„Disponível para todos


Pois o próprio Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos. v.45


Hoje ser celebridade é uma obsessão e há empresários que comercializam as “celebridades como produtos, vendendo o seu tempo e privacidade”. Um reconhecido jornal publicou que por 15 mil dólares, você pode encontrar-se com a cantora Shakira, e por 12 mil você e onze de seus convidados poderão almoçar com um famoso chef na propriedade dele.

Muitas pessoas tratavam Jesus como celebridade. Eles o seguiam por todo lugar, ouviam os Seus ensinamentos, observavam os Seus milagres e buscavam a cura por meio do Seu toque. E Jesus nunca foi orgulhoso ou distante, mas disponível para todos. Quando Seus discípulos, Tiago e João, discutiam a posição de cada um no Seu reino vindouro, Jesus lembrou os Seus discípulos: “…quem quiser tornar-se grande entre vós, será esse o que vos sirva; e quem quiser ser o primeiro entre vós será servo de todos” (vv.43,44).

Após dizer isso, Ele parou uma procissão de pessoas que o seguiam para perguntar a um mendigo cego: “…Que queres que eu te faça?” (v.51), “que eu torne a ver”, respondeu o homem. “Então, Jesus lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E imediatamente tornou a ver e seguia a Jesus estrada fora” (v.52).

Jesus “…não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos” (v.45). Que possamos, como Ele, ser compassivos e disponíveis para os outros hoje.

Siga o exemplo de Jesus: 
Alcance os necessitados. David C. McCasland“

Citações relacionadas

„Firmando-se em Jesus


Ora, ali estava conchegado a Jesus um dos seus discípulos, aquele a quem ele amava. v.23


Às vezes, ao colocar a cabeça no travesseiro à noite, oro e imagino que estou me apoiando em Jesus. Sempre que faço isso, lembro-me do que a Palavra de Deus nos diz sobre o apóstolo João. O próprio João descreve como ele estava sentado ao lado de Jesus na Última Ceia: “…estava conchegado a Jesus um dos seus discípulos, aquele a quem ele amava” (v.23).

João usou o termo “a quem ele amava” como uma maneira de referir-se a si mesmo, sem mencionar seu próprio nome. Ele também está representando o cenário de um típico banquete em Israel do primeiro século, quando se usava uma mesa mais baixa do que as de hoje, à altura do joelho. Sentar-se reclinado, sem cadeiras numa esteira ou almofadas era a posição natural ao redor da mesa. João estava sentado tão perto do Senhor que, ao virar-se para lhe fazer uma pergunta, abaixou a cabeça “reclinando-se sobre o peito de Jesus” (v.25).

A proximidade de João em relação a Jesus, naquele momento, traz uma ilustração útil para o nosso relacionamento com o Senhor hoje. Podemos não ser capazes de tocar Jesus fisicamente, mas podemos confiar-lhe as mais pesadas circunstâncias de nossa vida. Ele disse: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mateus 11:28). Como somos abençoados por ter um Salvador em cuja fidelidade podemos confiar em todas as circunstâncias de nossa vida! Você está “achegando- se” a Jesus hoje?

Somente Jesus nos concede 
o descanso que precisamos. James Banks“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Jader Barbalho photo

„Se Jesus foi violentado, por que eu não poderia ser?“

—  Jader Barbalho Político brasileiro 1944

Jader Barbalho, ex-senador, que não é o Cristo, mas afinal também é filho de Deus; citado em Revista Veja http://veja.abril.com.br/060302/vejaessa.html, Edição 1 741 - 6 de março de 2002.

„Aqui para servir


Em seguida pôs água numa bacia e começou a lavar os pés dos discípulos e a enxugá-los com a toalha. v.5


Era hora de nossa igreja empossar um novo grupo de líderes. Para simbolizar seus papéis como líderes de servos, os diáconos da igreja participaram de uma memorável cerimônia de lavagem de pés. Cada um dos líderes — incluindo o pastor — lavou os pés uns dos outros enquanto a congregação os observava.

O que eles fizeram naquele dia foi modelado para nós por Jesus Cristo, conforme registrado em João 13. Nesse incidente, que aconteceu na chamada Última Ceia, Jesus “…se levantou, tirou a sua capa, […] e começou a lavar os pés dos discípulos…” (vv.4,5). Mais tarde, Jesus explicou aos Seus discípulos por que Ele havia feito isso, dizendo: “…o empregado não é mais importante do que o patrão, e o mensageiro não é mais importante do que aquele que o enviou” (v.16). Ele também disse: “…entre vocês eu sou como aquele que serve” (Lucas 22:27).

Se não está abaixo da dignidade de Jesus fazer uma tarefa tão humilde, não é inferior a nenhum de nós servirmos aos outros. Que exemplo maravilhoso Ele deu a todos nós. De fato, Ele “…não veio para ser servido, mas para servir” (Marcos 10:45). Ele nos mostrou o que significa ser um líder e um servo. Esse é Jesus, Aquele que serve.

Nenhuma ação é pequena demais 
quando é feita para Cristo. Dave Branon“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Camilo Torres photo
José Mourinho photo

„Nem Jesus Cristo era bem aceito por todos.“

—  José Mourinho futebolista português 1963

w:El Evangelio según Mourinho (2011) por Stefano Barbetta

„Uma jornada de fé


…para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome. v.31


Desde sua primeira publicação em 1880, o romance Ben-Hur: um conto sobre Cristo, de Lew Wallace, nunca ficou fora do catálogo. É considerado o livro cristão mais influente do século 19, e sempre atrai novos leitores, uma vez que tece a verdadeira história de Jesus com a de um fictício jovem e nobre judeu chamado Ben-Hur.

Amy Lifson, editora, escreveu numa conceituada revista que este livro transformou a vida do autor: “À medida que Ben-Hur guiava os leitores através de cenas da Paixão, ele também orientava o caminho para Wallace crer em Jesus.” O autor afirmou: “Vi o Nazareno executar obras que nenhum mero homem poderia realizar.”

Nos evangelhos, o registro da vida de Jesus nos permite caminhar ao lado dele, testemunhar Seus milagres e ouvir Suas palavras. O evangelho de João conclui com as palavras: “…fez Jesus diante dos discípulos muitos outros sinais que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram registrados para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome” (João 20:30,31).

Assim como a pesquisa de Wallace, a leitura bíblica e o escrever sobre o Senhor o levaram a crer em Jesus, a Palavra de Deus gera a transformação da mente e do coração. E por meio dessa transformação, temos a vida eterna em Jesus e por meio dele.

Muitos livros podem informar, 
mas somente a Bíblia pode transformar. David C. McCasland“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„O gênio do ferro-velho


Ele retrucou: Se é pecador, não sei; uma coisa sei: 
eu era cego 
e agora vejo. v.25


Noah Purifoy começou o seu trabalho como artista “montador” com 3 toneladas de escombros recuperados a partir dos motins de 1965 na área de Watts, em 
Los Angeles, EUA. De rodas de bicicletas quebradas e bolas de boliche para pneus descartados e TV danificadas a 
produtos já inutilizáveis, ele e um colega criaram esculturas que transmitiam poderosa mensagem sobre pessoas sendo tratadas como “descartáveis” na sociedade moderna. Um jornalista referiu-se a ele como “o gênio do ferro-velho”.

No tempo de Jesus, muitas pessoas com doenças e problemas físicos eram consideradas como pecadores que estavam sendo punidos por Deus. Essas pessoas eram evitadas e ignoradas. Mas quando Jesus e Seus discípulos encontraram um homem cego de nascença, o Senhor disse que a condição física dele não era resultado do pecado, mas sim, uma ocasião para revelar o poder de Deus. “Enquanto estou no mundo, sou a luz do mundo” (João 9:5). Quando o cego seguiu as instruções de Jesus, ele pôde ver.

Quando as autoridades religiosas questionaram esse homem cego, ele respondeu simplesmente: “…uma coisa sei: eu era cego, mas agora vejo” (v.25).

Jesus ainda é o maior “gênio do ferro-velho” em nosso mundo. Estamos todos danificados pelo pecado, mas Ele toma a nossa vida despedaçada e molda-a em Suas mãos.

Jesus é o restaurador 
de nossa vida. David C. McCasland“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Carla Perez photo

„Jesus não agradou a todos. Não é eu que vou agradar.“

—  Carla Perez dançarina brasileira (1977-) 1977

Carla Perez, dançarina, em entrevista na televisão
Fonte: Revista Veja http://veja.abril.com.br/231298/p_012.html de 23/12/98

„Um de nós


…naquilo que ele mesmo sofreu, tendo sido tentado, é poderoso para socorrer os que são tentados. v.18


No culto memorial para Charles Schulz (1922–2000), criador da tira cômica Peanuts, sua amiga, a cartunista Cathy Guisewite, falou sobre a sua humanidade e compaixão. “Ele deu a todos nós os personagens que sabiam exatamente como todos nós nos sentimos, que nos fizeram sentir que nunca estávamos sozinhos. Em seguida, ele se entregou a nós e nos fez sentir que nós nunca estávamos sozinhos. Ele nos encorajou. Ele tinha empatia e nos fez sentir que era exatamente como nós.”

Quando sentimos que ninguém nos entende ou pode nos ajudar, somos lembrados de que Jesus deu-se a si mesmo por nós, e Ele sabe exatamente quem somos e o que estamos enfrentando hoje.

Hebreus 2:9-18 apresenta a incrível verdade que Jesus compartilhou igualmente a nossa humanidade durante a Sua vida na Terra (v.14). Ele provou a morte por todos (v.9), destruiu o poder de Satanás (v.14), e livrou todos “que, pelo pavor da morte, estavam sujeitos à escravidão por toda a vida” (v.15). Jesus foi como nós, “…semelhante aos irmãos, para ser misericordioso e fiel sumo sacerdote nas coisas referentes a Deus” (v.17). Obrigado, Senhor, por compartilhar nossa humanidade, para que pudéssemos conhecer a Tua ajuda hoje e viver em Tua presença para sempre.

Ninguém nos entende como Jesus. David C. McCasland“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Bhaktivedanta Swami Prabhupada photo

„Quem se deixar guiar por Jesus Cristo certamente obterá a libertação. Mas é muito difícil encontrar um homem que esteja realmente sendo orientado por Jesus Cristo.“

—  Bhaktivedanta Swami Prabhupada 1896 - 1977

Actually, one who is guided by Jesus Christ will certainly get liberation. But it is very hard to find a man who is actually being guided by Jesus Christ.
citado em "Krishna meets Jesus: A. C. Bhaktivedanta Swami Srila Prabhupada's Interpretations and Conclusions about Christianity", página 57 http://books.google.com.br/books?id=7hxBlYmPOHgC&pg=PA57; Por Peter Schmidt; Publicado por BoD – Books on Demand, 2002; ISBN 3831135703, 9783831135707; 184 páginas

„Veja o que Jesus fez


…E nesse novo serviço de amor queremos também que façam mais do que os outros. 2 Coríntios 8:7 (NTLH)


O menino tinha apenas 8 anos quando anunciou para Wally, um amigo de seus pais: “Eu amo Jesus e quero servir a Deus no exterior algum dia.” Durante os dez anos seguintes ou mais, Wally orou por ele, enquanto o observava crescer. Mais tarde, quando este jovem se inscreveu para servir com uma agência missionária no Mali, Wally lhe disse: “Já estava na hora! Quando ouvi o que você queria fazer, investi algum dinheiro e fui guardando para você, esperando por esta notícia emocionante.” Wally deseja ajudar o próximo e contribuir para levar-lhes as boas-novas de Deus.

Jesus e Seus discípulos precisavam de apoio financeiro enquanto viajavam de cidade em cidade, contando a boa notícia do Seu reino (Lucas 8: 1-3). Um grupo de mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e doenças ajudou a apoiá-los prestando “…assistência com os seus bens” (v.3). Uma delas foi Maria Madalena, que tinha sido liberta de sete demônios. Outra era Joana, mulher de um funcionário na corte de Herodes. Nada se sabe sobre Suzana e “muitas outras” (v.3), mas sabemos que Jesus tinha atendido as necessidades espirituais delas. Agora elas estavam ajudando Jesus e Seus discípulos compartilhando com eles os seus recursos financeiros.

Quando consideramos o que Jesus fez por nós, o desejo de Ele ajudar os outros, passa a ser nosso também. Vamos perguntar a Deus como Ele quer nos usar.

Jesus deu tudo o que tinha; 
Ele merece tudo o que somos. Anne Cetas“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„Muito bom para não compartilhar


Este veio como testemunha para que testificasse a respeito da luz, a fim de todos virem a crer por intermédio dele. v.7


Durante o processo judicial, as testemunhas são mais do que observadores ou espectadores. Elas são participantes ativas que ajudam a determinar o resultado de um caso. O mesmo acontece com o nosso testemunho por Cristo. Devemos ser participantes ativos numa questão de importância absoluta — a verdade sobre a morte e ressurreição de Jesus.

Quando João Batista veio falar às pessoas sobre Jesus, a Luz do mundo, ele o fez declarando o seu conhecimento sobre Jesus. E João, o discípulo, registrou os acontecimentos e testificou sobre a sua experiência com Jesus: “…vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai” (João 1:14). O apóstolo Paulo esclareceria essa ideia quando disse ao jovem Timóteo: “E o que de minha parte ouviste através de muitas testemunhas, isso mesmo transmite a homens fiéis e também idôneos para instruir a outros” (2 Timóteo 2:2).

Todos os cristãos foram convocados para o tribunal do mundo. A Bíblia diz que não somos meros espectadores, mas participantes ativos. Testificamos a verdade sobre a morte e a ressurreição de Jesus. João Batista era a voz de alguém clamando no deserto. Nossas vozes podem ser ouvidas em nosso local de trabalho, bairro, igreja e entre nossa família e amigos. Podemos ser testemunhas ativas, dizendo-lhes sobre a realidade de Jesus em nossa vida.

O evangelho é bom demais 
para não o compartilharmos. Lawrence Darmani“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

George Foreman photo

„Uma pessoa que viveu em nome de Jesus Cristo.“

—  George Foreman 1949

sobre como gostaria de ser reconhecido.
Entrevista em 27 de agosto de 2007 Estadao.com http://www.estadao.com.br/esportes/not_esp41515,0.htm
Estilo de vida

Friedrich Nietzsche photo

„Quem confia em Jesus, não perde o seu tempo!“

—  José de Paiva Netto Escritor, radialista, educador brasileiro e atual presidente da Legião da Boa Vontade 1941

citado no artigo http://www.paivanetto.com/index.php/pt/artigo?cm=542&cs=100 "Apostando no Ser Humano"

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“