Frases de Érico Veríssimo

Érico Veríssimo foto

38   0

Érico Veríssimo

Data de nascimento: 17. Dezembro 1905
Data de falecimento: 28. Novembro 1975

Érico Lopes Veríssimo foi um dos escritores brasileiros mais populares do século XX.


„Olha as estrelas. Enquanto elas brilharem haverá esperança na vida.“ Olhai os lírios do campo - página 94

„A gente foge da solidão quando tem medo dos próprios pensamentos.“


„O objetivo do consumidor não é possuir coisas, mas consumir cada vez mais e mais a fim de que com isso compensar o seu vácuo interior, a sua passividade, a sua solidão, o seu tédio e a sua ansiedade.“

„Como o tempo custa a passar quando a gente espera! Principalmente quando venta. Parece que o vento maneia o tempo.“

„Acho muito perigoso um homem levar-se demasiadamente a sério.“

„Com cartas brancas, senhor cônsul solta Pombos de papel.“

„Para fugir ou para buscar. Os fugitivos cedo ou tarde descobrem que seus problemas são de natureza geográfica.“

„Antes de Mussolini e Stalin já existiam as estrelas. E mesmo depois que eles tiverem passado, Elas continuarão a brilhar.“


„Quando os ventos de mudança sopram, umas pessoas levantam barreiras, outras constroem moinhos de vento.“

„Gota de orvalho na coroa dum lírio: Joia do tempo.“

„Ninguém deve culpar-se pelo que sente, não somos responsáveis pelo que nosso corpo deseja, mas sim, pelo que fizemos com ele.“

„A vida começa todos os dias.“


„O tempo faz a gente esquecer. Há pessoas que esquecem depressa. Outras apenas fingem que não se lembram mais“

„O oposto do amor não é o ódio, mas a indiferença.“

„Precisamos dar um sentido humano às nossas construções. E, quando o amor ao dinheiro, ao sucesso nos estiver deixando cegos, saibamos fazer pausas para olhar os lírios do campo e as aves do céu.“

„Ninguém é o que parece, nem Deus.“

Autores parecidos