„O tempo não é uma medida. Um ano não conta, dez anos não representam nada. Ser artista não significa contar, é crescer como a árvore que não apressa a sua seiva e resiste, serena, aos grandes ventos da primavera, sem temer que o verão possa não vir. O verão há de vir. Mas só vem para aqueles que sabem esperar, tão sossegados como se tivessem na frente a eternidade.“

Letters to a Young Poet

Última atualização 26 de Setembro de 2020. História

Citações relacionadas

Thomas Fuller photo
Isaac Asimov photo
Ralph Waldo Emerson photo

„Nós não contamos os anos de um homem até que ele nada tenha a contar.“

—  Ralph Waldo Emerson 1803 - 1882

We do not count a man's years until he has nothing else to count.
The journals and miscellaneous notebooks of Ralph Waldo Emerson - Página 361 http://books.google.com.br/books?id=TVMYpcZEx1UC&pg=PA361, Ralph Waldo Emerson, A. W. Plumstead, Harrison Hayford - Harvard University Press, 1969, ISBN 0674484576, 9780674484573 - 600 páginas

„Manter-se positivo não significa que você tem que ser feliz o tempo todo, significa que, mesmo em dias difíceis, você sabe que os melhores estão por vir.“

—  Abraham Schneersohn

Manter-se positivo não significa que você tem que ser feliz o tempo todo, significa que, mesmo em dias difíceis, você sabe que os melhores estão por vir.

Clarice Lispector photo
Orison Swett Marden photo
Bernard Berenson photo

„Ser coerente significa ser tão ignorante hoje como há um ano atrás.“

—  Bernard Berenson 1865 - 1959

Variante: Ser coerente significa ser tão ignorante hoje quanto um ano atrás.

José Ortega Y Gasset photo
Confucio photo
Pamela Anderson photo

„Acho que tenho uns bons dez anos pela frente. Talvez quinze, se tiver sorte.“

—  Pamela Anderson atriz e modelo canadense 1967

Em entrevista à revista US Weekly, em que revelou sofrer de hepatite C; citado na Revista Veja http://veja.abril.com.br/291003/vejaessa.html, Edição 1826 . 29 de outubro de 2003

Khalil Gibran photo

„Você pode contar seus segredos ao vento, mas não vá culpá-lo por contar tudo as árvores“

—  Khalil Gibran 1883 - 1931

Variante: Pode contar seus segredos ao vento, mas depois, não vá culpá-lo por contar tudo às árvores

Friedrich Hölderlin photo
Paolo Mantegazza photo
Gabriel Chalita photo

Tópicos relacionados