Frases de Ti-Grace Atkinson

5   0

Ti-Grace Atkinson

Data de nascimento: 9. Novembro 1938

Ti-Grace Atkinson é uma feminista e escritora norte-americana.

Atkinson nasceu em uma proeminente família Louisiana. O "Ti" em seu nome reflete o Cajun ou francês petite, que significa pequena/pequeno.

Atkinson ganhou seu BFA da Academia de Belas Artes da Pensilvânia, da Universidade da Pensilvânia, em 1964. Enquanto ainda estava na Filadélfia, ela ajudou a fundar o Instituto de Arte Contemporânea, atuando como sua primeira diretora, e foi crítica de escultura para o periódico ARTnews. Mais tarde, ela se mudou para Nova York, onde, em 1967, ela entrou para o programa de doutorado em Filosofia na Universidade de Columbia.

Foi como uma estudante de graduação que Atkinson leu O Segundo Sexo de Simone de Beauvoir, e começou a se corresponder com Beauvoir, que sugeriu que ela entrasse em contato com Betty Friedan. Atkinson tornou-se assim uma das primeiras membros da Organização Nacional para as Mulheres, que Friedan havia fundado, servindo no conselho nacional, e tornando-se a presidenta da sede de Nova York, em 1967. Em 1968 ela deixou a organização para fundar o Movimento de 17 de Outubro, que mais tarde se transformou em The Feminists, um grupo feminista radical ativo até 1973. Em 1971 ela já tinha escrito vários panfletos sobre o feminismo, era uma membro das Daughters of Bilitis e estava defendendo especificamente o lesbianismo político. Seu livro mais famoso, Amazon Odyssey, foi publicado em 1974.

Depois que deixou The Feminists ela disse, “A Irmandade é poderosa. Ela mata. Principalmente irmãs", que foi muitas vezes citada pelas feministas, embora muitas vezes sem a palavra "principalmente".


„Feminismo é a teoria, lesbianismo é a prática.“

„A instituição do intercurso sexual é anti-feminista.“


„Sexo é super estimado. Se um dia tivermos que escolher entre sexo e liberdade, não haveria dúvida, eu escolheria Liberdade.“

„Eu acredito firmemente que se deve viver suas crenças e, naquele tempo, taticamente, eu acreditava que os homens eram o inimigo. Eu não acreditava que biologicamente eram necessariamente e incuravelmente o inimigo. Eu não acreditava, em outras palavras, em alguma teoria de superioridade racial. Mas eu acreditava que as mulheres não seriam capazes de derrubar sua própria opressão sem se unirem como um grupo e colocarem sua raiva juntas, e sua raiva iria impulsioná-las para frente em uma unidade contra os homens.“

„Lesbianismo é para o feminismo o que o Partido Comunista era para o movimento sindical. Taticamente, qualquer feminista deve lutar até a morte pelo lesbianismo por causa de sua importância estratégica. Se o governo faz caça às bruxas ao lesbianismo (e todas as feministas sempre estiveram cientes desta possibilidade), e se o governo consegue isolar o lesbianismo em qualquer grau do feminismo, o feminismo está perdido. O feminismo, como o sindicalismo, será uma fraude completa: o feminismo será cooptado e subsumido pelo seu Opressor.“

Autores parecidos