Frases de Paulo Franchetti

70   0

Paulo Franchetti

Data de nascimento: 1954

Paulo Franchetti é um crítico literário, escritor e professor brasileiro , titular no Departamento de Teoria Literária da Universidade Estadual de Campinas . É mestre pela Unicamp, doutor pela USP e livre-docente pela Unicamp. De 2002 a 2013 dirigiu a Editora da Unicamp. Aposentou-se em 2015.


„Mesmo molhado Resplandece ao pôr-do-sol O campo de algodão.“

„Quintal do sítio - A única forma geométrica É a linha de um varal.“


„Crescem mais pêlos Nas minhas orelhas - Mais um ano chega ao fim...“

„O chofer de táxi - Meu pai também, nos dias quentes, Assobiava assim.“

„A igreja branca Sufocada entre eucaliptos - Aldeia de minha mãe...“

„Parou de chover: No ar lavado, as árvores Parecem mais verdes.“

„Nem laranjas, nem café: Apenas canaviais Sob um céu vazio.“

„Os pássaros cantam Monotonamente - Feriado do ano-novo.“


„Trezentos quilômetros Para não vos contemplar - Mangueiras da minha infância!“

„Tardes de Cuiabá: Garças e periquitos Voando pra noroeste.“

„O bebê resmunga - Zune nas venezianas O vento do inverno.“

„Perfume de pinho - Nascem, no fumante convicto, Firmes projetos de saúde.“


„Ruído de chinelos No quintal do lado - Mas que calor...“

„A velha ponte - No pó ajuntado entre as tábuas, Brota o capim.“

„Chove de novo - As vacas e os carros Devagar, em fila indiana.“

„Mesmo com fome, Não se apressa como as outras A galinha manca.“

Autores parecidos