Frases sobre mil

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da mil.

Tópicos relacionados

Total 302 citações, filtro:


Napoleão Bonaparte photo

„Uma imagem vale por mil palavras.“

—  Napoleão Bonaparte monarca francês, militar e líder político 1769 - 1821

William Shakespeare photo

„Ser ou não ser, eis a questão. O que é mais nobre para a alma? Sofrer as pedradas e as setas da fortuna ultrajosa ou tomar armas contra um mar de tribulações e, fazendo-lhes rosto, dar-lhes fim? Morrer… dormir… mais nada. Dizer que, por meio de um sono, acabamos com as angústias e com os mil embates naturais de que é herdeira a carne é um desfecho que se deve ardentemente desejar. Morrer… dormir… dormir! Sonhar talvez! Ah! Aqui é que está o embaraço. Pois que sonhos podem sobrevir naquele sono da morte depois de nos termos libertado deste bulício mortal? Eis o que nos obriga a fazer pausa; eis a reflexão de que procede a calamidade de uma vida tão longa. Com efeito, quem suportaria os açoites e os escárnios desta época, a injustiça do opressor, a contumélia do orgulhoso, os tormentos do amor desprezado, as dilações da lei, a insolência do poder e os maus tratos que o mérito paciente recebe de criaturas indignas, podendo com um simples punhal outorgar a si mesmo tranquilidade? Quem quereria sopesar o fardo, gemer e suar debaixo de uma vida pesadíssima, se o temor dalguma coisa depois da morte - o desconhecido país de cujas raias nenhum viajante ainda voltou - não enleasse a vontade e não fizesse antes padecer os males que temos, do que voar para outros que ignoramos? Assim, a consciência torna-nos a todos covardes; assim o fulgor natural da resolução é amortecido pelo pálido clarão do pensamento; e, assim, empresas enérgicas e de grande alcance torcem o caminho, e perdem o nome de ação.“

—  William Shakespeare dramaturgo e poeta inglês 1564 - 1616

Hamlet

John Fitzgerald Kennedy photo

„A vitória tem mil pais, mas a derrota é orfã.“

—  John Fitzgerald Kennedy 35º Presidente dos Estados Unidos 1917 - 1963

Victory has a thousand fathers, but defeat is an orphan
John F. Kennedy, citado em "Reorganization Plan No. 2 of 1978 (Federal Personnel Management System ...‎" - Página 107, de Committee on Government Operations, United States Congress. House. Committee on Government Operations. Legislation and National Security Subcommittee, United States, Congress, House - Publicado por U.S. Govt. Print. Off., 1978 - 319 páginas

Marilyn Monroe photo

„Hollywood é um lugar onde eles te pagam mil dólares por um beijo e cinquenta centavos por seu talento.“

—  Marilyn Monroe Atriz americana 1926 - 1962

Variante: Hollywood é um lugar onde te pagam mil dólares por um beijo e cinquenta centavos por sua alma.

Jair Bolsonaro photo
Charles Bukowski photo
Clive Barker photo
Gerson De Rodrigues photo

„Poema - O Mártir dos desajustados

Você já sentiu
como se houvesse um buraco em seu peito
acompanhado de uma dor que te sufoca
e cega os seus olhos
impedindo-o de ver a felicidade

Uma tristeza tão profunda
capaz de partir a sua alma ao meio
e corroer os despojos podres da carne

Como se cada átomo do seu corpo
sofresse tão profundamente
todas as dores do mundo

E ainda que as suas conquistas pessoais se realizassem
e os deuses o perdoassem pelo seus pecados
o martírio que corrói as entranhas do seu ser
o impedem de sorrir
ao menos uma vez…

Não se preocupem
estas dores que sentem
esse vazio em seu peito que não consegues explicar

É a doença rogada pelos deuses
sobre a carcaça podre dos homens malditos

Abracem a sua dor
sintam-na nas suas entranhas
deixem as suas feridas sangrarem
e afogarem o mundo em sua miséria

Não há nada de errado
em flertar com a morte em momentos de dor

Não há nada de errado
em sentir-se excluído em um mundo
do qual não pertences

Não existe nada de errado em ser diferente,
essa voz gritando na sua cabeça,
essa raiva pulsando em seu coração,
e aquela maldita vontade de mudar o mundo
é exatamente isso que te torna único!

Em um mundo de ovelhas,
orgulhe-se de ser um bode!

Nós não somos monstros
porque sentimos na solidão o abrigo para a nossa loucura

Caminhei solitário por ruas lotadas,
de pessoas vazias e mentes fechadas
e a alegria de não pertencer ao paraíso dos homens
sufocavam-me em uma doentia felicidade

Afastem de mim o perdão dos deuses
e a mentira dos homens

Eu sou o Deus dos fracos
dos desajustados
e excluídos

O mártir de todas as dores
e corações partidos

Há em mim a loucura de mil diabos
e a santidade de todos os deuses

Tudo o que eu amei
amei recluso em um ninho de ratos
aonde nada era sagrado
e nada era perfeito
mas ainda assim,
amei a mim mesmo
e todos os meus defeitos

Flertamos com a morte
para matar as nossas dores

Nos suicidamos todos os dias
para que o dia
que sucede o de amanhã
torne-se possível de se viver

Que a maldição do meu nascimento
e a miséria do meu ser
se alastre por cada canto deste mundo

Coloquem-me sobre o altar de suas catedrais
e chamem-me de cristo
pois eu sou a luz do mundo
e a escuridão que o consome!“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

Poema Niilismo

Buda photo
Enéas Carneiro photo

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating

„Amor pelas crianças


…Deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a mim, porque dos tais é o reino dos céus. v.14


Thomas Barnado entrou para a escola de medicina em Londres em 1865, sonhando ser missionário na China. Porém, logo descobriu a necessidade extrema no próprio quintal — as muitas crianças sem-teto vivendo e morrendo nas ruas de Londres. Decidiu fazer algo sobre essa horrenda situação. Abriu lares para as crianças destituídas, e resgatou cerca de 60 mil meninos e meninas da pobreza e possível morte precoce. O teólogo e pastor John Stott disse: “Hoje podemos chamá-lo de ‘o santo padroeiro das crianças de rua’”.

Jesus disse: “Deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a mim, porque dos tais é o reino dos céus” (v.14). Imagine a surpresa que as multidões, e os próprios discípulos de Jesus, devem ter sentido nessa declaração. Na antiguidade, as crianças tinham pouco valor e eram muito relegadas às margens da vida. Contudo, Jesus as acolheu, abençoou e as valorizou.

Tiago, autor de uma das cartas do Novo Testamento, desafiou os seguidores de Cristo dizendo: “A religião pura e sem mácula, para com o nosso Deus e Pai, é esta: visitar os órfãos […] nas suas tribulações” (1:27). Hoje, como aqueles órfãos do primeiro século, crianças de todas as camadas sociais, etnia e ambiente familiar estão sob riscos devido à negligência, tráfico de seres humanos, abuso e drogas dentre outras coisas. Como podemos honrar o Pai que nos ama mostrando o Seu cuidado por esses pequeninos que Jesus acolhe?

Demonstre o amor de Jesus com as suas ações. Bill Crowder“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„Disponível para todos


Pois o próprio Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos. v.45


Hoje ser celebridade é uma obsessão e há empresários que comercializam as “celebridades como produtos, vendendo o seu tempo e privacidade”. Um reconhecido jornal publicou que por 15 mil dólares, você pode encontrar-se com a cantora Shakira, e por 12 mil você e onze de seus convidados poderão almoçar com um famoso chef na propriedade dele.

Muitas pessoas tratavam Jesus como celebridade. Eles o seguiam por todo lugar, ouviam os Seus ensinamentos, observavam os Seus milagres e buscavam a cura por meio do Seu toque. E Jesus nunca foi orgulhoso ou distante, mas disponível para todos. Quando Seus discípulos, Tiago e João, discutiam a posição de cada um no Seu reino vindouro, Jesus lembrou os Seus discípulos: “…quem quiser tornar-se grande entre vós, será esse o que vos sirva; e quem quiser ser o primeiro entre vós será servo de todos” (vv.43,44).

Após dizer isso, Ele parou uma procissão de pessoas que o seguiam para perguntar a um mendigo cego: “…Que queres que eu te faça?” (v.51), “que eu torne a ver”, respondeu o homem. “Então, Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E imediatamente tornou a ver e seguia a Jesus estrada fora” (v.52).

Jesus “…não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos” (v.45). Que possamos, como Ele, ser compassivos e disponíveis para os outros hoje.

Siga o exemplo de Jesus: 
Alcance os necessitados. David C. McCasland“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Buda photo

„É melhor conquistar a si mesmo do que vencer mil batalhas.“

—  Buda Foi um príncipe e fundador do budismo -563 - -483 a.C.

Luiz Inácio Lula da Silva photo

„Depende, eu gostaria de saber o que é ser machista. Vou colocar minha situação para que entenda se isso é machismo, ou não. Muitas pessoas me criticam pelo fato de minha mulher não ter uma participação política como eu tenho. E eu acho que ela não tem que ter, porque eu tenho três filhos e alguém precisa cuidar deles. Eu não posso pagar uma empregada, assim quem tem que cuidar deles é a mulher. Quer queira, quer não, o cara que tem uma vida política como a minha não pode falar, bem eu vou chegar em casa pra lavar a louça, trocar a cama, dar banho na molecada. Seria fantasia e mentira dizer isso. Então se isso é ser machista, eu sou machista. (Silêncio) Eu gosto de tomar banho e que minha mulher leve a roupa pra mim no banheiro. A Marisa ainda corta as unhas do meu pé, me espreme os cravos, trata de mim, e eu acho que ela se sente bem fazendo isso. Eu não admito, por exemplo, as madames que falam em independência e liberdade e colocam uma empregada doméstica ganhando cinco mil cruzeiros por mês e ainda ficam comentando: minha empregada até vê televisão, até almoça na mesa comigo. Então você quer sua liberdade subordinando uma outra pessoa num regime escravocrata?“

—  Luiz Inácio Lula da Silva político brasileiro, 35º presidente do Brasil 1945

Sobre machismo. À revista Homem, 1981.
Gerais, 1981
Fonte: Linhares.Info http://linhares.info/veja-o-que-pensava-lula-sobre-mulheres-e-homossexuais-no-comeco-da-carreira/

Jair Bolsonaro photo
Jair Bolsonaro photo
Jair Bolsonaro photo
João Guimarães Rosa photo
Heráclito photo

„Um para mim vale mil, se for o melhor.“

—  Heráclito filósofo pré-socrático considerado o "Pai da dialética" -535

Galeno, De Dignoscendis Pulsibus, VIII, 733.