Citações de sexo página 2

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da sexo.

Tópicos relacionados

Total 355 citações de sexo, filtro:


Friedrich Nietzsche photo
Groucho Marx photo

„Eu me lembro da primeira vez que fiz sexo. Guardei até o recibo“

—  Groucho Marx 1890 - 1977

I remember the first time I had sex - I kept the receipt.
citado em "1000 Pocket Positives" - Página 113, Jan Sutton - How To Books Ltd, 2004, ISBN 1857038967, 9781857038965 - 163 páginas
Atribuídas

Charles Bukowski photo
Cesare Pavese photo
Fábio Assunção photo
Platão photo
Domingos de Oliveira photo

„O amor é a vocação humana, o eixo de tudo, o efeito colateral do sexo.“

—  Domingos de Oliveira ator e dramaturgo brasileiro 1936 - 2019

Fonte: Revista ISTOÉ Gente, edição 266 http://www.terra.com.br/istoegente/266/frases/index.htm (13/09/2004)

Woody Allen photo

„Sexo é a coisa mais divertida que eu já fiz sem rir.“

—  Woody Allen cineasta, roteirista, escritor, ator e músico norte-americano 1935

Woody Allen photo
Dercy Gonçalves photo
Charlotte Brontë photo
Sócrates photo
Dan Barker photo
Marjorie Estiano photo

„Pelo jeito que a coisa vai, em breve o terceiro sexo estará em segundo.“

—  Stanislaw Ponte Preta 1923 - 1968

Stanislaw Ponte Preta como citado in Citações da Cultura Universal - Página 257 https://books.google.com.br/books?id=adQWhMA1x0YC&pg=PA257, Alberto J. G. Villamarín - Editora AGE Ltda, 2002 - 574 páginas
Atribuídas

Julius Evola photo

„Ao cabo de séculos de «escravidão» a mulher quis pois ser livre, ser ela própria. Mas o «femininismo» não soube conceber para a mulher uma personalidade que não fosse uma imitação da masculina, de maneira que as suas «reivindicações» ocultam uma desconfiança fundamental da mulher nova em relação a si mesma, a impotência desta para ser o que é e a contar pelo que ela é: como mulher e não como homem. Devido a esta fatal incompreensão, a mulher moderna experimentou o sentimento de uma inferioridade absolutamente imaginária por ser apenas mulher e sente quase como ofensa o ser tratada «só como mulher». Foi esta a origem de uma falsa vocação frustrada: e é precisamente por isso que a mulher quis tirar uma desforra, reivindicar a sua «dignidade», mostrar o seu «valor» - passando a medir--se com o homem. Todavia, não se tratava de maneira nenhuma do homem verdadeiro, mas sim do homem-construção, do homem-fantoche de uma civilização standardizada, racionalizada, não implicando quase mais nada de diferenciado e qualitativo. Numa civilização como esta, evidentemente, já não se pode tratar de um privilégio legítimo qualquer, e as mulheres incapazes de reconhecer a sua vocação natural e de defendê-la, a não ser pelo plano mais baixo (pois nenhuma mulher sexualmente feliz sentiu alguma vez a necessidade de imitar e de invejar o homem), conseguiram facilmente demonstrar que também elas possuíam virtualmente as faculdades e as habilitações - materiais e intelectuais - que se encontram no outro sexo e que, em geral, se exigem e se apreciam numa sociedade de tipo moderno. O homem, de resto, deixou andar as coisas como um verdadeiro irresponsável, e até ajudou e impeliu a mulher para as ruas, para os escritórios, para as escolas, para as fábricas e para todas as encruzilhadas contaminantes da sociedade e da cultura modernas. Foi assim que se deu o último empurrão nivelador. (…) A mulher tradicional, a mulher absoluta, ao dar-se, ao não viver para si, ao querer ser toda para outro ser com simplicidade e pureza, realizava-se, pertencia-se a si mesma, tinha um heroísmo muito seu - e, no fundo, tornava-se superior ao homem comum. A mulher moderna ao querer ser por si mesma destruiu-se. A tão aspirada «personalidade» está a tirar-lhe toda a personalidade.“

—  Julius Evola, livro Revolt Against the Modern World

Revolt Against the Modern World

Virginia Woolf photo
Ambrose Bierce photo

„Citação: ato de repetir de modo errado as palavras alheias.“

—  Ambrose Bierce 1842 - 1914

Variante: Citação: ato de repetir de maneira errada as palavras alheias.

Gilles Deleuze photo