Frases sobre gravidez

Uma coleção de frases e citações sobre o tema da gravidez.

Tópicos relacionados

Total 17 citações, filtro:


Stanislav Grof photo
Jon Bon Jovi photo
Friedrich Nietzsche photo
Milan Kundera photo
Henry Louis Mencken photo

„Já é permitido às mulheres evitar a gravidez recorrendo à matemática mas ainda é lhes proibido recorrer à química e à física.“

—  Henry Louis Mencken 1880 - 1956

now quite lawful for a Catholic woman to avoid pregnancy by a resort to mathematics, though she is still forbidden to resort to physics and chemistry.
Minority Report: H.L. Mencken's Notebooks - página 52, Por Henry Louis Mencken, 293 páginas

Liev Tolstói photo
Jair Bolsonaro photo
Rachel de Queiroz photo

„Não é preciso pressa na literatura. Um romance é como gravidez: aquilo fica dentro de voce, crescendo, incomodando, até sair.“

—  Rachel de Queiroz escritora e jornalista brasileira 1910 - 2003

citado em "O livro entre aspas: "o que se diz do que se lê" : frases para escritores, leitores, editores, livreiros e demais insensatos" - Página 38, Carlo Carrenho, Rodrigo Magno Diogo - Casa da Palavra, 2005, ISBN 8587220926, 9788587220929 - 93 páginas
Atribuídas

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating
Germaine Greer photo
Gisele Bündchen photo

„Até quatro meses de gravidez, não existe quase nada. É como um grãozinho. Portanto, a mulher deve ter o direito de decidir o que é melhor. Se ela acha que não tem dinheiro ou condição emocional para criar uma criança, como pode dar a luz?“

—  Gisele Bündchen Supermodelo, empresária e filantropa brasileira 1980

Afirmando ser a favor do aborto.
Verificadas
Fonte: Vírgula. Data: 5 de junho de 2007.
Fonte: Gisele Bündchen: a favor do aborto e da camisinha, Virgula, Vírgula, 5 de junho de 2007 http://virgula.uol.com.br/famosos/gisele-bundchen-a-favor-do-aborto-e-da-camisinha/,

„A natureza observadora e emocionalmente determinada do espírito lunar é designada em alemão pelas palavras pertencentes à raiz Sinn, que significa meditar, ter em mente, ponderar, considerar e ser contemplativo; e também contemplação, inclinação mental, assim, como sentidos e sensual; por último, mas não menos importante, o Eigen-Sinn (vontade própria, obstinação) que os homens em geral atribuem às mulheres. A consciência matriarcal age através da circum-ambulação e da meditação. Falta-lhe o propósito do pensamento dirigido, da conclusão lógica e do juízo. Sua Ação característica é um movimento em torno de um círculo, uma contemplação (Betrachtung, uma vez interpretada por Jung como trachtigmachen, engravidar). Não tem o objetivo direto da consciência masculina, nem o fio aguçado de sua análise. Interessa-se mais pelo significativo do que por fatos e datas, e é orientada teleologicamente mais ao crescimento orgânico do que à causalidade mecânica ou lógica.
Uma vez que o processo de cognição nessa “consciência lunar“ é uma gravidez e seu produto um nascimento, um processo em que toda a personalidade participa, seu “conhecimento “não pode ser partilhado, relatado ou provado. É uma posse interior, realizada e assimilada pela personalidade, mas não facilmente discutida, porque a experiência interna que está por trás dela não se presta a uma exploração verbal adequada, e dificilmente pode ser transmitida a alguém que não tenha passado pela mesma experiência.
Por essa razão, uma consciência masculina pura e simples considera o “conhecimento” da consciência matriarcal não verificável, caprichoso e místico por excelência. Esse é, de fato, no sentido positivo, o cerne da questão. É a mesma espécie de conhecimento revelado nos mistérios e no misticismo. Consiste não de verdades partilhadas mas de transformações experimentadas, portanto necessariamente só tem validade para as pessoas que passaram pela mesma experiência. Para estas, o conselho de Goethe ainda vale:

Sagt es niemand, nur den Weisen, Weil die Menge gleich verhohnet
(Não conte a ninguém, apenas aos sábios, porque a multidão não tarda em zombar)

Isto quer dizer que as percepções de consciência matriarcal são condicionadas pela personalidade que as realiza. Não são abstratas nem desemocionalizadas, pois a consciência matriarcal conserva o vínculo com o reino do inconsciente do qual seu conhecimento brota. Suas descobertas interiores, estão, em conseqüência, em oposição direta às da consciência masculina, que consiste idealmente de conteúdos conscientes abstratos, livres de emocionalismo e possuidores de uma validade universal não afetada por fatores pessoais.“

—  Erich Neumann

The Fear of the Feminine and Other Essays on Feminine Psychology

Carmen Miranda photo
Britney Spears photo

„Descobri depois da gravidez. Eu sei cantar!“

—  Britney Spears cantora norte-americana 1981

em entrevista à revista People, em seu oitavo ano de carreira.

Clarice Lispector photo
Grazi Massafera photo