Frases de François de La Rochefoucauld

François de La  Rochefoucauld photo
488   12

François de La Rochefoucauld

Data de nascimento: 15. Setembro 1613
Data de falecimento: 17. Março 1680

Publicidade

François, Duque de La Rochefoucauld foi um moralista francês, François 6º, príncipe de Marcillac e, mais tarde, duque de La Rochefoucauld, nasceu em Paris a 15 de setembro de 1613 e morreu na mesma cidade na noite de 16 para 17 de março de 1680. É de Rochefoucauld a famosa frase:"O orgulho é igual em todos os homens , só diferem os meios e as maneiras de mostrá-los".

Aristocrata, foi destinado à carreira militar, tendo participado da campanha da Itália em 1629. Envolvendo-se em intrigas contra o cardeal Richelieu, em favor da rainha Ana da Áustria, foi preso e exilado em Verteuil, no ano de 1631. Depois da morte de Richelieu, voltou a conspirar contra a corte, tendo participado ativamente da Fronda, a guerra civil que agitou a França entre 1648 e 1653.

Em 1652, gravemente ferido nos olhos, encerrou sua carreira de soldado e conspirador. Passou em Paris os últimos anos de sua vida, destacando-se nos salões literários, especialmente no de Madame de Sablé.

La Rochefoucauld foi um dos introdutores, e certamente o maior cultor do gênero de máximas e epigramas, divertimento social que ele transformou em gênero literário, escrevendo textos de profundo pessimismo. Seu mais famoso livro, "Reflexões ou sentenças e máximas morais", apareceu pela primeira vez em 1664.

Até a quinta edição do livro, La Rochefoucauld foi condensando suas máximas, ao mesmo tempo em que abrandava o tom, restringindo o seu amargor. Espírito cáustico, amargurado, ele atribui ao amor-próprio um papel preponderante na motivação das ações humanas. Todas as qualidades da nobreza – as falsas virtudes — têm a movê-las o egoísmo e a hipocrisia, atributos inerentes a todos os homens.

Segundo La Rochefoucauld, a necessidade de estima e de admiração está por trás de toda manifestação de bondade, sinceridade, gratidão. Ele é um pessimista desencantado com o gênero humano.

Além das "Reflexões", La Rochefoucauld escreveu sua autobiografia, "Memórias de MDLR sobre as intrigas com a morte de Luís XIII, as guerras de Paris e da Guiana e a prisão dos príncipes", que engloba o período entre 1624 e 1632, e que de uma certa maneira serve de base para as conclusões desenvolvidas nas "Reflexões".

Sua obra influenciou profundamente dois outros filósofos: Friedrich Nietzsche e Émile Michel Cioran.

"Por que não se lêem mais os grandes mestres da sentença psicológica? -pois, sem qualquer exagero: o homem culto que tenha lido La Rochefoucauld e seus pares em espírito e arte é coisa rara na Europa; e ainda mais raro aquele que os conheça e não os insulte." .

Citações François de La Rochefoucauld

„A confiança que temos em nós mesmos, reflecte-se em grande parte, na confiança que temos nos outros.“

—  François de La Rochefoucauld
La confiance que l'on a en soi fait naître la plus grande partie de celle que l'on a aux autres. Oeuvres de François, duc de La Rochefoucauld‎ - Página 200 http://books.google.com.br/books?id=MJFEAAAAIAAJ&pg=PA200, François La Rochefoucauld (duc de) - Chez A.Belin, 1820 - 240 páginas

Publicidade

„Quem não encontra a felicidade em si mesmo, é inútil procurá-la em outro lado“

—  François de La Rochefoucauld
Quand on ne trouve pas son repos en soi- même, il est inutile de le chercher ailleurs Les maximes de Rochefoucauld: suivies des réflexions diverses, página 206 https://books.google.com.br/books?id=X6wU68tilw0C&pg=PA206, François duc de La Rochefoucauld, ‎Ernest Flammarion (París) - Ernest Flammarion, éditeur, 1864 - 306 páginas

„Se nós não tivéssemos defeitos, não teríamos tanto prazer em notá-los nos outros.“

—  François de La Rochefoucauld
Si nous n'avions point de défauts, nous ne prendrions pas tant de plaisir à Réflexions: Ou, Sentences Et Maximes Morales de La Rochefoucauld‎ - item XXXI, Página 19 http://books.google.com.br/books?id=QSdPNfXQavAC&pg=PA19, de François La Rochefoucauld, Louis-Aimé Martin - Publicado por Lefèvre, 1822 - 221 páginas

„Há pessoas desagradáveis apesar das suas qualidades e outras encantadoras apesar dos seus defeitos.“

—  François de La Rochefoucauld
Il y a des gens dégoûtants avec du mérite, et d'autres qui plaisent avec des défauts. Maximes et reflexions morales - Página 38 http://books.google.com/books?id=M8YGAAAAcAAJ&pg=PA38, item 155, François de La Rochefoucauld - 1799

„Todos temos força suficiente para agüentar os infortúnios dos outros.“

—  François de La Rochefoucauld
Nous avons tous assez de force pour supporter les maux d'autrui. Reflexions ou sentences et maximes morales - Página 7 http://books.google.com.br/books?id=88UGAAAAcAAJ&pg=PA7, François de La Rochefoucauld - 1760

Help us translate English quotes

Discover interesting quotes and translate them.

Start translating

„O orgulho tem esquisitices como qualquer outra paixão. Temos vergonha de confessar que sentimos ciúmes, mas nos vangloriamos de havermos tido, e de sermos capazes de tê-lo.“

—  François de La Rochefoucauld
L'orgueil a ses bizarreries comme les autres passions : on a honte d'avouer qu'on ait de la jalousie, et l'on se fait honneur d'en avoir eu et d'être capable d'en avoir. Maximes et reflexions morales - Página 115 http://books.google.com.br/books?id=wbU5AAAAcAAJ&pg=PA115, item ccccxcv, François de La Rochefoucauld - Didot, 1796 - 147 páginas

„Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Etiam egestas wisi a erat. Morbi imperdiet, mauris ac auctor dictum.“

Aniversários de hoje
Billie Joe Armstrong photo
Billie Joe Armstrong74
músico americano 1972
Darcy Ribeiro photo
Darcy Ribeiro30
1922 - 1997
Jiddu Krishnamurti photo
Jiddu Krishnamurti19
1895 - 1986
Outros 72 aniversários hoje