„Em suma, é preciso confessar que existem dois tipos de leitura: a leitura em animus e a leitura em anima. Não sou o mesmo homem quando leio um livro de idéias, em que o animus deve ficar vigilante, pronto para a crítica, pronto para a réplica, ou um livro de poeta, em que as imagens devem ser recebidas numa espécie de acolhimento transcendental dos dons. Ah, para fazer eco a esse dom absoluto que é uma imagem de poeta seria necessário que nossa anima pudesse escrever um hino de agradecimento! O animus lê pouco; a anima, muito.
Não é raro o meu animus repreender-me por ler demais.
Ler, ler sempre, melíflua paixão da anima. Mas quando, depois de haver lido tudo, entregamo-nos à tarefa, com devaneios, de fazer um livro, o esforço cabe ao animus. E sempre um duro mister, esse de escrever um livro. Somos sempre tentados a limitar-nos a sonhar.“

The Poetics of Reverie

Última atualização 29 de Novembro de 2020. História

Citações relacionadas

Vergílio Ferreira photo
Vergílio Ferreira photo
Esta tradução está aguardando revisão. Está correcto?
Maya Angelou photo
Benedetto Croce photo
Samuel Johnson photo
Nélson Rodrigues photo

„Deve-se ler pouco e reler muito. Há uns poucos livros totais, três ou quatro, que nos salvam ou que nos perdem. É preciso relê-los, sempre e sempre, com obtusa pertinácia.“

—  Nélson Rodrigues escritor e dramaturgo brasileiro 1912 - 1980

O Óbvio Ululante.
Fonte: O óbvio Ululante Primeiras confissões : crônicas", de Nelson Rodrigues, Ruy Castro - Publicado por Companhia das Letras, 1993 - 303 páginas, Página 43; Revista Caras http://www.caras.com.br, Edição 674.

Bill Gates photo
Mark Twain photo

„O homem que não lê bons livros não tem nenhuma vantagem sobre o homem que não sabe ler.“

—  Mark Twain escritor, humorista e inventor norte-americano 1835 - 1910

Variante: O homem que não lê não tem nenhuma vantagem sobre o homem que não sabe ler.

André Maurois photo
Henri Dominique Lacordaire photo
Jorge Luis Borges photo
Benjamin Disraeli photo
Jorge Luis Borges photo

Tópicos relacionados