Frases de Matsuo Bashō

Matsuo Bashō photo
27   42

Matsuo Bashō

Data de nascimento: 1644
Data de falecimento: 28. Novembro 1694

Matsuo Bashō , ou simplesmente Bashō,[1] foi o poeta mais famoso do período Edo no Japão. Durante sua vida, Bashô foi reconhecido por seus trabalhos colaborando com a forma haikai no renga. Atualmente, após séculos de comentários, é reconhecido como um mestre da sucinta e clara forma haikai. Sua poesia é reconhecida internacionalmente e dentro do Japão muitos dos seus poemas são reproduzidos em monumentos e locais tradicionais. Foi ele quem codificou e estabeleceu os cânones do tradicional haikai japonês.

Bashō foi introduzido à poesia em tenra idade e, depois de integrar-se na cena intelectual de Edo , rapidamente se tornou conhecido em todo o Japão. Ganhava a vida como professor, mas renunciou à vida urbana e social dos círculos literários e ficou inclinado a vagar por todo o país, rumo ao oeste, leste e distante ao deserto do norte para ganhar inspiração para seus escritos e haiku. Seus poemas são influenciados por sua experiência direta do mundo ao seu redor, muitas vezes englobando o sentimento de uma cena em alguns poucos elementos simples. Wikipedia

Photo: Unknown author / Public domain

„Quimonos secando
ao sol. Oh, aquela manguinha
da criança morta!“

—  Matsuo Bashō

Variante: Quimonos secando
ao sol. E a pequena manga
da criança morta.

Aniversários de hoje
José Saramago photo
José Saramago303
escritor português 1922 - 2010
Fernando Henrique Cardoso photo
Fernando Henrique Cardoso60
Sociólogo e político brasileiro, ex-presidente do Brasil 1931
Máximo Gorki photo
Máximo Gorki33
1868 - 1936
Avicena photo
Avicena4
980 - 1037
Outros 52 aniversários hoje