„Jason bebia uma caneca de cerveja preta, a quarta, a espera de que o temporal passasse. Mas não passava, vinha em ondas sucessivas. Tinha começado a pensar em sair assim mesmo, de qualquer jeito, quando de repente uma figura estranha junto ao balcão chamou a atenção de todos.
Era um homem alto, de olhos azuis, cabelo loiro escuro, barba e bigode, bem constituído. Se estivesse sóbrio e usasse um roupa melhor, passaria por um sujeito elegante. Mas estava absolutamente bêbado e a roupa era um farrapo em desalinho. Demonstrara a bebedeira agora, dando um grito repentino que havia assustado todo mundo. Não um grito normal de bêbado: um rugido, um som portentoso e fundo que encheu o local, quase tão sonoro quanto uma nota. E prolongado, prolongado. O loiro de barba inclinou a cabeça para trás e continuou a berrar. Era inacreditável que tanto som pudesse caber num único homem.
A clientela observava o berrador com uma certa benevolência. Divertimento dos bons era raro, nesses lados de Londres. O berrador inclinou mais uma vez a cabeça. Berrou mais uma vez – um som comprido, um lamento que não acabava. Era como ouvir uma fera encurralada. E agora viam que ele apertava os olhos como se sentisse dor, e viam que alguma coisa escorria pelo seu rosto.
“É o russo”, Jason ouviu dizerem na mesa ao lado. “Fica assim toda vez que quer ir para casa. Acontece a mesma coisa toda semana em que em que ele toca o suficiente para bancar essa bebedeira”.
Jason ficou onde estava, observando. Teve pena do russo, que chorava e tinha saudades de casa.

Cântico para última viagem, Cap. 3 CSouthhampton, Cais 44, Terminal Marítimo, 9h25“

—  Erik Fosnes Hansen, livro Psalm at Journey's End, Psalm at Journey's End

Citações relacionadas

Darlan Cunha photo

„Tenho cabelo duro, nariz grande. Os galãs da televisão são altos, loiros, de olhos azuis“

—  Darlan Cunha 1988
Darlan Cunha, ator, o Laranjinha de Cidade dos Homens; citado em Revista ISTOÉ Gente, edição 282 http://www.terra.com.br/istoegente/282/frases/index.htm, 10/01/2005

Paul Valéry photo
Peter Frampton photo

„Agora, em vez de ficarem olhando para mim, prestam atenção no som.“

—  Peter Frampton 1950
Peter Frampton, músico, explicando que não é mais o ídolo dos anos 70 que arrancava gritinhos da platéia feminina Fonte: Revista ISTOÉ Gente, edição 276 - 22/11/2004 http://www.terra.com.br/istoegente/276/frases/index.htm

Tati Bernardi photo
José Saramago photo
Camilo Castelo Branco photo
Victor Segalen photo
João Morgado photo
Jennifer Aniston photo
Daniel Barenboim photo
Emma Watson photo

„Sim, eu já fiquei bêbada, como todo mundo já ficou um dia.“

—  Emma Watson atriz e modelo britânica 1990
Sobre já ter ficado bêbada. Fonte: EGO.

Karina Bacchi photo

„Sou quieta e devem pensar que não presto atenção nas coisas, que estou ali só por ser loira.“

—  Karina Bacchi 1976
a Tina da novela Da Cor do Pecado; citado em Revista Veja, edição 31.03.04

Miguel Sousa Tavares photo
Machado de Assis photo
Xenofanés photo
Mia Couto photo
Cecília Meireles photo

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“

x