Frases sobre andar

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da andar.

Tópicos relacionados

Total 207 citações, filtro:


Daisaku Ikeda photo
Gerson De Rodrigues photo

„Diálogo entre o Padre e o Filósofo - Uma Dialética Niilista

Sentado nas beiradas sujas do décimo terceiro andar de um prédio abandonado, estava um filósofo decidido em acabar com a sua vida

Abel um de seus amigos mais religiosos, considerou a hipótese de que seria uma grande ideia enviar um padre para conversar com ele, afim de convence-lo de que a vida segundo Abel

‘’ Era um presente de deus’’ e deveria ser vivida, e que o suicídio era uma péssima escolha.

O Bravo e corajoso padre então foi chamado, e com sua bíblia nas mãos subiu até o décimo terceiro andar deste prédio. Sentou-se então ao lado do filósofo, enquanto ambos eram observados por uma multidão de pessoas preocupadas.

O Filósofo parecia tranquilo, a vida já não existia em seu olhar e ele observava atentamente o horizonte ignorando completamente aquele estranho porem caricato padre sentado ao seu lado.

O Padre tranquilo segurava a sua bíblia como se estivesse segurando as próprias mãos de cristo, a coragem e a determinação de salvar aquele jovem filosofo do suicídio era a sua missão, e sem hesitar perguntou

- Oh meu filho por que renunciais a vida? tão belas que és, tão lindas que és, dada a nós por deus, e paga com o sangue de cristo que morreu por nós para que você não precise morrer hoje.

O Filósofo escutando as palavras do padre, observava atentamente o horizonte, e sem responder permanecia em silencio, o padre por sua vez continuava o discurso.

- Meu filho, observe a beleza do mundo essas montanhas ao fundo, esses prédios cheios de vida, se não fosse a vida o que seriamos de nós? A vida é tudo que temos, nosso único tesouro, nosso maior presente.

O Padre ainda determinado abre a sua bíblia em uma parte que já estava marcada e começa a ler

- Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. 1 João 4:7

E no momento em que o filósofo escuta as palavras bíblicas, ele sorri e pela primeira vez olha para o padre, ainda com os olhos sem vida já morto por dentro, mas com um sorriso sincero perguntou ao padre

- Por que vives padre?

O Padre sem pestanejar, de supetão logo respondeu

- Eu vivo por cristo, e cristo vive em mim, eu vivo pela igreja e pelo amor que eu tenho a aqueles que seguem a jesus. Eu vivo, porque a vida é bela, porque amo aqueles próximos a mim, amo a minha família e a minha igreja.

O Filósofo sorrindo, pergunta novamente ao padre mas desta vez com um tom um pouco mais sério

- Por que vives padre?

O Padre sem entender, pois já havia respondido a pergunta gagueja levemente e responde

- E.. eu, eu.. vi.. vivo por cristo, vivo por aqueles que amo, e pela igreja! O Suicídio é um pecado sem retorno e a vida é o presente mais belo que deus poderia nos dar. Ele enviou seu próprio filho para se sacrificar por nós, em pró de nossas vidas pecaminosas.

O Filósofo vira o seu rosto para frente, observando o horizonte respira tranquilamente e pergunta outra vez com uma tonalidade calma em sua voz

- Por que vives padre?

O Padre já sem resposta, demora a alguns segundos para pensar em uma, segura sua bíblia com toda sua força suando frio com a outra mão agarra com ainda mais forças a beirada do prédio, descontrolado o padre grita

- O CRISTÃO VIVE PELA Fé!! E Eu tenho fé em cristo, fé na vida, fé de que ambos sairemos deste prédio de mãos dadas!

Com os braços cruzados, o Filósofo olha para baixo, e sorri para o abismo, e o abismo sorri de volta. Sorrindo então ele olha para o padre e novamente pergunta de maneira serena e calma

- Por que você vive padre?

O Padre sem reação olha para baixo, e o abismo sorri para ele e ele pula para o abismo.“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

Mário Quintana photo
Ricardo Araújo Pereira photo
Cesare Pavese photo
Artur Rubinstein photo
Julius Evola photo

„Ao cabo de séculos de «escravidão» a mulher quis pois ser livre, ser ela própria. Mas o «femininismo» não soube conceber para a mulher uma personalidade que não fosse uma imitação da masculina, de maneira que as suas «reivindicações» ocultam uma desconfiança fundamental da mulher nova em relação a si mesma, a impotência desta para ser o que é e a contar pelo que ela é: como mulher e não como homem. Devido a esta fatal incompreensão, a mulher moderna experimentou o sentimento de uma inferioridade absolutamente imaginária por ser apenas mulher e sente quase como ofensa o ser tratada «só como mulher». Foi esta a origem de uma falsa vocação frustrada: e é precisamente por isso que a mulher quis tirar uma desforra, reivindicar a sua «dignidade», mostrar o seu «valor» - passando a medir--se com o homem. Todavia, não se tratava de maneira nenhuma do homem verdadeiro, mas sim do homem-construção, do homem-fantoche de uma civilização standardizada, racionalizada, não implicando quase mais nada de diferenciado e qualitativo. Numa civilização como esta, evidentemente, já não se pode tratar de um privilégio legítimo qualquer, e as mulheres incapazes de reconhecer a sua vocação natural e de defendê-la, a não ser pelo plano mais baixo (pois nenhuma mulher sexualmente feliz sentiu alguma vez a necessidade de imitar e de invejar o homem), conseguiram facilmente demonstrar que também elas possuíam virtualmente as faculdades e as habilitações - materiais e intelectuais - que se encontram no outro sexo e que, em geral, se exigem e se apreciam numa sociedade de tipo moderno. O homem, de resto, deixou andar as coisas como um verdadeiro irresponsável, e até ajudou e impeliu a mulher para as ruas, para os escritórios, para as escolas, para as fábricas e para todas as encruzilhadas contaminantes da sociedade e da cultura modernas. Foi assim que se deu o último empurrão nivelador. (…) A mulher tradicional, a mulher absoluta, ao dar-se, ao não viver para si, ao querer ser toda para outro ser com simplicidade e pureza, realizava-se, pertencia-se a si mesma, tinha um heroísmo muito seu - e, no fundo, tornava-se superior ao homem comum. A mulher moderna ao querer ser por si mesma destruiu-se. A tão aspirada «personalidade» está a tirar-lhe toda a personalidade.“

—  Julius Evola, livro Revolt Against the Modern World

Revolt Against the Modern World

Milla Jovovich photo

„Os filmes de ação são definitivamente de muito treinamento e eu faço muitos de minhas próprias acrobacias, assim estou definitivamente num processo de formação de longo prazo. Mas eu adoro isso. As artes marciais são algo que eu sempre amei fazer. É a única forma de exercício que eu possa tratar. Tudo mais é realmente aborrecido como entorpecente. Assim para mim é realmente um divertimento. Gosto de sentir como uma espécie de super-herói, nesse sentido, para poder voar através do ar e de andar por fios. Ele apenas faz-me sentir que estou na Montanha Mágica ou coisa parecida. Eu amo-os.“

—  Milla Jovovich Atriz americana 1975

Action films are definitely a lot of training and I do a lot of my own stunts, so I definitely am in there for the long haul for the training process. But I love it. Martial arts is something I’ve always loved doing. It’s the only form of exercise that I can deal with. Everything else is really boring and mind-numbing. So for me it’s just really fun. I love to sort of feel like a superhero in that sense, to be able to fly through the air and to be on wires. It just makes me feel like I’m in Magic Mountain or something. I love it.
Fonte: Entrevista a ReelzChannel (2007) http://www.reelzchannel.com/article/399/milla-jovovich-interview

Simone Bittencourt de Oliveira photo

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating
Buda photo
Machado de Assis photo

„É muito melhor cair das nuvens que de um terceiro andar!“

—  Machado de Assis escritor brasileiro 1839 - 1908

Variante: É melhor cair das nuvens que de um segundo andar

Dietrich Bonhoeffer photo
Anahí photo
Albert Einstein photo

„Queijo e bolachas

Quem deseja tornar-se grande entre vós, seja ele teu servo. - Escritura de hoje : Mateus 20: 20-28

Eli Black era um homem de negócios brilhante, mais conhecido por dois eventos em sua vida: ele planejou a aquisição multimilionária do conglomerado United Fruit e saltou para a morte do 42º andar do prédio da Pan Am em Nova York.

No livro An American Company, um executivo descreveu um almoço de negócios que teve com Eli Black. Quando a garçonete trouxe um prato de queijo e bolachas como aperitivo, Black estendeu a mão e pegou-as, colocou-as na mesa, bloqueou-as com os braços e continuou falando. O executivo não comia há horas e insinuava que gostaria de um biscoito. Mas Black agiu como se não o tivesse ouvido e continuou a reunião de negócios.

Depois de um tempo, Black colocou um biscoito e queijo na ponta dos dedos e continuou a falar. Vários momentos depois, Black colocou o biscoito no prato do executivo e bloqueou o resto como antes. Ficou claro que Black estava no comando, manipulando os outros como quisesse.

Quando jogar "siga o líder", verifique quem está na frente da linha. Eli Black, apesar de todo o seu poder, acabou por suicidar-se. Jesus Cristo, em toda a Sua humildade, acabou sendo o Salvador do mundo.

Refletir e Orar
Controlando a vida de outras pessoas
É um traço de muitos líderes,
mas atendendo às necessidades de outras pessoas
O Senhor considera ótimo. —Sesper

Somente quem serve é qualificado para liderar. Haddon W. Robinson“

—  ministério_pão_diário

„Só no domingo?

Ande como filhos da luz. -
Escritura de hoje : Efésios 5: 8-21

Uma controvérsia nos esportes profissionais hoje é a questão da oração no campo. Às vezes, após uma grande jogada ou uma vitória, um jogador cai de joelhos e agradece a Deus. Algumas pessoas se opõem a essa prática.

Um jornalista sugeriu que os campos de jogo deveriam estar fora dos limites de tais práticas religiosas. Ele disse que qualquer coisa que tenha a ver com Deus deveria ser confinada à igreja. Para ele, é "absolutamente ridículo" as pessoas falarem com Deus em qualquer outro lugar.

Como cristãos, discordaríamos desse tipo de pensamento. Mas às vezes damos a impressão, pelo nosso comportamento, de que acreditamos. Colocamos os domingos de lado para adorar e servir a Deus, mas agimos como se o resto da semana fosse nosso para fazer o que quisermos.

Para o crente, no entanto, viver para Deus é uma proposta de 24 horas por dia, 7 dias por semana. Note o ensinamento de Paulo em Efésios 5. Quando ele falou sobre andar “como filhos da luz” (v.8), ele não estava se referindo apenas à maneira como nos comportamos na igreja aos domingos. Quando estamos cheios do Espírito, exemplificaremos compaixão, bondade, humildade, perdão, gratidão e amor o tempo todo.

A vida cristã não é apenas para o domingo. É um dia-a-dia, o tempo todo da vida - mesmo no campo de jogo.

Refletir e Orar
Os outros sabem de como agimos
Em casa, no trabalho, no jogo,
Que temos Jesus em nossos corações
E vivemos para Ele todos os dias? —DJD

Estar aberto a Cristo significa viver para Ele em todos os momentos e em todos os lugares. Dave Branon“

—  ministério_pão_diário

Albert Einstein photo

„A vida é igual andar de bicicleta. Pra manter o equilíbrio é preciso se manter em movimento.“

—  Albert Einstein 1879 - 1955

Trecho de uma carta para o seu filho Eduard em 5 de Fevereiro de 1930

Martin Luther King Junior photo

„Se você não consegue voar, corra; se não consegue correr, ande; se não consegue andar, se arraste, mas nunca pare de avançar.“

—  Martin Luther King Junior líder do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos 1929 - 1968

Variante: Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito.

Maomé photo

„É preferível andar sozinho do que na companhia dos maus“

—  Maomé líder político árabe e fundador do Islão 570 - 632

Fonte: "Maomé, 170"

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“