„Beleza e Verdade

Morri pela beleza, mas apenas estava
Acomodada em meu túmulo,
Alguém que morrera pela verdade,
Era depositado no carneiro próximo.
Perguntou-me baixinho o que me matara.
– A beleza, respondi.
– A mim, a verdade, – é a mesma coisa,
Somos irmãos.
E assim, como parentes que uma noite se encontram,
Conversamos de jazigo a jazigo
Até que o musgo alcançou os nossos lábios
E cobriu os nossos nomes.“

—  Emily Dickinson, Tradução de Manuel Bandeira
Publicidade

Citações relacionadas

William Shakespeare photo
John Keats photo
Publicidade
Charles Van Lerberghe photo
Henri Dominique Lacordaire photo
Alejandro Casona photo
Hector Berlioz photo
Bertrand Russell photo
Paulo Autran photo
Publicidade
 Novalis photo
Aldous Huxley photo
Khalil Gibran photo
Publicidade
William Wordsworth photo
 Platão photo
Frank Zappa photo
Próximo