Frases de José Ortega Y Gasset

José Ortega Y Gasset foto

47   2

José Ortega Y Gasset

Data de nascimento: 9. Maio 1883
Data de falecimento: 18. Outubro 1955
Outros nomes: Y Gasset José Ortega

José Ortega y Gasset foi um filósofo, ensaísta, jornalista e ativista político espanhol. Foi o principal expoente da teoria da razão vital e histórica, situado no movimento novecentista.


„No fundo de qualquer capricho há a secreta vontade de aprender algo de sério.“

„Ser de esquerda é, como estar na direita, uma infinidade de maneiras que o homem pode escolher ser um imbecil: ambas, com efeito, são formas de hemiplegia [paralisia] moral“


„A revolução não é a sublevação contra a ordem preexistente, mas a implantação de uma nova ordem que vira a tradicional pelo avesso.“

„A lei seca da arte é esta: 'Ne quid nimis', nada além do necessário. Tudo o que é supérfluo, tudo aquilo que podemos suprimir sem alterar a essência é contrário à existência da beleza.“

„A vida é uma série de colisões com o futuro, não é uma soma do que temos sido, e sim do que desejamos ser.“

„O jovem não precisa de razões para viver; precisa só de pretextos.“

„Rancor é uma evidente manifestação de sentimento de inferioridade.“

„O importante é a lembrança dos erros, que nos permite não cometer sempre os mesmos. O verdadeiro tesouro do homem é o tesouro dos seus erros, a larga experiência vital decantada por milênios, gota a gota.“


„É imoral pretender que uma coisa desejada se realize magicamente, simplesmente porque a desejamos. Só é moral o desejo acompanhado da severa vontade de prover os meios da sua execução.“

„O amor vive do pormenor e procede microscopicamente.“

„À leitura deslizante ou horizontal, um simples patinar mental, é preciso substituir pela leitura vertical, a imersão no pequeno abismo que é cada palavra, fértil mergulho sem escafandro.“

„Sempre que ensinares, ensina a duvidarem do que estiveres ensinando.“


„O que não é destino é frivolidade.“

„Não se pode dizer que o poeta persiga a verdade, visto que a cria.“

„Pensar é o acto de capturar a realidade por meio das ideias.“

„Não é a fome, mas, pelo contrário, a abundância, o excesso de energias, que provocam a guerra.“

Autores parecidos