Frases sobre mau

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da mau.

Tópicos relacionados

Total 504 citações, filtro:


Vincent Van Gogh photo
Arthur Schopenhauer photo
Juan E. Méndez photo
Platão photo
Sócrates photo

„Os homens maus vivem para que possam comer e beber, enquanto que os homens de bem comem e bebem para que vivam.“

—  Sócrates -470 - -399 a.C.

Plutarco, Moralia, "Sobre como o jovem deve estudar Poesia"
Plutarco

Platão photo

„A punição que os bons sofrem, quando se recusam a agir, é viver sob o governo dos maus.“

—  Platão filósofo grego -427 - -347 a.C.

Variante: A punição que os bons sofrem, quando se recusam a tomar parte do governo, é viver sob o governo dos maus.

Phyllis Chesler photo
Oscar Wilde photo
Ruy Barbosa photo
Buda photo
Charlton Heston photo
Haruki Murakami photo
Mark Twain photo
Francis Bacon photo

„O dinheiro é um bom criado, mas um mau senhor.“

—  Francis Bacon página de desambiguação da Wikimedia 1561 - 1626

William Shakespeare photo

„Ser ou não ser, eis a questão. O que é mais nobre para a alma? Sofrer as pedradas e as setas da fortuna ultrajosa ou tomar armas contra um mar de tribulações e, fazendo-lhes rosto, dar-lhes fim? Morrer… dormir… mais nada. Dizer que, por meio de um sono, acabamos com as angústias e com os mil embates naturais de que é herdeira a carne é um desfecho que se deve ardentemente desejar. Morrer… dormir… dormir! Sonhar talvez! Ah! Aqui é que está o embaraço. Pois que sonhos podem sobrevir naquele sono da morte depois de nos termos libertado deste bulício mortal? Eis o que nos obriga a fazer pausa; eis a reflexão de que procede a calamidade de uma vida tão longa. Com efeito, quem suportaria os açoites e os escárnios desta época, a injustiça do opressor, a contumélia do orgulhoso, os tormentos do amor desprezado, as dilações da lei, a insolência do poder e os maus tratos que o mérito paciente recebe de criaturas indignas, podendo com um simples punhal outorgar a si mesmo tranquilidade? Quem quereria sopesar o fardo, gemer e suar debaixo de uma vida pesadíssima, se o temor dalguma coisa depois da morte - o desconhecido país de cujas raias nenhum viajante ainda voltou - não enleasse a vontade e não fizesse antes padecer os males que temos, do que voar para outros que ignoramos? Assim, a consciência torna-nos a todos covardes; assim o fulgor natural da resolução é amortecido pelo pálido clarão do pensamento; e, assim, empresas enérgicas e de grande alcance torcem o caminho, e perdem o nome de ação.“

—  William Shakespeare dramaturgo e poeta inglês 1564 - 1616

Hamlet

Juliet Marillier photo
Friedrich Nietzsche photo
Júlio Dantas photo