Frases sobre cinza

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da cinza.

Tópicos relacionados

Total 82 citações, filtro:


Mário Quintana photo
Buda photo
Jorge Amado photo
Florbela Espanca photo
Adélia Prado photo
Walt Whitman photo
Henry Louis Mencken photo

„Perdoe-me - amanhã

Continuaremos em pecado para que a graça possa abundar? - Romanos 6: 1

O assunto do programa de TV me deixou balançando a cabeça em descrença. Este artigo especial de revista mostrou como algumas pessoas se preparam para a quarta-feira de cinzas. Na terça-feira, eles fazem o máximo de coisas pecaminosas que conseguem - o tempo todo sabendo que no dia seguinte pediriam o perdão de Deus e desistiriam desses pecados.

Abnegação pode ser uma atividade popular durante a época da Quaresma, mas eu não acho que é o que Jesus tinha em mente quando falava em tomar sua cruz e segui-Lo (Mt 16:24). Seu pedido de abnegação era um compromisso diário com Ele em todas as áreas da vida.

Quando Paulo escreveu para a igreja em Roma, ele antecipou que as pessoas acreditariam que não importava para Deus se elas estivessem menos do que totalmente comprometidas com o Seu Filho. Ele sabia que alguns acham que seria bom continuar pecando enquanto presume a misericórdia de Deus. Paulo achou inacreditável que as pessoas de fé pensariam que poderiam “continuar em pecado” apenas para que pudessem experimentar mais da graça de Deus. Em vez disso, ele declarou que deveríamos nos considerar mortos para o pecado (Rm 6:11).

Como crentes em Jesus, precisamos segui-lo fielmente todos os dias. Nunca é certo tirar um tempo do nosso compromisso com Ele.

Eu quero servir ao Senhor em plena rendição,
Minha vida um cadinho, Seu olho o teste,
Cada hora um presente Dele, o gracioso Remetente,
Cada dia um compromisso de dar a Cristo o meu melhor. —Anon.

Seguir a Cristo tem dois requisitos: crer nele e obedecê-lo. Dave Branon“

—  ministério_pão_diário

Rabindranath Tagore photo

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating
Emily Dickinson photo

„O farol


[O Senhor lhes concede] uma 
coroa […] 
em vez de cinzas, óleo de alegria em vez de pranto… v.3


O ministério chamado de “Farol” em Ruanda, por sua própria existência simboliza a redenção. Foi erigido num local onde, durante o genocídio em 1994, o presidente do país era dono de uma enorme casa. Esta nova estrutura, no entanto, foi erguida pelos cristãos como um farol de luz e esperança. Ali foi instalado um instituto bíblico para levantar uma nova geração de líderes cristãos, um hotel, restaurante e outros serviços para a comunidade. Das cinzas renasceu a nova vida. Aqueles que construíram o farol olham para Jesus como sua fonte de esperança e redenção.

Quando Jesus foi para a sinagoga de Nazaré no sábado, Ele leu o livro de Isaías e anunciou que Ele era o Ungido para proclamar a graça do Senhor (Lucas 4:14-21). O Senhor veio para curar os quebrantados de coração e oferecer a redenção e o perdão. Em Jesus vemos a beleza surgindo das cinzas (Isaías 61:3).

Achamos incompreensível e angustiante a atrocidade do genocídio de Ruanda, quando os combates intertribais custaram mais de meio milhão de vidas, e quase não temos palavras para nos expressar sobre esse fato. No entanto, sabemos que o Senhor pode redimir essas atrocidades, aqui na terra ou no céu. Aquele que dá o óleo da alegria em vez de pranto nos dá esperança, mesmo em meio à mais escura das situações.

Jesus veio para nos trazer esperança 
em meio a mais escura das circunstâncias. Amy Boucher Pye“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Giuseppe Tomaso di Lampedusa photo
Mary Wortley Montagu photo
Margaret Atwood photo
Marilyn Manson photo
Fernando Pessoa photo
Gerson De Rodrigues photo

„Poema
Os Martírios de um homem morto

– Vocês não estão escutando os meus gritos de desespero!?

Como podem encarar um homem morto
e não ouvi-lo chorar?

- Vocês não enxergam estes diabos
que caminham ao meu lado?

Estas lágrimas que escorrem em meu rosto
mesmo quando estou sorrindo?

Como ousas dizer que eu devo amar a vida
quando não sentes a mesma dor que eu
quando não possuís uma corda em seu pescoço
e uma voz gritando em sua mente

Sim, chamem-me de louco
digam que eu sou apenas um maldito qualquer
e todas as vezes que eu chorei
foi pela atenção dos porcos que me cercam!

Quantas vezes não andei pelas ruas
desejando que o meu rosto se transformasse em cinzas
para que eu não precisasse encara-los de frente

Quantas vezes vocês não me viram
refugiar-me na escuridão
para que suas vozes imundas
não me ensurdecessem a alma

Não há nada nesse mundo que eu deseje
mais do que a morte
e eu choro em silencio

Todas as vezes que perguntam se eu estou bem
Não!
eu não estou bem!

Como eu poderia estar bem em um mundo de desgraças?
Como eu poderia sorrir com uma corda em meu pescoço?

E não me venham com as suas conclusões
ou Deuses de mentira
como podem tentar me salvar?
se não conseguem salvar a si mesmo?

Não estão vendo?
estas cordas em seus pescoços?
estas correntes em seus pés?

O Homem morto que idolatram neste pedaço de madeira
foi o único capaz de enxergar suas correntes
ele entregou seu sangue a humanidade
para que sua mentira se espalhasse pelo mundo

Então eu suplico a todos vocês
Matem-me!
como mataram os Deuses
Crucifiquem-me!
como crucificaram seus próprios filhos
Mas em hipótese alguma,
roubem de mim a solidão

O que eu sou?
senão um verme!

Filho bastardo da dor e da miséria
eu não sou um homem
sou um monstro

Matem-me!
eu suplico

Enforquem-me em suas igrejas
e façam deste cadáver o seu novo Deus

Afinal,
A melhor maneira de morrer é sentir
então joguem sobre mim sua miséria

Que eu irei afoga-las em minhas angustias
e em cada suspiro
trarei mais miséria ao mundo

E da minha miséria,
nascerão homens
capazes de superar suas dores.“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

Poema Filosofia Niilismo Nietzsche