Frases sobre ausência

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da ausência, vida, vida, amor.

Total 229 citações, filtro:

Pierre Bourdieu photo

„Parece-me necessário interrogar-se sobre essa ausência de interrogação.“

—  Pierre Bourdieu, livro Sobre a Televisão

Fonte: Sobre a Televisão, Pierre Bourdieu, editora Zahar.

Friedrich Nietzsche photo
François de La  Rochefoucauld photo

„A ausência diminui as pequenas paixões e exalta as grandes, assim como o vento, que apaga as velas e atiça as fogueiras.“

—  François de La Rochefoucauld Escritor, moralista e memorialista francês 1613 - 1680

L'absence diminue les médiocres passions , et augmente les grandes, comme le vent éteint les bougies et allume le feu.
Réflexions: Ou, Sentences Et Maximes Morales de La Rochefoucauld‎ - Página 75 http://books.google.com.br/books?id=QSdPNfXQavAC&pg=PA75, de François La Rochefoucauld, Louis-Aimé Martin - Publicado por Lefèvre, 1822 - 221 páginas

António Lobo Antunes photo
Nitiren Daishonin photo
Machado de Assis photo

„A ausência diminui as paixões medíocres e aumenta as grandes, como o vento apaga as velas e atiça as fogueiras.“

—  Machado de Assis, livro Miss Dollar

Machado de Assis in: Miss Dollar, Capítulo V, citando La Rochefoucauld
Contos, Miss Dollar

Arthur Schopenhauer photo
Arthur Schopenhauer photo

„Sentimos a dor mas não a sua ausência.“

—  Arthur Schopenhauer, livro O Mundo como Vontade e Representação

Wir fühlen den Schmerz, aber nicht die Schmerzlosigkeit
Die Welt als Wille und Vorstellung: ¬2. ¬Bd., ¬welcher ¬die Ergänzungen zu den vier Büchern des ersten Bandes enthält, Volume 2, página 657 https://books.google.com.br/books?id=sXHat31migwC&pg=PA657, Arthur Schopenhauer - Brockhaus, 1859 - 740 páginas

Bob Marley photo

„Que fala de mim na minha ausência, é porque respeita a minha presença…“

—  Bob Marley foi um cantor, guitarrista (raggae) e compositor jamaicano famoso por popularizar o gênero 1945 - 1981

Theodor W. Adorno photo
João Guimarães Rosa photo
Padre Antônio Vieira photo
Umberto Eco photo
Simone Weil photo
Carl Sagan photo

„Ausência de evidência não é evidência de ausência.“

—  Carl Sagan grande cientista do séc XX, criador da aclamada série Cosmos: An Personal Voyager e desenvolvedor no conteúdo dos Disco… 1934 - 1996

Fonte: livro O Mundo Assombrado por Demônios

Alfred Tennyson photo
Mia Couto photo

„O silêncio não é a ausência da fala, é o dizer-se tudo sem nenhuma palavra.“

—  Mia Couto 1955

O Outro Pé da Sereia

Thomas Fuller photo

„A ausência aumenta o amor, a presença o fortalece.“

—  Thomas Fuller 1608 - 1661

Variante: A ausência aguça o amor, a presença o fortalece!

Citát „Coragem é a resistência ao medo, o domínio do medo, e não a ausência do medo“
Mark Twain photo

„Coragem é a resistência ao medo, o domínio do medo, e não a ausência do medo“

—  Mark Twain, livro Pudd'nhead Wilson

Courage is resistance to fear, mastery of fear, not absence of fear.
Pudd'nhead Wilson: a tale - página 121, Mark Twain - Chatto & Windus, 1894 - 278 página
Variante: Coragem é a resistência ao medo, domínio do medo, e não a ausência do medo.

Tom Stoppard photo
João Guimarães Rosa photo
Josué de Castro photo

„O subdesenvolvimento não é, como muitos pensam equivocadamente, insuficiência ou ausência de desenvolvimento. O subdesenvolvimento é um produto ou um subproduto do desenvolvimento, uma derivação inevitável da exploração econômica colonial ou neocolonial, que continua se exercendo sobre diversas regiões do planeta.“

—  Josué de Castro 1908 - 1973

Subdesenvolvimento: causa primeira da poluição - Leitura apresentada no "Colóquio sobre o Meio" em Estocolmo, 1972. in: Fome: um tema proibido - últimos escritos de Josué de Castro. p.137. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

Alain de Botton photo
Andre Rodrigues Costa Oliveira photo
Andre Rodrigues Costa Oliveira photo
John Dryden photo
Alexis Karpouzos photo
Martin Luther King Junior photo

„A Verdadeira paz somente não é a ausência de tensão, é a presença de justiça.“

—  Martin Luther King Junior líder do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos 1929 - 1968

Em 1955 em resposta à acusação que ele estava "pertubando a paz" pelo ativismo durante o Boicote de Ônibus Montgomery em Montgomery, Alabama, como citado em Let the Trumpet Sound : A Life of Martin Luther King, Jr(1982) de Stephen B. Oates.

Gerson De Rodrigues photo
Gerson De Rodrigues photo

„Prelúdios & Niilismo

O Niilismo é o fim de tudo que um dia foi ou irá ser. Como as flores que nascem sobre as tumbas ou um buraco negro que extingue a luz. O Niilismo não tem nada a nos oferecer

O Niilismo não depende do homem, ou de sua filosofia

A Simples ausência do ser e do não ser, o Cosmos em sua plenitude no início de sua mais simplória origem, é a verdadeira e singela representação do que é o Niilismo.

O Que é o Niilista?

O Niilista nasce ainda em sua juventude. Com a realização empírica e filosófica de que os deuses, o estado e a igreja não passam de criações humanas e o valor imposto a estas criações são deveras superestimadas.

E lá, em sua juventude, é tomado pela rebeldia, e assombrado pela melancolia. Para o jovem Niilista, as aulas de ciências e filosofia, atuam como uma introdução à sua verdadeira essência. E conforme o conhecimento e a realização do nada tomarem conta do mesmo, mais cedo será atribuído a ele o nada do qual pertences.

A partir de uma certa idade, o Niilismo torna-se a representação de sua liberdade, e a melancolia um estado natural de sua essência. Quanto mais próximo a velhice, maior a realização do Niilista sobre o seu lugar no universo.

O Niilista não pode ser alguma coisa, pois alguma coisa possui significado, desejos, sentido ou esperança. O Niilista, é a ausência do ser e do não ser o nada em sua verdadeira forma e significado – O Niilismo, tal como o universo, não depende do homem. Pois vive em sinfonia com o tempo.

O Tempo é capaz de enterrar todos nós, assim como enterrou todos os deuses e eventualmente irá enterrar toda nossa espécie.

Após a extinção da nossa espécie, o Niilismo continuará a vagar pelo cosmos, até que de fato não sobre nada, nenhuma estrela, nenhum planeta, nenhuma vida ou deus. O Niilismo então em seu âmbito de solidão e insignificância cósmica na sua mais pura essência assombrará o nada por toda a eternidade.“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

Khalil Gibran photo
Orival Pessini photo
Luiz Inácio Lula da Silva photo
Max Lucado photo
Bernard Cornwell photo
Heródoto photo
Carlos Ruiz Zafón photo
Carlos Ruiz Zafón photo
Spinoza photo
Gerson De Rodrigues photo

„Poema — Samael part 3

‘’Certa vez um arcanjo
que havia sido expulso do paraíso

Isolou-se em um profundo abismo
a escrever Poesias

A sua solidão
era como a morte de um buraco negro

Primeiro extinguia-se toda a luz que existia em seus olhos
depois suicidava-se
na mais terrível escuridão’’

Nas auroras do tempo
Aonde os cupidos escreviam canções de amor
Uma terrível tempestade devastou todos os filhos de Deus

E como em um piscar de olhos
Todo o amor que havia no mundo
Desapareceu-se por complexo

Lilith,
Praguejou contra o Arcanjo

Quebrando o seu coração
E partindo as suas asas

Samael isolou-se em um esgoto
Cercado por ratos e baratas
Aonde nem mesmo a luz do Sol poderia tocá-lo

Não demorou muito,
Para que a escuridão voltasse a assombrar os seus corações
Pois quando você passa muito tempo no abismo
A sua alma morre a cada segundo

Suas lágrimas tornaram-se negras
Abraçando as próprias pernas
Chorou por seis dias, e seis noites

No sétimo dia
Desacreditou-se do amor
E repousou seu coração em uma escuridão sem fim
Aceitando a solidão como a sua única companhia

Lilith havia o esquecido por completo
Como se todas as noites em claro
Em que suas asas a protegeram da escuridão
Não significassem absolutamente nada

A dor se transformou em angustia
E a tristeza em uma terrível tragédia
Ele se envenenou com as suas próprias poesia;

Na primeira noite,
Deus veio visitar o seu corpo

Na manhã seguinte
O Diabo o trouxe flores

Cinco anos depois
Lilith encontrou uma carta
Escondida dentre os seus livros antigos

‘’ Algum dia os cupidos irão de morrer
E o amor deixará de existir
Neste dia segurarei as suas mãos

Até que encontre no calor dos meus braços
Todo o sentimento que durante anos cultivei por você

Ainda que na ausência do Amor
Construiremos estruturas mais sólidas
Que os portões que separam o céu, da terra.’’

Lilith,
Coberta de arrependimentos
Correu em direção ao abismo em busca do seu arcanjo

Uma lápide repleta de flores mortas
Foi tudo que ela encontrou

Uma frase, esculpida em meio aos escombros
Encontrava-se a sua última mensagem

‘’- Eu nunca soltei as suas mãos.’’

- Gerson De Rodrigues“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

Niilismo Morte Deus Existencialismo Vida Nietzsche

Marco Aurelio photo
Epicuro photo
Marco Aurelio photo
Charles Bukowski photo

„O melhor leitor e a melhor pessoa são os que me recompensam com a sua ausência.“

—  Charles Bukowski Poeta, Escritor e Romancista 1920 - 1994

Atribuídas

Nelson Mandela photo
Carlos Drummond de Andrade photo
Muhammad Ali photo

„É a ausência de fé que faz as pessoas temerem os desafios. Eu tenho fé em mim mesmo.“

—  Muhammad Ali pugilista norte-americano 1942 - 2016

No auge da carreira de pugilista e antes do Mal de Parkinson.
Revista Galileu nº 161
Atribuídas

Liev Tolstói photo
Martha Medeiros photo
Carl Gustav Jung photo
Roberto Campos photo
Colette photo

„Total ausência de humor torna a vida impossível.“

—  Colette 1873 - 1954

Total absence of humor renders life impossible.
"Colette of the Academy Goncourt" - página 270, Colette - Farrar, Straus & Young, 1952 - 315 páginas

Martha Medeiros photo
Martha Medeiros photo
Gabriel Chalita photo
Marguerite Duras photo
Xavier de Maistre photo
Gertrude Stein photo

„A única coisa que torna possível a identidade é a ausência de mudança, mas ninguém acredita de fato que se seja semelhante àquilo de que se lembra.“

—  Gertrude Stein 1874 - 1946

Variante: A única coisa que torna possível a identidade é a ausência de mudança, mas ninguém acredita de facto que se seja semelhante àquilo de que se lembra.

Liev Tolstói photo
Aristoteles photo
Georges Duhamel photo
Martha Medeiros photo
Epicuro photo
Edgar Allan Poe photo
Martha Medeiros photo
Huberto Rohden photo
Jostein Gaarder photo
Arthur Miller photo
Albert Camus photo
José Saramago photo
Julián Marías photo

„Lamento porque o que não é evidentemente, é de duplo sentido de que a liberdade é ao mesmo tempo excelente e possível, lamentar a sua ausência em alguns países, e espero que seja igual em todos.“

—  Julián Marías 1914 - 2005

Porque de lo que no se trata, sin duda, es de partir del doble supuesto de que la libertad es, a la vez excelente y posible, lamentar su falta en algunos países y desear que exista por igual en todos.
El intelectual y su mundo‎ - Página 11, Julián Marías - Espasa-Calpe, 1968 - 156 páginas

Marcel Proust photo
Marcel Proust photo
Margaret Thatcher photo

„O consenso é a ausência da liderança.“

—  Margaret Thatcher política britânica 1925 - 2013

Consensus is the absence of leadership
Margaret Thatcher citada em The Political Junkie Handbook - Página 464, Michael Crane - SP Books, 2004, ISBN 1561718912, 9781561718917 - 644 páginas

Michail Bakunin photo
Milton Friedman photo
Milton Friedman photo
Oscar Wilde photo

„A forma de governo mais adequada ao artista é ausência de governo. Autoridade sobre ele e sua arte é algo ridículo.“

—  Oscar Wilde Escritor, poeta e dramaturgo britânico de origem irlandesa 1854 - 1900

The form of government that is most suitable to the artist is no government at all. Authority over him and his art is ridiculous.
Sebastian Melmoth: (Oscar Wilde). - Página 204, Oscar Wilde, A.L. Humphreys, 1905, 222 páginas
Sebastian Melmoth

Zack de la Rocha photo
Bertrand Russell photo
Edsger Dijkstra photo

„Testes de programas podem ser uma maneira muito eficaz para demonstrar a presença de erros, mas é irremediavelmente insuficiente para mostrar a sua ausência.“

—  Edsger Dijkstra 1930 - 2002

Program testing can be a very effective way to show the presence of bugs, but is hopelessly inadequate for showing their absence.
The Humble Programmer, ACM Turing Lecture 1972

Fernando Pessoa photo

„O mundo é de quem não sente. A condição essencial para se ser um homem prático é a ausência de sensibilidade.“

—  Fernando Pessoa poeta português 1888 - 1935

"Autobiografia sem Factos". Assírio & Alvim, Lisboa, 2006, p. 258
Autobiografia sem Factos

Carlos Bernardo Gonzalez Pecotche photo
Helen Keller photo
Isaac Asimov photo

„Eu não temo os computadores, temo a ausência deles“

—  Isaac Asimov Autor e professor russo-americano 1920 - 1992

I do not fear computers. I fear the lack of them.
citado em "Computers for business, a book of readings" - página 305, Hugh J. Watson, Archie B. Carroll - Business Publications ; Georgetown, Ont. : Irwin-Dorsey, 1980, ISBN 0256022895, 9780256022896 - 342 páginas
Atribuídas

Alexandre Dumas, pai photo

„Mas também nunca dissestes que não me amáveis; e, com efeito, dizer-me tais palavras seria da parte de Vossa Majestade a maior das ingratidões. Pois, dizei-me, onde encontrareis um amor semelhante ao meu, um amor que nem o tempo, nem a ausência, nem o desespero lograram extinguir; um amor que se contenta com uma fita que caiu, um olhar perdido, uma palavra solta?“

—  Alexandre Dumas, pai, livro Os Três Mosqueteiros

Mais vous ne m'avez jamais dit non plus que vous ne m'aimiez point, et vraiment me dire de semblables paroles, ce serait de la part de Votre Majesté une trop grande ingratitude. Car, dites-moi , où trouveriez-vous un amour pareil au mien, un amour que ni le temps, ni l'absence, ni le désespoir ne peuvent éteindre ; un amour qui se contente d'un ruban égaré , d'un regard perdu , d'une parole échappée?
Les Trois Mousquetaires, Ed. Rencontre, 1849 - 440 páginas, p. 104 https://books.google.com.br/books?hl=pt-BR&id=lTMVAAAAQAAJ&pg=PA104
Os Três Mosqueteiros (1844)

Óscar González Quevedo photo
Charles Ferdinand Ramuz photo

„A única verdadeira tristeza está na ausência de desejo.“

—  Charles Ferdinand Ramuz 1878 - 1947

La seule vraie tristesse est dans l'absence de désir.
Charles Ferdinand Ramuz, em 25 de abril de 1911; Œuvres complètes‎ - Página 1044, de Charles Ferdinand Ramuz, Gustave Roud, Daniel Simond - Publicado por Éd. Rencontre, 1967

Papa Bento XVI photo
Aldo Rebelo photo

„(…) a ausência de PLAYER privado brasileiro no setor mais dinâmico da economia do planeta.“

—  Aldo Rebelo 1956

Aldo Rebelo, deputado federal (PCdoB-SP), autor do projeto que multa quem usar palavras estrangeiras, criticando a privatização da telefonia
Fonte: Revista Veja, Edição 1 665 - 6/9/2000 http://veja.abril.com.br/060900/vejaessa.html

Joseph McCabe photo
Steve Allen photo

„Se você rezar por chuva por bastante tempo, ela fatalmente cai. Se você rezar para que enxurradas se acalmem, elas fatalmente o farão. O mesmo acontece na ausência de preces.“

—  Steve Allen 1921 - 2000

If you pray for rain long enough, it eventually does fall. If you pray for floodwaters to abate, they eventually do. The same happens in the absence of prayers.
citado em "A Closer Look at the Bible and Its Sadistic and Genocidal God" - página 116, James Dudley, Trafford Publishing, 2005, ISBN 1412041716, 9781412041713, 262 páginas

Allan Kardec photo

„Na ausência dos fatos, a dúvida se justifica no homem ponderado.“

—  Allan Kardec codificador do espiritismo 1804 - 1869

Atribuídas

Susan Faludi photo

„Embora o contra-ataque antifeminista não seja um movimento organizado, nem por isto deixa de ser destrutivo. Com efeito, a falta de coordenação, a ausência de uma única liderança só servem para torná-lo menos visível — e talvez mais eficiente. Um backlash contra os direitos das mulheres tem sucesso na medida em que parece não ter conotações políticas, na medida em que se mostra como tudo, menos uma luta. Ele é tanto mais poderoso, quanto mais consegue transformar-se numa questão privada, penetrando na mente da mulher e torcendo a sua visão para dentro, até ela imaginar que a pressão está toda na cabeça dela, até ela começar a impor as regras do backlash a si mesma.“

—  Susan Faludi, livro Backlash: The Undeclared War Against American Women

Although the backlash is not a movement, that doesn't make it any less destructive. In fact, the lack of orchestration, the absence of a single string-puller, only makes it harder to see — and perhaps more effective. A backlash against women's rights succeeds to the degree that it appears not to be political, that it appears not to be a struggle at all. It is most powerful when it goes private, when it lodges in a woman's mind and turns her vision inward, until she imagines the pressure is all in her head, until she begins to enforce the backlash, too — on herself.
"Backlash: the undeclared war against American women" - página 21, Susan Faludi
Backlash (1992)

Ana Miranda photo

„As árvores parecem indefesas, mas a sua ausência é o nosso castigo, o seu desaparecimento é o pior dos venenos.“

—  Ana Miranda atriz, poetisa e romancista Brasileira 1951

na crônica " Réquiem para um bosque http://www.anamirandaliteratura.com.br/26032011op.html"

Chico Xavier photo

„Os nossos guias espirituais traduzem a nossa insatisfação, no mundo inteiro, como sendo a ausência de Jesus Cristo em nossos corações.“

—  Chico Xavier Médium brasileiro 1910 - 2002

JR, Realindo. Jornal Comércio da Franca. 22-05-1971