Frases sobre parente

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da parente, amigo, ser, todo.

Total 51 citações, filtro:

„Depois de você


Acaso, não está diante de ti toda a terra? Peço-te que te apartes de mim… v.9


Em algumas culturas espera-se que o mais jovem permita que o mais idoso entre primeiro num recinto. Em outras, a pessoa mais importante ou de hierarquia maior. Não importam quais sejam as tradições, há momentos em que temos dificuldade para permitir que alguém escolha primeiro em questões importantes, especialmente, quando o privilégio, legitimamente, nos pertence.

Abrão (mais tarde Abraão) e seu sobrinho Ló tinham tanto rebanho e tendas que a terra não podia sustentar ambos num mesmo local. Para evitar conflitos, Abrão sugeriu que eles se separassem e deu a Ló, a chance de escolher o terreno primeiro. Ló escolheu o vale fértil do Jordão, deixando a terra menos desejável para o tio.

Abrão, já idoso, não insistiu em seus direitos, mas confiou o seu futuro a Deus e disse ao sobrinho: “…Não haja contenda entre mim e ti […] porque somos parentes chegados. […] Peço-te que te apartes de mim; se fores para a esquerda, irei para a direita; se fores para a direita, irei para a esquerda.” (vv.8,9). A escolha de Ló acabou levando a consequências desastrosas para toda a sua família (Gênesis 19).

Hoje, à medida que enfrentamos escolhas, podemos confiar em nosso Pai para nos guiar em Seu caminho. Ele prometeu cuidar de nós e sempre nos dará o que precisamos.

Deus sempre dá o Seu melhor para aqueles 
que deixam a escolha com Ele. Jim Elliot David C. McCasland“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Dilma Rousseff photo
Gerson De Rodrigues photo

„Poema – Memórias póstumas

Quando eu disser
que me cansei de todas as coisas
não tentem me salvar

Deixem-me cortar os meus punhos
e sangrar até a luz do meio dia

Quando perceberem
que já estou morto

Transformem este dia
em um feriado santo

Batizem os seus filhos
em meu sangue

Exibam o meu corpo
em um altar de glória e poder

Profiram mentiras em meu nome
lembrem-se de memórias das quais
eu nunca vivi

E tampouco
gostaria de tê-las vivido

Coloquem flores
sobre o meu tumulo

Gritem por todos os cantos
o quanto sentem a minha falta

Digam
‘’Amo-te mais do que todas
as coisas’’

Enquanto olham as minhas velhas
fotografias de momentos dos quais
poderiam ter me dito tais palavras doces

Sim! Ascendam velas
em meu nome

Digam aos meus parentes e amigos
que sentem a minha falta

Mas por favor
esqueçam das vezes
das quais eu estava ao seu lado

Esqueçam de uma vez por todas
todos os passos frios que dei por
estas ruas vazias e cheias de ódio

Não lembrem-se das minhas
unhas arranhando estas paredes sujas
enquanto clamava por ajuda

Fechem os olhos e tampem os ouvidos
tal como fizeram das vezes
que supliquei em lágrimas

Lembrem-se das poucas
vezes em que eu fui capaz de sorrir

Ah (…)
quando eu caminhar
em direção aos vales distantes

Não culparei nenhum de vocês
por não compreenderem os meus demônios

Apenas deixarei que lembrem-se
das vezes que os transformei em canções poéticas
para os seus ouvidos surdos!

Não se preocupem com as lágrimas
ou com as dores do meu ato final

Continuem rezando
para os seus deuses de mentira

Vivendo suas vidas vazias
e cheias de fortuna

Continuem!
suplico que continuem!
em suas guerras ideológicas

Esqueçam aqueles que como eu
morreram abraçando suas próprias pernas

Esqueçam-me de uma vez por todas
enquanto lembram-se
do homem que eu nunca fui…“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

Niilismo Morte Deus Existencialismo Vida Nietzsche

William Shakespeare photo
Ulysses Guimarães photo
Ulysses Guimarães photo
Pitágoras photo
Mia Couto photo
Bertolt Brecht photo

„Sente-se.
Está sentado?
Encoste-se tranquilamente na cadeira.
Deve sentir-se bem instalado e descontraído.
Pode fumar.
É importante que me escute com muita atenção.
Ouve-me bem?
Tenho algo a dizer-lhe que vai interessá-lo.

Você é um idiota.

Está realmente a escutar-me?

Não há pois dúvida alguma de que me ouve com clareza e distinção?
Então repito: você é um idiota. Um idiota.
I como Isabel;
D como Dinis;
outro I como Irene;
O como Orlando;
T como Teodoro;
A como Ana.
Idiota.

Por favor não me interrompa.
Não deve interromper-me.
Você é um idiota.
Não diga nada.
Não venha com evasivas.
Você é um idiota.
Ponto final.

Aliás não sou o único a dizê-lo.
A senhora sua mãe já o diz há muito tempo.
Você é um idiota.
Pergunte pois aos seus parentes.
Se você não é um idiota…
claro, a você não lho dirão, porque você se tornaria vingativo como todos os idiotas.
Mas os que o rodeiam já há muitos dias e anos sabem que você é um idiota.
É típico que você o negue.
Isso mesmo: é típico que o Idiota negue que o é.
Oh, como se torna difícil convencer um idiota de que é um Idiota.
É francamente fatigante.
Como vê, preciso de dizer mais uma vez que você é um Idiota e no entanto não é desinteressante para você saber o que você é e no entanto é uma desvantagem para você não saber o que toda a gente sabe.
Ah sim, acha você que tem exactamente as mesmas ideias do seu parceiro.
Mas também ele é um idiota.
Faça favor, não se console a dizer que há outros Idiotas: Você é um Idiota.
De resto isso não é grave.
É assim que você consegue chegar aos 80 anos.
Em matéria de negócios é mesmo uma vantagem.
E então na política!
Não há dinheiro que o pague.
Na qualidade de Idiota você não precisa de se preocupar com mais nada.
E você é Idiota

(Formidável, não acha?)“

—  Bertolt Brecht 1898 - 1956

Charles Dickens photo
Jean de La Bruyere photo

„O homem que diz não ter nascido feliz, podia ao menos vir a sê-lo mediante a felicidade dos amigos e parentes. A inveja priva-o deste ultimo recurso.“

—  Jean de La Bruyere, livro Les Caractères ou les Mœurs de ce siècle

L'homme qui dit qu'il n'est pas né heureux pourrait du moins le devenir par le bonheur de ses amis ou de ses proches. L'envie lui ôte cette dernière ressource
Jean de La Bruyère in: Les Caractères, ou les mœurs de ce siècle, La Bruyère, éd. Estienne Michallet, 1696, - Les Caractères - De l'homme (veja wikisource, item 22 (IV))

Honoré De Balzac photo
Thomas Henry Huxley photo

„Prefiro ser parente de um macaco que de um homem que usa eloqüência para destruir a verdade.“

—  Thomas Henry Huxley 1825 - 1895

Fonte: Revista Superinteressante Nº 004 http://super.abril.com.br/superarquivo/1988/conteudo_111022.shtml

Aécio Neves photo

„Não dá mais para tentar esconder a escalada da inflação, como insiste em fazer o governo federal, tratando-a como se fosse um parente incômodo atrapalhando a festa da família.“

—  Aécio Neves político brasileiro 1960

Aécio Neves em sua coluna para a Folha de S.Paulo, abril de 2013.
Fonte Estadão http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-brasil,inflacao-em-12-meses-ultrapassa-teto-da-meta-do-governo-mostra-previa,157180,0.htm

Rasputin photo

„Czar de todas as Rússias, tenho o pressentimento de que até o final do ano eu deixarei este mundo. Serei assassinado, já não estarei entre vós. Se eu for morto por gente do povo, gente como eu, tu não tens nada a temer, continuarás no trono. Mas, se eu for morto por nobres, as mãos deles ficarão manchadas pelo meu sangue. Eles se odiarão e matarão uns aos outros. Dentro de 25 anos não restará um único nobre neste país. Nenhum parente teu, nenhum de teus filhos sobreviverá mais de dois anos. O povo russo dará cabo de todos. Assim, depois que eu desaparecer, tem cuidado, pensa bem, protege-te. Diz a todos os teus que derramei meu sangue por eles. Reza, reza, sê forte, pensa em tua família.“

—  Rasputin Místico russo 1869 - 1916

No início de dezembro em 1916, Rasputin enviou a Nicolau II uma carta profética http://www2.uol.com.br/historiaviva/artigos/rasputin_se_recusa_a_morrer.html, na qual fazia uma predição para a família real Romanov que suporia o assassinato do próprio czar, da czarina e de todos os seus filhos.
Rasputin foi morto no dia 30 de dezembro de 1916. Um ano e meio depois, na madrugada de 16 para 17 de julho de 1918, a família real foi assassinada pelos bolcheviques.'

Michael Moore photo
Willa Cather photo

„Religião e arte procedem da mesma raiz e são parentes próximos. Economia e arte não se conhecem.“

—  Willa Cather, livro The Professor's House

Art and religion (they are the same thing, in the end, of course) have given man the only happiness he has ever had.
The Professor's House (1925), Livro I, Ch. 5

Harlan Ellison photo

„Natal é um terror que compara favoravelmente com a grande praga de Londres, incêndio de de 1665-66. Ninguém foge dos sentimentos de desânimo mortal, inaptidão, frustração, solidão, culpa e compadecem. Ninguém escapa de sentir-se usado pela sociedade, pela religião, pelos amigos e parentes, pelos responsabilidades totalmente artificiais de estender saudações falsas, enviar cartões banais, reciprocidar presentes não solicitados, indo a festas obtusos, agüentam conhecimentos e advertências da família o resto do ano… em resumo, de ser brutalizado por um 'feriado' que perdeu praticamente todos seus significados originais e tornou-se um estratagema de comercialização de aparelhos de televisão a cores, e destruidores das florestas.“

—  Harlan Ellison, livro The Harlan Ellison Hornbook

"Christmas is an awfulness that compares favorably with the great London plague and fire of 1665-66. No one escapes the feelings of mortal dejection, inadequacy, frustration, loneliness, guilt and pity. No one escapes feeling used by society, by religion, by friends and relatives, by the utterly artifical responsiblities of extending false greetings, sending banal cards, reciprocating unsolicated gifts, going to dull parties, putting up with acquaintances and family one avoids all the rest of the year...in short, of being brutalized by a 'holiday' that has lost virtually all of its original meanings and has become a merchandising ploy for color tv set manufacturers and ravagers of the woodlands".
Harlan Ellison; Fonte: "No Offense Intended, But Fuck Xmas!", The Harlan Ellison Hornbook

Camille Cabral photo
Marek Edelman photo

„Que tipo de lembrança? Será que eles sofreram muito? Sofreram porque perderam suas casas? Claro que é triste ser forçado a abandonar a própria casa e a própria terra, mas os judeus perderam suas casas e seus parentes. Expulsões causam sofrimento, mas existe muito sofrimento no mundo. Os doentes sofrem, mas ninguém constrói monumentos em sua homenagem.“

—  Marek Edelman 1922 - 2009

Marek Eldeman, para a revista polonesa Tygodnik Powszechny, em 17 de agosto de 2003
Reação de Edelman ao assinar uma petição, em 2003, contra a criação do Centro Contra Expulsões, museu dedicado as vítimas de limpeza étnica, em Berlim

Carson McCullers photo
Ruy Barbosa photo

„Não existe preto, branco nem amarelo. Ou dividimos a humanidade em mais de mil etnias e línguas, ou acabamos com a classificação por raças, admitindo que somos todos parentes.“

—  Diogo Mainardi 1962

no artigo "Fora, Zumbi!"; Revista Veja http://veja.abril.com.br/070503/mainardi.html; Edição 1 801 - 7 de maio de 2003

Lilia Katri Moritz Schwarcz photo
George Bernard Shaw photo
Charles Baudelaire photo
Oscar Wilde photo
Padre Antônio Vieira photo
Jean De La Fontaine photo
Emily Dickinson photo
Mário Quintana photo
Karl Kraus photo
Fernando Pessoa photo
José Sarney photo
Kin Hubbard photo
Lucio Anneo Seneca photo
Carlos Ruiz Zafón photo
Machado de Assis photo
Jair Bolsonaro photo
Jair Bolsonaro photo
Jair Bolsonaro photo

„Eu não tenho 102 parentes. Como é que eu botei 102 parentes no gabinete dos meus filhos? Não dá para entender, é uma mentira deslavada ali. Já botei parentes no meu gabinete, já botei no passado sim. Antes da decisão de que nepotismo seria crime. Qual o problema?“

—  Jair Bolsonaro 38º Presidente do Brasil 1955

[...] Que mania que tudo quanto é parente de político não presta. [...] Eu parto do princípio que, se eu indicar um filho meu, como já indiquei, no passado ele trabalhou na liderança do partido, não é nepotismo, pô, ele tinha competência para isso. Confiança. [...] É natural quando alguém vai embora do meu gabinete, alguém morre até, já aconteceu, no velório tem dez pedindo emprego, tudo parente que está do meu lado. E é natural botar quem está do seu lado."
Década de 2010, 2019, Agosto

Washington Roberto Santana photo