„Um dos preços mais elevados que estamos a pagar pelo nosso dito estilo de vida moderno nos últimos cinquenta anos é tornarmo-nos cada vez mais parecidos uns com os outros. Todos nós suportamos os mesmos programas de televisão, lemos as mesmas revistas, usamos o mesmo vestuário e compramos a mesma comida congelada. Todos vivemos e morremos ao compasso do relógio, matamo-nos prematuramente uns aos outros em automóveis semelhantes, perdemos a noite num jogo de futebol ou no escritório, nunca parecemos ter muito tempo para os nossos cônjuges e filhos, olhamos impotentes enquanto os nossos oceanos e lagos são envenenados e tentamos não pensar numa bomba de hidrogénio a aterrar em qualquer lugar próximo da nossa cidade ou vila.

Conforme os anos passam, acertamos todos o passo para marcharmos ao toque do mesmo tambor, correndo para a frente ou para trás ao mesmo ritmo que todos os outros, praticamente sorrindo a uma ordem - seres produzidos em massa com tanta personalidade como qualquer dos milhões de bolachas de água e sal que saem diariamente dos fornos da Nabisco.“

—  Og Mandino

Última atualização 16 de Setembro de 2020. História

Citações relacionadas

Chuck Palahniuk photo
Érico Veríssimo photo

„Todos nós somos um mistério para os outros… e para nós mesmos.“

—  Érico Veríssimo Escritor brasileiro 1905 - 1975

citado por "Dicionário de pensamentos da língua portuguêsa" - Página 215, de Pandiá Pându - Publicado por Edições de Ouro, 1962 - 248 páginas
Romances, Outras citações

Liev Tolstói photo
Robinson Jeffers photo

„Creio que o Universo é um ser, todas as suas peças são diferentes expressões da mesma energia, e todos eles estão em comunicação uns com os outros, portanto, partes de um todo orgânico.“

—  Robinson Jeffers 1887 - 1962

I believe that the Universe is one being, all its parts are different expressions of the same energy, and they are all in communication with each other, therefore parts of one organic whole.
Carta à Irmã Mary James Power (1 de Outubro de 1934), publicada em "The Wild God of the World : An Anthology of Robinson Jeffers" (2003), editado por Albert Gelpi, p. 189

Padre Antônio Vieira photo
Konrad Adenauer photo

„Vivemos todos sob o mesmo céu, mas nem todos temos os mesmos horizontes.“

—  Konrad Adenauer político alemão, Ex-chanceler da Alemanha 1876 - 1967

Wir leben zwar alle unter einem Himmel, aber wir haben nicht alle den gleichen Horizont!
citado em "Anekdoten um Konrad Adenauer‎" - Página 45, de Daniela Krein - Publicado por Kemper, 1960 - 115 páginas

Deepak Chopra photo
José Saramago photo
George Bernard Shaw photo

„Idéias são como pulgas: saltam de uns para os outros, mas não mordem a todos.“

—  George Bernard Shaw 1856 - 1950

citado em "Duailibi Essencial: Minidicionári com mais de 4.500 frases essenciais" - Página 218, Roberto Duailibi, Marina Pechlivanis, Elsevier Brazil, 2006, ISBN 8535219579, 9788535219579496 páginas
Atribuídas

Jair Bolsonaro photo
François de La  Rochefoucauld photo

„Todos nós suportamos muito bem o mal dos outros.“

—  François de La Rochefoucauld Escritor, moralista e memorialista francês 1613 - 1680

„Não é necessário que os relógios conspirem para dar praticamente a mesma hora ao mesmo tempo, é suficiente que inicialmente fossem colocados na mesma hora e dotadas do mesmo tipo de movimento, de modo que seguindo o seu próprio movimento cada um deles concordem em geral com todos os outros. A semelhança do mecanismo exclui qualquer maquinação.“

—  Alain Accardo

Il n'est pas nécessaire que les horloges conspirent pour donner pratiquement la même heure en même temps, il suffit qu'au départ elles aient été mises à l'heure et dotées du même type de mouvement, de sorte qu'en suivant son propre mouvement chacune d'elles s'accordera grosso modo avec toutes les autres. La similitude du mécanisme exclut toute machination.
Alain Accardo, « Un Journalisme de classes moyennes» [ Um Jornalismo de Classes Médias ] em: Médias et censure. Figures de l'orthodoxie [ Meios de comunicação social e censura. Figuras da ortodoxia ], Pascal Durand, éd. Université de Liège, 2004 (ISBN 2-930322-70-5), p. 46

Oscar Wilde photo

„Eu chorei todos os dias na mesma hora e por todos os tempos.“

—  Oscar Wilde Escritor, poeta e dramaturgo britânico de origem irlandesa 1854 - 1900

I wept every day at the same hour and for the same space of time.
De Profundis - Página 140, Oscar Wilde - Methuen, 1906 - 211 páginas

Fernando Pessoa photo
Padre Antônio Vieira photo
Jiddu Krishnamurti photo

„Mas há aqueles que matam: matam por desporto, por divertimento, matam para obter lucro – por exemplo, a indústria da carne. São os mesmos que destroem a Terra, espalham gases venenosos, poluem o ar, as águas, e poluem-se uns aos outros. É o que estamos a fazer à Terra e a nós próprios. Viver sem causar sofrimento ou morte a outros significa não matar um ser humano nem qualquer animal, por desporto ou para sustento.“

—  Jiddu Krishnamurti 1895 - 1986

And there are those who kill, kill for sport, kill for amusement, kill for profit - the whole meat industry. Right? Destroy the earth, to dump poisonous gas, you know all that is happening in this country, pollute the air, the waters, and pollute each other. This is what we are doing to the earth and to ourselves.
And the questioner asks: can we live on this earth with its great beauty and not bring suffering to others or death. It is a very, very serious question. To live a life without causing suffering to others, or causing death to others, that means not killing a human being, not killing any animal for sport, for your food.
On Nature and the Environment http://www.jkrishnamurti.org/krishnamurti-teachings/print.php?tid=1598&chid=1295; J. Krishnamurti Second Question & Answer Meeting at Ojai 24 May 1984

Franz Kafka photo

„Como é que um ser humano pode ser culpado? Aqui somos todos seres humanos, tanto uns como outros.“

—  Franz Kafka Escritor austro-húngaro-tchecoslovaco 1883 - 1924

Fonte: O processo, p. 211

Tópicos relacionados