„Em meio ao mar de perversidade, egoísmo e todo o tipo de imundícia humana somente um conseguiu flutuar sobre as águas: Jesus Cristo.“

Última atualização 12 de Outubro de 2021. História

Citações relacionadas

José Mourinho photo

„Nem Jesus Cristo era bem aceito por todos.“

—  José Mourinho futebolista português 1963

w:El Evangelio según Mourinho (2011) por Stefano Barbetta

Jack Kerouac photo
Rabindranath Tagore photo
Cezar Zama photo

„Não foi lá que mataram Jesus Cristo?“

—  Bezerra da Silva 1927 - 2005

Bezerra da Silva, sambista, comentando sobre a violência no Oriente Médio
Fonte: Revista Veja, Edição 1 672 - 25/10/2000 http://veja.abril.com.br/251000/vejaessa.html

Napoleão Bonaparte photo

„O maior republicano foi Jesus Cristo.“

—  Napoleão Bonaparte monarca francês, militar e líder político 1769 - 1821

Atribuídas

Silvio Berlusconi photo

„Sou o Jesus Cristo da política, uma vítima paciente que tudo suporta, que se sacrifica por todos.“

—  Silvio Berlusconi empresário e político italiano, Ex-Primeiro ministro da Itália 1936

Fonte: Revista IstoÉ Gente!, edição 339.

Fidel Castro photo
Edgar Allan Poe photo
Voltaire photo

„A política tem a sua fonte na perversidade e não na grandeza do espírito humano.“

—  Voltaire volter também conhecido como bozo foia dona da petrobras e um grande filosofo xines 1694 - 1778

George Foreman photo

„Uma pessoa que viveu em nome de Jesus Cristo.“

—  George Foreman 1949

sobre como gostaria de ser reconhecido.
Entrevista em 27 de agosto de 2007 Estadao.com http://www.estadao.com.br/esportes/not_esp41515,0.htm
Estilo de vida

Bhaktivedanta Swami Prabhupada photo

„Quem se deixar guiar por Jesus Cristo certamente obterá a libertação. Mas é muito difícil encontrar um homem que esteja realmente sendo orientado por Jesus Cristo.“

—  Bhaktivedanta Swami Prabhupada 1896 - 1977

Actually, one who is guided by Jesus Christ will certainly get liberation. But it is very hard to find a man who is actually being guided by Jesus Christ.
citado em "Krishna meets Jesus: A. C. Bhaktivedanta Swami Srila Prabhupada's Interpretations and Conclusions about Christianity", página 57 http://books.google.com.br/books?id=7hxBlYmPOHgC&pg=PA57; Por Peter Schmidt; Publicado por BoD – Books on Demand, 2002; ISBN 3831135703, 9783831135707; 184 páginas

Papa Francisco photo

„Não tenho ouro nem prata, mas trago o que de mais precioso me foi dado: Jesus Cristo!“

—  Papa Francisco 266º papa da Igreja Católica 1936

Estadão. Confira a íntegra do primeiro discurso do papa Francisco no Brasil http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,confira-a-integra-do-primeiro-discurso-do-papa-francisco-no-brasil,1056167,0.htm. Acesso em 23 de julho de 2013.
Em visita ao Brasil em 22 de julho de 2013.
Como Papa

Gerson De Rodrigues photo
Edward Gibbon photo
Miguel de Cervantes photo

„Beneficiar vilões é deitar água no mar.“

—  Miguel de Cervantes 1547 - 1616

El hacer bien a villanos es echar agua en la mar
El ingenioso hidalgo Don Quixote de La Mancha - Volume 2, página 128 https://books.google.com.br/books?id=R_NGlfeHKboC&pg=PA128, Miguel de Cervantes Saavedra - J. de La Cuesta, 1608

François de La  Rochefoucauld photo

„As virtudes perdem-se no interesse como as águas do rio se perdem no mar.“

—  François de La Rochefoucauld Escritor, moralista e memorialista francês 1613 - 1680

Les Vertus fe perdent dans l'intérêt , comme les fleuves fe perdent dans la Mer
"Réflexions, sentences et maximes morales [by F. de la Rochefoucauld] mises en nouvel ordre, avec des notes, par m. Amelot de la Houssaye"‎ - Página 324 http://books.google.com.br/books?id=p6YDAAAAQAAJ&pg=PA324, François La Rochefoucauld (duc de.), Marguerite Hessein de Rambouillet de la Sablière - 1743 - 120 páginas

Arthur Schopenhauer photo

„A riqueza influencia-nos como a água do mar. Quanto mais bebemos, mais sede temos.“

—  Arthur Schopenhauer, livro Parerga e Paralipomena

Der Reichthum gleicht dem Seewasser: je mehr man davon trinkt, desto durstiger wird man.
Parerga und Paralipomena: kleine philosophische Schriften, Volume 1‎ - Página 366 http://books.google.com.br/books?id=nfUGAAAAcAAJ&pg=PA366, Arthur Schopenhauer, Julius Frauenstädt - Hayn, 1862 - 530 páginas

Tópicos relacionados