„Natal é um terror que compara favoravelmente com a grande praga de Londres, incêndio de de 1665-66. Ninguém foge dos sentimentos de desânimo mortal, inaptidão, frustração, solidão, culpa e compadecem. Ninguém escapa de sentir-se usado pela sociedade, pela religião, pelos amigos e parentes, pelos responsabilidades totalmente artificiais de estender saudações falsas, enviar cartões banais, reciprocidar presentes não solicitados, indo a festas obtusos, agüentam conhecimentos e advertências da família o resto do ano... em resumo, de ser brutalizado por um 'feriado' que perdeu praticamente todos seus significados originais e tornou-se um estratagema de comercialização de aparelhos de televisão a cores, e destruidores das florestas.“

Publicidade

Citações relacionadas

Jane Austen photo
Publicidade
Concepción Arenal photo
Augusto Cury photo
Louis Bourdaloue photo
Camilo Castelo Branco photo
Jean de La Bruyere photo
Publicidade
 Aristoteles photo
Jean Baptiste Alphonse Karr photo
Edna Ferber photo
Publicidade
Louisa May Alcott photo
Clarice Lispector photo
Próximo