Frases sobre tanto

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da tanto, ser, outro, vida.

Total 1689 citações, filtro:

Matsuo Bashō photo
Thomas More photo

„A qualquer um, nada agrada tanto quanto as suas próprias opiniões.“

—  Thomas More, livro Utopia

Utopia, Página 11 http://books.google.com.br/books?ei=KPRbVLHuA7HCsASc4oD4Aw&hl=pt-BR&id=GvxHAAAAYAAJ&dq=utopia+zang%C3%B5es&focus=searchwithinvolume&q=agrada, Sir Thomas More (Saint) - Prefácio: João Almino; Tradução: Anah de Melo Franco - IPRI, 2004 - 167 páginas.
"Et certe sic est natura comparatum, ut sua cuique inuenta blandiantur."
De Optimo Reipublicae Statu, Deque nova insula Utopia. Página 34 https://la.wikisource.org/wiki/Pagina:Utopia,_More,_1518.djvu/35, Thomas More - Froben, 1518 - 190 páginas.
Utopia (1516)

Liev Tolstói photo
Jane Austen photo
Friedrich Nietzsche photo
Smith Wigglesworth photo

„Deus nos quer tanto que tornou as condições o mais simples possível: "apenas creia".“

—  Smith Wigglesworth 1859 - 1947

Fonte: Frodsham, Stanley Howard (1948). Smith Wigglesworth: Apostle of Faith. Springfield, MO: Gospel Publishing House.

Anatole France photo
Audálio Dantas photo
Friedrich Nietzsche photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Heath Ledger photo
Francois Fénelon photo
São Basílio photo
Jair Bolsonaro photo
Otto Von Bismarck photo
George Orwell photo

„Quizá no deseara uno tanto ser amado como ser comprendido.“

—  George Orwell escritor e jornalista britânico 1903 - 1950

George Orwell photo
Leonardo Da Vinci photo
Cecília Meireles photo
George Orwell photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
George Orwell photo

„Não me peçam para olhar pelo lado bom da vida.

Não há nada capaz
de deixar
um homem mais lúcido
do que ter que lutar
por sua sobrevivência.
E eu estou lutando,
caminhando por debaixo
do Sol quente
com os pés sobrecarregados
em busca de dinheiro
porque
a vida me pede isso
e não tem alternativa.
E não é só a mim,
mas a todos,
e eu caminho pelas
calçadas
e vejo ambulantes
vendendo pulseiras
e anéis,
vejo senhoras com suas
barraquinhas de salgados
e nem comento
sobre os pobres coitados
ignorados com seus
panfletos.
Não sei como pode existir
tanto apego
por isso,
por essa merda de vida,
por esse tempo
que apenas nos tira
as coisas
e nunca nos dá nada.
Vivemos a base de ilusões,
vivemos enganados,
e parece que a maioria
não percebe,
ou então
eu sou um doente,
com neurônios desalinhados
que me fazem ter esses
malditos pensamentos
tortos
e quanto mais
observo a vida e vejo essas
pessoas
com essa bandeija
de brigadeiros bem abaixo
do meu nariz
tudo me entristece
porquê é dor demais
por quase nada.
É um absurdo tudo o que
maioria de nós
precisa fazer para apenas
se manter
com o básico da vida.
Hoje uma menina
comprou
quatorze brigadeiros
e me parabenizou
por todo o meu esforço,
e eu me senti bem
e dois minutos depois
eu me senti horrível
porquê
isso é um terrível engano,
todo o meu esforço,
todo o nosso esforço,
as coisas não deveriam ser assim,
a nossa cultura é esmagada
dia após dia
por pensamentos medíocres
de esforço e superação
e o mundo inteiro
seguindo essa linha,
se esforçando
e se superando
e no fim de tudo
morrem
com a ideia de que
valeu a pena,
mas todos os dias
quando
abro meus olhos
e caminho até o espelho
do meu banheiro
eu me pergunto,
será que vale mesmo?
E eu caio
para dentro de mim mesmo
em pura
negatividade.“

—  Charlie Barkley

Richard Bach photo
Carlos Drummond de Andrade photo

„O bonde passa cheio de pernas: / pernas brancas pretas amarelas. Para que tanta perna, meu Deus, pergunta meu coração. / Porém meus olhos / não perguntam nada“

—  Carlos Drummond de Andrade Poeta brasileiro 1902 - 1987

Poesia até agora: capa de Santa Rosa - página 9, Carlos Drummond de Andrade - J. Olympio, 1948 - 257 páginas

Mark Twain photo
Mark Twain photo

„Nada precisa tanto de reforma como os hábitos dos outros.“

—  Mark Twain escritor, humorista e inventor norte-americano 1835 - 1910

Fernando Sabino photo
Charlie Chaplin photo

„Ei! Sorria… Mas não se esconda atrás desse sorriso…
Mostre aquilo que você é, sem medo.
Existem pessoas que sonham com o seu sorriso, assim como eu.
Viva! Tente! A vida não passa de uma tentativa.
Ei! Ame acima de tudo, ame a tudo e a todos.
Não feche os olhos para a sujeira do mundo, não ignore a fome!
Esqueça a bomba, mas antes, faça algo para combatê-la, mesmo que se sinta incapaz.
Procure o que há de bom em tudo e em todos.
Não faça dos defeitos uma distancia, e sim, uma aproximação.
Aceite! A vida, as pessoas, faça delas a sua razão de viver.
Entenda! Entenda as pessoas que pensam diferente de você, não as reprove.
Ei! Olhe… Olhe a sua volta, quantos amigos…
Você já tornou alguém feliz hoje?
Ou fez alguém sofrer com o seu egoísmo?
Ei! Não corra. Para que tanta pressa? Corra apenas para dentro de você.
Sonhe! Mas não prejudique ninguém e não transforme seu sonho em fuga.
Acredite! Espere! Sempre haverá uma saída, sempre brilhará uma estrela.
Chore! Lute! Faça aquilo que gosta, sinta o que há dentro de você.
Ei! Ouça… Escute o que as outras pessoas têm a dizer, é importante.
Suba… faça dos obstáculos degraus para aquilo que você acha supremo,
Mas não esqueça daqueles que não conseguem subir a escada da vida.
Ei! Descubra! Descubra aquilo que há de bom dentro de você.
Procure acima de tudo ser gente, eu também vou tentar.
Ei! Você… não vá embora.
Eu preciso dizer-lhe que… te adoro, simplesmente porque você existe.“

—  Charlie Chaplin Comediante, ator e cineasta britânico 1889 - 1977

Emile Zola photo

„Por que é que o sofrimento dos animais me comove tanto? Porque fazem parte da mesma comunidade a que pertenço, da mesma forma que meus próprios semelhantes.“

—  Emile Zola 1840 - 1902

Émile Zola citado em "Animais, Nossos Irmãos" - Página 172, Euripedes Kuhl, Petit Editora e Distribuidor, 1995, ISBN 8572530258, 9788572530255 - 208 páginas
Atribuídas

Bertrand Russell photo
Graciliano Ramos photo
Nelson Piquet photo
Wolfgang Amadeus Mozart photo
Marco Aurelio photo
Rabindranath Tagore photo
Joseph Joubert photo
Richard Bach photo
Jean Jacques Rousseau photo

„A espécie de felicidade de que preciso não é tanto a de fazer o que eu quero, mas a de não fazer o que eu não quero.“

—  Jean Jacques Rousseau 1712 - 1778

En un mot, l'espèce de bonheur qu'il me faut n'est pas tant de faire ce que je veux, que de ne pas faire ce que je ne veux pas.
Lettres - Volume 1, Página 238 http://books.google.com.br/books?id=Y-0_AAAAcAAJ&pg=PA238, Jean-Jacques Rousseau - Poinçot, 1793
Lettres

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Helena Blavatsky photo
Salazar photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Charles Manson photo

„Perceba: tu és tanto Diabo quanto és Deus.“

—  Charles Manson fundador e líder de um grupo que cometeu vários assassinatos nos Estados Unidos 1934 - 2017

Nitiren Daishonin photo

„Sofra o que tiver que sofrer, desfrute o que existe para ser desfrutado, considere tanto o sofrimento como a alegria como fatos da vida e continue orando, não importando o que acontecer, e então experimentará a grande alegria da Lei.“

—  Nitiren Daishonin 1222 - 1282

Delta do Amazonas. Novos ventos soprando do rumo Norte http://books.google.com/books?id=C9DQa0aCtvAC&pg=PA247. biblioteca24horas; ISBN 978-85-7893-373-9. p. 247.

Fiódor Dostoiévski photo
John Green photo
Charles Bukowski photo
José Lins do Rego photo
Lygia Fagundes Telles photo
Lygia Fagundes Telles photo
Jair Bolsonaro photo
Walt Disney photo
Gerson De Rodrigues photo

„Poema – Tudo que eu preciso fazer agora é dormir

Acordei as seis horas da manhã
com um vazio em meu peito
que me faz desejar um câncer em meu cérebro

Preciso devolver um livro na biblioteca
ando pela rua como um homem doente
passei tanto tempo sozinho
que eu já não sei mais conviver em sociedade

Chego até a biblioteca
o local está repleto de gente
todos eles me olham com cara de nojo

Como se eu fosse algum tipo de monstro
não posso culpá-los
talvez eu realmente seja

Na minha mente
estão todos mortos
e o diabo dança sobre os seus cadáveres

Caminho em direção a balconista
e as minhas pernas começam a falhar
sem que eu perceba caio em meio a uma pilha de livros

As pessoas correm ao meu redor
e me apontam os seus dedos sujos

Levanto-me em desespero,
e volto correndo para casa

Tranco-me em meu quarto
como quem procura se esconder das estrelas
e novamente eu sou um lobo solitário
abandonado em um ninho de ratos

As paredes do meu quarto
jorram o sangue de um suicídio inevitável

Todos os dias eu me pergunto;

O que diabos eu estou fazendo aqui?
quando foi que eu me perdi?

Rasguei as entranhas da minha própria Mãe
e a amaldiçoei com a minha vida

Eu afastei todos aqueles
que se aproximaram de mim

Como uma barata
que rasteja em meio aos vermes
sinto-me repugnante

Sozinho no mundo
um escravo da minha própria insanidade
o Cristo do meu próprio testamento

As fotos velhas na minha estante
me lembram os dias em que eu fui feliz

Sinto-me culpado por existir
e a cada segundo eu me odeio cada vez mais

Volto para o meu quarto,
tudo que eu preciso fazer agora é dormir;

Acordei as seis horas da manhã
com um vazio em meu peito
que me faz desejar um câncer em meu cérebro

Vou até o espelho e me pergunto;
por quantos anos eu ainda irei suportar
essa rotina de sofrimento?

Uma lágrima sincera escorre pelo meu rosto
volto até o meu quarto
decidido a acabar com tudo
sátiros dançam ao redor da minha cama

Pego as minhas roupas e tampo todas as
saídas de ar da minha casa
vou até a cozinha e ligo o gás

Tudo que eu preciso fazer agora
é dormir…“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

Fonte: Solidão Deuses Ateísmo Niilismo

Andy Warhol photo

„Acho que tenho uma interpretação muito livre de trabalho, porque penso que estar vivo já dá tanto trabalho que não queremos fazer mais nada.“

—  Andy Warhol 1928 - 1987

I suppose I have a really loose interpretation of “work,” because I think that just being alive is so much work at something you don't always want to do.
Andy Warhol, 1928-1987: works from the collections of José Mugrabi and an Isle of Man company - página 82, Andy Warhol, Jacob Baal-Teshuva, David Bourdon - Prestel, 1993, ISBN 3791312774, 9783791312774 - 144 páginas

Jean Jacques Rousseau photo
Simone de Beauvoir photo
Sigmund Freud photo
Arthur Schopenhauer photo
Arthur Schopenhauer photo
Arthur Schopenhauer photo

„O motor principal e fundamental no homem, bem como nos animais, é o egoísmo, ou seja, o impulso à existência e ao bem-estar. […] Na verdade, tanto nos animais quanto nos seres humanos, o egoísmo chega a ser idêntico, pois em ambos une-se perfeitamente ao seu âmago e à sua essência. Desse modo, todas as ações dos homens e dos animais surgem, em regra, do egoísmo, e a ele também se atribui sempre a tentativa de explicar uma determinada ação. Nas suas ações baseia-se também, em geral, o cálculo de todos os meios pelos quais procura-se dirigir os seres humanos a um objetivo. Por natureza, o egoísmo é ilimitado: o homem quer conservar a sua existência utilizando qualquer meio ao seu alcance, quer ficar totalmente livre das dores que também incluem a falta e a privação, quer a maior quantidade possível de bem-estar e todo o prazer de que for capaz, e chega até mesmo a tentar desenvolver em si mesmo, quando possível, novas capacidades de deleite. Tudo o que se opõe ao ímpeto do seu egoísmo provoca o seu mau humor, a sua ira e o seu ódio: ele tentará aniquilá-lo como a um inimigo. Quer possivelmente desfrutar de tudo e possuir tudo; mas, como isso é impossível, quer, pelo menos, dominar tudo: "Tudo para mim e nada para os outros" é o seu lema. O egoísmo é gigantesco: ele rege o mundo.“

—  Arthur Schopenhauer, livro A Arte de Insultar

Página 51
A Arte de Insultar

Arthur Schopenhauer photo
Haile Selassie photo
Arthur Schopenhauer photo
Jane Austen photo
Jane Austen photo
Joseph Conrad photo
Abraham Lincoln photo

„Nosso Senhor ama os pobres, por isso fez tantos.“

—  Abraham Lincoln 16° Presidente dos Estados Unidos 1809 - 1865

Arthur Schopenhauer photo

„A glória é tanto mais tardia quanto mais duradoura há de ser, porque todo fruto delicioso amadurece lentamente.“

—  Arthur Schopenhauer, livro Parerga e Paralipomena

In der Regel wird sogar der Ruhm, je länger er zu dauern hat, desto später eintreten; wie ja alles Vorzügliche langsam heranreift.
Parerga und Paralipomena: kleine philosophische Schriften - Página 374 http://books.google.com.br/books?id=_nERAAAAYAAJ&pg=PA374, Arthur Schopenhauer - A.W. Hahn, 1851
Parerga e Paralipomena

Fernanda Young photo
Paulo Alexandrovich Romanov photo
Raul Seixas photo
Ruy Barbosa photo
Edmund Burke photo

„Quanto maior a força, tanto mais perigoso o abuso.“

—  Edmund Burke 1729 - 1797

Variante: Quanto maior o poder, mais perigoso é o abuso.

Natalie Portman photo
Umberto Eco photo
Olavo de Carvalho photo
Samuel Johnson photo
Johnny Depp photo
Guy De Maupassant photo
Stanisław Jerzy Lec photo
John Quincy Adams photo
Carlos Drummond de Andrade photo
Carlos Drummond de Andrade photo
Milan Kundera photo
Eliana (apresentadora) photo
Enéas Carneiro photo

„Diante de tanta iniqüidade, levantei-me irritadíssimo, como sói ocorrer quando me defronto com a desídia governamental, com a absoluta incúria, com a falta de cuidado dos gerentes dos brasileiros.“

—  Enéas Carneiro 1938 - 2007

Congresso Nacional - Pedido de intervenção federal no Estado de Rondônia - Sessão: 077.2.52.O - 05/05/2004

João Guimarães Rosa photo
Max Weber photo

„Há duas maneiras de fazer política. Ou se vive 'para' a política ou se vive 'da' política. Nessa oposição não há nada de exclusivo. Muito ao contrário, em geral se fazem uma e outra coisa ao mesmo tempo, tanto idealmente quanto na prática“

—  Max Weber Jurista e sociólogo alemão 1864 - 1920

"Ciência e Política: Duas Vocações" - Página 64, Max Weber - Editora Cultrix, 2004, ISBN 8531600472, 9788531600470 - 128 páginas

Joseph Goebbels photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Carol J. Adams photo
Giordano Bruno photo
Jorge Amado photo
Milton Friedman photo
Michail Bakunin photo