Frases de Victor Hugo

Victor Hugo photo
391   91

Victor Hugo

Data de nascimento: 26. Fevereiro 1802
Data de falecimento: 22. Maio 1885
Outros nomes: Victor Marie Hugo, Виктор Гюго

Victor-Marie Hugo foi um romancista, poeta, dramaturgo, ensaísta, artista, estadista e ativista pelos direitos humanos francês de grande atuação política em seu país. É autor de Les Misérables e de Notre-Dame de Paris, entre diversas outras obras clássicas de fama e renome mundial.

Obras

Citações Victor Hugo

„A suprema felicidade da vida é a convicção de ser amado por aquilo que você é, ou melhor, apesar daquilo que você é.“

—  Victor Hugo, livro Os Miseráveis

Le suprême bonheur de la vie, c'est la conviction qu'on est aimé ; aimé pour soi -même, disons mieux, aimé malgré soi-même;
Les misérables‎ - Página 93 http://books.google.com.br/books?id=db0GAAAAQAAJ&pg=PA93, de Victor Hugo - Publicado por J. Hetzel, 1866 - 799 páginas
Os Miseráveis

„A melancolia é a felicidade de se ser triste.“

—  Victor Hugo

Variante: A melancolia é a felicidade de estar triste.

„Aí desaparece o desinteresse e divisa-se o vago esboço do demónio; cada qual para si. O eu sem olhos uiva, procura, apalpa e rói. Existe nesse golfão o Ugolino social.
As figuras ferozes que giram nessa cova, quase animais, quase fantasmas, não se ocupam do progresso universal, cuja ideia ignoram; só cuidam de saciar-se cada uma a si mesma. Quase lhes falta a consciência, e parece haver uma espécie de amputação terrível dentro delas. São duas as suas mães, ambas madrastas: a ignorância e a miséria. O seu guia é a necessidade; e para todos as formas de satisfação, o apetite. São brutalmente vorazes, quer dizer, ferozes; não à maneira do tirano, mas à maneira do tigre. Do sofrimento passam estas larvas ao crime; filiação fatal, geração aterradora, lógica das trevas. O que roja pelo entressolo social não é a reclamação sufocada do absoluto; é o protesto da matéria. Torna-se aí dragão o homem. Ter fome e sede é o ponto de partida; ser Satanás é o ponto de chegada. Esta cova produz Lacenaire.
Acima viu o leitor, no livro quarto, um dos compartimentos da mina superior, da grande cova política, revolucionária e filosófica, onde, como acabou de ver, é tudo pobre, puro, digno e honesto; onde, sem dúvida, é possível um engano, e efectivamente os enganos se dão; mas onde o erro se torna digno de respeito, tão grande é o heroísmo a que anda ligado. O complexo do trabalho que aí se opera chama-se Progresso.
Chegada é, porém, a ocasião de mostrarmos ao leitor outras funduras, as profunduras medonhas.
Por baixo da sociedade, insistimos, existirá sempre a grande sopa do mal, enquanto não chegar o dia da dissipação da ignorância.
Esta sopa fica por baixo de todas e é inimiga de todas. É o ódio sem excepção. Não conhece filósofos; o seu punhal nunca aparou penas. A sua negrura não tem nenhuma relação com a sublime negrura da escrita. Nunca os negros dedos que se crispam debaixo desse tecto asfixiante folhearam um livro ou abriram um jornal. Para Cartouche, Babeuf é um especulador; para Schinderhannes, Marat é um aristocrata. O objetivo desta sopa consiste em abismar tudo.
Tudo, inclusive as sapas superiores que esta aborrece de morte. No seu medonho formigar, não se mina somente a ordem social actual: mina-se a filosofia, a ciência, o direito, o pensamento humano, a civilização, a revolução, o progresso. Tem simplesmente o nome de roubo, prostituição, homicídio e assassinato. As trevas querem o caos. A sua abóbada é formada de ignorância.
Todas as outras, as de cima, têm por único alvo suprimi-la, alvo para o qual tendem a filosofia e o progresso, por todos os seus órgãos, tanto pelo melhoramento do real, como pela contemplação do absoluto. Destruí a sapa Ignorância, e teres destruído a toupeira do Crime.
Humanidade quer dizer identidade. Os homens são todos do mesmo barro. Na predestinação não há diferença nenhuma, pelo menos neste mundo. A mesma sombra antes, a mesma carne agora, a mesma cinza depois. Mas a ignorância misturada com a massa humana enegrece-a. Essa negrura comunica-se ao interior do homem, e converte-se no Mal.“

—  Victor Hugo, livro Os Miseráveis

Les Misérables: Marius

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating

„O homem honesto procura tornar-se útil, o intrigante tenta ser necessário.“

—  Victor Hugo

L'honnête homme cherche à se rendre utile, l'intrigant à se rendre nécessaire.
Post-scriptum de ma vie: oeuvres posthumes‎ - Página 53, de Victor Hugo, Dominique Aury, Guilde du livre (Lausanne - Publicado por Guilde du livre, 1959 - 315 páginas

„O maior sonho dos heróis é ser grande em todos os lugares e pequeno com o seu pai.“

—  Victor Hugo

Le rêve du héros, c'est d'être grand partout et petit chez son père
"La légende des siècles: nouvelle série", v.2 - Página 105; de Victor Hugo - Publicado por Calmann Lévy, 1877

„Saber exactamente qual a parte do futuro que pode ser introduzida no presente é o segredo de um bom governo.“

—  Victor Hugo

Savoir au juste la quantité d'avenir qu'on peut introduire dans le présent, c'est là tout le secret d'un grand gouvernement.
Victor Hugo; "Tas de Pierres" (1848).

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“

Autores parecidos

Oscar Wilde photo
Oscar Wilde663
Escritor, poeta e dramaturgo britânico de origem irlandesa
Aniversários de hoje
Angelina Jolie photo
Angelina Jolie17
Atriz, cineasta e ativista norte-americana 1975
Masutatsu Oyama photo
Masutatsu Oyama13
1923 - 1994
Giacomo Casanova photo
Giacomo Casanova13
1725 - 1798
John Wooden photo
John Wooden4
basquetebolista estadunidense 1910 - 2010
Outros 33 aniversários hoje
Autores parecidos
Oscar Wilde photo
Oscar Wilde663
Escritor, poeta e dramaturgo britânico de origem irlandesa