„Despi-a vagarosamente com os olhos, com as mãos, com os lábios. O sexo tinha a elevação de uma eira cheia de trigo queimado e um sendeiro cor de romã. Entrei por ela como um arado esgarçando a terra húmida e senti-lhe a pele por dentro, suave, como um forro de cetim no vestido da sua nudez… suguei um gemido rouco dos seus olhos, antes de eles se fecharem na intensidade do meu beijo com sabor a maçã.“

Fonte: Diário dos Imperfeitos

Última atualização 23 de Agosto de 2020. História

Citações relacionadas

Bob Marley photo

„As guerras seguirão enquanto a cor da pele tiver maior significado que a cor dos olhos“

—  Bob Marley foi um cantor, guitarrista (raggae) e compositor jamaicano famoso por popularizar o gênero 1945 - 1981

Until the color of a man's skin is of no more significance than the color of his eyes, me say war.
Bob Marley, citado em "Souls: a critical journal of Black politics, culture, and society: Volume 4" - página 6, Columbia University. Institute for Research in African-American Studies - Westview Press, 2002

Bob Marley photo

„Enquanto a cor da pele dos homens valer mais do que o brilho dos olhos, sempre haverá guerra.“

—  Bob Marley foi um cantor, guitarrista (raggae) e compositor jamaicano famoso por popularizar o gênero 1945 - 1981

Until the color of a man's skin is of no more significance than the color of his eyes me say war.
Bob Marley, na música " War http://letras.terra.com.br/bob-marley/24571/traducao.html"

William Shakespeare photo

„a eternidade tínhamos nos olhos e nos lábios;“

—  William Shakespeare dramaturgo e poeta inglês 1564 - 1616

Antônio e Cleópatra [com índice ativo]

„A cor é a música dos olhos.“

—  Johann Goethe

Variante: A cor é a música dos olhos

Mia Couto photo
João Morgado photo
Fernando Anitelli photo
Lygia Fagundes Telles photo
Marc Levy photo
Mia Couto photo
Fernando Pessoa photo
Herbert George Wells photo
Octavio Paz photo

„O dia abre os olhos e penetra em uma primavera antecipada. Tudo o que minhas mãos tocam voa. O mundo está cheio de pássaros.“

—  Octavio Paz 1914 - 1998

El día abre los ojos y penetra; en una primavera anticipada. Todo lo que mis manos tocan, vuela. Está lleno de pájaros el mundo.
"Primavera a la Vista" in: "Poemas (1935-1975)" - página 48, Octavio Paz - Seix Barral, 1979, ISBN 8432295213, 9788432295218 - 719 páginas

Tópicos relacionados