„Em meio ao mar de perversidade, egoísmo e todo o tipo de imundícia humana somente um conseguiu flutuar sobre as águas: Jesus Cristo.“

Citações relacionadas

José Mourinho photo

„Nem Jesus Cristo era bem aceito por todos.“

—  José Mourinho futebolista português 1963

w:El Evangelio según Mourinho (2011) por Stefano Barbetta

Jack Kerouac photo
Rabindranath Tagore photo

„Não foi lá que mataram Jesus Cristo?“

—  Bezerra da Silva 1927 - 2005

Bezerra da Silva, sambista, comentando sobre a violência no Oriente Médio
Fonte: Revista Veja, Edição 1 672 - 25/10/2000 http://veja.abril.com.br/251000/vejaessa.html

Napoleão Bonaparte photo

„O maior republicano foi Jesus Cristo.“

—  Napoleão Bonaparte monarca francês, militar e líder político 1769 - 1821

Atribuídas

Silvio Berlusconi photo

„Sou o Jesus Cristo da política, uma vítima paciente que tudo suporta, que se sacrifica por todos.“

—  Silvio Berlusconi empresário e político italiano, Ex-Primeiro ministro da Itália 1936

Fonte: Revista IstoÉ Gente!, edição 339.

Fidel Castro photo
Voltaire photo

„A política tem a sua fonte na perversidade e não na grandeza do espírito humano.“

—  Voltaire volter também conhecido como bozo foia dona da petrobras e um grande filosofo xines 1694 - 1778

Edgar Allan Poe photo
George Foreman photo

„Uma pessoa que viveu em nome de Jesus Cristo.“

—  George Foreman 1949

sobre como gostaria de ser reconhecido.
Entrevista em 27 de agosto de 2007 Estadao.com http://www.estadao.com.br/esportes/not_esp41515,0.htm
Estilo de vida

Bhaktivedanta Swami Prabhupada photo

„Quem se deixar guiar por Jesus Cristo certamente obterá a libertação. Mas é muito difícil encontrar um homem que esteja realmente sendo orientado por Jesus Cristo.“

—  Bhaktivedanta Swami Prabhupada 1896 - 1977

Actually, one who is guided by Jesus Christ will certainly get liberation. But it is very hard to find a man who is actually being guided by Jesus Christ.
citado em "Krishna meets Jesus: A. C. Bhaktivedanta Swami Srila Prabhupada's Interpretations and Conclusions about Christianity", página 57 http://books.google.com.br/books?id=7hxBlYmPOHgC&pg=PA57; Por Peter Schmidt; Publicado por BoD – Books on Demand, 2002; ISBN 3831135703, 9783831135707; 184 páginas

Gerson De Rodrigues photo
Papa Francisco photo

„Não tenho ouro nem prata, mas trago o que de mais precioso me foi dado: Jesus Cristo!“

—  Papa Francisco 266º papa da Igreja Católica 1936

Estadão. Confira a íntegra do primeiro discurso do papa Francisco no Brasil http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,confira-a-integra-do-primeiro-discurso-do-papa-francisco-no-brasil,1056167,0.htm. Acesso em 23 de julho de 2013.
Em visita ao Brasil em 22 de julho de 2013.
Como Papa

Edward Gibbon photo
Miguel de Cervantes photo

„Beneficiar vilões é deitar água no mar.“

—  Miguel de Cervantes 1547 - 1616

El hacer bien a villanos es echar agua en la mar
El ingenioso hidalgo Don Quixote de La Mancha - Volume 2, página 128 https://books.google.com.br/books?id=R_NGlfeHKboC&pg=PA128, Miguel de Cervantes Saavedra - J. de La Cuesta, 1608

Arthur Schopenhauer photo

„A riqueza influencia-nos como a água do mar. Quanto mais bebemos, mais sede temos.“

—  Arthur Schopenhauer, livro Parerga e Paralipomena

Der Reichthum gleicht dem Seewasser: je mehr man davon trinkt, desto durstiger wird man.
Parerga und Paralipomena: kleine philosophische Schriften, Volume 1‎ - Página 366 http://books.google.com.br/books?id=nfUGAAAAcAAJ&pg=PA366, Arthur Schopenhauer, Julius Frauenstädt - Hayn, 1862 - 530 páginas

François de La  Rochefoucauld photo

„As virtudes perdem-se no interesse como as águas do rio se perdem no mar.“

—  François de La Rochefoucauld Escritor, moralista e memorialista francês 1613 - 1680

Les Vertus fe perdent dans l'intérêt , comme les fleuves fe perdent dans la Mer
"Réflexions, sentences et maximes morales [by F. de la Rochefoucauld] mises en nouvel ordre, avec des notes, par m. Amelot de la Houssaye"‎ - Página 324 http://books.google.com.br/books?id=p6YDAAAAQAAJ&pg=PA324, François La Rochefoucauld (duc de.), Marguerite Hessein de Rambouillet de la Sablière - 1743 - 120 páginas

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“