Frases de Paul Claudel

Paul Claudel foto

24   0

Paul Claudel

Data de nascimento: 6. Agosto 1868
Data de falecimento: 23. Fevereiro 1955

Paul Claudel, nome artístico de Louis Charles Athanaïse Cécile Cerveaux Prosper foi um diplomata, dramaturgo e poeta francês, membro da Academia Francesa de Letras e galardoado com a grã-cruz da legião de honra. É considerado importante como escritor católico.


„O poema não é feito dessas letras que eu espeto como pregos, mas do branco que fica no papel.“

„A ordem é o prazer da razão: mas a desordem é a delícia da imaginação.“


„Será que o objetivo da vida é viver?“

„Ó minha alma! O poema não é feito de letras que finco como pregos, mas do branco que permanece no papel.“

„Cético é o homem que não desconfia de nada.“

„A felicidade não é um luxo: está em nós como nós próprios.“

„A mulher será sempre o perigo de todos os paraísos.“

„A música é a alma da geometria.“


„As crianças não devem receber a religião; têm que pegá-la do meio ambiente, como se pega o sarampo.“

„O tempo, tudo o consome e apenas o amor o aproveita.“

„O sinal de que não amamos alguém é que não lhe damos todo o melhor Que existe em nós.“

„A mulher é uma promessa que não pode ser mantida“


„Que receais de mim, visto que sou o impossível?“

„O dever está sempre acima de tudo.“

„Um pouco de luz vence muitas trevas.“

„Ali onde cessa o canto começa o beijo.“

Autores parecidos