„As minhas primeiras emoções tinham sido a melancolia mais pura e a compaixão mais sincera, mas na mesma proporção em que o desamparo de Bartleby crescia na minha fantasia, aquela melancolia se transformava em medo, e a compaixão, em repulsa. É tão verdadeiro e ao mesmo tempo tão terrivel o fato de que, ao vermos ou presenciarmos a miséria, os nossos melhores sentimentos são despertados até um cer
to ponto; mas, em certos casos especiais, não passam disso. Erram os que afirmam que é devido apenas ao egoísmo inerente ao coração humano. Na verdade, provém de uma certa impotência em remediar um mal excessivo e orgânico. Para uma pessoa sensivel, a piedade é quase sempre uma dor. Quando afinal percebe que tal piedade não significa um socorro eficaz, o bom senso compele a alma a desvencilhar-se dela. O que vi naquela manhã convenceu-me de que o escrivão era vítima de um mal inato e incurável. Eu podia dar esmolas ao seu corpo, mas o seu corpo não lhe doía; era a sua alma que sofria, e ela estava fora do meu alcance.“

— Herman Melville, Bartleby the Scrivener

Publicidade

Citações relacionadas

Jean Cocteau foto
Edgar Allan Poe foto
Publicidade
Michael Jackson foto
Gustave Flaubert foto
Leonardo Da Vinci foto
 Platão foto
Galileu Galilei foto
Publicidade
John Ronald Reuel Tolkien foto
 Cícero foto
Edgar Allan Poe foto
 Aristoteles foto
Publicidade
Mary Shelley foto
Herman Melville foto
 Epicuro foto
Próximo