Frases de Paulo Francis

29   0

Paulo Francis

Data de nascimento: 2. Setembro 1930
Data de falecimento: 4. Fevereiro 1997

Paulo Francis, pseudônimo de Franz Paul Trannin da Matta Heilborn foi um jornalista, crítico de teatro e escritor brasileiro.


„Até paranoicos têm inimigos de verdade.“

„Gosto que me leiam e saibam o que acho das coisas. É uma forma de existir. Trabalho é a melhor maneira de escapar da realidade.“


„Talvez o Brasil já tenha acabado e a gente não tenha se dado conta disso.“

„[A respeito da caduquice da Petrobras]:
Godzilla morre no fim. Mas faz um estrago dos diabos.“

„Fui iniciado por uma empregadinha doméstica. Tinha o mesmo nome de minha mãe: Irene. Freud explica.“

„Ser comunista, hoje, exige um ato de fé sobre-humana.“

„Todo otimista é um mal-informado.“

„Dizem que escrever é um processo torturante para Sarney. Sem dúvida, mas quem grita de dor é a língua portuguesa.“


„Qualquer pessoa inteligente é contraditória“

„Os baianos invadiram o Rio para cantar Ó, que saudades eu tenho da Bahia.... Bem, se é por falta de adeus, PT saudações.“

„Eu gostaria de ser o fantasma do Metropolitan Museum, escondido durante o dia e saindo à noite para olhar o que há.“

„A ignorância é a maior multinacional do mundo.“


„Não há quem não cometa erros e grandes homens cometem grandes erros.“

„Não levo ninguém a sério o bastante para odiá-lo.“

„Quem não lê não pensa, e quem não pensa será para sempre um servo.“

„Intelectual não vai a praia. Intelectual bebe.“

Autores parecidos