Frases sobre oração

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da oração.

Tópicos relacionados

Total 170 citações, filtro:


George Patton photo
Daisaku Ikeda photo
Nitiren Daishonin photo
Charles Spurgeon photo

„Só no domingo?

Ande como filhos da luz. -
Escritura de hoje : Efésios 5: 8-21

Uma controvérsia nos esportes profissionais hoje é a questão da oração no campo. Às vezes, após uma grande jogada ou uma vitória, um jogador cai de joelhos e agradece a Deus. Algumas pessoas se opõem a essa prática.

Um jornalista sugeriu que os campos de jogo deveriam estar fora dos limites de tais práticas religiosas. Ele disse que qualquer coisa que tenha a ver com Deus deveria ser confinada à igreja. Para ele, é "absolutamente ridículo" as pessoas falarem com Deus em qualquer outro lugar.

Como cristãos, discordaríamos desse tipo de pensamento. Mas às vezes damos a impressão, pelo nosso comportamento, de que acreditamos. Colocamos os domingos de lado para adorar e servir a Deus, mas agimos como se o resto da semana fosse nosso para fazer o que quisermos.

Para o crente, no entanto, viver para Deus é uma proposta de 24 horas por dia, 7 dias por semana. Note o ensinamento de Paulo em Efésios 5. Quando ele falou sobre andar “como filhos da luz” (v.8), ele não estava se referindo apenas à maneira como nos comportamos na igreja aos domingos. Quando estamos cheios do Espírito, exemplificaremos compaixão, bondade, humildade, perdão, gratidão e amor o tempo todo.

A vida cristã não é apenas para o domingo. É um dia-a-dia, o tempo todo da vida - mesmo no campo de jogo.

Refletir e Orar
Os outros sabem de como agimos
Em casa, no trabalho, no jogo,
Que temos Jesus em nossos corações
E vivemos para Ele todos os dias? —DJD

Estar aberto a Cristo significa viver para Ele em todos os momentos e em todos os lugares. Dave Branon“

—  ministério_pão_diário

Søren Kierkegaard photo

„Nos bastidores

…foram ouvidas as tuas palavras; e, por causa das tuas palavras, é que eu vim. v.12

Minha filha enviou uma mensagem a um amigo, esperando receber logo a resposta. O telefone mostrava que a mensagem fora lida, e ela esperou ansiosa. Momentos depois, frustrada, gemeu de irritação pela demora. A irritação virou preocupação, e ela se questionou se isso significava que havia um problema entre ambos. A resposta veio e ela se sentiu aliviada ao ver que tudo estava bem. O amigo simplesmente levara algum tempo verificando os detalhes necessários.

O profeta Daniel também aguardou ansiosamente por uma resposta. Após receber a visão assustadora de grande guerra, Daniel jejuou e buscou a Deus em humilde oração (10:3,12). Durante três semanas, ficou sem resposta (vv.2,13). Finalmente, um anjo assegurou a Daniel de que suas preces tinham sido ouvidas “desde o primeiro dia”. Nesse meio tempo, o anjo estava lutando em defesa dessas orações. Embora Daniel não soubesse no início, Deus estava agindo durante cada um dos 21 dias que decorreram entre a primeira oração e a vinda do anjo.

Confiar que Deus ouve as nossas orações (Salmo 40:1) pode nos tornar ansiosos quando a resposta divina não vem quando a desejamos. Tendemos a questionar se o Senhor se importa. No entanto, a experiência de Daniel nos lembra de que Deus está agindo em favor dos que ama, mesmo se isso não nos parecer óbvio.

Deus está sempre pronto a agir em favor do Seu povo. Kirsten Holmberg“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

„A face do nosso Pai


Restaura-nos, ó Deus; faze resplandecer o teu rosto, e seremos salvos. v.3


Lembro-me do rosto do meu pai. Era difícil entendê-lo. Era um homem amável, mas rígido e autossuficiente. Quando criança, muitas vezes procurei por um sorriso ou outra demonstração de afeto em sua face. O nosso rosto nos representa. Um olhar franzido, um olhar mal-humorado, um sorriso, e olhos julgadores revelam o que sentimos sobre os outros. Nossos rostos “falam” por nós.

Asafe, autor do Salmo 80, estava perturbado e queria ver o rosto do Senhor. Ele olhou para o norte do seu ponto de vista em Jerusalém e viu o estado irmão de Judá, Israel, cair sob o peso do Império Assírio. Com o seu “amortecedor” destruído, Judá tornou-se vulnerável à invasão de todos os lados, Assíria do norte, Egito do sul, e as nações árabes do leste. Estava em desvantagem em número e recursos.

Asafe juntou os seus medos numa oração, três vezes repetida (80:3,7,19): “Restaura-nos, ó Deus; faze resplandecer o teu rosto, e seremos salvos” (Ou, em outras palavras, permita-me ver o Teu sorriso).

É bom olhar para longe de nossos medos e procurar a face de nosso Pai celestial. A melhor maneira de ver a face de Deus é olhar para a cruz. O Senhor “fala” conosco por meio dela (João 3:16).

Então saibam disso: Quando seu Pai olha para vocês, Ele tem um grande sorriso em Seu rosto. Você está muito seguro!



O amor de Deus por nós é tão expansivo 
quanto os braços abertos de Cristo na cruz. David H. Roper“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
George Patton photo
Serafim de Sarov photo
Gotthold Ephraim Lessing photo
Augusto Cury photo

„O Silencio é a oração dos sábios“

—  Augusto Cury Psiquiatra e Escritor brasileiro 1958

Gerson De Rodrigues photo

„Poema – 37° Phoenix

‘’A Maior mentira que
eu já escutei
foi quando Judas me disse
que havia cuspido na cara
de um homem Santo

Santo?
aonde estão todos os santos?
senão embaixo do tumulo
de todos os homens! ’’

Existem tantas formas de se suicidar
mas nenhuma delas é tão cruel
quanto assistir a si mesmo morrer
todas as noites

Há tanta luz
sobre os meus olhos cegos
que eu só consigo enxergar a escuridão

- Não percebem estes ratos sujos
se alimentando dos meus despojos podres?

- Não conseguem escutar os meus
sussurros de desespero?

Estes gritos em forma de lágrimas
são para o diabo como sinfonias de sangue

- Se afastem de mim
quando eu estiver pronto para morrer!

Não me venham com
as suas poesias de amor
ou orações de mentiras

Eu assisti cristo ser enforcado
nos sonhos e ilusões
de um poeta apaixonado

Não amem as minhas palavras
temam por suas vidas
pois em cada verso deste poema
há uma dor que jamais desejariam compreender.

'' Há uma criança inocente que
vive em meu coração

Todas as manhãs ela acorda
para brincar com os deuses

O Sorriso em seu rosto
e o brilho em seus olhos
ofusca o desespero que habita em seu coração

Durante os dias mais claros
ela canta e dança por todos os
cômodos da casa

E sem que percebam
distraídos pela sua bela canção

A inocente criança se enforca
esbanjando pela última vez
Seu belo e inocente sorriso;

Há uma terrível criatura que
vive em meu coração

Todas as noites ela acorda
de um suicídio para brincar com o diabo

As lágrimas em seus olhos
e o ódio estampado em seu rosto
ofusca a profunda vontade de
viver que habita seu coração

Durante as noites mais sombrias
ela canta e dança por todos
cômodos da casa

Incomodada pela sua
terrível canção

A criatura se enforca
esbanjando pela última vez
sua profunda vontade de viver…

- Gerson De Rodrigues“

—  Gerson De Rodrigues poeta, escritor e anarquista Brasileiro 1995

Niilismo Morte Deus Existencialismo Vida Nietzsche

Francisco de Assis photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Evágrio do Ponto photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Evágrio do Ponto photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Evágrio do Ponto photo
Fernando Pessoa photo

„Já repeti o antigo encantamento,
E a grande Deusa aos olhos se negou.
Já repeti, nas pausas do amplo vento,
As orações cuja alma é um ser fecundo.
Nada me o abismo deu ou o céu mostrou.
Só o vento volta onde estou toda e só,
E tudo dorme no confuso mundo.

"Outrora meu condão fadava, as sarças
E a minha evocação do solo erguia
Presenças concentradas das que esparsas
Dormem nas formas naturais das coisas.
Outrora a minha voz acontecia.
Fadas e elfos, se eu chamasse, via.
E as folhas da floresta eram lustrosas.

"Minha varinha, com que da vontade
Falava às existências essenciais,
Já não conhece a minha realidade.
Já, se o círculo traço, não há nada.
Murmura o vento alheio extintos ais,
E ao luar que sobe além dos matagais
Não sou mais do que os bosques ou a estrada.

"Já me falece o dom com que me amavam.
Já me não torno a forma e o fim da vida
A quantos que, buscando-os, me buscavam.
Já, praia, o mar dos braços não me inunda.
Nem já me vejo ao sol saudado ergUida,
Ou, em êxtase mágico perdida,
Ao luar, à boca da caverna funda.

"Já as sacras potências infernais,
Que, dormentes sem deuses nem destino,
À substância das coisas são iguais,
Não ouvem minha voz ou os nomes seus.
A música partiu-se do meu hino.
Já meu furor astral não é divino
Nem meu corpo pensado é já um deus.

"E as longínquas deidades do atro poço,
Que tantas vezes, pálida, evoquei
Com a raiva de amar em alvoroço,
lnevocadas hoje ante mim estão.
Como, sem que as amasse, eu as chamei,
Agora, que não amo, as tenho, e sei
Que meu vendido ser consumirão.

"Tu, porém, Sol, cujo ouro me foi presa,
Tu, Lua, cuja prata converti,
Se já não podeis dar-me essa beleza
Que tantas vezes tive por querer,
Ao menos meu ser findo dividi
Meu ser essencial se perca em si,
Só meu corpo sem mim fique alma e ser!

"Converta-me a minha última magia
Numa estátua de mim em corpo vivo!
Morra quem sou, mas quem me fiz e havia,
Anônima presença que se beija,
Carne do meu abstrato amor cativo,
Seja a morte de mim em que revivo;
E tal qual fui, não sendo nada, eu seja!“

—  Fernando Pessoa poeta português 1888 - 1935