Frases sobre público

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da público, ser, todo, vida.

Total 613 citações, filtro:

Jair Bolsonaro photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Abraham Lincoln photo

„Quem pode mudar a opinião pública, pode mudar o governo“

—  Abraham Lincoln 16° Presidente dos Estados Unidos 1809 - 1865

Heráclito photo

„Ocultar a ignorância é melhor do que trazê-la a público.“

—  Heráclito filósofo pré-socrático considerado o "Pai da dialética" -535

Moreira Franco photo

„Segurança pública é coisa completamente diversa da ocupação de espaços; é manutenção da ordem.“

—  Moreira Franco político brasileiro 1944

Moreira Franco em seu segundo mandato como deputado federal para o jornal O Globo https://glo.bo/2wkY4KV, 17/07/1997

„A seriedade moral na vida pública é como a pornografia: difícil de definir, fácil de se identificar quando se vê. Representa uma coerência entre intenção e ação, uma ética de responsabilidade política. Toda política é a arte do possível. Contudo, até a arte tem sua ética.“

—  Tony Judt 1948 - 2010

No original: "Moral seriousness in public life is like pornography: hard to define but you know it when you see it. It describes a coherence of intention and action, an ethic of political responsibility. All politics is the art of the possible. But art too has its ethic."
O Chalé da Memória (2010)
Fonte: Capítulo III - Austeridade. Tradução de Celso Nogueira.

Gerson De Rodrigues photo

„Muitos pseudo intelectuais ao redor do mundo vem ‘’ Propagando o Niilismo’’ e o tratando como depressão – e isso é de uma estupidez sem tamanho.

Existe uma linha tênue que separa a depressão do niilismo; e comparar os dois é um risco a saúde pública e ao intelectualismo.

Niilismo basicamente é a rejeição de todos os princípios religiosos e morais, tendo como base uma linha de pensamento filosófica de que a vida não tem sentido

Um Niilista nada mais é do que um intelectual, que através da leitura, da música ou da arte chegou a conclusão filosófica ou pessoal de que a vida e seus valores não tem sentido.

O Niilismo é uma escolha do homem – muito diferente da depressão.

A Depressão não envolve a rejeição de princípios morais ou religiosos. Você pode ser profundamente devoto e deprimido ao mesmo tempo – A Depressão é uma doença comum e grave que afeta negativamente como você se sente, a forma como você pensa e como você age. E ela pode levar a uma variedade de problemas físicos e emocionais e pode diminuir a capacidade de uma pessoa para funcionar no trabalho e em casa – podendo também levar ao suicídio.

A Depressão não é um traço de intelectualidade, e nem algo a ser almejado. É uma doença e precisa ser tratada – não a confunda com Niilismo.

É Claro que existem depressivos que são Niilistas e Niilistas que são depressivos – Mas as duas linhas vivem em caminhos diferentes, e o fato de ocasionalmente elas se cruzarem não quer dizer que são a mesma coisa.“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

John Locke photo

„O poder no qual se tem liberdade de ação quando para o bem público, sem a prescrição da lei, e, às vezes mesmo contra ela, é o que chamamos de prerrogativa.“

—  John Locke Filósofo e médico inglês. pai do liberalismo clássico. 1632 - 1704

(Capítulo XIV) #160
Segundo Tratado do Governo

Ruy Barbosa photo

„As leis são um freio para os crimes públicos, a religião para os crimes secretos.“

—  Ruy Barbosa político, escritor e jurista brasileiro 1849 - 1923

Variante: As leis são um freio para os crimes públicos - a religião para os crimes secretos.

Arthur Schopenhauer photo
Cazuza photo
Winston Churchill photo
Enéas Carneiro photo

„Renuncie, Presidente! Presidente, mostre à Nação que V. Exa. crê no Brasil! Reconheça, de público, que V. Exa. não tem condições para conduzir o barco! (…) Não ataco a sua moral, mas a sua condição de governar.“

—  Enéas Carneiro 1938 - 2007

Congresso Nacional - Exortação ao Presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que renuncie ao cargo - Sessão: 039.2.52.O - 31/04/2004

Adam Smith photo
Adam Smith photo

„Pessoas do mesmo ofício raramente se encontram, mesmo que em alegria ou diversão, mas se tiver lugar, a conversa acaba na conspiração contra o público, ou em qualquer artifício para fazer subir os preços.“

—  Adam Smith 1723 - 1790

People of the same trade seldom meet together, even for merriment and diversion, but the conversation ends in a conspiracy against the public, or in some contrivance to raise prices
An inquiry into the nature and causes of the wealth of nations. With notes, and an additional vol., by D. Buchanan - Volume 1, Página 215 http://books.google.com.br/books?id=l2EUAAAAQAAJ&pg=PA215, Adam Smith, David Buchanan - 1814
Atribuídas

Enéas Carneiro photo
Orhan Pamuk photo

„Quando aquela senhora que me lembrava minha tia disse que me conhecia, ela não estava dizendo que conhecia minha história de vida e minha família, que sabia onde eu morava, que escolas frequentei, os romances que escrevi e as dificuldades políticas que enfrentei. Nem que conhecia minha vida particular, meus hábitos pessoais ou minha natureza essencial e minha visão de mundo, que eu tentara expressar relacionando-as com minha cidade natal em meu livro Istambul. A velha senhora não estava confundindo a minha história com as histórias de minhas personagens fictícias. Ela parecia falar de algo mais profundo, mais íntimo, mais secreto, e senti que a entendia. O que permitiu que a tia perspicaz me conhecesse tão bem foram minhas próprias experiências sensoriais, que inconscientemente eu colocara em todos os meus livros, em todas as minhas personagens. Eu projetara minhas experiências em minhas personagens: como me sinto quando aspiro o cheiro da terra molhada de chuva, quando me embriago num restaurante barulhento, quando toco a dentadura de meu pai depois de sua morte, quando lamento estar apaixonado, quando eu consigo me safar quando conto uma mentirinha, quando aguardo na fila de uma repartição pública segurando um documento molhado de suor, quando observo as crianças jogando futebol na rua, quando corto o cabelo, quando vejo retratos de paxás e frutas pendurados nas bancas de Istambul, quando sou reprovado na prova de direção, quando fico triste depois que todo mundo deixou a praia no fim do verão, quando sou incapaz de me levantar e ir embora no final de uma longa visita a alguém apesar do adiantado da hora, quando desligo o falatório da TV na sala de espera do médico, quando encontro um velho amigo do serviço militar, quando há um súbito silêncio no meio de uma conversa interessante. Nunca me senti embaraçado quando meus leitores pensavam que as aventuras de meus heróis também haviam ocorrido comigo, porque eu sabia que isso não era verdade. Ademais, eu tinha o suporte de três séculos de teoria do romance e da ficção, que podia usar para me proteger dessas afirmações. E estava bem ciente de que a teoria do romance existia para defender e manter essa independência da imaginação em relação à realidade. No entanto, quando uma leitora inteligente me disse que sentira, nos detalhes do romance, a experiência da vida real que "os tornavam meus", eu me senti embaraçado como alguém que confessou coisas íntimas a respeito da própria alma, como alguém cujas confissões escritas foram lidas por outra pessoa.“

—  Orhan Pamuk escritor turco, vencedor do Prêmio Nobel de literatura de 2006 1952

The Naive and the Sentimental Novelist

Eça de Queiroz photo
Hannah Arendt photo
Ville Valo photo
Paulo de Tarso photo
Catão, o Censor photo
Hannah Arendt photo

„Uma existência vivida inteiramente em público, na presença de outros, torna-se, como diríamos, superficial.“

—  Hannah Arendt escritora e pensadora judia, nascida na Alemanha e erradicada nos EUA 1906 - 1975

Cícero photo
John Steinbeck photo
Henfil photo
Milton Friedman photo
Luiz Inácio Lula da Silva photo