Frases sobre o verão

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da inverno, temporada, primavera, outono.

Melhores frases sobre o verão

Rabindranath Tagore photo
Winston Churchill photo
Matsuo Bashō photo
William Shakespeare photo

„Só teu verão eterno não se acaba.“

—  William Shakespeare dramaturgo e poeta inglês 1564 - 1616

Kimi Räikkönen photo

„No verão, as pessoas pescam e fazem sexo. No inverno, a pesca não é boa.“

—  Kimi Räikkönen 1979

Sobre o que há pra se fazer na Finlândia
Atribuídas

Anton Pavlovitch Tchékhov photo

„Feliz é aquele que nunca repara se está no inverno ou no verão.“

—  Anton Pavlovitch Tchékhov 1860 - 1904

Счастлив тот, кто не замечает, лето теперь или зима.
Three sisters - página 62, Anton Pavlovich Chekhov - Kreusler, 1954 - 134 páginas

John B. Root photo

„É o único tipo de produção na qual jamais se verá uma cena de violência“

—  John B. Root 1958

manifestação contra o projeto de lei que proíbe a exibição de filmes pornôs na televisão francesa
Fonte: Revista ISTO É, Edição 1726.

José Dirceu photo

„Você acha mesmo que estou enfraquecido no governo? Espere e verá.“

—  José Dirceu político e advogado brasileiro 1946

José Dirceu, ministro da Casa Civil, sobre seu suposto desprestígio junto ao presidente Lula.
Fonte: Revista ISTOÉ Gente, edição 255 http://www.terra.com.br/istoegente/255/frases/index.htm (28/06/2004)

Tim Maia photo

„Édipo, você é glorioso. A Vera Fischer é a coisa mais linda do mundo!“

—  Tim Maia Cantor Brasileiro 1942 - 1998

elogiando Felipe Camargo, que estava com sua então mulher na platéia de um show de Tim no Hotel Nacional, 1989.
Atribuídas

Todas frases sobre o verão

Total 157 citações verão, filtro:

„Árvore do rio


Porque ele é como a árvore plantada junto às águas… v.8


Esta árvore era digna de inveja. Crescendo na propriedade ribeirinha, não precisava se preocupar com boletins meteorológicos, temperaturas devastadoras, ou um futuro incerto. Nutrida e resfriada pelo rio, passou os seus dias levantando seus ramos para o sol, sedimentando a terra com as suas raízes, limpando o ar com suas folhas e oferecendo sombra a todos os que precisavam refugiar-se do sol.

Em contraste a isso, o profeta Jeremias apontou para um arbusto (17:6). Quando as chuvas pararam e o sol do verão transformou o chão em poeira, o mato murchou, não oferecendo sombra ou fruta para ninguém.

Por que o profeta compararia uma frondosa árvore a um arbusto murcho? Ele queria que o seu povo se lembrasse do que tinha acontecido desde o seu resgate milagroso dos campos de escravidão do Egito. Por 40 anos no deserto, eles viveram como a árvore plantada junto a um rio (2:4-6). No entanto, na prosperidade de sua Terra Prometida eles esqueceram a sua própria história; confiaram em si mesmos e em deuses que eles mesmo criaram (v.8), até ao ponto de voltar ao Egito em busca de ajuda (42:14).

Assim Deus, por intermédio de Jeremias, exortou, amorosamente, os filhos esquecidos de Israel para esperar e confiar no Senhor e ser como a árvore e não como o arbusto.

Vamos lembrar em tempos bons 
o que aprendemos em dias de angústia. Mart De Haan“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„Comece onde você está


Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos. v.1


Hoje, deparei-me com uma flor solitária que cresce nas campinas, uma pequena flor roxa “desperdiçando a sua doçura no ar do deserto”, tomei emprestado a linda linha de um verso do poeta inglês, Thomas Gray. Tenho certeza de que ninguém tinha visto esta flor anteriormente, e talvez ninguém a verá novamente. E pensei: Por que esta beleza neste lugar?

A natureza nunca é desperdiçada. Ela exibe diariamente a verdade, bondade e beleza daquele que a trouxe à existência. Cada dia a natureza oferece uma nova declaração da glória de Deus. Será que vejo Deus em meio a essa beleza, ou apenas lanço um olhar à natureza e demonstro indiferença?

Toda a natureza declara a beleza daquele que a criou. Nossa resposta pode ser louvor, adoração e gratidão, pelo brilho de uma flor centaurea (escovinha, marianinha), pelo esplendor de um nascer do sol, pela simetria de uma árvore em particular.

O escritor C. S. Lewis descreve uma caminhada na floresta num dia de verão. Ele perguntou ao seu amigo sobre a melhor forma de cultivar um coração agradecido a Deus. Seu companheiro de caminhada virou-se para um riacho nas proximidades, lavou o rosto e as mãos em uma pequena cascata, e perguntou: “Por que não começar com isto?” Lewis disse que aprendeu um grande princípio naquele momento: “Comece onde você está.”

Uma cachoeira, o vento nos salgueiros, um pássaro, uma minúscula flor. Que tal agradecer agora mesmo?

Deus é a beleza por trás de toda a beleza. 
Steve DeWitt David H. Roper“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„Ele entende e se importa


Certamente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si… v.4


Quando lhe foi perguntado se ele achava que a ignorância e a apatia eram problemas na sociedade moderna, o homem brincou: “Não sei e não me importo.”

Acho que muitas pessoas desanimadas se sentem assim sobre o mundo e as pessoas de hoje. Mas quando se trata das perplexidades e preocupações de nossa vida, Jesus as entende perfeitamente, e se importa profundamente. Em Isaías 53, temos uma profecia do Antigo Testamento sobre a crucificação de Jesus, que nos dá um vislumbre do que Ele enfrentou em nosso lugar. “Ele foi oprimido e humilhado, […] como cordeiro foi levado ao matadouro…” (v.7). “…por causa da transgressão do meu povo, foi ele ferido” (v.8). “…ao Senhor agradou moê-lo, fazendo-o enfermar; quando der ele a sua alma como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade e prolongará os seus dias; e a vontade do Senhor prosperará nas suas mãos” (v.10).

Na cruz, Jesus voluntariamente suportou nosso pecado e culpa. Ninguém jamais sofreu mais do que nosso Senhor por nós. Cristo sabia o que custaria para salvar-nos de nossos pecados e, em amor, Ele voluntariamente pagou (vv.4-6).

Por causa da ressurreição de Jesus dentre os mortos, Ele está vivo e conosco ainda hoje. Seja qual for a situação que enfrentamos, Jesus a entende e se preocupa. E Ele vai nos amparar.

Ele não está aqui, mas ressuscitou… 
Lucas 24:6 David C. McCasland“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Sigmund Freud photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Osamu Dazai photo

„Ever Growing

Eles ainda darão frutos na velhice. -
Escritura de hoje : Salmo 92

Em seu livro O Pescador e Seus Amigos, Louis Albert Banks conta sobre um homem que passava um verão perto das margens do Lago Superior. Um dia ele se deparou com um pinheiro que havia sido derrubado por uma tempestade recente. Sabendo algo sobre as árvores, ele ficou intrigado com aquela imensa árvore verde no chão. Ele examinou de perto e percebeu que tinha pelo menos 250 anos de idade. O que mais o impressionou, no entanto, foi o que descobriu quando arrancou a casca. Era evidente para ele que no dia em que a árvore caiu, ainda estava crescendo.

É assim que deve ser na vida de um crente. Os anos passam e nossa força física diminui. O homem exterior perece, mas o homem interior deve continuar se desenvolvendo - mentalmente, emocionalmente e acima de tudo espiritualmente - até o dia em que morrermos.

Quão belos são aqueles que envelhecem graciosamente, refletem a amabilidade de Cristo em seus corações e continuam sendo espiritualmente produtivos! Essas pessoas continuam a desenvolver traços de caráter que glorificam a Deus e contribuem para a bênção e o bem-estar dos outros.

Como aquele imponente pinheiro velho, nós também deveríamos continuar crescendo - até o fim!

Refletir e Orar
Ó Salvador, ensina-me a habitar.
Perto abrigado em Seu lado amoroso,
Cada hora recebendo graça na graça
Até que eu te veja face a face. —Anon.

O novo nascimento leva apenas um momento; o crescimento de um santo leva uma vida inteira. Richard DeHaan“

—  ministério_pão_diário

Winston Churchill photo

„Quanto mais longe você conseguir olhar para trás, mais longe você verá para frente.“

—  Winston Churchill Político britânico 1874 - 1965

The farther backward you can look, the farther forward you will see.
Variante: Quanto mais você olhar para trás, mais para frente você vai ver.

Chico Xavier photo

„E se eu for correndo e sorrindo para os teus braços? Verás depois o que eu vejo agora?“

—  Christopher McCandless viajante solitário e andarilho norteamericano, morto no Alasca em 1992 1968 - 1992

Arautos do Rei photo
Henry David Thoreau photo
Amado Nervo photo
Luis Fernando Verissimo photo
John Donne photo

„Nenhuma beleza primaveril ou de verão tem tanta graça como vi em uma face outonal.“

—  John Donne Poeta 1572 - 1631

No spring, nor summer beauty hath such grace As I have seen in one autumnal face
"The Autummal" in "Poems of John Donne", Volume 1‎ - Página 117, John Donne - Lawrence & Bullen, 1896

Epiteto photo
Florestan Fernandes photo
Augusto Cury photo
Rick Riordan photo
Rainer Maria Rilke photo
Julia Quinn photo
Pablo Neruda photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Richard Bach photo
Gerard Butler photo
Cesare Pavese photo
Emily Dickinson photo
Virginia Woolf photo

„Arranquei do calendário os dias de Maio e de Junho, disse Susan, e vinte e dois dias de Julho. Arranquei-os e amarfanhei-os, e por isso já só existem como um peso no meu coração. São dias mutilados, como borboletas nocturnas com as asas arrancadas, incapazes de voar. Já só faltam oito dias. Dentro de oito dias, descerei do comboio e ficarei parada no cais às seis e vinte e cinco. A minha liberdade vai então desabrochar, fazendo estalar todas as obrigações que me tolhem e diminuem — os horários, a ordem, a disciplina, o ter de estar aqui e ali a horas certas. O dia explodirá de brilho quando eu abrir a porta e vir o meu pai com o seu velho chapéu e as polainas. Vou tremer. Romper em lágrimas. Depois, na manhã seguinte, levanto-me de madrugada. Saio pela porta da cozinha. Irei pelo paul, ouvindo trovejar atrás de mim os grandes cavalos montados por fantasmas que de súbito se detêm. Verei a andorinha roçando a erva. Vou atirar-me para um banco junto ao rio e ficar a ver os peixes deslizando entre os juncos. Terei nas palmas das mãos as marcas das agulhas dos pinheiros. Então poderei desdobrar e examinar com atenção tudo o que aqui nasceu em mim, qualquer coisa de duro. Porque alguma coisa cresceu dentro de mim, através do Inverno e do Verão, dos dormitórios e escadarias. Ao contrário de Jinny não quero ser admirada. Não quero que as pessoas ergam os olhos de admiração quando entro. Quero dar e receber e quero a solidão onde possa desdobrar em paz tudo o que possuo.“

—  Virginia Woolf, livro The Waves

The Waves

Bertrand Russell photo
Rick Riordan photo
Jorge Amado photo
Albert Camus photo
Che Guevara photo

„Escuta, avó proletária: crê no homem que chega, crê no futuro que nunca verás […] Acima de tudo, terás uma rubra vingança, juro pela exata dimensão dos meus ideais. Morre em paz, velha lutadora.“

—  Che Guevara guerrilheiro e político, líder da Revolução Cubana 1928 - 1967

Escucha, abuela proletaria: cree en el hombre que llega, cree en el futuro que nunca verás. Ni reces al dios inclemente que toda una vida mintió tu esperanza; ni pidas clemencia a la muerte para ver crecer a tus caricias pardas; los cielos son sordos y en ti manda el oscuro, sobre todo tendrás una roja venganza lo juro por la exacta dimensión de mis ideales. Muere en paz, vieja luchadora.
Sobre literatura y arte - página 21, Ernesto Guevara - Arte y Literatura, 1997, ISBN 9590300693, 9789590300691 - 106 páginas

John Ronald Reuel Tolkien photo
William Shakespeare photo
Mário Quintana photo
Antoine de Saint-Exupéry photo
Paul Auster photo
Clive Barker photo
Orhan Pamuk photo

„Quando aquela senhora que me lembrava minha tia disse que me conhecia, ela não estava dizendo que conhecia minha história de vida e minha família, que sabia onde eu morava, que escolas frequentei, os romances que escrevi e as dificuldades políticas que enfrentei. Nem que conhecia minha vida particular, meus hábitos pessoais ou minha natureza essencial e minha visão de mundo, que eu tentara expressar relacionando-as com minha cidade natal em meu livro Istambul. A velha senhora não estava confundindo a minha história com as histórias de minhas personagens fictícias. Ela parecia falar de algo mais profundo, mais íntimo, mais secreto, e senti que a entendia. O que permitiu que a tia perspicaz me conhecesse tão bem foram minhas próprias experiências sensoriais, que inconscientemente eu colocara em todos os meus livros, em todas as minhas personagens. Eu projetara minhas experiências em minhas personagens: como me sinto quando aspiro o cheiro da terra molhada de chuva, quando me embriago num restaurante barulhento, quando toco a dentadura de meu pai depois de sua morte, quando lamento estar apaixonado, quando eu consigo me safar quando conto uma mentirinha, quando aguardo na fila de uma repartição pública segurando um documento molhado de suor, quando observo as crianças jogando futebol na rua, quando corto o cabelo, quando vejo retratos de paxás e frutas pendurados nas bancas de Istambul, quando sou reprovado na prova de direção, quando fico triste depois que todo mundo deixou a praia no fim do verão, quando sou incapaz de me levantar e ir embora no final de uma longa visita a alguém apesar do adiantado da hora, quando desligo o falatório da TV na sala de espera do médico, quando encontro um velho amigo do serviço militar, quando há um súbito silêncio no meio de uma conversa interessante. Nunca me senti embaraçado quando meus leitores pensavam que as aventuras de meus heróis também haviam ocorrido comigo, porque eu sabia que isso não era verdade. Ademais, eu tinha o suporte de três séculos de teoria do romance e da ficção, que podia usar para me proteger dessas afirmações. E estava bem ciente de que a teoria do romance existia para defender e manter essa independência da imaginação em relação à realidade. No entanto, quando uma leitora inteligente me disse que sentira, nos detalhes do romance, a experiência da vida real que "os tornavam meus", eu me senti embaraçado como alguém que confessou coisas íntimas a respeito da própria alma, como alguém cujas confissões escritas foram lidas por outra pessoa.“

—  Orhan Pamuk escritor turco, vencedor do Prêmio Nobel de literatura de 2006 1952

The Naive and the Sentimental Novelist

Eça de Queiroz photo
Frederick Douglas photo

„Você viram como um homem foi feito escravo; vocês verão como um escravo se fez um homem.“

—  Frederick Douglas Ativista dos direitos humanos estadunidense 1818 - 1895

Idem. Narrativa de como saiu da escravidão para se tornar homem livre.
Original: You have seen how a man was made a slave; you shall see how a slave was made a man.

Leo Buscaglia photo
Natalie Portman photo
Osama bin Laden photo
Paulo Coelho photo

„Quem tenta possuir uma flor verá a sua beleza murchando. Mas quem olhar uma flor no campo permanecerá para sempre com ela.“

—  Paulo Coelho, livro Brida

"Brida" - Página 282, de Paulo Coelho - Publicado por Pergaminho, 2000 ISBN 9727110843, 9789727110841
Por obra, Brida

Stendhal photo
Aristoteles photo

„Para o bem-estar e saúde, mais uma vez, o domicílio deve ser arejado no verão e ter sol no inverno. O domicílio que possui essas qualidades, deve ser mais comprido do que largo e sua entrada principal deve ser voltada para para o sul.“

—  Aristoteles, Economia

1345a.20 http://artflx.uchicago.edu/perseus-cgi/citequery3.pl?dbname=PerseusGreekTexts&getid=1&query=Arist.%20Oec.%201345a.20, Economia (Oeconomica), Textos e traduções gregos
Das partes dos animais, Economia

Friedrich Nietzsche photo

„Daquilo que sabes conhecer e medir, é preciso que te despeças, pelo menos por um tempo. Somente depois de teres deixado a cidade, verás a que altura suas torres se elevam acima das casas.“

—  Friedrich Nietzsche filósofo alemão do século XIX 1844 - 1900

como citado in: A filosofia e seu ensino - Página 314, CEDES, 2004 - 131 páginas
Atribuídas

Carlo Porta photo
Marcelo Nova photo
Tori Amos photo
Harvey Spencer Lewis photo
Jon Bon Jovi photo
Louis Riboulet photo
Heitor Villa-Lobos photo
Santos Dumont photo
Tommy Lee photo

„Eu também passei alguns anos atrás algum tempo na prisão. Passei um verão inteiro na leitura de livros na prisão. Eu bombeei uma tonelada de novos conhecimentos e pensamentos novos em mim.“

—  Tommy Lee baterista grego 1962

I also did some jail time a few years ago. Spent a whole summer in jail reading books. I pumped a ton of new knowledge and new thinking into myself. http://www.malibumag.com/onlinemagazine/junejuly05/tommylee.htm

Leila Lopes photo

„Era verão, dia 19 de dezembro de 1999. Era pra estar repleto de carros vindo da praia.“

—  Leila Lopes Miss Angola 2011 em Luanda 1986

Vídeo "Leila Lopes no Limite da morte" de 2000, onde ela explica as condições de seu acidente de trânsito.

Carson McCullers photo

„O grande azar de Vera foi não se ter casado com o Mick Jagger. Hoje ela teria uma pensão de US$ 17,5 mil como a sua filha.“

—  Jece Valadão 1930 - 2006

Sobre o aumento de pensão alimentícia pedido por sua ex-mulher Vera Gimenez, mãe de Luciana Gimenez que teve um filho com Jagger
Fonte: Revista IstoÉ Edição 1618

„A Vera deveria ter casado com o Mick Jagger, e não com um durango que nem eu.“

—  Jece Valadão 1930 - 2006

Jece Valadão, ator e diretor de cinema, referindo-se à ex-mulher Vera Gimenez (mãe de Luciana Gimenez, que tem um filho com o stone), que lhe cobra na Justiça pensão para o filho universitário
Fonte: Revista Veja, Edição 1 669 - 4/10/2000 http://veja.abril.com.br/041000/vejaessa.html

Aécio Neves photo

„A presidente verá que se engana atribuindo as críticas ao seu governo ao pessimismo generalizado da oposição, dos empresários e da imprensa. A preocupação de inúmeros setores decorre, na verdade, de reiterados erros da política econômica.“

—  Aécio Neves político brasileiro 1960

Aécio Neves artigo do senador publicado dia 22 de julho de 2013.
Fonte Folha de S.Paulo http://www1.folha.uol.com.br/colunas/aecioneves/2013/07/1314599-validade.shtml

Agostinho da Silva photo
Vergílio Ferreira photo
Antoine de Saint-Exupéry photo
Tomas Tranströmer photo
Alcione Sortica photo
Rogério Martins photo
Vergílio Ferreira photo

„Não te entristeças por não poderes já ver o que verão os que vierem depois de ti. Porque depois de mortos, terão visto exactamente o mesmo que tu.“

—  Vergílio Ferreira escritor português 1916 - 1996

Variante: Não te entristeças por não poderes já ver o que verão os que vierem depois de ti. Porque depois de mortos, terão visto exatamente o mesmo que tu.

Alfred De Vigny photo
Clarice Lispector photo

„O verão está instalado no meu coração.“

—  Clarice Lispector Escritora ucraniano-brasileira 1920 - 1977

Albert Camus photo
Rogério Martins photo
Nancy Kerrigan photo
William Shakespeare photo
Emily Dickinson photo
Albert Camus photo
Padre Antônio Vieira photo

„Onde a virtude estiver em grau eminente, verás que é perseguida; poucos, ou nenhum, dos famosos varões que passaram na terra, deixaram de ser caluniados pela malícia.“

—  Cervantes

Variante: Onde quer que a virtude se encontre em grau eminente, é perseguida; poucos ou nenhum dos famosos varões do passado deixou de ser caluniado pela malícia.

Fernanda Young photo