Frases sobre casca

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da casca.

Tópicos relacionados

Total 34 citações, filtro:


„Pressionado perto de Deus

Embora Ele me mate, ainda assim eu confiarei Nele. - Escritura de hoje : Jó 13: 13-28

As videiras que às vezes crescem ao lado dos carvalhos se agarram a elas durante as tempestades mais violentas. Embora o vento os derrube, os tentáculos seguram firmemente a casca da árvore. Se a videira está do lado oposto ao vento, o grande carvalho é sua proteção; se estiver no lado exposto, o vento pressiona a videira mais de perto.

Como cristãos, às vezes somos protegidos por Deus, enquanto outras vezes Ele nos permite sermos expostos para que possamos ser pressionados mais de perto para ele. Depois de anos de fidelidade, alguns cristãos de repente se encontram muito testados e em profundo sofrimento - aparentemente sem razão. Eles estão sujeitos a terríveis batalhas com dúvidas, medos e incredulidade. Deus não se importa com o quanto eles sofrem? Claro que ele faz. Mas Ele tem um propósito especial em reter alívio imediato.

Quando Deus falou a Satanás sobre Jó, ele o descreveu como “íntegro e reto”, aquele que “agarra com firmeza à sua integridade” (Jó 1: 8; 2: 3). Deus sabia que podia confiar em que Jó se apegasse a Ele, não importava o que acontecesse. A fé perseverante de Jó no meio de provações esmagadoras iria refutar o argumento de Satanás de que ele servia a Deus somente porque Deus o abençoou.

O Senhor pode ter um propósito semelhante em seu julgamento. Lembre-se do exemplo de Job. Segure-se a Deus.

Refletir e Orar
Embora as provações surjam, embora os medos assaltem,
Por meio de testes pouco compreendidos,
Uma verdade brilha clara - não pode falhar -
Meu Deus é certo e bom. —Hager

Nossas aflições são destinadas a não nos destruir, mas a nos inclinar para Deus. Henry G. Bosch“

—  ministério_pão_diário

Publicidade

„Ever Growing

Eles ainda darão frutos na velhice. -
Escritura de hoje : Salmo 92

Em seu livro O Pescador e Seus Amigos, Louis Albert Banks conta sobre um homem que passava um verão perto das margens do Lago Superior. Um dia ele se deparou com um pinheiro que havia sido derrubado por uma tempestade recente. Sabendo algo sobre as árvores, ele ficou intrigado com aquela imensa árvore verde no chão. Ele examinou de perto e percebeu que tinha pelo menos 250 anos de idade. O que mais o impressionou, no entanto, foi o que descobriu quando arrancou a casca. Era evidente para ele que no dia em que a árvore caiu, ainda estava crescendo.

É assim que deve ser na vida de um crente. Os anos passam e nossa força física diminui. O homem exterior perece, mas o homem interior deve continuar se desenvolvendo - mentalmente, emocionalmente e acima de tudo espiritualmente - até o dia em que morrermos.

Quão belos são aqueles que envelhecem graciosamente, refletem a amabilidade de Cristo em seus corações e continuam sendo espiritualmente produtivos! Essas pessoas continuam a desenvolver traços de caráter que glorificam a Deus e contribuem para a bênção e o bem-estar dos outros.

Como aquele imponente pinheiro velho, nós também deveríamos continuar crescendo - até o fim!

Refletir e Orar
Ó Salvador, ensina-me a habitar.
Perto abrigado em Seu lado amoroso,
Cada hora recebendo graça na graça
Até que eu te veja face a face. —Anon.

O novo nascimento leva apenas um momento; o crescimento de um santo leva uma vida inteira. Richard DeHaan“

—  ministério_pão_diário

Pablo Neruda photo

„Os animais foram
imperfeitos,
compridos de rabo, tristes
de cabeça.
Pouco a pouco foram se
compondo,
fazendo-se paisagem,
adquirindo manchas, graça, voo.
O gato
só gato
apareceu completo
e orgulhoso
nasceu completamente terminado,
caminha sozinho e sabe o que quer.

O homem quer ser peixe e pássaro,
a serpente queria ter asas,
o cachorro é um leão desorientado,
o engenheiro quer ser poeta,
a mosca estuda para ser andorinha,
o poeta tenta imitar a mosca,
mas o gato só quer ser gato
e todo gato é gato
do bigode até o rabo,
do pressentimento ao rato vivo,
da noite até seus olhos de ouro.

Não existe unidade
como ele,
nem têm a lua nem a flor
tal contextura:
é uma coisa só
como o sol ou o topázio,
e a elástica linhade seu contorno
firme e sutil é como
a linha da proa de uma nave.
Seus olhos amarelos
deixaram uma só
ranhura
para pôr as moedas da noite.

Ó pequeno imperador sem orbe,
conquistador sem pátria,
mínimo tigre de salão, nupcial
sultão do céu
das telhas eróticas,
o vento do amor
na intempérie
reclamas
quando passas
e pousas
quatro pés delicados
no solo,
farejando,
desconfiado
de tudo que é terrestre,
porque tudo
é imundo
para o imaculado pé do gato.

Ó fera independente
da casa, arrogante
vestígio da noite,
preguiçoso,
ginástico,
e alheio,
profundíssimo gato,
polícia secreta
das moradas,
talvez não sejas mistério,
todo mundo sabe-te e pertences
ao habitante menos misterioso,
talvez todos o creiam,
todos se creiam donos,
proprietários, tios
de gatos, companheiros,
colegas,
discípulos ou amigos
de seu gato.

Eu não.
Eu não concordo.
Eu não conheço o gato.
Tudo sei, a vida e seu arquipélago,
o mar e a cidade incalculável,
a botânica,
o gineceu com seus extravios,
o mais e o menos da matemática,
os funis vilcânicos do mundo,
a casca irreal do crocodilo,
a bondade ignorada do bombeiro, o atavismo azul do sacerdote,
mas não posso decifrar um gato.
Minha razão resvalou em sua indiferença,
seus olhos têm números de ouro.“

—  Pablo Neruda Escritor 1904 - 1973
Navegaciones y Regresos

William Shakespeare photo
Marina Silva photo

„Trovão e raio


A voz do Senhor despede chamas de fogo. v.7


Muitos anos atrás, um amigo e eu estávamos pescando num local onde havia diques feitos por castores, que são roedores mamíferos semiaquáticos, quando começou a chover. Nós nos abrigamos sob um bosque de plátanos, ou faias-pretas nas proximidades, mas a chuva continuou a cair. Então, decidimos encerrar o dia e correr para a picape. Eu havia acabado de abrir a porta quando um raio atingiu o bosque de faias com uma estrondosa bola de fogo que arrancou folhas e casca das árvores, deixando alguns galhos fumegantes. E, então, houve silêncio.

Ficamos abalados e cheios de temor.

Os raios e trovões são comuns nesse vale. Eu amo isso — apesar de ter escapado por um triz. Amo essa energia bruta. Voltagem! Percussão! Choque e temor! A Terra e tudo o que há nela treme e se agita. E, depois, há paz.

Gosto muito dos raios e trovões primariamente porque eles são símbolos da voz de Deus (Jó 37:4), falando com poder estupendo e irresistível por meio da Sua Palavra. “A voz do Senhor despede chamas de fogo […]. O Senhor dá força ao seu povo, o Senhor abençoa com paz ao seu povo” (Salmo 29:7,11). Ele lhes dá força para suportar, para ser paciente, para ser gentil, para sentar-se quieto, para levantar-se e ir, e para aquietar-se.

Que o Deus da paz esteja com você.

A fé conecta a nossa fraqueza à força de Deus. David H. Roper“

—  pão_diário_é_só_noticias_boas

 Confucio photo
Janis Joplin photo

„Sou uma tartaruga escondida em seu casco, bem protegida.“

—  Janis Joplin Biografia de Janis Joplin 1943 - 1970
I guess I'm just like a turtle / That's hidin' underneath its hard-ass shell. Janis Joplin na música " Turtle Blues http://letras.terra.com.br/janis-joplin/83802/"

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating
Gabriel García Márquez photo
Teixeira de Pascoaes photo
John Steinbeck photo
Allan Kardec photo
Jair Bolsonaro photo
Will Self photo

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“