Frases de Jean Cocteau

Jean Cocteau photo
58   29

Jean Cocteau

Data de nascimento: 5. Julho 1889
Data de falecimento: 11. Outubro 1963

Jean Maurice Eugène Clément Cocteau foi um poeta, romancista, cineasta, designer, dramaturgo, actor, e encenador de teatro francês. Em conjunto com outros Surrealistas da sua geração , Cocteau conseguiu conjugar com mestria os novos e velhos códigos verbais, linguagem de encenação e tecnologias do modernismo para criar um paradoxo: um avant-garde clássico. O seu círculo de associados, amigos e amantes incluiu Jean Marais, Henri Bernstein, Édith Piaf e Raymond Radiguet.

As suas peças foram levadas aos palcos dos Grandes Teatros, nos Boulevards da época parisiense em que ele viveu e que ajudou a definir e criar. A sua abordagem versátil e nada convencional e a sua enorme produtividade trouxeram-lhe fama internacional.

Nascido numa pequena vila próximo a Paris, Jean Cocteau foi um dos mais talentosos artistas do século XX. Além de ser diretor de cinema, foi poeta, escritor, pintor, dramaturgo, cenógrafo e actor e escultor.

Actuou activamente em diversos movimentos artísticos, nomeadamente o conhecido Groupe des Six cujo núcleo era Georges Auric , Louis Durey , Arthur Honegger , Darius Milhaud , Francis Poulenc , Germaine Tailleferre . Além destes, outros também tomaram parte, como Erik Satie e Jean Wiéner.

Foi eleito membro da Academia Francesa em 1955.

Bissexual, não escamoteou sua orientação sexual. Manteve estreita amizade com Jean Marais, seu actor preferido. Dentre seus amigos destaca-se Edith Piaf, Jean Genet, etc.

Cocteau realizou sete filmes e colaborou enquanto argumentista, narrador em mais alguns. Todos ricos em simbolismos e imagens surreais. É considerado um dos mais importantes cineastas de todos os tempos.

A frase "Não sabendo que era impossível, foi lá e fez" é muitas vezes atribuída a Jean Cocteau. Contudo, outros a atribuem à Mark Twain: "They did not know it was impossible, so they did it!".

Obras

Thomas l'imposteur
Jean Cocteau

„Não sabendo que era impossível, foi lá e fez.“

—  Jean Cocteau

Variante: Ele não sabia que era impossível. Foi lá e fez.
Fonte: http://educacao.uol.com.br/biografias/jean-cocteau.jhtm

„Os jovens adoram desobedecer. Mas, actualmente, não há mais ninguém para lhes dar ordens.“

—  Jean Cocteau

Variante: Os jovens adoram desobedecer. Mas, atualmente, não há mais ninguém para lhes dar ordens.

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating

„A juventude sabe o que não quer antes de saber o que quer.“

—  Jean Cocteau

Car la jeunesse sait ce qu’elle ne veut pas avant de savoir ce qu’elle veut
La difficulté d'être‎ - Página 167, de Jean Cocteau - Publicado por Rocher, 1983, ISBN 2-268-00816-9, 9782268008165 - 218 páginas

„Todo homem traz em seu ombro esquerdo um macaco e, no direito, um papagaio.“

—  Jean Cocteau, livro Thomas l'imposteur

Tout homme porte sur l'épaule gauche un singe et. sur l'épaule droite, un perroquet
Thomas l'imposteur, histoire: histoire‎ - Página 75, de Jean Cocteau - Publicado por Nouvelle revue française, 1930 - 178 páginas

„Existem verdades que a gente só pode dizer depois de ter conquistado o direito de dizê-las.“

—  Jean Cocteau

Il y a des vérités qu'on ne peut dire qu'après avoir obtenu le droit de les dire.
Le coq et l'Arlequin : notes autour de la musique: notes autour de la musique‎ - Página 47, de Jean Cocteau, Pablo Picasso - Publicado por Éditions de la Sirène, 1918 - 74 páginas

„A fonte reprova quase sempre o percurso do rio.“

—  Jean Cocteau

La source désapprouve presque toujours l'itinéraire du fleuve.
Fonte: « Le Rappel à l'ordre » (1926), dans Romans, Poésies, Œuvres diverses, Jean Cocteau, éd. LgF, coll. La Pochothèque, 1995 (ISBN 2-253-13221-7), p. 430

„Afinal de contas, tudo se arranja, menos a dificuldade de ser, que não se arranja.“

—  Jean Cocteau

"En fin de compte, tout s’arrange, sauf la difficulté d’être, qui ne s’arrange pas."
Fonte:« La Difficulté d’être » (1957), Éditions du Rocher, página 6

„A arte é uma espécie de escândalo, um exibicionismo cuja única desculpa é ser praticado entre cegos.“

—  Jean Cocteau

L'art est une sorte de scandale, un exhibitionnisme dont la seule excuse est qu'il s'exerce chez les aveugles.
Le discours d'Oxford‎ - Página 48, de Jean Cocteau - Publicado por Gallimard, 1956 - 55 páginas

Autores parecidos

Luigi Pirandello photo
Luigi Pirandello42
dramaturgo, poeta e romancista siciliano
Aleksandr Solzhenitsyn photo
Aleksandr Solzhenitsyn5
romancista, dramaturgo e historiador russo
Charles Bukowski photo
Charles Bukowski189
Poeta, Escritor e Romancista
Tim Burton photo
Tim Burton10
cineasta norte-americano
Agatha Christie photo
Agatha Christie37
escritora, romancista, contista, dramaturga e poetisa britâ…
Thomas Stearns Eliot photo
Thomas Stearns Eliot31
poeta, dramaturgo e crítico literário estadunidense
Alfred Hitchcock photo
Alfred Hitchcock29
Diretor e produtor de cinema do Reino Unido
Aniversários de hoje
Cesare Beccaria photo
Cesare Beccaria17
1738 - 1794
Zumbi dos Palmares photo
Zumbi dos Palmares1
líder do Quilombo dos Palmares 1655 - 1695
Celso Furtado photo
Celso Furtado5
economista brasileiro 1920 - 2004
Francisco Franco photo
Francisco Franco1
ditador espanhol 1892 - 1975
Outros 50 aniversários hoje
Autores parecidos
Luigi Pirandello photo
Luigi Pirandello42
dramaturgo, poeta e romancista siciliano
Aleksandr Solzhenitsyn photo
Aleksandr Solzhenitsyn5
romancista, dramaturgo e historiador russo
Charles Bukowski photo
Charles Bukowski189
Poeta, Escritor e Romancista
Tim Burton photo
Tim Burton10
cineasta norte-americano