„Retórica dos namorados, dá-me uma comparação exata e poética para dizer o que foram aqueles olhos de Capitu. Não me acode imagem capaz de dizer, sem quebra da dignidade do estilo, o que eles foram e me fizeram. Olhos de ressaca? Vá, de ressaca. É o que me dá ideia daquela feição nova. Traziam não sei que fluido misterioso e enérgico, uma força que arrastava para dentro, como a vaga que se retira da praia, nos dias de ressaca. Para não ser arrastado, agarrei-me às outras partes vizinhas, às orelhas, aos braços, aos cabelos espalhados pelos ombros, mas tão depressa buscava as pupilas, a onda que saía delas vinha crescendo, cava e escura, ameaçando envolver-me, puxar-me e tragar-me. Quantos minutos gastamos naquele jogo? Só os relógios do céu terão marcado esse tempo infinito e breve. A eternidade tem as suas pêndulas; nem por não acabar nunca deixa de querer saber a duração das felicidades e dos suplícios. Há de dobrar o gozo aos bem-aventurados do céu conhecer a soma dos tormentos que já terão padecido no inferno os seus inimigos; assim também a quantidade das delícias que terão gozado no céu os seus desafetos aumentará as dores aos condenados do inferno. Este outro suplício escapou ao divino Dante; mas eu não estou aqui para emendar poetas. Estou para contar que, ao cabo de um tempo não marcado, agarrei-me definitivamente aos cabelos de Capitou, mas então com as mãos, e disse-lhe, – para dizer alguma cousa, – que era capaz de os pentear, se quisesse. – Você? – Eu mesmo. – Vai embaraçar-me o cabelo todo, isso sim. – Se embaraçar, você desembaraça depois. – Vamos ver.“

Dom Casmurro

Última atualização 22 de Maio de 2020. História

Citações relacionadas

Machado de Assis photo
John Milton photo
Barão de Itararé photo

„Deus dá pente a quem não tem cabelo.“

—  Barão de Itararé 1895 - 1971

Almanhaque, 1955, segundo semestre, ou, "Almanaque d'A manha": edição fac simile - Página 114; de Aparício Torrelly - Publicado por EdUSP, 2002 ISBN 8531406943, 9788531406942 - 192 páginas
Almanhaque, 1955

Lucrecio photo
Arthur Schopenhauer photo
Roland Barthes photo
Friedrich Hölderlin photo
Nikos Kazantzakis photo
Eça de Queiroz photo
Millôr Fernandes photo
Denis Diderot photo

„Se a razão é uma dádiva do céu, e se o mesmo se pode dizer quanto à fé, o céu nos deu dois presentes incompatíveis e contraditórios.“

—  Denis Diderot 1713 - 1784

Si la raison est un don du Ciel et que l'on en puisse dire autant de la foi, le Ciel nous a fait deux présents incompatibles et contradictoires.
"Pensées Philosophiques" in: Œuvres de Denis Diderot, Volume 1‎ - Página 245 http://books.google.com.br/books?id=1KIGAAAAQAAJ&pg=PA245, item V, Denis Diderot, Jacques André Naigeon - J.L.J. Brière, 1821

Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Anaïs Nin photo
Nicolau Maquiavel photo

Tópicos relacionados