„Num mundo incompreensível e em perpétua mudança, as massas haviam chegado a um ponto em que, ao mesmo tempo, acreditavam em tudo e em nada, julgavam que tudo era possível e que nada era verdadeiro. A própria mistura, por si, já era bastante notável, pois significava o fim da ilusão de que a credulidade fosse fraqueza de gente primitiva e ingênua, e que o cinismo fosse o vício superior dos espíritos refinados. A propaganda de massa descobriu que o seu público estava sempre disposto a acreditar no pior, por mais absurdo que fosse, sem objetar contra o fato de ser enganado, uma vez que achava que toda afirmação, afinal de contas, não passava de mentira Os líderes totalitários basearam a sua propaganda no pressuposto psicológico correto de que, em tais condições, era possível fazer com que as pessoas acreditassem nas mais fantásticas afirmações em determinado dia, na certeza de que, se recebessem no dia seguinte a prova irrefutável da sua inverdade, apelariam para o cinismo; em lugar de abandonarem os líderes que lhes haviam mentido, diriam que sempre souberam que a afirmação era falsa, e admirariam os líderes pela grande esperteza tática.“

Última atualização 9 de Novembro de 2020. História

Citações relacionadas

Niels Bohr photo
Ambrose Bierce photo
Roland Barthes photo
Pepetela photo
Stephen King photo
Franklin Delano Roosevelt photo
Dom Geraldo Majella Agnelo photo

„O poder público faz propaganda de tudo. Se nós fizéssemos propaganda de tudo que nós fazemos, imagina quanto dinheiro agente teria que gastar. Mas o governo, infelizmente, faz propaganda de qualquer poste novo que ele acende. E, para isso, a propaganda é paga em dia e nossas casas de acolhimento para crianças abandonadas recebem sempre com imenso atraso, basta dizer aqui no município de Salvador.“

—  Dom Geraldo Majella Agnelo 1933

Fonte: Perla Ribeiro. Dom Geraldo Majella: ‘o governo faz propaganda de qualquer poste novo’ http://www.correio24horas.com.br/detalhe/bahia/noticia/dom-geraldo-majella-o-governo-faz-propaganda-de-qualquer-poste-novo/?cHash=fceef9e0ef77e027d5294aa8776543c1 Jornal Correio, Salvador, 11 de janeiro de 2009.

Lucio Anneo Seneca photo
Lao Tsé photo
Franz Kafka photo
René Descartes photo
Pol Pot photo
Golda Meir photo
Morris Hite photo
Oscar Wilde photo
Cícero photo

„O silêncio deles é uma eloqüente afirmação.“

—  Cícero orador e político romano -106 - -43 a.C.

Niels Bohr photo

„Toda sentença que eu digo deve ser entendida não como uma afirmação, mas como um pergunta.“

—  Niels Bohr 1885 - 1962

Every sentence I utter must be understood not as an affirmation, but as a question.
como citado em "A Dictionary of Scientific Quotations" (1991) por Alan L. Mackay, p. 35 35
Atribuídas

Tópicos relacionados