Frases sobre sinal

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da sinal, ser, outro, vida.

Total 243 citações, filtro:

Gilberto Amado photo
Jigoro Kano photo
Graciliano Ramos photo
Jiddu Krishnamurti photo
Phyllis Chesler photo
Epiteto photo
Vergílio Ferreira photo
Carlos Ruiz Zafón photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Michel De Montaigne photo
Charles Dickens photo
Roberto Campos photo
Khalil Gibran photo
Confucio photo

„Ver o bem e não fazê-lo é sinal de covardia.“

—  Confucio Filósofo chinês -551 - -479 a.C.

Variante: Ver o bem e não fazê-lo é sinal de cobardia.

Salazar photo
Josemaría Escrivá de Balaguer photo
Isaac Pitman photo

„Tempo bem administrado é o mais claro sinal da mente bem preparada.“

—  Isaac Pitman 1813 - 1897

Well arranged time is the surest mark of a well arranged mind
Isaac Pitman citado em "A Dictionary of Thoughts: Being a Cyclopedia of Laconic Quotations from the Best Authors of the World, Both Ancient and Modern" - Página 578, ‎editado por Tryon Edwards - Publicado por F. B. Dickerson co., 1908 - 644 páginas

Jair Bolsonaro photo
Julio Cortázar photo
Platão photo

„Ouvi uma vez contar que, na região de Náucratis, no Egipto, houve um velho
deus deste país, deus a quem é consagrada a ave que chamam Íbis, e a quem chamavam Thoth. Dizem que foi ele que inventou os números e o cálculo, a geometria e a astronomia, bem como o jogo das damas e dos dados e, finalmente, os caracteres gráficos (escrita). Nesse tempo, todo o Egipto era governado por Tamuz, que residia no sul do país, numa grande cidade que os gregos designam por Tebas do Egipto, onde aquele deus era conhecido pelo nome de Ámon. Thoth encontrou-se com o monarca, a quem mostrou as suas artes,
dizendo que era necessário dá-las a conhecer a todos os egípcios. Mas o monarca quis saber a utilidade de cada uma das artes e, quanto o inventor as explicava, o monarca elogiava ou censurava, consoante as artes lhe pareciam boas ou más. Foram muitas, diz lenda as considerações que sobre cada arte Tamuz fez a Thoth quer condenando,
quer elogiando, e seria prolixo enumerar todas aquelas considerações.
Mas, quando chegou a vez da invenção da escrita, exclamou Thoth: «Eis, oh rei, uma arte que tornará os egípcios mais sábios e os ajudará a fortalecer
a memória, pois com a escrita descobri o remédio para a memória.»

- «Oh, Thoth, mestre incomparável, uma coisa é inventar uma arte, outra julgar
os benefícios ou prejuízos que dela advirão para os outros! tu, neste momento e como inventor da escrita, esperas dela, e com entusiasmo, todo o contrário do que ela pode vir a fazer! ela tornará os homens mais esquecidos, pois que, sabendo escrever, deixarão
de exercitar a memória, confiando apenas nas escrituras, e só se lembrarão de um assunto por força de motivos exteriores, por meio de sinais, e não dos assuntos em si mesmos.»“

—  Platão filósofo grego -427 - -347 a.C.

Margaret Atwood photo

„Escrever é deixar uma marca. É impor ao papel em branco um sinal permanente, é capturar um instante em forma de palavra.“

—  Margaret Atwood 1939

Margaret Atwood apud Dad Squarisi, (6 de agosto de 2006 - "Dicas de português - Escrever é...". Correio Braziliense, Caderno C, p. 4.)

Virginia Woolf photo
Robert Browning photo
Brian Molko photo
Oscar Wilde photo
Padre Antônio Vieira photo
Agostinho da Silva photo
Blaise Pascal photo

„Nem a contradição é sinal de falsidade nem a falta de contradição é sinal de verdade.“

—  Blaise Pascal 1623 - 1662

ni la contradiction n'est marque de fausseté , ni l'incontradiction n'est marque de vérité.
Oeuvres‎ - Volume 2, Página 108 http://books.google.com.br/books?id=1zQTAAAAQAAJ&pg=PA108 - item XXIII, Blaise Pascal, François de. - Neufchateau - Chez Lefèvre, 1819

Papa João Paulo II photo
Cornelia Funke photo
Leonardo Boff photo

„A chave do místico é procurar ver o que está por trás de cada coisa, o que a constitui e sustenta. Não ficar preso ao superficial, - mas fazer de tudo um símbolo, um sinal, um sacramento, uma imagem.“

—  Leonardo Boff Herege Excomungado 1938

"Mística e espiritualidade" - Página 104; de Leonardo Boff e Frei Betto; Publicado por Editora Garamond; ISBN 8576170523, 9788576170525

Jonathan Swift photo

„Quando um verdadeiro gênio aparece no mundo é logo reconhecido por este sinal: os tolos ligam-se todos contra ele.“

—  Jonathan Swift Escritor anglo-irlandês conhecido pela sua obra "As Viagens de Gulliver" 1667 - 1745

When a true genius appears in the world, you may know him by this sign, that the dunces are all in confederacy against him.
Miscellanies [by J. Swift and others]. Vol.1-[3, called the last vol.]. - Página 296 http://books.google.com.br/books?id=sAwUAAAAQAAJ&pg=PA296, Jonathan Swift - 1731
Variante: Quando um gênio verdadeiro aparece neste mundo você pode conhecê-lo pelo seguinte sinal, os ignorantes estão todos unidos contra ele.

Albert Einstein photo

„O verdadeiro sinal de inteligência não é o conhecimento, e sim a imaginação.“

—  Albert Einstein 1879 - 1955

The true sign of intelligence is not knowledge, but imagination.
The Gramophone - Volume 83 https://books.google.com.br/books?id=q9s4AQAAIAAJ, Edições 998-1000 - Página 3, C. Mackenzie, 2005
Atribuídas

Carlos Ruiz Zafón photo
Lya Luft photo
José Wilker photo
Gerson De Rodrigues photo

„Poema - Haraquiri

Quantas noites
sem dormir são necessárias
para se matar um homem
que se abdicou da sua própria vida?

Se enxergastes
as feridas contidas na minha alma
chorarias por toda a eternidade

Tampouco suportarias
uma única noite acordado

Sem imaginar as suas tripas
espalhadas por toda a casa

Se a morte
se apaixonasse pela vida
a grande tragédia
seria a de sepultá-la todas as manhãs

- Não tens sonhos?
me perguntas espantado

Possuo os mais terríveis dos pesadelos
e em todos eles eu sou um homem morto

Que sorri para a vida
como um sátiro

Segurando o corpo
moribundo de cristo
em um altar de descrenças

- Não acreditas nos deuses?
continuas gritando em busca
da minha salvação

Os deuses?
tampouco me importa a metafisica
ou a sublime razão das ciências

Do que adiantas!?
para um homem morto
a paixão dos falsos deuses
ou as razões de um intelecto falho

- Busque o amor
apaixone-se pela vida

Continuas esperneando
em uma tentativa falha de salvar a minha alma

O Amor?
do que me serves a paixão?
se eu não posso sentir

Em meu coração
nasceram cobras e baratas

Nas minhas entranhas vivem
os vestígios da morte
e os sonhos da vida

- Cale-se!
este Niilismo não o levara
a lugar nenhum!

Gritas tu enfurecido
com ódio dos antigos filósofos

O Niilismo?
abdiquei-me da Filosofia!

Afastem para longe de mim
os pensamentos dos homens

As minhas dores
não podem ser descritas
em meras palavras
o que eu sinto transcende o Niilismo

Eu sou o messias
do meu próprio testamento
morto na minha própria cruz
mas sem os seguidores de jesus

Porque não há nada
que eu possa ensinar aos homens
que as baratas já não tenham feito em meu lugar

- Então mate-se de uma vez!
gritas já sem esperança

Do que me serves o suicídio?
se eu nunca fui capaz de amar…

O Vazio na minha alma
é tão profundo
que o ato de me suicidar
torna-se insignificante

Alma!?
tampouco sei se a tenho

E se a tivesse
venderias ao Diabo
como sinal de sacrifício!

Não me interessam os devaneios dos homens
ou a paixões dos deuses

Interessa-me apenas a morte
e o fim de todas as coisas!

- Gerson De Rodrigues“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

Niilismo Morte Deus Existencialismo Vida Nietzsche

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Thomas Sankara photo
José Saramago photo
Rainer Maria Rilke photo
Hugo Von Hofmannsthal photo
Santiago Rusiñol photo

„Quando um homem tropeça e cai, e os outros não riem mau sinal para o que caiu.“

—  Santiago Rusiñol 1861 - 1931

Revista Caras http://www.rivalcir.com.br/frases/caras1.html

Mahátma Gándhí photo
Citát „Violência não é um sinal de força, a violência é um sinal de desespero e fraqueza.“
Dalai Lama photo
River Phoenix photo
Nelson Sargento photo
Valter Bitencourt Júnior photo

„(…)
Sinal de vergonha
Pode ser sintoma,
De querer…“

—  Valter Bitencourt Júnior poeta e escritor brasileiro 1994

https://www.pensador.com/frase/Mjg2NjM0Nw/
Fonte: Fragmento da Poesia "Sintomas", Eldorado: Coletânea de Poemas, Crônicas e Contos, pág. 87, 2014, ISBN: 978-85-8290-009-3.

Aristoteles photo
Oscar Wilde photo

„Olhe para você!

Se nos julgássemos, não seríamos julgados. -
Escritura de hoje : 1 Coríntios 11: 17-32

Funcionários estaduais de emprego em Tucson, Arizona, postaram um sinal interessante sobre um espelho de corpo inteiro. Dirigido a todos os caçadores de emprego, dizia: "Você contrataria essa pessoa?" Em outro escritório, um espelho e um cartaz colocavam a seguinte pergunta: "Você está pronto para um emprego?"

A autoavaliação foi o que o apóstolo Paulo chamou em 1 Coríntios 11. Os crentes em Cristo precisam julgar-se, disse ele, para evitar serem julgados pelo Senhor como impróprios para o Seu serviço. Na igreja de Corinto, o “problema de aparição” era especialmente sério. Aqueles cristãos “pareciam” horríveis. Eles estavam na verdade se embebedando e brigando entre si, enquanto passavam pelas moções de celebrar a Ceia do Senhor. Então Paulo disse, com efeito, “olhem para si mesmos. Que bagunça! Se você não tiver suas vidas endireitadas, o Senhor terá que fazer isso por você. ”Então o apóstolo adicionou o fato sério de que Deus já havia começado a limpar a igreja enviando alguns deles para uma sepultura prematura. Esta é uma dura verdade, mas a igreja ainda precisa ouvir hoje.

Este aviso, no entanto, também traz uma mensagem de esperança. Se nos julgarmos e nos arrependermos de nossos pecados, não seremos julgados por Deus.

Refletir e Orar
Ó Senhor, volte para mim Seu poder
Que uma vez pela graça eu conheci;
Perdoa o pecado que aflige o teu coração
E ajuda-me a ser verdadeiro. —Anon.

O auto-exame é um teste do qual nenhum cristão é desculpado. Mart DeHaan“

—  ministério_pão_diário

„Agradecido por tudo


Comerás, e te fartarás, e louvarás o Senhor, teu Deus, pela boa terra que te deu. v.10


Na Austrália, dirigir entre cidades tão distantes e a fadiga podem causar acidentes. Assim, nas férias, são montadas paradas de descanso nas principais rodovias e voluntários oferecem café gratuito. Nós gostamos de aproveitar essas paradas durante nossas viagens longas.

Numa das viagens, paramos para pedir o nosso café. A atendente entregou duas xícaras, e cobrou 2 dólares. Perguntei-lhe o porquê, e ela nos mostrou o sinal na placa. Ali apenas o motorista recebia o café grátis; os passageiros tinham que pagar. Irritado, disse-lhe que isso era publicidade falsa, paguei o que pediu e saí. De volta ao carro, minha esposa apontou o meu erro: eu tinha transformado um presente num direito adquirido e sido ingrato pelo que recebera. Ela estava certa.

Quando Moisés conduziu os israelitas para a Terra Prometida, ele os exortou a serem agradecidos (v.10). Graças às bênçãos de Deus, a terra era abundante, mas eles poderiam facilmente tratar esta prosperidade como algo que mereciam (vv.17,18). A partir disso, os judeus desenvolveram a prática de dar graças em cada refeição, por mínima que seja. Para eles, tudo era um presente.

Voltei ao balcão e pedi desculpas. O café grátis era um presente imerecido e eu precisava agradecer.

Seja grato a Deus até mesmo 
pela menor das dádivas. Sheridan Voysey“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Peter Drucker photo
Jair Bolsonaro photo
Pierre Joseph Proudhon photo
Alain de Botton photo
Claude Lévi-Strauss photo
Cesare Pavese photo
Aristoteles photo

„É o sinal de uma mente educada ser capaz de entreter um pensamento sem aceitá-lo.“

—  Aristoteles filósofo grego -384 - -321 a.C.

Variante: A característica de uma alma educada é saber acolher um pensamento sem aceitá-lo

„Descarregando nossos cuidados

Lança o teu fardo sobre o Senhor e Ele te susterá. - Escritura de hoje : Salmo 55: 16-22

Meu pobre computador ficou sobrecarregado. Eu estava adicionando programas a ele, armazenando toneladas de informações e trabalhando em vários grandes projetos. Finalmente, enviou-me uma mensagem clara, informando-me que era incapaz de aguentar mais. Se eu não aliviasse imediatamente, ia "bater".

Então peguei alguns discos extras e fiz um rápido descarregamento. Eu coloquei cada projeto em um disco próprio e joguei um monte de coisas que eu não precisava mais. Meu grato computador deu um suspiro de alívio e começou a funcionar normalmente de novo.

Às vezes minha vida chega a ser como meu computador. Eu carrego tanta responsabilidade, atividade e compromisso, e carrego tanta emoção não resolvida que sinto que não aguento mais. As cargas e cuidados parecem enormes. Se eu for honesto, admito que estou prestes a "bater".

Quando recebemos sinais de sobrecarga - insônia, irritabilidade, preocupação -, é hora de fazer algumas descargas. É hora de abandonar algumas atividades e responsabilidades. Podemos precisar dizer não a algumas solicitações. Acima de tudo, como o salmista sugeriu, devemos descarregar nossos cuidados no Senhor. Ele prometeu nos ajudar a carregar nossos fardos.

Refletir e Orar
Quando toda preocupação, todo cuidado
a Deus na fé é trazido,
não temos razão para permitir
um único pensamento ansioso. —Anon.

Deus nos convida a sobrecarregá-lo com qualquer coisa que nos sobrecarregue. David C. Egner“

—  ministério_pão_diário

„Descarregando nossos cuidados

Lança o teu fardo sobre o Senhor e Ele te susterá. - Escritura de hoje : Salmo 55: 16-22

Meu pobre computador ficou sobrecarregado. Eu estava adicionando programas a ele, armazenando toneladas de informações e trabalhando em vários grandes projetos. Finalmente, enviou-me uma mensagem clara, informando-me que era incapaz de aguentar mais. Se eu não aliviasse imediatamente, ia "bater".

Então peguei alguns discos extras e fiz um rápido descarregamento. Eu coloquei cada projeto em um disco próprio e joguei um monte de coisas que eu não precisava mais. Meu grato computador deu um suspiro de alívio e começou a funcionar normalmente de novo.

Às vezes minha vida chega a ser como meu computador. Eu carrego tanta responsabilidade, atividade e compromisso, e carrego tanta emoção não resolvida que sinto que não aguento mais. As cargas e cuidados parecem enormes. Se eu for honesto, admito que estou prestes a "bater".

Quando recebemos sinais de sobrecarga - insônia, irritabilidade, preocupação -, é hora de fazer algumas descargas. É hora de abandonar algumas atividades e responsabilidades. Podemos precisar dizer não a algumas solicitações. Acima de tudo, como o salmista sugeriu, devemos descarregar nossos cuidados no Senhor. Ele prometeu nos ajudar a carregar nossos fardos.

Refletir e Orar
Quando toda preocupação, todo cuidado
a Deus na fé é trazido,
não temos razão para permitir
um único pensamento ansioso. —Anon.

Deus nos convida a sobrecarregá-lo com qualquer coisa que nos sobrecarregue. David C. Egner“

—  ministério_pão_diário

Érico Veríssimo photo
Pero Vaz de Caminha photo
Júlio Dinis photo

„SOS! Socorro! Mayday!


No dia da minha angústia, clamo a ti, porque me respondes. v.7


O sinal de socorro internacional “Mayday” é repetido sempre três vezes em seguida “Mayday, Mayday, Mayday” e assim, entende-se que a situação envolve risco de morte. Essa palavra data de 1923 por Frederick Stanley Mockford, oficial de rádio num aeroporto da Inglaterra. Esse local recebia muitos voos de Paris. Essa palavra ou expressão foi cunhada da palavra francesa m’aidez que significa “me ajude”.

Ao longo da vida do rei Davi, ele enfrentou situações de risco para o qual não parecia haver qualquer escape. No entanto, lemos no Salmo 86 que, durante suas horas mais sombrias, a confiança de Davi estava no Senhor. “Escuta, Senhor, a minha oração e atende à voz das minhas súplicas. No dia da minha angústia, clamo a ti, porque me respondes” (vv.6,7).

Davi também viu além do perigo imediato, pedindo a Deus para orientar os seus passos. “Ensina-me, Senhor, o teu caminho, e andarei na tua verdade; dispõe-me o coração para só temer o teu nome” (v.11). Quando a crise tinha passado, ele queria continuar caminhando com Deus.

As situações mais difíceis que enfrentamos podem tornar-se portas para aprofundarmos o relacionamento com o Senhor. Isso começa quando o invocamos para ajudar-nos em nosso problema, e também para orientar-nos a cada dia em Seu caminho.

Deus ouve os nossos clamores de ajuda 
e nos guia à Sua maneira. David C. McCasland“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„O amor revelado


Nisto se manifestou o amor de Deus em nós: em haver Deus enviado o seu Filho unigênito ao mundo, para vivermos por meio dele. v.9


Quando uma série de placas escritas “eu te amo” apareceram misteriosamente na cidade, uma repórter do jornal local decidiu investigar. Sua sondagem deu em nada. Semanas mais tarde, novos sinais apareceram com o nome de um parque local, uma data e hora.

Acompanhada por uma multidão de pessoas curiosas daquela cidade, a repórter foi ao parque no tempo determinado. Lá, ela viu um homem vestindo um terno escondendo o seu rosto habilmente. Imagine a surpresa dela quando ele lhe entregou um buquê e a pediu em casamento! O homem misterioso era o namorado dela. Ela alegremente disse sim.

A maneira de expressar o amor à sua noiva pode ter parecido um pouco exagerada, mas a expressão de amor de Deus por nós é no mínimo extravagante! “Nisto se manifestou o amor de Deus em nós: em haver Deus enviado o seu Filho unigênito ao mundo, para vivermos por meio dele” (1 João 4:9).

Jesus não é apenas um símbolo de amor, como uma rosa entregue de uma pessoa à outra. Ele é o ser humano-divino que, voluntariamente, entregou Sua vida para que quem crer nele para a salvação tenha um relacionamento de aliança eterna com Deus. Nada pode separar um cristão “…do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 8:39).

Reconhecemos o quanto Deus nos ama 
porque Ele enviou o Seu Filho para nos salvar. Jennifer Benson Schuldt“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„A morte da dúvida


…Se eu não vir nas suas mãos o sinal dos cravos, e ali não puser o dedo, […] de modo algum acreditarei. 20:25


Nós o conhecemos como Tomé, o incrédulo (João 20:24-29), mas o rótulo não é inteiramente justo. Afinal de contas, quantos de nós teríamos acreditado se o nosso líder executado tivesse ressuscitado? Na verdade, poderíamos muito bem chamá-lo de “Tomé, o corajoso”. Afinal, Tomé mostrou coragem impressionante à medida que Jesus submeteu-se, propositadamente, aos acontecimentos que levaram à Sua morte.

Por ocasião da morte de Lázaro, Jesus tinha dito: “Vamos outra vez para a Judeia” (João 11:7), levando a um protesto dos discípulos. “Rabi”, disseram, “…ainda agora os judeus procuravam apedrejar-te, e voltas para lá?” (v.8). Foi Tomé quem disse: “Vamos também nós para morrermos com ele” (v.16).

As intenções de Tomé provaram ser mais nobres do que as suas ações. Após a prisão de Jesus, Tomé fugiu com o restante para o pátio do sumo sacerdote, deixando Pedro e João para acompanhar Cristo. Apenas João seguiu Jesus todo o caminho até a cruz (Mateus 26:56).

Apesar de ter testemunhado a ressurreição de Lázaro (JOÃO 11:38-44), o cético Tomé ainda não conseguia crer que o Senhor crucificado havia vencido a morte. Isto é, até tê-lo visto ressuscitado e exclamar: “Senhor meu e Deus meu!” (JOÃO 20:28). A resposta de Jesus deu a garantia ao cético e conforto incomensurável para nós: “…Porque me viste, creste? Bem-aventurados os que não viram e creram” (v.29).

A verdadeira dúvida busca pela luz; 
a incredulidade se contenta com a escuridão. Tim Gustafson“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„Tirou-me das profundezas

Do alto, me estendeu ele a mão e me tomou; tirou-me das muitas águas. v.17

Eu observava a água, em constante alerta para os sinais de problemas. Durante os meus turnos de seis horas como salva-vidas, eu ficava ao lado da piscina para garantir a segurança de quem nadava. Deixar o meu posto, ou afrouxar minha atenção, poderia ter graves consequências para quem estava na piscina. Se um nadador estivesse em perigo por causa de um ferimento ou falta de habilidade, era minha responsabilidade tirá-lo da água e colocá-lo em segurança à beira da piscina.

Depois de experimentar a ajuda de Deus na batalha contra os filisteus (2 Samuel 21:15-22), Davi compara o seu resgate a ser tirado de “muitas águas” (22:17). A própria vida de Davi, e a de seus homens, estava em sério perigo por causa dos seus inimigos. Deus animou Davi, enquanto ele se afogava no desastre. Enquanto os salva-vidas são pagos para garantir a segurança dos nadadores, Deus, por outro lado, salvou Davi porque se agradou dele (v.20). Meu coração salta de alegria quando percebo que Deus não cuida de mim e me protege porque é obrigado a isso, mas porque Ele quer.

Quando nos sentimos subjugados pelos problemas da vida, podemos descansar no conhecimento de que Deus, nosso Salva-vidas, vê a nossa luta e, por causa de Seu prazer em nós, nos vigia e protege.

Deus se deleita em salvar Seus filhos. Kirsten Holmberg“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„Veja as nuvens


Tens tu notícia do equilíbrio das nuvens e das maravilhas daquele que é perfeito em conhecimento? v.16


Um dia, muitos anos atrás, meus meninos e eu estávamos deitados de costas no quintal vendo as nuvens passarem. “Pai”, perguntou um, “por que as nuvens flutuam?” “Bem, filho”, comecei, com a intenção de lhe dar o benefício de meu vasto conhecimento, mas depois caí em silêncio. “Não sei, mas vou descobrir para você.”

Descobri que a umidade é condensada, descendo por gravidade, e encontra temperaturas mais quentes que sobem do solo. Essa umidade se transforma em vapor e sobe de volta ao ar. Essa é uma explicação natural para o fenômeno.

Mas explicações naturais não são as respostas finais. As nuvens flutuam porque Deus, em Sua sabedoria, ordenou as leis naturais de tal maneira que revelam as “maravilhas daquele que é perfeito em conhecimento” (v.16). As nuvens podem então ser pensadas como um símbolo — um sinal exterior e visível da bondade e graça de Deus na criação.

Então, um dia, quando você estiver tomando algum tempo para ver que imagens você pode imaginar nas nuvens, lembre-se disso: Aquele que fez todas as coisas bonitas faz as nuvens flutuarem pelo ar. Ele faz isso para nos chamar à admiração e à adoração. Os céus, até mesmo os cúmulos, estratos e nuvens cirros, declaram a glória de Deus.

A criação está cheia de sinais 
que apontam para o Criador. David H. Roper“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„Uma jornada de fé


…para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome. v.31


Desde sua primeira publicação em 1880, o romance Ben-Hur: um conto sobre Cristo, de Lew Wallace, nunca ficou fora do catálogo. É considerado o livro cristão mais influente do século 19, e sempre atrai novos leitores, uma vez que tece a verdadeira história de Jesus com a de um fictício jovem e nobre judeu chamado Ben-Hur.

Amy Lifson, editora, escreveu numa conceituada revista que este livro transformou a vida do autor: “À medida que Ben-Hur guiava os leitores através de cenas da Paixão, ele também orientava o caminho para Wallace crer em Jesus.” O autor afirmou: “Vi o Nazareno executar obras que nenhum mero homem poderia realizar.”

Nos evangelhos, o registro da vida de Jesus nos permite caminhar ao lado dele, testemunhar Seus milagres e ouvir Suas palavras. O evangelho de João conclui com as palavras: “…fez Jesus diante dos discípulos muitos outros sinais que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram registrados para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome” (João 20:30,31).

Assim como a pesquisa de Wallace, a leitura bíblica e o escrever sobre o Senhor o levaram a crer em Jesus, a Palavra de Deus gera a transformação da mente e do coração. E por meio dessa transformação, temos a vida eterna em Jesus e por meio dele.

Muitos livros podem informar, 
mas somente a Bíblia pode transformar. David C. McCasland“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Eugéne Ionesco photo

„O fato de sermos habitados por uma nostalgia incompreensível seria mesmo assim o sinal de que existe um além“

—  Eugéne Ionesco 1909 - 1994

Le fait d'être habité par une nostalgie incompréhensible serait tout de même le signe qu'il y a un ailleurs
Notes et contre-notes‎ - Página 18, Eugène Ionesco - Gallimard, 1966 - 378 páginas

Heinrich Harrer photo
Vergílio Ferreira photo
Agostinho da Silva photo
Lilia Katri Moritz Schwarcz photo
Paul Claudel photo
Bertrand Russell photo

„Muitos indivíduos ortodoxos dão a entender que é papel dos céticos refutar os dogmas apresentados – em vez de os dogmáticos terem de prová-los. Essa idéia, obviamente, é um erro. De minha parte, poderia sugerir que entre a Terra e Marte há um pote de chá chinês girando em torno do Sol em uma órbita elíptica, e ninguém seria capaz de refutar minha asserção, tendo em vista que teria o cuidado de acrescentar que o pote de chá é pequeno demais para ser observado mesmo pelos nossos telescópios mais poderosos. Mas se afirmasse que, devido à minha asserção não poder ser refutada, seria uma presunção intolerável da razão humana duvidar dela, com razão pensariam que estou falando uma tolice. Entretanto, se a existência de tal pote de chá fosse afirmada em livros antigos, ensinada como a verdade sagrada todo domingo e instilada nas mentes das crianças na escola, a hesitação de crer em sua existência seria sinal de excentricidade.“

—  Bertrand Russell 1872 - 1970

Many orthodox people speak as though it were the business of sceptics to disprove received dogmas rather than of dogmatists to prove them. This is, of course, a mistake. If I were to suggest that between the Earth and Mars there is a china teapot revolving about the sun in an elliptical orbit, nobody would be able to disprove my assertion provided I were careful to add that the teapot is too small to be revealed even by our most powerful telescopes. But if I were to go on to say that, since my assertion cannot be disproved, it is intolerable presumption on the part of human reason to doubt it, I should rightly be thought to be talking nonsense. If, however, the existence of such a teapot were affirmed in ancient books, taught as the sacred truth every Sunday, and instilled into the minds of children at school, hesitation to believe in its existence would become a mark of eccentricity and entitle the doubter to the attentions of the psychiatrist in an enlightened age or of the Inquisitor in an earlier time.
" Is There a God? http://www.cfpf.org.uk/articles/religion/br/br_god.html" (1952), encomendado pela revista ilustrada, mas não publicado até a sua aparição em "The Collected Papers of Bertrand Russell", Volume 11: Last Philosophical Testament, 1943-68, ed. John G. Slater e Peter Köllner (London: Routledge, 1997), pp. 543-48

Martha Medeiros photo
Antoine de Saint-Exupéry photo
Baltasar Gracián photo
Allan Kardec photo
Olavo de Carvalho photo
Aécio Neves photo
Robert Louis Stevenson photo

„A atividade intensa, tanto na escola quanto na faculdade, na igreja ou no mercado, é um sinal de escassa vitalidade.“

—  Robert Louis Stevenson 1850 - 1894

citado em "Citações da Cultura Universal" - Página 21, Alberto J. G. Villamarín, Editora AGE Ltda, 2002, ISBN 8574970891, 9788574970899

Woody Allen photo
Albert Camus photo
António Damásio photo
James Joyce photo
José Saramago photo
Le Corbusier photo

„A atual arquitetura cuida da casa, da casa normal e rotineira dos homens normais e rotineiros. Ela largou os palácios. Este é um sinal dos tempos.“

—  Le Corbusier, livro Vers une architecture

L'architecture actuelle s'occupe de la maison, de la maison ordinaire et courante pour hommes normaux et courants. Elle laisse tomber les palais. Voilà un signe des temps.
Vers une architecture , Le Corbusier, éd. Rumo a uma arquitetura, Le Corbusier, ed. G. Crès, 1924, p. CRES, 1924, p. V

Louis Aragon photo

„A vida é um viajante que deixa a sua capa arrastar atrás de si, para que lhe apague o sinal dos passos.“

—  Louis Aragon 1897 - 1982

La vie est un voyageur qui laisse traîner son manteau derrière lui, pour effacer ses traces.
Les voyageurs de l'impériale: roman‎ - Página 494, de Aragon - Publicado por Gallimard, 1947 - 630 páginas

Milton Friedman photo
Oscar Wilde photo

„Quando uma mulher se casa pela segunda vez, é sinal de que detestava o primeiro marido. O homem, ao contrário só torna a casar se adorou sua primeira mulher.“

—  Oscar Wilde Escritor, poeta e dramaturgo britânico de origem irlandesa 1854 - 1900

When a woman marries again it is because she detested her first husband. When a man marries again it is because he adored his first wife.
Sebastian Melmoth: (Oscar Wilde). - Página 47, Oscar Wilde - A.L. Humphreys, 1905 - 222 páginas
Sebastian Melmoth

Otto Weininger photo

„As qualidades que fazem apelo a uma mulher são os sinais de uma sexualidade desenvolvida; aquelas que lhe causam repulsa são as qualidades da mente superior. A mulher é essencialmente uma adoradora do falo.“

—  Otto Weininger, livro Sex and Character

The qualities that appeal to a woman are the signs of developed sexuality; those that repel her are the qualities of the higher mind. Woman is essentially a phallus worshipper
Otto Weininger in: Sex and Character (1903)

Ozzy Osbourne photo
Umberto Eco photo
Friedrich August von Hayek photo