos, estou certo de que a arte seria inútil, ou antes, que seríamos todos artistas, porque nossa alma vibraria então continuamente em uníssono com a natureza. Nossos olhos, ajudados pela
memória, recortariam no espaço e fixariam no tempo quadros inimitáveis. Nosso olhar captaria de passagem, esculpidos no mármore vivo do corpo humano, fragmentos de estátua tão belos como os da estatuária antiga. Ouviríamos cantar no fundo de nossas almas, como música por vezes alegre, o mais das vezes lamentosa, sempre original, a melodia ininterrupta de nossa vida interior. Tudo isso está em torno de nós, tudo isso está em nós, e no entanto nada de tudo isso é percebido por nós distintamente. Entre a natureza e nós, apenas? Entre nós e nossa própria consciência um véu se interpõe, espesso para o comum dos homens, leve e quase transparente para o artista e o poeta. Que fada teceu esse véu? Terá sido por malícia ou amizade? Impunha-se viver, e a vida exige que apreendamos as coisas na relação que elas mantêm com nossas necessidades. Viver consiste em agir. Viver é aceitar dos objetos só a impressão útil para a eles reagir de modo adequado: as demais impressões devem se obscurecer ou só nos chegarem confusamente. Enxergo o que creio ver, escuto o que creio ouvir, analiso-me e creio ler no fundo do meu peito. Mas o que vejo e o que ouço do mundo exterior é simplesmente o que meus sentidos extraem dele para esclarecer minha conduta; o que conheço de mim mesmo é o que aflora à superfície, o que toma parte na ação. Meus sentidos e minha consciência só me proporcionam da realidade uma simplificação prática. Na visão que me dão das coisas e de mim mesmo, as diferenças inúteis ao homem são apagadas, as semelhanças úteis ao homem são acentuadas, as vias me são traçadas de antemão por onde minha ação enveredará. Essas são as mesmas pelas quais toda a humanidade passou antes de mim. As coisas foram classificadas com vistas à vantagem que poderei tirar delas. E é essa classificação que percebo, muito mais que a cor e a forma das coisas.“

—  Henri Bergson, livro Laughter

Laughter: An Essay on the Meaning of the Comic

Jean Baudrillard photo
Lawrence Lessig photo
Mortimer Adler photo

„I- A Primeira Etapa da Leitura Analítica: Regras para Descobrir de que se Trata um Livro

1. Classifique o livro de acordo com o tipo e o assunto
2. Diga de que se trata todo o livro com a máxima concisão.
3. Enumere as partes principais por ordem e segundo a relação que guardam entre si, e delineie essas partes da mesma forma que você delineou o todo.
4. Defina o problema ou os problemas que o autor tentou resolver.

II- A Segunda Etapa da Leitura Analítica: Regras para interpretar o Conteúdo de um Livro

5. Assimile os termos do autor interpretando-lhe as palavras-chave.
6. Aprenda as principais porposições do autor examinando-lhe os períodos mais importantes.
7. Conheça os argumentos do autor, descobrindo-os nas sequências dos períodos ou construindo-os à base dessas sequências.
8. Determine quais os problemas que o autor resolveu e quais os que não resolveu; e dentre estes, indique quais os que o autor sabia que não conseguiria resolver.

III- A Terceira Etapa da Leitura Analítica: Regras para Criticar um Livro encarado sob o prisma da Comunicação de Conhecimentos

A- Preceitos Gerais da Etiqueta Intelectual

9. Não comece a crítica enquanto não completar o delineamentoe a interpretação do livro. (Não diga que concorda, discorda ou suspende o julgamento enquanto não puder dizer “Entendo”.)
10. Não faça da discordância disputa ou querela.
11. Demonstre que reconhece a diferença entre conhecimento e mera opinião pessoal apresentando boas razões para qualquer julgamento crítico que venha a fazer.

B- Critérios Especiais para Tópicos de Crítica

12. Mostre em que ponto o autor está desinformado.
13. Mostre em que ponto o autor está mal informado.
14. Mostre em que ponto o autor é ilógico
15. Mostre em que ponto a análise ou explanação do autor é incompleta.“

—  Mortimer Adler, livro Como Ler um Livro

How to Read a Book: The Classic Guide to Intelligent Reading

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Peter Drucker photo
Aécio Neves photo

„Nos grandes espaços da comunicação de massa há um monólogo da presidente da República, seja institucionalmente, seja através de uma bilionária propaganda de governo. Tenho muito tranquilidade. Acho que o sentimento é de mudança e cabe a nós, do PSDB, mostrar que podemos ser a mudança com segurança no Brasil.“

—  Aécio Neves político brasileiro 1960

Aécio Neves entrevista do senador publicado dia 2 de dezembro de 2013.
Fonte PSDB http://www.psdb.org.br/entrevista-presidente-nacional-psdb-aecio-neves-02122013/

Lúcia Caram photo
Orlando Brandes photo

„Eu acredito muito na evangelização através de todos os meios de comunicação e faço questão de estar presente, de colaborar.“

—  Orlando Brandes 1944

Fonte: Eduardo Gois (24 de Janeiro de 2017). Entrevista: Dom Orlando Brandes conversa com Portal A12 http://www.a12.com/noticias/detalhes/entrevista-dom-orlando-brandes-conversa-com-portal-a12. A12 Notícias. Visitado em 12 de fevereiro de 2017.

Manuel Castells photo

„Um dos indicadores de uma sociedade informacional passa também pela relação entre essa sociedade e os seus media, no que toca à liberdade dos meios de comunicação expressarem livremente as notícias e as opiniões mas também à relação entre os fruidores e produtores de informação.“

—  Manuel Castells 1942

Fonte: CASTELLS, Manuel. A Sociedade em Rede | Do Conhecimento à Acção Política, p.53. In Conferência promovida pelo Presidente da República 4 e 5 de Março de 2005 | Centro Cultural de Belém. Disponível em http://biblio.ual.pt/Downloads/REDE.pdf

Gilles Lipovetsky photo
Henry Jenkins photo
Henry Jenkins photo
Henry Jenkins photo
Edward Snowden photo
Enéas Carneiro photo
Paulo Leminski photo

„DOCUMENTÁRIO
GUERRA INVISÍVEL – COVID-19
Produtora paulista Strada Filmes e Entretenimento inicia produção de um documentário através de depoimentos via vídeo

Durante o período da pandemia global oriunda do novo coronavírus, produtores brasileiros de diferentes regiões do país trabalham na produção de documentário a respeito da doença e as consequências socioeconômicas que esta época trará ao mundo daqui pra frente.
O objetivo do projeto é abordar do epicentro à transmissão global do vírus, e de como todo o planeta teve que se adequar frente à crise causada pela COVID-19. Desde os heróis da saúde até os trabalhadores autônomos; das principais medidas de quarentena às dificuldades do isolamento social; das notícias reais às fakenews espalhadas em redes sociais; em suma, um levantamento geral será posto em prática durante a própria pandemia, trazendo à equipe o desafio de apurar e selecionar as informações mais relevantes, com o intuito de produzir um documentário com o máximo de informação possível para registrar essa fase.
Para Anderson Del Duque, Diretor Geral do projeto, produzir um documentário sobre um tema tão delicado e atual será um grande desafio. Não só pela abrangência que o tema exige, mas em respeito e solidariedade a todos que enfrentam esse período das mais diversas formas possíveis.
Para completar o trabalho, o documentário apresentará depoimentos de pessoas que estão vivendo diante do isolamento social. Mais do que ilustrar toda a informação que será abordada, os depoimentos são uma forma de dar voz aos reais envolvidos na história: nós. De diversas partes do país, e do mundo, as participações são fundamentais para que o projeto cumpra o dever social de informar e aproximar os espectadores dos depoimentos recolhidos, tanto que este trabalho é continuo, e a produtora ainda reúne vídeos de quem se propõem a participar dessa grande produção.
O Diretor de Jornalismo, Renan Rezende, ressalta que o tratamento humanista deve ser e sempre será o norte para a produção do filme. “Não se trata de uma abordagem fria e distante da sociedade, mas algo que coloque as pessoas e tudo o que elas viveram e presenciaram durante este difícil período em primeiro lugar. E, para tal, apresentaremos esses relatos de vida da forma mais verídica e delicada possível”.
A concepção e início de produção tiveram início há cerca de um mês, e o documentário não tem data de lançamento definida. Entretanto, a Strada Filmes e Entretenimento continuará a divulgar maiores informações no decorrer do projeto.

Texto por Renan Rezende
SINOPSE
Segunda-feira, 20 de janeiro de 2020. Portais de grandes veículos de comunicação como o “G1”, “O Estado de São Paulo” e “BBC News” relatam os casos iniciais de um vírus misterioso que teria surgido na virada do ano em Wuhan, China, e que começara a se espalhar em países vizinhos, cuja transmissão entre humanos já havia sido confirmada. O governo Chinês estava confiante na contenção da nova ameaça, mas medidas de precaução já estavam sendo tomadas em aeroportos na Ásia e nos Estados Unidos. Entre especialistas e pesquisadores, a situação era inquietante, pois um novo vírus em contato com células humanas poderia causar mutações cujo sistema imunológico não estava familiarizado em conter.
Em menos de três meses, o novo coronavírus (Sars-Cov-2) tornou-se uma pandemia sem precedentes. O vírus atingiu quase dois milhões de pessoas em todo mundo, com aproximadamente 125 mil mortes*, e o número não para de crescer. Frente a uma situação emergencial, informações, verdadeiras ou não, circulam diariamente na rede e em mídias sociais. Medicações são apontadas como aliadas ou inimigas ao combate da doença. Profissionais da saúde tornam-se verdadeiros heróis, assim como os trabalhadores de serviços essenciais, mas grande parte da população se encontra literalmente isolada do mundo.
Como a principal medida de prevenção à doença COVID-19, o isolamento social transforma a vida das pessoas, além de revelar uma crise econômica em escala global, semelhante somente ao grande “crash” de 1929. O trabalho se reinventa, o ensino não tem alternativa a não ser a distância. Setores, como a Cultura, são amplamente prejudicados, e trabalhadores autônomos não têm alternativas. Alguns governos ao redor do planeta se veem obrigados a tomarem medidas de supressão para obrigar pessoas a manterem-se em suas casas.
Avanços tecnológicos e medicinais parecem não conter a contaminação acelerada da doença, isso somado ao número limitado de leitos e hospitais disponíveis, obrigando o mundo a pensar em alternativas emergenciais para atender toda a população. Mas nem todos têm os mesmos privilégios ou até acesso aos serviços de saúde, nem mesmo os mais básicos.
Em contrapartida, no anseio a uma fagulha de esperança, a humanidade se une. Correntes em mídias sociais visam à aproximação das pessoas por meio de ações que possam entreter ou divertir. Redes de solidariedade ajudam comunidades carentes e aqueles que mais necessitam. O contato nunca se fez tão necessário, e o ser humano passa a dar valor a algo que antes era corriqueiro e, portanto, esquecível. A cultura do “selfie”, o individualismo que tanto é compartilhado nas redes sociais, dá espaço à valorização do plural.
Como na teoria darwinista, o ser humano se vê obrigado a evoluir. Quais as consequências de uma pandemia em um mundo globalizado, só o tempo dirá.
*informações captadas até 14/04/2020
Texto por Renan Rezende
Ficha Técnica:
Direção Geral e autoria - Anderson Del Duque
Diretor, produtor e roteirista, Anderson é morador da cidade de Sumaré, na região metropolitana de Campinas, e trabalhou em 16 produções cinematográficas ao longo da carreira em diversas funções, sendo vencedor de três prêmios em festivais. Anderson também é colunista e crítico de cinema, com textos publicados na revista Adoro Cinema. Além de ter participado como júri e banca em diversos eventos relacionados ao cinema e ao audiovisual.
Diretor de Jornalismo – Renan Rezende
Renan iniciou a carreira nas extintas Rádio Estadão ESPN e Rádio Estadão, do Grupo O Estado de São Paulo, como produtor e redator. Em seguida atuou como roteirista e produtor numa produtora audiovisual e tem experiência em agência de análise de mídia. Além disso, trabalhou como repórter e redator freelancer para o MEON, veículo que cobre o Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo. Renan também é ator profissional.
Diretora de Produção – Patricia Iglésias
Patricia tem vasta experiência na produção executiva de novelas, programas de TV e eventos. Com carreira consolidada na TV Globo, destacam-se produções como, Os Maias, Queridos Amigos, Vídeo Show, Criança Esperança, e as novelas Sol Nascente e Malhação. Para a Rede Record, participou de títulos como Apocalipse, Jesus e Jezabel. Além disso, também é especialista em gestão de planejamento, orçamento e gerenciamento e possui domínio de roteirizarão.
Colaborador de matérias jornalísticas - Jean Custo
Produção Executiva -
Renata Di Carmo

Assistente de Produção – Henrique Zeferino

Arte finalista – Adrian Silva Adrian Silva ten em seu currículo trabalhos como;
Editor, diretor de fotografia, operador de câmera, fotógrafo de making-of e assistente de Produção.

Produção de Elenco – Penha Penaforte
Pesquisa de matérias jornalísticas – Lorena Valentini“

—  Anderson Del Duque

„Tenha uma comunicação simples e organizada com o seu time“

—  Surama Jurdi

#suramajurdi #motivação #frase